FICHAS DE PERSONAGENS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

FICHAS DE PERSONAGENS

Mensagem  Scorpion em Ter Ago 02, 2016 1:55 am

As fichas devem conter a FOTO dos personagens e seu histórico. Façam Seres humanos NORMAIS, sem nenhuma experiência sobrenatural. Além disso, lembrem-se que o jogo se passará nos EUA, na década de 30 (Máfia, Lei seca e o escambau), logo, naquela época negros, mulheres, estrangeiros e homossexuais não tinham os mesmos "direitos" que os homens brancos. Caso alguém queira fazer algum personagem nesse estilo, encare como um desafio extra para a campanha.

As fichas devem seguir o modelo abaixo. A pontuação inicial é de pessoas normais um POUQUINHO acima da média. Mas não são heróis e nem imortais, porisso tenham cuidado na escolha dos atributos. Procurei usar exemplos bem interessantes, pra não deixar dúvidas. Quem joga Star Wars sabe como as fichas influenciam no que vocês pretendem fazer, então... CUIDADO! O mínimo dos atributos é ZERO, mas eles NÃO SÃO RECOMENDADOS!!!

ATRIBUTOS (20 pontos)

Força: Mede o quão forte é o personagem. Também auxilia indiretamente na vitalidade.
0- Criança: 10 anos
1- Fraco: Idoso, adolescente ou mulher pequena
2- Mediano: Adulto magro, Mulher comum
3- Forte: Adulto atlético, Brad Pitt, Rhonda Rhousey
4- Muito forte: Militares, Stallone, Van Damme
5- Extremamente Forte: Levantador de Pesos Olímpico, The Rock, Schwarzzenegger

Agilidade: A destreza, capacidade de esquivar-se, velocidade em corrida e boa parte dos atletismos.
0- Aleijado: Incapaz de mover-se adequadamente
1- Desajeitado: Pessoas obesas ou idosas
2- Mediano: Ser Humano comum
3- Ágil: Jogadores de Baseball, Atletas de Fins de Semana
4- Muito ágil: Corredores profissionais, malabaristas
5- Extremamente ágil: Ginastas, Corredores Olímpicos, Faixas Pretas de Tae Kwon Do

Resistência: A capacidade do personagem de resistir a ferimentos, toxinas, manter-se acordado ou fazer esforço repetitivo. Influencia diretamente os PVs.
0- Doente: O personagem sofre de sérias debilidades, como um aidético próximo ao fim; ou uma criança asmática
1- Criança: Uma criança de 10 anos saudável, adulto asmático
2- Mediano: Pessoa com saúde relativamente normal, ficando doente 1 ou 2 vezes por ano.
3- Saudável: Atletas e pessoas com boa alimentação.
4- Resistente: Lutadores de boxe profissionais, maratonistas
5- Corpo Fechado: O personagem poderia sobreviver à alguns tiros e talvez até a ser degolado. Forrest Bondurant (Tom Hardy - Os Infratores)

Carisma: A capacidade de fazer com que os outros gostem de você. Também auxilia a manipular os outros, sedução e barganha.
0- Odiável: É praticamente impossível gostar do personagem. Nem a mãe dele gosta dele e nem prostitutas topam sair com ele.
1- Sem sal: O personagem não desperta simpatia de quase ninguém, salvo quando ajuda aquela pessoa, Mad Max.
2- Mediano: As pessoas podem interagir com o personagem de forma amigável se ele for amigável.
3- Amigável: As pessoas acham-no agradável. Você é uma pessoa de fácil acesso.
4- Muito amigável: O personagem atrai as pessoas para perto dele. É comum as mulheres darem atenção à ele e as pessoas pagarem uma bebida para ele.
5- Encantador: Todos se voltam quando o personagem entra na cena. Todos querem estar à sua volta. Marilyn Monroe, James Dean.

Inteligência: Envolve o conhecimento do personagem, além de sua capacidade analítica e influenciar INDIRETAMENTE os pontos mentais.
0- Retardado: O personagem não fala normalmente coisa com coisa e conhece poucas palavras. Hordor, Sloth.
1- Ignorante: O personagem não é retardado, mas nunca teve acesso à uma educação e possivelmente ele é analfabeto.
2- Mediano: Pessoa de inteligência normal. Frequentou a escola, aprendeu a ler, matemática, mas nada brilhante.
3- Inteligente: O personagem pode ter feito uma faculdade e mostrar-se muito sagaz com as coisas. Sua inteligência pode impressionar.
4- Brilhante: O personagem é muito inteligente, podendo ser um professor, médico renomado, ou coisa do gênero. Quando ele fala, normalmente as pesoas param para escutar.
5- Gênio: O personagem é uma autoridade em um (ou mais) assuntos. Poucas vezes está enganado e seu conhecimento causa inveja. Einstein, Tesla.

Percepção: Envolve a capacidade do personagem de analisar o ambiente à volta. Pode auxiliar na esquiva e em encontrar pistas que os outros nunca veriam. Envolve os 5 sentidos.
0- Deplorável: O personagem além de desligado, não possui um destes dois sentidos, podendo ser cego ou surdo.
1- Leso: O personagem se distrai fácil e quase tudo passa desapercebido por ele. Ele pode ter um alto grau de miopia ou ter um ouvido péssimo.
2- Mediano: As coisas que não escapam às pessoas comuns, não escapam ao personagem.
3- Perceptivo: O personagem tende a perceber as coisas primeiro que os outros. Ele pode se tocar que o volume no casaco de um homem é uma pistola, ou ouvir um tiro no quarteirão do lado e identificar de onde veio o disparo.
4- Esperto: O personagem é extremamente perceptivo, sendo que poucas coisas passam desapercebidas. Ele poderia se tocar pelo barulho do balançar de um case de violão que lá dentro teria uma metralhadora Thompson, ou ouvir no quarto do lado uma pessoa se debatendo por ser enforcada.
5- Radar Humano: O personagem é ligado em tudo que acontece ao seu redor. Ele consegue conversar com uma pessoa ao mesmo tempo em que ouve a conversa de outra, poderia ouvir a pessoa enforcada do exemplo acima mesmo se estivesse escutando música e poderia acordar simplesmente por alguém tentar girar em silêncio a maçaneta de sua porta.

Força de Vontade: Determina a capacidade de resistir à intimidação, provocação ou sedução, além de ser a coragem. Influencia DIRETAMENTE os pontos mentais do personagem.
0- Sem vontade: O personagem tem a mentalidade de servo para com todos. Theon Geryjoy (Reek)
1- Vontade Fraca: Criança. Mulher constantemente violentada pelo marido que não conseguiria abandoná-lo. Servos menores dos Deuses
2- Mediano: Pessoa normal, com capacidade de resistir à maioria das coisas que um homem normal resistiria.
3- Determinado: O personagem não se dobra facilmente e normalmente consegue resistir à coisas que homens normais não resistiriam.
4- Corajoso: O personagem teme poucas coisas na vida. Ele também é capaz de resistir à quase todo o tipo de manipulação.
5- Indobrável: O personagem possivelmente nunca sentiu medo na vida e nada no mundo é capaz de manipulá-lo. Até mesmo tortura e um controle mental (se isso existisse) dificilmente afetariam este personagem.

Perícias: (6 pontos) Funcionará de uma maneira parecida com o Star Wars. Escolham perícias que os personagens de vocês teriam, mas tentem não ser tão abrangentes (Ciências, Armas de Fogo, Combate Desarmado), nem tão específicos (cirurgia cardiológica, Colt Python .22, Arremessar Pessoas)... o meio termo é o melhor (Medicina, Astronomia, Física, Pistolas, Metralhadoras, Boxe)...
As perícias possuem 3 níveis, sendo que inicialmente vocês só poem ter até o nível 2. Cada nível custa 1 ponto.

Níveis:
0- Não sabe usar/fazer
1- Treinamento básico (policial cadete com uma pistola, enfermeiro com a perícia medicina)
2- Competente (militar treinado com metralhadoras, cirurgião com medicina)
3- Autoridade no assunto (Einstein com física, Muhamad Ali com boxe)

Vantagens: (2 pontos) Vantagens são características que os personagens de vocês compram e que podem beneficiar suas fichas em certas situações. Todas as vantagens devem ser conversadas comigo. Além disso, algumas vantagens mais fortes podem custar os 2 pontos. Também é possível gastar 1 ponto de vantagem para ganhar 1 ponto em atributo ou então 2 pontos de perícias.

Pontos de Vida: Indica o quanto de dano físico os personagens de vocês aguentam. Nós não trabalharemos com dados, então eu constantemente estarei informando o processo dos pontes de vidas de vocês. O valor total dos PVs é: Força + 2 x Resistência. Se chegar a Zero pontos de vida, o personagem desmaia... se chegar a -Resistência, ele morre.

Pontos Mentais: Todos sabem que Call of Cthulhu é um jogo sobre evitar a loucura enquanto se aprofundam nos mistérios dos Mythos. O valor total é Inteligência + 2 x Força de Vontade. Se chegar a Zero, o personagem começa a ficar louco... Cada ponto negativo faz o personagem ficar mais louco e adquirir loucuras (raramente tratáveis). Se chegar a -Força de Vontade, o personagem perde totalmente a sanidade e o jogador prcisará fazer um novo personagem.

Esquema das Fichas: Por favor, sigam ESTE esquema...

Foto: Usem fotos de pessoas REAIS! Nada de desenhos, pinturas... mas não necessariamente com vestes da época. Basta o rosto mesmo... e por favor, respeitem a carisma, ok? Nada de foto do Tom Cruise com Carisma 1 (Ah não ser no Vanilla Sky). Tenham coerência.
Nome: O nome do personagem
Estereótipo: médico, professor, cientista, mafioso, policial, detetive, ladrão, golpista, etc...

Atributos: Na ordem que eu os coloquei ali em cima, por favor

Perícias: Coloquem o nome da perícia e quantos pontos foram gastos em cada

Vantagens: Idem à perícias

Histórico: Poste o seu histórico. Lembre-se... você não sabe NADA de sobrenatural.

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2379
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FICHAS DE PERSONAGENS

Mensagem  Renata C. em Ter Ago 02, 2016 7:37 am


Nome: Louise Colbert

Estereótipo: Aspirante a jornalista

Conceito: Flapper

Atributos:
Força: 2
Agilidade: 3
Resistência: 2
Carisma: 4
Inteligência: 4
Percepção: 3
Força de Vontade: 2

Perícias:
Investigação (2)
Pistolas (2)
Atuação (1)
Dança (1)


Vantagens:
Persuação; Contatos (aguardando aprovação do narrador)

Histórico:
Louise divide seu tempo entre o trabalho como secretária no jornal local e a vida noturna clandestina da cidade de Arkham.

A jovem de 20 anos sempre quis ser jornalista, e através do trabalho como secretária se viu mais próxima desse desejo. Sempre dá sugestões de pauta e ajuda de outras formas na redação.

De personalidade forte e independente e de espírito livre, frequentemente é mal vista pela maioria das pessoas, não é para menos, quase sempre pode ser encontrada ouvindo - e dançando, veja só - jazz em casas noturnas clandestinas, bebendo e casualmente saindo acompanhada destes lugares com algum homem interessante.

Essas frequentes saídas fizeram com que Louise arranjasse alguns contatos pelo submundo de Arkham, então para ela se manter bem informada é uma coisa até simples.

Um ex-namorado a ensinou a atirar relativamente bem. Como ela sempre diz, uma garota precisa saber se proteger. E é exatamente isso que ela faz.


Última edição por Renata C. em Ter Ago 02, 2016 9:24 am, editado 1 vez(es)

_________________
avatar
Renata C.

Número de Mensagens : 484
Idade : 32
Data de inscrição : 27/08/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FICHAS DE PERSONAGENS

Mensagem  Ricardo Sato em Ter Ago 02, 2016 7:48 am






Nome:
Sir Ashton Reagan

Estereótipo:
Diletante Ex-aventureiro

Altura: 1,88m
Peso: 93 kg
Idade: 33 Anos
Cabelos: Castanhos escuros
Olhos:
Negros


Atributos:

Força: 3
Agilidade: 2
Resistência: 4
Carisma: 2
Inteligência: 3
Percepção: 3
Força de Vontade: 4


Pontos de Vida:
20

Pontos Mentais:
20

Perícias:

Sobrevivência: 2
Idiomas: 2
Dirigir: 1
Rifles: 1
Geografia: 1
Boxe: 1

Vantagens:

Atributo extra
Perícias extras


Histórico:


Impetuoso,aventureiro e sedento por conhecer o mundo,assim era o segundo filho de lorde Maximilian Reagan e quando chegou a hora de frequentar a universidade de Londres por obrigação,idiomas e geografia foram suas escolhas.

Após isso muito pouco lorde Reagan pôde fazer para manter seu filho agora adulto no país,sua vida foi uma sequência de viagens pelo globo,lugares exoticos,caçadas perigosas e pessoas estranhas.

Foi assim que a cerca de 9 anos sua vida deu uma virada,Ash começou a envolver-se com exploradores e arqueólogos no egito e lá ele viria a conhecer a senhorita Olivia thorngald,única filha do egiptólogo professor Douglas Thorngald,que tendo perdido a mãe muito cedo cresceu viajando com seu pai.

De uma beleza ímpar,sagacidade impressionante e conhecimento vasto ela agia como a assistente de seu pai,muito diferente da maioria das garotas de família,nunca temerosa,nunca submissa e sempre de sorriso franco.
Depois de pequenos atritos iniciais,Ash foi obrigado a reconhecer que estava completamente apaixonado e conquistá-la talvez tenha sido sua aventura mais difícil e com certeza a mais recompensadora.

Os dois jovens se mudaram para Nova York e passaram seus primeiros anos como marido e mulher completando um ao outro de forma natural.
Há três anos finalmente foram abençoados pela descoberta de uma gravidês,porém o professor Douglas ficou muito doente e Olivia decidiu viajar de volta ao egito para cuidar de seu pai...e se fosse tarde demais ao menos dividir com ele aquela notícia.

Infelizmente os desastres não iriam parar ali,enquanto atravessavam o Nilo em direção da escavação depois de alguns dias de preparação no Cairo uma tempestade repentina,inesperada e violenta tomou forma,o navio afundou e quando Ashton finalmente acordou no hopital ele teve de enfrentar a terrível notícia de que o corpo de sua esposa grávida havia sido encontrado nos destroços.

Dor inigualável tomou sua vida,desespero seguido de noites insônes intercaladas com noites embriagadas até que nem a bebida fazia mais efeito,o sorriso fácil e amabilidade de Ashton foram substituídos por uma entorpecência vazia e educação desinteressada e suas aventuras substituídas por uma casa fria.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PRÓLOGO

Ashton entrava em sua casa e colocava seu chapéu e casaco ao lado da porta,ele vai direto ao escritório...o quarto era o último lugar que ele ia sempre,apenas quando o sono era insuportável e seus olhos se fechavam é que ele se recolhia.
Sem tempo para pensar no leito vazio...sem tempo de pensar nela,ou assim gostaria mas na verdade era inútil,mal sentava-se na escrivaninha e suas mãos iam até a gaveta,todos os dias ele guardava a foto ali antes de dormir para não vê-la e todos os dias pegá-la era a primeira coisa que fazia ao chegar.



.....Olivia.......

A porta se abre e um homem pouco mais velho que ele próprio surgia com uma bandeja em mãos e uma expressão tensa,Chales Paltin sempre se sentia mal ao ver Ashton daquela forma,sua família servia aos Reagan a muito tempo mas o jovem patrão sempre fôra diferente.

Sempre tratou seu pai com carinho...seu próprio casamento havia sido pago por ele e mais do que isso,apesar das possíveis consequências sociais Ashton insistira em apadrinhar seu filho Thomas,quando Sir Ashton veio para a américa ele não pensou duas vezes em acompanhá-lo com sua família.
Mas ver como toda a alegria que Olivia havia trazido a ele tinha se transformado naquela dor o entristecia,ainda mais quando ele sabia que logo ele próprio iria trazer mais um golpe ao seu velho amigo.



Sua refeição senhor.

Obrigado Paltin...mais alguma coisa?

Ah...bem,senhor uma encomenda chegou.

Quem enviou?...meu irmão?

Não,ela veio do egito e...e...não é para o senhor....me desculpe,com sua licença.

Paltin saía e fechava a porta enquanto a realidade o atingia,agora era impossível não notar a caixa sobre a escrivaninha,Ashton olhou para ela por um tempo que não pode precisar até se levantar e se aproximar dela.

Era um quadrado de madeira relativamente grande,havia palha saindo por algumas aberturas e diversos selos por sua superfície,depois de um instante de exitação ele começou a abrí-lo como um naúfrago que encontrava água depois da sede,a palha de cima era jogada para longe e no topo da caixa havia algo inesperado...um LP antigo.

Ashton não o conhecia,curioso ele foi até o toca discos olhando fixamente para a capa sem sequer olhar para o resto do conteúdo,o disco era colocado e quando o homem finalmente decidiu ir sentar-se a segunda música já começava.



Aquela era a música que tocava no saguão do hotel no egito quando pela primeira vez ele e Olívia haviam se beijado,o disco não tinha capa e com certeza havia sido deixado lá por algum turista estrangeiro e eles jamais souberam quem era a artista.Enquanto tocava Ashton se lembrava dela cantando aquela música enquanto lia e se aninhava em seus braços e do cheiro suave de baunilha de seus cabelos negros.

Ashton colocou as mãos sobre o rosto com os cotovêlos sobre a mesa e soluçou,não chorou...havia cansado de chorar a muito tempo,quando se deu conta aquele lado do disco já havia acabado e só o som da agulha raspando a cera podia ser ouvido na sala.

Ele então se lembrou da caixa,sob o disco uma caixa de joias decorada se apoiava sobre um pano que encobria um objeto retângular,retirando os dois e os colocando sobre a superfície de madeira ele os analisou.No embrulho um livro pesado e decorado,parecia antigo e enquanto seus olhos decifravam os hieroglífos nele e o papiro em que foi escrito criava a textura em suas mãos ele teve certeza disso.

Então ele fechou o tomo e tocou na caixa,dentro dela dois envelopes,no primeiro havia uma boa quantia em dinheiro no segundo uma carta escrita com um inglês exitante.

Caríssima senhora Reagan,eu Aktor Hulan seu humilde servo venho por essa desculpar-me sinceramente...caso não se lembre deste servo não se sinta mal.
Eu sou o dono de uma pequena loja de antiguidades na cidade de Cairo,chamada em sua língua de templo de osíris,a digníssima senhora veio até mim em busca de um tomo antigo com o qual desejava presentear um amigo.
A senhora disse que viria em alguns dias e inclusive deu-me o dinheiro em adiantamento....confiando nesse pobre servo.
Sinto que não tenha podido vir,mas talvez tenha sido melhor,como lhe disse eu possuía um exemplar apenas e ele estava em restauração.....muito me envergonho em dizer,mas meu restaurador constatou que o livro não passava de um réplica,ainda que uma excelente.
Muito temi pela hora de explicar-me,mas a senhora não veio,e sendo assim tomei para mim a obrigação de entregar-lhe o que devia.
Mas infelizmente tomaram-me anos até conseguir o livro que me pediu e por isso imploro seu perdão,envio a senhora o livro e metade do seu dinheiro devolta.......sei que me envergonho ainda mais admitindo isso mas tive de gastar parte da soma para encontrar o livro e infelizmente não possuo o resto do dinheiro em espécie no momento.
Pensei em esperar até poder pagá-la mas achei que a senhora já havia esperado demais,envio então também como forma de desculpas esse porta jóias,sei que não tem motivos para isso mas acredite em mim quando digo que ele vale ao menos três vezes mais do que ainda lhe devo.
Envio também outra coisa...a senhora cantarolava uma música enquanto esteve aqui e disse estar triste de não conhecer a artista,admito que acabei por encantar-me com a melodia e adquiri a mania de cantá-la e por um acaso do destino uma cliente reconheceu a música.
Ela era uma americana chamada Tábata e sua mãe era a própria cantora,uma senhora Amellie DeVere e aquele foi seu único disco.
Ela teve a bondade de ceder-me um de seus dicos antigos e desde então eu quis que ele fosse seu.....

Novamente peço que me perdoe e saiba que jamais quis enganá-la,espero que o amigo de seu pai,Professor Talbot Graves,se bem me lembro,aprecie o presente e que ele ainda não possua um exemplar...afinal a senhora me disse que ele o queria para a coleção do museu de Arkhan City.

Aos seus serviços,Aktor Hulan.



..........PALTIN!!!Ainda está aí?
Prepare minha mala,vou sair da cidade por uns dias,tenho que entregar uma coisa.


Naquela noite Ashton sonhou que estava no escuro,ele pensou que era só mais um de seus pesadelos constantes,mas no fim foi um sonho bom....
No fim alguém que ele não conseguia se lembrar do rosto ou das palavras,mas que o fazia se sentir muito bem lhe trouxe uma luz.



...não....meu amado,não vá.....


------------------------------------------------------------------------------------------------
O AVENTUREIRO:

DURO DE MATAR: Uma vez POR AVENTURA, quando o personagem for reduzido a ZERO OU MENOS pontos de vida, ele pode utilizar esta habilidade para ficar com 1 ponto de vida ao invés disso. O herói pode escolher inclusive se desmaia, ou não, permanecendo ativo. Se o herói fosse morrer automaticamente, ele pode utilizar esta habilidade para ficar vivo, mas com a quantidade mínima de resistência para não morrer. Normalmente seus inimigos acharão que ele está morto, mas uma análise médica pode identificar a farsa.

MENTALIDADE DE TUMBA: Com habilidade passiva, o personagem não precisa anunciar que está procurando passagens secretas ou armadilhas em um ambiente. A habilidade sempre funciona como se ele estivesse ativamente procurando.


Experiência:


Última edição por Ricardo Sato em Qua Ago 03, 2016 3:20 am, editado 2 vez(es)

_________________
avatar
Ricardo Sato

Número de Mensagens : 1300
Idade : 33
Data de inscrição : 06/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FICHAS DE PERSONAGENS

Mensagem  Phelipe Peregrino em Ter Ago 02, 2016 10:28 am

Nome: Dr. Gregory King
Estereótipo: Médico

Força: 1
Agilidade: 0
Resistência: 1
Carisma: 3
Inteligência: 5
Percepção: 5
Força de Vontade: 5

Perícias:
Medicina (2)
Biologia (1)
Botânica (1)
Química (1)
Engenharia (1)

Vantagens:
Recursos (1)
Biblioteca (1)

Histórico:
Telegrama do Sr. Maximilian King, endereçado ao Dr. John Doods; datado de 27 de Janeiro de 1914:

Minha paciência tem limites, Dr. Doods. Já se passaram 3 meses e o sr ainda não descobriu o que há de errado com a perna do meu filho! Quero resultados e quero agora!

***

Telegrama do Dr. John Doods King, endereçado ao Sr. Maximilian; datado de 28 de Janeiro de 1914:

Temo que não há o que eu possa fazer. Sinto muito.

***

Telegrama da Srta. Susan Willians, endereçado aos Sr. e Sra. King; datado de 15 de agosto de 1920:

Estimados sr e sra King. Como está sendo a viagem de férias por Londres? Greg é um garoto fantástico e estamos nos divertindo muito! Na maior parte do tempo ele fica em nossa biblioteca, e fiquei surpreso pelo interesse do garoto nos livros de medicina do sr. meu marido. Algo me diz que vocês terão um médico na família.

***


***

De: Gregory King
Para: Sr e Sra King
07 de Julho de 1933

Amados, papai e mamãe.
Não posso descrever em palavras a alegria que sento em meu coração tão acostumado com a dor com a notícia que tenho para lhes dar. Após seis anos de incansáveis estudos e noites em claro, estou para me formar com louvor aqui na universidade. Os professores enaltecem meu conhecimento nas áreas médicas, o que me deixa vergonhosamente orgulhoso.

Em breve iniciarei o período obrigatório de residência que antecede minha tão aguardada formatura, e isso me traz a notícia que originalmente lhes pretendia transmitir: Estou voltando a Arkham para um período merecido de descanso e férias.

Sinto tanta falta de casa e de vocês. Não vejo a hora de poder abraça-los novamente.

Com amor,
Greg.


Última edição por Phelipe Peregrino em Sab Ago 06, 2016 6:31 pm, editado 3 vez(es)

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1405
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FICHAS DE PERSONAGENS

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Qua Ago 03, 2016 2:51 pm



Nome: Jack Walkers
Estereótipo: Capanga

Força: 4
Agilidade: 5
Resistência: 3
Carisma: 1
Inteligência: 2
Percepção: 2
Força de Vontade: 3

Perícias:
Briga de Rua (2)
Trancas e Fechaduras (1)
Furtividade (1)
Metralhadoras (1)
Conhecimento do Submundo (1)

Vantagens:
Do Conceito: Briguento e Mãos Fatais
Extras: Fleuma (Mais por total indiferença de empatia emocional do que por inteligência e vontade, Jack é capaz de resistir a fatos obscuros enlouquecedores, especialmente os ligados a violência.)


Jack é um predador suburbano, cresceu nas ruas de Arkham. Filho caçula de uma família problemática, teve uma infância sem quase nenhum tipo de afeto. Seu pai era um trabalhador alcoólatra e viciado em jogos que constantemente o espancava, que se afogou em dívidas e cometeu suicídio, sua mãe forçada a trabalhar constantemente o deixava sozinho com seu irmão mais velho Monroe que o desprezava e o deixava sozinho constantemente... Conforme o tempo passou, sua mãe adoece de tanto trabalhar e acaba falecendo. Jack passou para um orfanato, onde constantemente criava meios para fugir, aprendendo com os outros meninos como abrir as celas com grampos e se esgueirar para fora dos muros.

Fez isso constantemente até ser adotado por uma família de um ministro da Igreja Batista que o acolheu, porém sua filha mais velha extremamente mimada e ressentida constantemente abusava psicologicamente do garoto por ciúmes e insegurança. Preso aos afazeres religiosos seu novo pai não dava muito atenção a Jack que era constantemente abusado pela irmã e suas amigas mais velhas que o chicoteavam e espancavam, tudo piorou dois anos depois quando elas passaram a contar com a ajuda de um pretenso namorado violento.

Nos domingos o garoto ouvia sobre ser humilde e se submeter às dores do mundo, durante a semana a violência lhe era constante e a ira cresceu nesse meio.
Um belo dia, Jack parou de dar a outra face e numa tarde preparou um grande pedaço de tijolo com o qual acertou o nariz do garoto que constantemente o atacava.
Foi assim que ele bateu que notou como era a forma mais fácil de se partir um nariz, ele experimentou fazer o mesmo com sua irmã. Para em seguida repetir os golpes e aprendendo em separado com cada uma das meninas mais velhas. Algumas até que tentaram reagir, porém sozinhas ele agressivamente as espancou.

No fim do dia ele foi para um reformatório, o medo das pessoas só piorou e se tornou apático. Depois de idas e vindas entre lares adotivos, ele não ligava mais se tinha ou não atenção, apenas se aprimorava em como escapar por janelas e grades e bater... bater rápido e onde mais sabia que doía.

Quando saiu do reformatório, um dos guardas já conseguiu para ele "trabalho" como carregador de bebidas. Um crime federal grave, que ele sequer entendia. Deixavam para ele as cargas mais pesadas e em mais uma batida nas docas. Ali, foi apresentado a um mundo novo. Havia um circuito de boxe clandestino bem próspero, onde ele até pensou em entrar. Com o dinheiro do trabalho pagou um treinador... Porém na sua luta de estreia, tomado pela raiva ao ser acertado por um soco o garoto acabou atacando o adversário com chute no joelho e depois o mordeu durante um clinche.

Os seguranças do lugar se juntaram para o espancar no vestiário depois do combate, porém ele conseguiu se defender fortemente. Apesar de ter tido seu rosto rasgado por uma faca nessa briga... Surpreso o dono do comércio do lugar viu que a vida de Jack não poderia estar limitada aos ringues, ali tudo mudou.

Jack nunca esteve tão feliz.

Cobrança de dívidas, coerção, ele aparecia como a rápida montanha de músculos para nocautear, bater e espancar. Treinava o dia todo para ficar mais ágil e forte e mais um pouco com os que não pagavam suas dívidas. Ele via o rosto de sua molestadora irmã mais velha e suas amigas em cada vítima e distribuía socos e pancadas sobre os que não acertavam o dinheiro da proteção.

Cada dia mais eficiente... E ainda ele é pago por isso! Nada mais perfeito do que garantir que a bebida chegue às mesas de quem quiser. Nada mais livre...


_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2578
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FICHAS DE PERSONAGENS

Mensagem  Leo Rocha em Qua Ago 03, 2016 9:37 pm



Nome: John Smith

Estereótipo: Detetive

Atributos:
Força: 3
Agilidade: 2
Resistência: 3
Carisma: 2
Inteligência: 2
Percepção: 5
Força de Vontade: 3

Perícias:
Investigação (2)
Pistolas (2)
Combate desarmado (1)
Disfarce (1)


Vantagens:
1) Memória Eidética - Você possui uma memória "fotográfica" que permite a você recriar cenas, conversas e outras informações que você tenha visto ou ouvido exatamente como aconteceram.
2) Sentidos Especiais - Tem sentidos muito mais aguçados que os humanos normais (Visão, audição e olfato).


Histórico:
O que falar sobre um detetive particular?

Você me procura com um problema.

Eu te dou um preço.

Eu me estrepo resolvendo o problema.

Você me paga.

Depois você finge que nunca teve um problema e eu que sigo pro próximo cliente...

Aí você insiste em saber mais alguma coisa... Certo... Você tá pagando, então tem o direito de ter um pouco de diversão.

Eu nem sempre fui um detetive particular. Há alguns anos eu era policial em Nova York. Com direito a farda e tudo mais.

Um dia eu fui chamado pra atender um chamado. Uma mulher procurou a polícia dizendo que a casa do vizinho cheirava a coisa morta. Mais um chamado de briga de vizinhos ou de mulher histérica querendo encher a paciência, né? Eu também pensei isso...

Eu era um novato empolgado e tava cheio de gás. O pessoal dizia que com a minha memória e o meu “faro”, eu ia chegar longe. É.. Tô bem longe agora...

Eu e o meu parceiro Finley, um coroa com tanto tempo de polícia que fazia o trabalho com o pé nas costas, fomos averiguar.

Chegando na casa a gente viu que o negócio era realmente feio. A casa fedia muito e tudo parecia muito errado.

A gente gritou algumas vezes e só ouviu o homem lá dentro gritar umas coisas estranhas que até hoje não sei o que significam. A gente arrombou a porta e ficou em choque com o que a gente viu: corpos de crianças por tudo que era lado.

Finley vomitou e eu quase chorei com o que vimos, mas seguimos procurando o canalha que havia feito aquilo. Como a casa era grande, nós decidimos nos separar... Até hoje eu fico pensando no que teria mudado se a gente tivesse feito diferente: se não tivéssemos nos separado ou se eu tivesse pego o caminho que ele pegou.

O que eu sei é que quando encontrei o sacripanta, ele tava sob a mira do Finley que chorava. O animal começou a dizer aquelas coisas estranhas que ele gritou antes e o Finley engatilhou a arma chorando. Eu gritei pra ele não fazer aquilo, mas ele atirou na cabeça do animal.

O Finley então olhou pra mim com a arma na mão e com o sangue do canalha no rosto. Ele então começou a repetir a ladainha que o canalha falou antes de morrer. Depois...

Ele puxou o gatilho e estourou a própria cabeça.

Os meus superiores acharam melhor contar à população um final feliz e dizer que dois policiais destemidos localizaram e detiveram um assassino serial, sendo que um deles foi morto pelo assassino.

Eu preferi abandonar aquilo tudo. Era coisa demais.

E foi assim que eu cheguei aqui.

E então, a diversão valeu o ingresso?


_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4110
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FICHAS DE PERSONAGENS

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum