DEFCON 5: Do fim ao começo

Página 6 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Leo Rocha em Sex Jul 12, 2013 9:17 pm

Poderosa:

Karen estava saindo do laboratório acompanhada por Ryan, quando encontrou o Dr. Meia Noite. Ele a vê exausta e frustrada pelos testes e diz:

Arrow Como você está?

Ele então se oferece para acompanhá-la até o alojamento. Enquanto caminham, ele diz:

Arrow Karen, estou preocupado com você. Eu sei que você é a mulher mais forte que conheço, e não digo isso fisicamente, mas você não pode se fechar numa concha. Você não pode afastar as pessoas de você. Assim como não pode impedir as pessoas de amá-la...

Ele se cala. Karen está fraca, mas ainda consegue ouvir seu coração acelerar com certa dificuldade. Ele ainda a amava. Isso era certo. E lhe doía a distância que a heroína estabelecera entre eles. Ele aguarda para ouvir a resposta dela e diz:

Arrow Bom...Acho que você vai querer saber as atualizações.. Bom, o Lanterna levou o Besouro e o Fantasma para procurar os desaparecidos. Gladiador foi ajudar o pessoal que está lutando contra Grundy. Parece que uma nova formação dos Combatentes da Liberdade apareceu e está atrapalhando o trabalho... E parece que Magog e o Cyborg estão com eles... Os outros, continuam seguindo os planos que haviam estabelecido antes. Que tal você descansar um pouco e depois decidir o que fazer junto à ONU para evitar uma crise referente à atuação da Liga?

Ele queria poupá-la do confronto. Temia por ela nesse estado e sabia que pouco podia fazer quando Karen colocava algo na cabeça, mas não custava nada tentar...

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4121
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Convidado em Ter Jul 16, 2013 8:23 am

Superboy preferiu ir em outra missão, então tenho comigo o Robin e a Vodoo. Preciso de mais gente para ir á fundo nesse caso, e ninguém melhor que Dr. Ray Palmer, então me dirijo á ele:

Ray, preciso da sua ajuda, estou investigando o que a Sociedade dos Vilões estão tramando, estava no meio de uma investigação quando "achei" essa garota, seu nome é Vodoo e ela possui grandes poderes, mas ainda não sabe usá-los corretamente. Preciso que você á ensine como usá-los e também irei precisar de seus dons científicos.

Espero uma resposta de Elektron, caso ele aceite o grupo estará fechado.

Robin, pode usar seus "contatos" para descobrir onde Libra se esconde? Sei que você deve ter meios mais rápidos de conseguir tal informação.

Assim que Robin, conseguir achar o paradeiro de Libra, irei primeiramente como Lance Livre, para ver como estão as coisas, depois juntos, montaremos uma estratégia para conseguir montar as peças para esse quebra cabeças.

O primeiro passo é saber o que tinha na caixa que Libra levou...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Dana em Ter Jul 16, 2013 9:39 pm

-Uma droga... –Foi sincera em sua resposta, estava mesmo sentindo-se um lixo, agora ela tinha plena certeza e não apenas imaginava como se primo ficava depois de ser exposto a aquele tipo de fraqueza, tudo nela parecia ter fraquejado ali naquela sala, até mesmo sua fé em si mesma e não escondia isso no olhar. Seguiu com o Doutor pelos corredores até a ala dos dormitórios, ia descansar um pouco sim, mas, precisava conversar com ele, ao menos um pouco.

- Não quero, mas, preciso... E agora você sabe que não sou a mulher mais forte do planeta, uma pedra acabaria com a minha vida facilmente, Pieter... – Também não podia impedir ninguém de amá-la, doía nela ouvir aquilo, as coisas entre eles estavam bem no começo, contudo, os horários, os encontros, tudo começava a ficar bem escasso, já que ambos eram heróis, o uniforme prejudicava muito, e fora isso ela tinha a vida como Karen Star cuidando da Empresa, Kara mal tinha tempo para si mesma.

- Eu preciso colocar estas barreiras, ainda mais agora que sei que posso ser atingida mais facilmente, e fraquejar. Não é fácil saber seu ponto fraco, nem admitir que sua fraqueza é a droga de uma pedra, e ainda tem algumas, e nem sei quantas espalhadas por aí, isso me ferra... – Estava vulnerável a ponto de expor seu medo, coisa muito rara nela, que sempre tentava demonstrar a fortaleza que gostava de ser, assim com ode expor os muros criados por si mesma para não deixar ninguém se ferir, e nem feri-la seja no corpo, na mente ou no coração.

- Os Combatentes? Que droga... Assim vão acabar um enroscando no trabalho do outro, e levando Grundy a loucura, ao invés de pará-lo! – Seu coração acelerou-se e ela encostou-se na parede fechando os olhos e retomando o controle de si mesma, ficou ligeiramente nervosa e ainda estava sob o efeito da pedra.

- Magog e Cyborgu? Estranho... Realmente preciso descansar, não quero de ninguém me veja neste estado, ou vou ficar mal diante dos outros. Infelizmente preciso me preocupar com minha imagem daqui pra frente, mais ainda... – Abriu os olhos e ficou encarando a parede como se sua mente estivesse longe dali. – Quando acordar eu vou encarar a ONU, mas, antes disso preciso conversar com Diana e com quem estiver disponível da Liga, precisamos sentar e conversar sobre nossa postura, nossa real postura diante do Mundo, depois do incidente com ele... – Falava de Clark, e lembrara de que havia pedido se poderiam localizá-lo horas antes. – Você saberia me dizer se é possível localizar meu primo? E os velocistas algo deles? Primeiro quero falar com os membros da Liga, depois com a ONU, e em algum momento eu preciso conversar com ele, Pieter... – Novamente falava em Clark, queria ficar cara a cara com seu primo. – Não é comum os velocistas sumirem assim e se foram sequestrados...? Ou algo pior... – Baixou a cabeça, levando a mão direita na testa entrando num dos dormitórios e ficando encostada na porta, esperando ele responder, depois ela daria um até logo e iria tomar banho, para dormir um pouco, estava precisando muito disso.

_________________
avatar
Dana

Número de Mensagens : 356
Idade : 36
Data de inscrição : 24/05/2012

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/profile.php?id=100003739988649

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Convidado em Qui Jul 18, 2013 11:18 pm

Robin permanecia acompanhando a movimentação. Cerrava um pouco o olhar ao ver Conner dizer que iria sozinho atrás do Prime, mas resumia a isso sua reação. Poderosa provavelmente iria destacar uma equipe, já que Conner não era páreo para ele.

Maneava a cabeça positivamente para Poderosa, e por fim voltava-se para o marciano – Sem problemas... Assim que eu conseguir algo, eu te aviso.– Passava pelo marciano em passos decididos, guiando-se pelo satélite, torcendo para ele não ter mudado tanto.

Passava o olhar pelos cômodos e heróis que cruzava, maneando um aceno de cabeça quando necessário. Finalmente, encontrava o que queria... O computador que Bruce geralmente usava para acessar o da caverna.

Tim sentava-se na poltrona, e iniciava o trabalho. Primeiramente o login, depois criptografava os dados para não deixar rastros no computador da Liga... Como seu mentor, não confiava em ninguém. Estar trancado em um cômodo, com o computador, no escuro, o fazia sentir-se em casa. Logo ele acionava a navegação por hologramas, jogando telas e mais telas no ar, em 3D.

Sua missão não era das mais simples, mas mesmo alguém como o Libra deixaria rastros em algum lugar. E se houvesse rastro, conseguiria encontrá-lo... Do rastro, seria fácil encontrar ele.  

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Leo Rocha em Qua Jul 24, 2013 2:10 am

Poderosa e Dr. Meia Noite:

Ele a olhou encostada na porta e sentiu pela primeira vez que aquela mulher se sentia frágil. Que pela primeira vez ela não tinha como manter o escudo que erguera sobre si de força e de invulnerabilidade. Ela se sentiu fraca, vulnerável, desprotegida.. Vê-la assim o fez lembrar do quanto a amava e num impulso, ele a beijou nos lábios. Com carinho e paixão. Em seguida se afastou um pouco e disse:

Arrow Desculpe.. Eu não quis.. Você falou dos velocistas, certo? Vou pedir a alguém para investigar. Talvez a Jesse consiga localizá-los através de sua conexão com a força da aceleração. Mas terei que aguardar o retorno deles da luta contra Grundy e os Combatentes da Liberdade... Eu.. Vou ver o que posso fazer ainda na enfermaria.. Se precisar de mim, sabe como me achar... Tenta descansar um pouco..

Ele a olha por mais alguns segundos, ansiando que ela lhe peça pra ficar e partirá se ela assim desejar.

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4121
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Leo Rocha em Qua Jul 24, 2013 2:21 am

Mulher Maravilha, Caçador de Marte, Voodoo, Superboy, Robin Vermelho, Ray Palmer e Ryan Choi:

Ao ouvir a proposta de Jonzz, Diana diz:

Arrow Gostaria de propor outra coisa. Jonzz, você é o único que conseguiria encontrá-lo. Você precisa tentar localizar Kal-El. Robin Vermelho, Ray Palmer e Ryan Choi podem conduzir a investigação com os elementos que você identificou.

Ray Palmer diz:

Arrow Lamento Diana, mas não retornei à ação. Eu gostaria de continuar como consultor científico da Liga, mas não me sinto a vontade para voltar a agir em campo.

Ryan Choi, no entanto responde:

Arrow Se vocês precisam tanto de um Elektron, podem contar comigo. Eu auxilio no trabalho.

A Mulher Maravilha se volta então para o Superboy e diz:

Arrow Entendo sua preocupação, mas esse é o momento de fortalecermos nossas defesas. Se o Prime resolver atacar mesmo, precisamos de toda a ajuda possível. Você sabe que sozinho possui poucas chances de sucesso. Fique conosco e vamos nos preparar para ele.

Ela olha então para Voodoo e diz:

Arrow Até que as coisas estejam mais adiantadas, você ficará sob minha tutela. Iremos treinar melhor o uso dos seus poderes e analisar a extensão deles. Acho que nisso Ray poderá ajudar. O que acha?

*********************

A pesquisa de Tim Drake no computador rendeu bons frutos. Ele localizou informações sobre um padrão de roubos envolvendo Libra. Ele estava sendo visto em ações de invasões a locais reservados e roubo de itens não identificados. Cruzando referências, Tim consegue deduzir um possível alvo para o próximo ataque: os laboratórios do CADMUS.

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4121
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Dana em Sex Jul 26, 2013 11:02 pm

Não sabia se era seu estado físico, ou se seu coração estava frágil pela possibilidade de agora poder morrer de verdade ou se era seu espírito é que estava fraco devido as últimas perdas, mas, ela não afastou ele daquele beijo, contudo, não fez nada além disso, seu rosto corou e ela ficou com vergonha, melhor dizendo, incomodada. Agora sim que se descobrira vulnerável é que não poderia apegar-se a ninguém.

- Não agora Pieter... Por favor. – Falou acerca do beijo,, do momento, não queria mais nada além daquilo e já fora demais, em outras circunstâncias ela teria é dado um tapa na cara do dito cujo, seja lá quem fosse o autor.

- Sim, quero saber deles, estou ficando preocupada com o sumiço deles, isso não bom agora com todos estes problemas, precisamos dos nossos juntos, e não afastados. – Ela acabava se contradizendo, já que na verdade o que mais queria era sair fora, ter algum tipo de vida além da Liga, porém, todas as vezes que tentou ela não se deu bem.

- Se precisar, eu lhe chamo sim, mas, estou bem só preciso descansar, e sair do efeito daquela porcaria... Se tiverem problemas com Grundy me chamem a qualquer hora, creio eu que não vou demorar pra acordar. – Ela entrou no quarto, deixando a mão aparando o fechamento da porta.

- Se cuida... – Foi tudo que ela disse ou conseguiu pensar em dizer antes que a porta automática se fechasse e a deixasse trancada do lado de dentro, olhando pro teto, deixando seu corpo escorregar pelo metal, e ficar sentada no chão, abraçando os próprios joelhos, chorando baixo, precisava deixar aquilo escapar um pouco, ou ia desmoronar cedo ou tarde, então que fosse agora, com ninguém vendo, ela precisava ser a fortaleza que sempre fora, tinha de centrar seu espírito em tudo que já fizera até agora e conseguiu conquistar. Este era seu lar, e ninguém neste Universo ia conseguir destruir ele, acima de tudo ninguém ia lhe tirar aquela nova família. Kara levantou-se e jogou o corpo na cama, de modo pesado, adormeceu mesmo tentando ficar alerta para qualquer chamado.

_________________
avatar
Dana

Número de Mensagens : 356
Idade : 36
Data de inscrição : 24/05/2012

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/profile.php?id=100003739988649

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Convidado em Qua Jul 31, 2013 4:58 pm

Tim permanece imóvel por alguns segundos, apenas observando as telas expostas ao ar. A única iluminação era proveniente das telas, que iluminavam o uniforme vermelho e negro.

Assistia aos vídeos dos roubos e invasões... Os repassava rapidamente. Procurava um padrão. Reduzia as incógnitas, alinhando os atos. O que ele procurava, afinal? Os olhos, por trás das lentes do capuz, se focavam em cada mísero detalhe. Por menor que fosse. Sua mente afiada trabalhava, como um instrumento de corte afiado a laser, rápida e precisa.

Conseguia, através das referencias, deduzir um possível alvo. Mas o que ele buscava? Ainda não tinha essa resposta. Precisava ir ainda mais fundo para descobrir, mas não tinha tempo para continuar. Precisava de ajuda... E se tinha alguém que iria fundo naquilo, era ele.
- Ligar Moneyspider – Dava ordem ao capuz, que fazia a ligação de modo instantâneo.

-  Lonnie, eu preciso de você...Estou atrás do Libra. Estou te passando o que consegui até agora. Pelo padrão, estou indo para o laboratório CADMUS, imagino que seja o próximo alvo. Preciso que você descubra o que ele pegou, e o que vai fazer... Pode fazer isso por mim?  – Movimentava as telas e encaminhava os dados da pesquisa diretamente para Lonnie, conforme ia passando, notava já ele entrando em ação. Logo, a voz robótica de fantasma eletrônico ganhava os autofalantes do capuz – Vou.Ver.O.Que.Consigo.

Obrigado – Fechava as telas com movimentos rápidos, praticamente golpeando o ar, ao mesmo tempo, enviava aos computadores abaixo de seu apartamento os padrões da pesquisa, e por fim levantava-se, desligando tudo com um comando de voz. Acionava o comunicador do capuz novamente, entrando em contato com Ryan, já que o Marciano estava envolvido em um serviço de mais peso – Ryan, consegui alguma coisa... Acredito que Libra vai atacar o Cadmus, estou indo pra lá agora. - Conforme o comunicava, já saía da sala e caminhava em passos rápidos até o teleporte.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Leo Rocha em Dom Ago 04, 2013 12:12 pm

Mulher Maravilha e Voodoo:

Diana sabia que a mulher ao seu lado era uma incógnita e não queria arriscar. Tirá-la do centro da ação era a melhor medida no momento e supervisionar o que ela poderia fazer seria sua missão nesse momento. Seu instinto de amazona lhe dizia que voodoo era perigosa e ela não iria ignorar este aviso. Ambas seguiam para o laboratório e Ray Palmer já estava preparado para iniciar os testes.
Diana tencionava, a partir daquele momento, limitar o acesso de voodoo às áreas do satélite e determinar se ela era realmente uma aliada.

**************

Robin Vermelho, Elektron e Superboy:

Tim se dirigia ao teleporte enquanto falava com Ryan Choi:

Arrow Ryan, consegui alguma coisa... Acredito que Libra vai atacar o Cadmus, estou indo pra lá agora.

A resposta vinha na mesma frequência:

Arrow Vai precisar de apoio na ação? Posso chegar aí em um segundo. Iremos fazer uma invasão ou vamos anunciar nossa chegada? Soube que desde a nossa última estada lá, as coisas ficaram meio estranhas..

Enquanto respondia, Tim revia as informações fornecidas por Oráculo. Ela lhe mostrara as informações obtidas durante a ação da Liga lá, no episódio conhecido como Mosaico. A luta contra os monstros gerados pelas experiências de Dabney Donovan e a fuga do cientista louco, facilitada por alguém não descoberto...
Ela cruzava estas informações com as atuais que indicavam que havia uma articulação para obtenção de roubos de ítens específicos por criminosos sob o comando do Calculador. Também havia as informações obtidas pelo Caçador de Marte em sua experiência como Lance Livre, inclusive sobre o grupo de mercenários com armamento pesado e bem treinados que havia sido designado para apreender Voodoo.
Ao chegar ao teleporte, ele encontra Conner, que ainda hesitava sobre qual caminho seguir: procurar Prime por conta própria e contrariando a opinião da Mulher Maravilha ou buscar outro caminho junto ao grupo.

*************************

Poderosa:

Karen dormiu por alguns minutos e acordou se sentindo renovada. Apesar das preocupações e do sono agitado, ela sente que conseguira descansar o suficiente para recompor suas forças e reencontrar ânimo para voltar à coordenação da equipe. Ela se senta na cama por um momento e tenta reorganizar as idéias. Era hora de deixar de sentir pena de si mesma e partir para a solução desse quebra-cabeças.

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4121
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Pedro H. Oliveira em Seg Ago 05, 2013 10:05 pm

Eu estava meio perdido... não sabia direito o que fazer. Minha vontade era sair pelo espaço, encontrar o Clark, derrotar Prime e voltarmos todos para a Terra. Infelizmente, sei que nada disso seria possível agora, principalmente por que não tenho ideia de por onde começar a busca pelos dois. E a Mulher-Maravilha pediu para que ajudasse na Terra de algum modo.

Fico andando um tempo pelo Satélite, a procura de uma luz no final do túnel. Me pergunto o que Clark fazia quando uma duvida surgia em sua mente. Quero ajuda-los de algum modo, quer ser útil, tenho um legado a cumprir... É minha responsabilidade!

Ouço uma movimentação vindo de onde Tim estava, ele parecia seguir para o teletransportador e devido a isso, sigo para la e vou ao seu encontro.

- Não sei o que você esta planejando, só sei que precisa de ajuda. Pelos velhos tempos, irei te acompanhar!




_________________
avatar
Pedro H. Oliveira

Número de Mensagens : 870
Idade : 26
Data de inscrição : 25/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Dana em Dom Ago 11, 2013 11:28 pm

Não precisou de muito tempo para recobrar suas forças, não chegou a dormir por mais de uma hora e sentia-se renovada, e bastava de descanso, era isso que pensou consigo mesma, e ali sentada na beirada da cama, olhando para o próprio reflexo feito na porta metalizada, ela sentia que era hora de para de ter pena de si mesma. Sim, havia algo e pequeno que podia mata-la rapidamente, mas, chegava de pensar naquilo, ao menos agora sabia das limitações que teria encontrando sua kriptonyta, e isso era importante e bom. Sabia como seu primo sentia-se exposto aquilo e entendia melhor sua dor, diante de um inimigo tão poderoso. Poder, esta era uma questão bem mencionada em todos aqueles conflitos pelos quais não somente ela, mas, todos estavam passando, o excesso de poder, e os males que vem dele.

Era hora de levantar, sair do quarto e inspecionar o que estava acontecendo, pois, muitas coisas importantes estavam desenrolando-se quando ela foi para a sala de testes, e esperava que a maioria ao menos tivesse resultados mais positivos do que ela teve até agora. Sentia medo é claro por estar na liderança de uma equipe tão importante, contudo, o que ela mais queria era fazer dar certo, e limpar a imagem da Liga acima de tudo diante das pessoas, as quais eles juraram proteger. E protegiam de todo tipo de mal insólito e criado existente, mas, no plano sobrenatural, esquecendo-se muitas vezes que o maior Mal era o criado pelo próprio ser humano, como acontece em todos os mundos, o mal da ambição.

Era a porcaria da ambição desmedida que levava a destruição de tudo que poderia ser bom, foi isso que aconteceu no Planeta dela, foi isso que levou sua Krypton a total destruição, fazendo-a perder não somente sua família, mas, parte de sua identidade, também. Ela já estava chegando a seu limite de exaustão mental, aquela queda em enfrentar a kriptonyta foi necessário, era como uma criança enfrentando o monstro debaixo da cama ajudou a aceitar sua existência assim como precisava saber até onde podia ir. Deveria retomar o controle de si mesma, para não cair na tentação de simplesmente fugir daquele Mundo e deixar que arcassem com o peso das próprias consequências. Mas, era a velha historia, quanto mais poder se tem maior é sua responsabilidade.

Kara levantou da cama, e foi até a porta, saiu daquele quarto e dirigiu-se com uma postura firme até a sala de monitores, falando pelo comunicador com Ray enquanto passava pelos corredores. – Estou de volta, quero informações sobre o ataque a Grundy, primeiramente, e dos Combatentes. – passou para outro corredor, olhando o interior de algumas salas. Esperava que os Combatentes não tivessem entrado em choque com a equipe enviada pela Liga, assim como pelos heróis liderados pelo Homem Hora. Quando chegou na sala de monitores ela tornou a falar. – Mulher Maravilha, ela está aqui? Há algum outro membro da Liga no Satélite? Preciso conversar com eles. Houve mais algum pronunciamento contra a liga ou contra o Super Homem? E o que sabemos sobre os atuais Combatentes? – Esperava boas respostas, mas, o que quer que viesse agora seria enfrentado de frente, chegava de se esconder atrás de seu medo, alias eles todos precisavam daquilo espantar o medo do coração, e não havia outro método além do de enfrentar o que estava causando desconfiança e temor, o medo.

_________________
avatar
Dana

Número de Mensagens : 356
Idade : 36
Data de inscrição : 24/05/2012

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/profile.php?id=100003739988649

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Convidado em Seg Ago 12, 2013 12:27 am

Aproximava-se em passos rápidos do teleporte.  Os dedos moviam-se rapidamente pelo teclado no monitor próximo, digitando as coordenadas. Sua mente já passava a trabalhar rapidamente, deixando para trás os problemas pessoais que o atormentavam. As questões ficavam de lado, já que a situação era um tanto quanto crítica.

Sua mente repassava os detalhes obtidos até ali, através de suas pesquisas aliadas a Oráculo. Tinha algo que ligaria tudo aquilo...

- Acredito que o elemento surpresa seja a melhor abordagem que temos... – Disse, e no momento que ia completar o raciocínio, Conner o interrompe. Esboça um largo sorriso ao ver o amigo, sentindo certo alívio ao ver que ele iria acompanhá-lo, e não atrás do Prime sozinho. Ele acena positivamente com a cabeça – Acabei de ganhar um reforço, Choi... Superboy está indo comigo. Mas fique vai ser ótimo te ter como backup – Por sim, sobe no teleporte – Vai ser uma honra te ter ao lado, Kon – Dava um leve soco no braço do amigo, lhe atualizando com as informações que havia conseguido até ali. Por fim, sendo teleportado há certa distancia do Cadmus, para poder aproximar-se sem ser notado.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Leo Rocha em Dom Ago 18, 2013 10:17 am

Poderosa:

Karen havia se levantado decidida a não aceitar sua fragilidade como algum demérito. Ela sabia da responsabilidade que tinha com a Liga e com o mundo e que saber sobre a existência de algo que podia matá-la com tal facilidade lhe tornava mais atenta, mais próxima daqueles com quem luta e que passam por este dilema toda vez que decidem se lançar a um combate.
Ela enquanto caminha rumo a sala de monitores, aciona o comunicador, estabelecendo contato com Ray Palmer.

Arrow Estou de volta, quero informações sobre o ataque a Grundy, primeiramente, e dos Combatentes.

Arrow Bom, pelas informações que recebi, Grundy ainda está de pé. Essa parece ser uma das encarnações mais fortes dele. Os combatentes no começo ofereceram oposição à ação de nossos amigos, mas depois aceitaram trabalhar em parceria, ainda que uma frágil parceria. Temos 2 dos nossos com eles: Cyborg e Capitão Atomo. Não sei se você vai concordar comigo, mas essa formação parece ter uma postura mais próxima de um grupo militar..

Ela entra na sala e continua a conversa:

Arrow Mulher Maravilha, ela está aqui? Há algum outro membro da Liga no Satélite? Preciso conversar com eles. Houve mais algum pronunciamento contra a liga ou contra o Super Homem? E o que sabemos sobre os atuais Combatentes?

Arrow Diana e eu estavamos iniciando uma bateria de testes com Voodoo. Pra falar a verdade, as duas estão aqui no laboratório, mas ainda não iniciamos as atividades. Quer que eu peça para elas irem encontrar com você? Temos ainda no satélite, os heróis que estão na enfermaria sob os cuidados do Dr. Meia Noite: Canário Negro, Arqueiro Vermelho e Ricardita. Além deles também temos Mestre Judoca e Rajada, da Sociedade da Justiça. Ryan também me informou que ele, Robin Vermelho e Superboy estão se dirigindo ao teletransporte para tentar uma invasão ao Cadmus. Não tive notícias de novos pronunciamentos, mas aqui do laboratório fica difícil controlar isso... Talvez Oráculo possa te ajudar mais com isso e com as informações sobre os combatentes.

********************

Robin Vermelho, Superboy e Elektron:

Ryan Choi aproveita a transmissão do comunicador para seguir até o local onde estão Robin Vermelho e Superboy. Ele chega no momento em que Robin Vermelho dá um soco de leve no ombro do Superboy e diz:

Arrow Tava precisando mesmo dar uma exercitada. Será ótimo trabalhar com vocês!

O teleporte se inicia, levando os três para as proximidades da sede do Cadmus.

Nota do narrador: Agora o grupo que irá invadir o Cadmus continua no tópico DEFCON 4: Equação Mortal (http://melhores.forumeiros.com/t1058-defcon-4-equacao-mortal#22089)

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4121
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Dana em Dom Set 01, 2013 9:45 pm

Bastava de ter pena de si mesma, Kara levantou da cama, não demorou muito para se recuperar, mas, tinha em mente que alii estava protegida e o teste não fora levado aos extremos, o inimigo não seria tão gentil com ela e sua atenção precisava ser redobrada. Não era hora de se isolar, a liderança lhe fora dada na votação porque disseram que ela era a que mais tinha coração ali. Não sabia naquele momento se isso era bom ou ruim, mas faria de tudo para não decepcionar os companheiros.

Ia ouvindo o que Ray Palmer tinha a lhe dizer conforme ela fizera as perguntas, analisando com o semblante sério e focando sua atenção em Grundy por hora que o maior problema físico deles, o que seria resolvido junto a comunidade humana, seria deixado de lado por hora, até que tivessem respostas mais claras as várias perguntas que eles fariam, e parecer ignorante no próprio problema não era nada aconselhável. Eles precisavam de respostas e o quanto antes melhor, teria de ver o resultado das investigações citadas pelo Marciano.

- Podem deixar que testem Voodoo. Quero falar com todos, quando estiverem em melhores condições físicas, não desejo conturbar o tratamento deles, precisam descansar. Quando pudermos reunir todos, então vamos sentar a conversar como um grupo deve fazer. - Não era sábio perturbar o estado físico e mental dos outros que ainda estavam se recuperando ela respirou fundo e tomou como nota mental ver sobre os velocistas novamente, o Doutor Hora havia oferecido ajuda nisso, mais tarde falaria com ele.

- Robin Vermelho e Superboy já tem o que fazer, pode deixa-los ir em paz, espero que tenham cuidado... – Preocupava-se é claro com o jovem fruto dos genes de seu primo e de Lex Luthor, não duvidava de sua índole, mas, sabia que ele era impulsivo.

- Vou procurar por Oráculo, e ver que informações conseguimos acerca desta formação dos Combatentes, assim já vejo como a luta está se desenrolando, se for preciso vou ajuda-los.  Obrigada, Ray. Se houver algum pronunciamento dos governos, sobre os Mascarados, por favor me avise. Vou ficar com o comunicador aberto o tempo todo. - Grundy era o problema agora, duas equipes estavam tendo problemas em controla-lo e ela chegava a pensar em ir ajudar. Karen ia sair dali e procurar por Oraculo, ela precisava informar-se acima de tudo do que estava rodeando a Liga, e os problemas que seguiam. Informação, conhecimento era algo deveras valioso, tanto quanto punhos fortes numa boa briga, e certamente a batalha que tinham por vir seria das mais pesadas.

_________________
avatar
Dana

Número de Mensagens : 356
Idade : 36
Data de inscrição : 24/05/2012

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/profile.php?id=100003739988649

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Leo Rocha em Ter Set 10, 2013 9:50 pm

Oráculo terminava de passar as informações sobre a composição dos novos Combatentes da Liberdade quando a tela da sala de monitores foi acionada. Ao olhar para a tela, ela vê a imagem do Sr. Incrível, que fala:

Arrow Poderosa, o que houve no incidente com Grundy? A equipe que o confrontou enfrentou os Combatentes da Liberdade e se teleportou para o satélite com o corpo dele. Tio Sam e seu grupo reportaram a ação ao governo dos EUA alegando que esse foi um ato de insubordinação a uma força legalmente constituída e a uma ordem direta do governo norteamericano. Eles não parecem muito contentes e solicitam a entrega imediata do corpo de Grundy. Fiquem atentos, pois as coisas estão caminhando de mal a pior... Eles devem contatar vocês em breve. Qualquer coisa, conte comigo.

Ele desliga, deixando Karen com mais problemas. Mas antes que ela pense que estes acabaram por aí, Ray Palmer a contatou novamente dizendo:

Arrow Poderosa, Mulher Maravilha, temos novidades e não são boas. Hora de uma reunião urgente!

Ela respira fundo e sai da sala de monitores em direção à sala de reuniões, onde as tais notícias ruins tomarão corpo.

Nota do narrador: Poderosa continua no tópico http://melhores.forumeiros.com/t1033p30-defcon-4-o-novo-o-velho-e-a-justica

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4121
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DEFCON 5: Do fim ao começo

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum