Prólogo 7: A caçada na Terra

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Prólogo 7: A caçada na Terra

Mensagem  Convidado em Seg Maio 13, 2013 8:53 am

GD: Desgraçado... Se você tivesse feito essa conjunção com Ted Kord ele não teria sido morto! Me responda, porque essa conjunção só foi possível com Dan Garret e nunca com Ted Kord? PORQUE?!

Percebo que Michael também já notou que esse Khaji-Da não está com boas intenções.

GD: Essa conversa acabou pra mim...
GD: Como eu disse antes, pessoal...


Michael dá um murro com toda a sua força na cara de Khaji-Da.

GD: Essa conversa já acabou!

Gladiador gera um campo de força ao redor de nós três, assim nossas defesas devem melhorar.

GD: Tira a gente daqui, Jon! Tira agora!

Jonn ao ver Gladiador derrubando o Khaji-Da com um soco, percebe que o mesmo iria contra atacar em seguida e que seria difícil mesmo pra ele proteger á todos, já Jaime que está sem proteção, está muito assustado, então propõe:

*** Jaime, tente acalmar seu escaravelho para que a casa que era de Ted não seja destruída.

Jonn torce para que o garoto consiga, já quem ambos tem um forte vínculo, caso jaime aceite e consiga acalmar o escaravelho, veremos o que acontece.

Se jaime não conseguir Jonn falará:


alien Gladiador, pegue os dois e vá embora, me comunico depois para nos reagruparmos!

Então Jozz aguardará a investida de Khaji-Da...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prólogo 7: A caçada na Terra

Mensagem  Phelipe Peregrino em Qui Maio 16, 2013 10:21 pm

Num momento eu estou lá, tomando cereal, no outro eu não sei mais aonde estou.

Um mundo completamente diferente, embora tão estranhamente familiar. Será que eu morri? Vai ver foi tudo um sonho. Toda essa coisa de Besouro Azul, Gladiador Dourado. Eu ainda devo estar preso dentro de um sonho maluco resultado da festa da Brenda. Só pode ser.

Mas não. Lá estavam ao meu lado o Gladiador Dourado e o Caçador de Marte, até mesmo a mulher estranha. Como é mesmo o nome dela...? Priscilla! Isso.

Há um longo corredor na nossa frente, e quando atravessamos estamos na minha casa. Isso era anormalmente incômodo. Afinal, o que estava acontecendo?!

E então, como um raio, eu vejo, não um, mas um exército de escaravelhos. Reluzindo um brilho vermelho selvagem nos olhos e a selvageria em seus sorrisos.

¡Dios mío!

E então eles somem, deixando para tráz a lembrança da carnificina e da destruição que acarretaram.

Não foi real. Foi apenas uma... Visão?

Gladiador Dourado: Vocês não podem estar falando sério! Como podem haver tantos de vocês dentro da mente de Jaime? Vocês não percebem que são nocivos para o garoto?! É melhor resolvermos logo isso, Jon... eu não vou deixar esse monte de insetos transformarem o pobre do Jaime numa colônia de sociopatas intergaláticos. Ou resolvemos isso na paz, ou vou começar a dedetizar a parada aqui!

Jaime: Calma, hombre! - Disse tentando acalmar o Gladiador. - Não era real. Além disso, estamos na minha cabeça, não é? Não quero ninguém disparando nada aqui dentro. Pode não bater muito bem, mas é a única cabeça que eu tenho.

É quando a voz, que já havia se tornado tão familiar, ecoou novamente.

Khaji-Da: Eu sou Khaji-Da! Vocês não deveriam estar aqui. Sua presença compromete a finalidade de nossa conjunção.

Caçador de Marte: Nossa conjunção? Você planeja se conectar ao garoto ainda mais do que já está conectado?Qual a finalidade dessa conjunção Khaji-Da? Porque não consigo manter um elo telepático com você, e porque você não confia em mim e nem no Gladiador Dourado, que vem tentando ajudar o garoto desde o início? Vamos, fale quais seus planos com Jaime e fale agora!

Khaji-Da: É necessário. O indivíduo Jayme é compatível com Khaji-Da. A conjunção o fortalecerá e possibilitará que Khaji-Da desenvolva interação com este planeta. Antes foi possível apenas com o indivíduo Dan Garret. Mas ainda há muito a aprender da natureza humana e Khaji-Da precisa desta conjunção para tal. Khaji-Da e os indivíduos Caçador de Marte e Gladiador Dourado possuem objetivos conflitantes. Os indivíduos pretendem interromper a conjunção. Isso não será permitido.

Então a criatura me encara de forma sombria.

Khaji-Da: Seu silêncio denuncia medo. Não há necessidade de temer Khaji-Da. O hospedeiro é fundamental para minha existência ativa.

Gladiador Dourado: Essa conversa já acabou!

Gladiador atacou Khaji-Da e levantou um escudo sobre nós. Comecei a acreditar que as coisas não acabariam bem. Não. não. não! Não posso deixar. Eles estão na minha cabeça, não é.

Caçador de Marte: Gladiador, pegue os dois e vá embora, me comunico depois para nos reagruparmos!

Jaime: Espera!

Gritei me colocando no meio da confusão.

Jaime: Você... - Falei me dirigindo para o escaravelho, olhando apenas de soslaio. - Khaji-Da. É você quem tem falado na minha cabeça desde que isso tudo começou, não é? Pois bem. Vamos abrir o jogo aqui, hermano. - Apontei para ele. - Si! Eu tive medo de você no começo, mas agora já chega. Mi cabeza, mis reglas. ¿Entiendes?

Cruzei os braços.

Jaime: Você esteve com o último Besouro Azul... Eu acho que isso faz de você um dos mocinhos, não é? Então... Porque você fica ma mandando matar as pessoas? O que é essa tal missão que você tanto fala? Eu quero respostas, e quero agora!

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1389
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prólogo 7: A caçada na Terra

Mensagem  Leo Rocha em Seg Maio 20, 2013 7:46 pm

A tensão no ar era palpável.
Apesar de estar na mente de Jayme, o grupo se sentia fisicamente manifestado e a sensação era tão real que chegava a confundir seus sentidos. A criatura se encontrava à frente deles e os olhava com curiosidade, principalmente a Vodoo.
Gladiador não conseguia esconder a antipatia pela criatura, ainda mais ao ouvir que ela se ligara antes a dan Garret e não a Ted Kord. Ele então pergunta emocionado:

Arrow Desgraçado... Se você tivesse feito essa conjunção com Ted Kord ele não teria sido morto! Me responda, porque essa conjunção só foi possível com Dan Garret e nunca com Ted Kord? PORQUE?!

Arrow O indivíduo Ted Kord não era elegível para conjunção devido possuir uma doença cardíaca pré-existente. Khaji-Da precisa de um hospedeiro saudável para a conjunção.

A criatura então se vira para Jayme e pergunta sobre a possibilidade de exterminar Vodoo. Gladiador se enfurece e a ataca, porém o soco que ele deu atravessa a criatura como se ela fosse feita de fumaça. Jonzz se preparava para intervir também quando Jayme fala:

Arrow Khaji-Da. É você quem tem falado na minha cabeça desde que isso tudo começou, não é? Pois bem. Vamos abrir o jogo aqui, hermano. Si! Eu tive medo de você no começo, mas agora já chega. Mi cabeza, mis reglas. ¿Entiendes?

Arrow Compreendo indivíduo Jayme. Khaji-Da tenciona coexistência pacífica com o hospedeiro.

Arrow Você esteve com o último Besouro Azul... Eu acho que isso faz de você um dos mocinhos, não é? Então... Porque você fica me mandando matar as pessoas? O que é essa tal missão que você tanto fala? Eu quero respostas, e quero agora!

Arrow Khaji-Da tem como missão inicial assimilar informações sobre o povo da Terra e proteger o hospedeiro. Com o conhecimento bélico adquirido por minha raça forneço ao hospedeiro todas as informações e alternativas possíveis para contenção ou extermínio de qualquer ameaça. Por exemplo: indivíduo Vodoo possui DNA de raça extradimensional conhecida como demonita. Esta raça possui características que sugerem ações agressivas e de alta letalidade. A probabilidade é que haja outros demonitas e que isso implique em futuro conflito. A indicação seria extermínio e busca pelos demais da espécie para continuidade das ações de extermínio.

Vodoo se assusta com a afirmação do escaravelho e deixa escapar um grito de pavor. O grito parece acionar o interruptor que os traz de volta ao plano físico. E quando todos se dão conta, Jayme se encontra novamente com o traje de Besouro Azul, com um canhão saindo da mão esquerda e apontado para Vodoo. A mulher se coloca em posição de defesa e parece se preparar para rechaçar o ataque com uma força que talvez até ela desconheça.
Nesse momento, chega nos comunicadores de Jonzz e Michael a informação sobre as bombas no funeral de Lois.

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4094
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prólogo 7: A caçada na Terra

Mensagem  Convidado em Ter Maio 21, 2013 8:39 am

alien CHEGA! - grita Jo'nn em tom ameaçador.



:alien: Nosso objetivo era descobrir o que aconteceu com você Vodoo, e em parte descobrimos, não importa de onde você vem ou de que planeta você é, o que importa é o que você fará com essas informações e como usará seus poderes, para o bem ou para o mal.
O mesmo vale para você Besouro Azul, se o escaravelho precisa de você para ser seu hospedeiro, vamos deixar assim, por hora, mas aprenda á controlá-lo e não permita que ele fique ameaçando ninguém, entendeu!

alien Agora temos que nos unir e ajudar outros heróis, que estão tentando evitar que homens bomba matem pessoas inocentes no funeral de Lois Lane, e é pra lá que iremos. Posso contar com a ajuda de vocês?
- Jo'nn olha em direção de Vodoo e Besouro Azul...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prólogo 7: A caçada na Terra

Mensagem  Phelipe Peregrino em Qui Maio 30, 2013 9:40 am

Caçador de Marte: Chega!

Eu sinto o traje escorrer e desaparecer em minhas costas. O processo já não é tão dolorido e eu, mesmo que não goste de admitir, estou pegando o jeito da coisa. Me ajoelho ao lado da Voodoo, não como Besouro Azul, mas como Jaime, abrindo os braços para que ela veja que não tenho nada com o que machucá-la.

Jaime: Por favor, por favor! - Digo olhando nos olhos dela. - Eu sinto muitíssimo. Não foi minha intenção ameaçar você. Eu estou tão perdido como você. Talvez não tanto, eu estaria mentindo se estivesse que estamos em pé de igualdade. Mas...

Khaji-Da: Sei o que pretende fazer, Jaime Reyes. - A voz do escaravelho pareceu agressiva em minha cabeça. - É um erro! Vai comprometer a missão.

Jaime: Meu nome é Jaime. - Digo ignorando a voz do escaravelho. - Até poucas horas atrás eu era só um garoto de El Paso cujas preocupações principais eram evitar as gangues e as notas baixas. Meu maior desafio era ter coragem pra dizer pra garota que eu gosto o quanto ela é importante pra mim, e meu maior sonho era ser dentista. - Eu continuava de braços abertos, vulnerável e fraco como um bebê. - Mas tudo isso mudou. Se foi pra pior ou pra melhor eu ainda não sei. Acho que estou longe de descobrir. De verdade. Mas, pela Virgem de Guadalupe, eu não sei mais o que pensar...

Eu suspirei. Olhei para o Gladiador, depois para o Caçador de Marte, até que novamente voltei meus olhos para Voodoo.

Jaime: Para o bem ou para o mal, acho que acabamos caindo de cabeça em algo muito maior do que nós dois, hermana. - Então eu abro um sorriso, largo e bobo. - E eu aprendi, com um grande mestre, que "A necessidade de muitos sobrepuja a necessidade de poucos... Ou de um".

Khaji-Da: Não tenho nenhum registro filosófico dessa linha de raciocínio nos bancos de dados da Terra. De onde ela é proveniente, Jaime Reyes? Sócrates? Platão? Sun Tzu?

Jaime: Spock. - Sorri ao me dar conta de que tinha respondido em voz alta. - "A Ira de Khan".

Caçador de Marte: Nosso objetivo era descobrir o que aconteceu com você Vodoo, e em parte descobrimos, não importa de onde você vem ou de que planeta você é, o que importa é o que você fará com essas informações e como usará seus poderes, para o bem ou para o mal. O mesmo vale para você Besouro Azul, se o escaravelho precisa de você para ser seu hospedeiro, vamos deixar assim, por hora, mas aprenda á controlá-lo e não permita que ele fique ameaçando ninguém, entendeu!

Jaime: Você tem razão, jefe. - Me levanto. - Farei o que estiver ao meu alcançe.

Caçador de Marte: Agora temos que nos unir e ajudar outros heróis, que estão tentando evitar que homens bomba matem pessoas inocentes no funeral de Lois Lane, e é pra lá que iremos.

Jaime: ¡Espere un minuto! - Me sobressaltei. - Lois Lane morreu? "A" Lois Lane? Namorada do Superman?

Caçador de Marte: Posso contar com a ajuda de vocês?

Olho para a Voodoo, e tento imaginar o que ela pensava daquilo tudo. Não entendia bem o porque, mas acho que por estarmos no mesmo barco, simpatizava muito com ela. Sinto o escaravelho crescer em minhas costas e, vinda sabe-se-lá-de-onde uma certeza cresce no meu peito.

Besouro Azul: Puede contar conmigo, jefe...

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1389
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prólogo 7: A caçada na Terra

Mensagem  Leo Rocha em Sex Maio 31, 2013 5:31 pm

Vodoo desce do sofá e se senta nele ainda tentando entender como sua vida chegou naquele ponto. Ela segura a mão de Jaime e diz:

Arrow Eu... Eu acredito em você... Mas e essa coisa? Ela vai te obedecer? E o que vocês vão fazer comigo?

Gladiador tinha se calado. Ele ainda pensava no que o escaravelho tinha dito: Ted não foi salvo por ser cardíaco. Um problema que nem ele nem os outros companheiros de Ted na liga da justiça reconheciam como verdadeiro. Eles sempre brincavam com Ted por causa de seu suposto problema de coração e da forma como ele o descrevia. Infelizmente essa piada o impediu de se tornar o hospedeiro do escaravelho e de usar seus poderes. Poderes esses que o teriam mantido vivo até hoje...
Ele acorda de seus devaneios no momento em que Jonzz pergunta se pode contar com os companheiros e Jaime e Vodoo respondem que sim. Ele então aciona o comunicador informar aos amigos que estão indo pra lá e é atendido por Oráculo que diz:

Arrow Gladiador, você está com o Caçador de Marte? Estamos emitindo um alerta inicial aos membros titulares da Liga da Justiça. Parece que o Superman resolveu recolher e eliminar todo o armamento nuclear mundial. Estão todos no satélite discutindo como lidar com a situação, uma vez que os governos dos países envolvidos estão surtando como fato. Vou providenciar teleporte para vocês, certo?

Vodoo pergunta se ela iria junto e ao ouvir a voz da mulher, Oráculo pergunta quem mais está junto aos dois. Ao receber a resposta, ela pergunta sobre a prudência de levar dois desconhecidos primeiro à casa do Gladiador e depois ao satélite da Liga. Ela ouvirá as considerações apresentadas pelos presentes e em seguida providenciará o transporte.

Nota do Narrador: A partir de agora, vocês passa a postar no DEFCON 5 - Do fim ao começo.

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4094
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Prólogo 7: A caçada na Terra

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum