Histórico e Aspirações - Azrael

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Histórico e Aspirações - Azrael

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Qui Jul 21, 2011 10:44 am

Das Cruzadas e dos Ismaelitas,
a história que geraria o Anjo Vingador



Há muitos séculos atrás houve uma constante movimentação militar de inspiração cristã da Europa Ocidental em direção ao que chamavam de Terra Santa, que é a Palestina e à cidade de Jerusalém com o intuito de conquistá-las, ocupá-las e mantê-las sob domínio cristão. Estes movimentos estenderam-se entre os séculos XI e XIII, época em que a Palestina estava sob controle dos turcos muçulmanos. No médio oriente, as cruzadas foram chamadas de invasões francas, já que os povos locais viam estes movimentos armados como invasões e por que a maioria dos cruzados vinha dos territórios do antigo Império Carolíngio e se auto-denominavam francos.

Naquele tempo existia na região das arábias uma seita chamada de ismaelitas, por acreditarem na linhagem de um profeta filho de Abraão chamado Ismael. um grupo que seguia os ensinamentos de Hassam. Esse grupo entraria para a história como os Assassinos.

Os ismaelitas eram ensinados a odiar as outras linhagens do Islã, inclusive a maometana e eram aliados potenciais dos cruzados. Estes logo procuraram manter contatos diplomáticos com os assassinos e souberam explorar a ameaça que o esoterismo ismaelita representava para o Islam sunita.

Os ismaelinos ou 'assassinos' constituiam também para o Islam iraniano e sírio um flagelo interior sempre ameaçador. Enquanto que os Muçulmanos estavam totalmente dedicados à defesa do país contra os ataques dos cruzados, eles sempre corriam o risco de serem apulhalados pelas costas pela temível seita. Mesmo em tempos de paz as comunidades muçulmanas nunca estavam em segurança.


O reino franco de Jerusalém soube explorar bem o apoio dos ismaelitas de Alamut, para dividir a resistência islâmica no Oriente Médio. Contatos mais especiais foram mantidos entre as Ordens de Cavalaria cristãs e os ismaelitas. Vários pontos tendiam a aproximar as ordens cristãs do Ismaelismo: a dedicação total à fé, renunciando a tudo; o voto de obediência; o espírito de ordem monástico-guerreira; o fato de serem uma cavalaria espiritual, etc. Os templários usavam até as mesmas cores que os ismaelitas: o branco e o vermelho. Muitos cavaleiros simpatizaram com as alusões que assassinos faziam a Jesus e ao Evangelho de S. João, como por seus rituais eucarísticos e sua simbologia da cruz.

Durante aquele período um guerreiro dos cruzados, conhecido como Dumas, desenvolveu uma forte amizade com um dos guerreiros que serviam ao Velho da Montanha...


Quando os cruzados dominaram a Palestina e parte da Síria, os ismaelitas de Alamut, durante bom tempo, pagaram tributos às ordens de cavalaria cristãs, para que elas garantissem a segurança das comunicações entre os castelos dos Assassinos. Os contatos entre os Assassinos e os Templários foram tão longe que seu poder fez Roma tremer.

O medo de que o grupo religioso se tornasse mais poderoso que o Papa e que os reis europeus logo se espalhou e os dois grupos foram acusados de heresia pela Igreja de Roma como se fossem um só.

O último Grão-Mestre da Ordem dos Templários, Jacques de Molay, foi queimado na fogueira em por ordem do Rei Filipe IV de França, que também pressionou o Papa Clemente V que dissolveu a Ordem. Diz a lenda que DeMolay lançou sua maldição de morte contra o Rei e o Papa Clemente V, dizendo que eles iriam encontrá-lo diante de Deus antes do fim daquele ano. O papa Clemente morreu apenas um mês depois, e Filipe morreu mais tarde naquele ano em um acidente de caça. Comentários sobre como isso se deu se multiplicaram e a possiblidade de poderes sobrenaturais nos templários se ampliou...

Com o passar to tempo Ra´s Al Ghul se tornou o novo líder dos Assassinos, depois da sua aparente destruição na mão dos Mongóis. Isso pois os dissidentes de dos Templários sobre a liderança de Dumas em um conflito, a ordem nesse período conseguiu tomar de Ra´s a roda de Pragas, que contém um registro de várias dos microorganismos que se tornariam armas biológicas. E por sua vez Ra´s tomo de dentro das fileiras da ordem uma armadura de batalha preciosa, A Armadura da Aflição e a fez como um prêmio para passar como uma relíquia de família.

Ra´s espalhou o boato de que era o criador da Armadura, já que quando Dumas assumiu a frente dos Templários, o Cabeça de Demônio convenceu um cavaleiro chamado Geoffrey de Cantonna que o caminho de Dumas era muito gentil e quase compatível com os propósitos divinos dos antigos templários. Consequentemente, Geoffrey de Cantonna criou dentro um grupo dentro da Ordem chamado de Ordem do Puro, que buscava um caminho mais árduo e penitente. O seus integrantes eram obcecados com o ideal de pureza. Eles acreditavam que eram puros aos olhos de Deus e o mais puro deles tinha o direito de usar a lendária "Armadura da Aflição". A Armadura da Aflição amplia a capacidade física de seu usuário. Os guerreiros da Ordem de São Dumas que usavam a Armadura eram seguidores de Geoffrey, mais tarde a perda da armadura geraria a necessidade de criar elementos de melhoria física além do Sistema para rivalizar com o poder perdido pela ausência da Armadura da Aflição.

Alguns anos depois Dumas se tornou um santo aos olhos da Ordem, não se tem registros da vida dele a não ser pelos relatos de Ra´s Al Ghul e dos membros da seita. Por anos eles cresceram e se enriqueceram nas sombras, manipulando e influênciando a política mundial com sua riqueza em todo o Ocidente, sempre se esforçando para manter-se afastados da perseguição de Ra´s Al Ghul.

No momento que Ra´s se apossou da Armadura da Aflição, ele a colocou como um sinal de que a Ordem e o Ocidente seria vencida por ele. E disse que foi um plano dele a criação da Armadura para destruir a Ordem por dentro, a armadura se tornaria um presente dele para seu próximo substituto.

Membros da ordem espalharam a idéia de Liberdade, Fraternidade e Igualdade em vários locais do mundo. E alargaram o poder da organização, matando seus inimigos, acumulando conhecimento e seqüestro alguns dos maiores pensadores do mundo. A ordem também espalhou por vastos anos a desinformação para garantir que as teorias dos gênios seqüestrado pareceriam tão idiotas que ninguém iria sentir falta deles ou examinar suas pesquisas.

Escondidos eles criaram o primeiro campeão da ordem, era um homem asiático chamado Stephen Forrest Lee e esse assassino era conhecido por Mark Shaw como Dumas. O fracasso deste campeão dividiu as perspectivas da ordem e seu foco...


Os conflitos com Mark Shaw, o Caçador, acabaram levando o Dumas à morte. Dumas tinha a capacidade de mudar fisicamente de forma e por anos Dumas se manteve sobre a identidade de uma bela mulher americana com o nome de Olívia Vancroft. Esse período foi um dos mais manipulativos da Ordem.

Pessoas da Ordem de São Dumas, inseridas dentro do próprio governo dos Estados Unidos, se usaram das técnicas de hipnose das quais são especialistas para tornar o próprio Mark Shaw também o Dumas, sendo que uma das personalidades do Caçador era do próprio matador atrás de sua família. A Ordem considerou a partir daquele momento usar Mark Shaw para substituir Dumas.

A luta entre Mark e Dumas foi uma forma dissimulada onde o próprio Dumas, sobre seu alterego de Olívia Vancroft contratou Mark Shaw sobre a imagem de Dumas para caçar o Caçador!

Além de Dumas, que era agia como a direta encarnação do santo, a ordem tinha uma outra linha de assassinos. E esse outro campeão era chamado Azrael...

[Continua...]

A idéia desse tópico foi dar uma base mais histórica tanto à Liga dos Assassinos quanto à Ordem de São Dumas. Eu criei uma nova relação entre o Ra´s Al Ghul e Dumas, deixe-os personagens que iniciaram como amigos que faziam parte respectivamente dos Ismaelitas e dos Templários para depois se tornarem líderes de seus próprios grupos. Os métodos e armas dos Ismaelitas lembram muito os da criação e treinamento do Azrael. Além disso preferi manter a Armadura das Aflições como uma criação dentro da Ordem do Puro igual nos quadrinhos porque é mais a cara do Ra´s roubar algo de alguém do que construir e a história em que um rouba coisas importantes do outro é o que mantém a rivalidade entre os dois. Deixei as Ordens unificadas por mais tempo do que nos quadrinhos porque não se tem referências claras de datas corretas de nada depois dos anos 90 em qualquer gibi.


Última edição por Azrael em Seg Jun 03, 2013 11:27 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2572
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Parte II Jean-Paul Valley

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Ter Mar 06, 2012 1:25 pm

Jean-Paul Valley era um estudante universitário de pós-graduação de ciência da computação em Gotham City.

Seu pai era um promissor assassino da Ordem de São Dumas, o Azrael daquele período.


Naquela época em meados dos anos 90 ele recebeu ordens de eliminar LeHah, o diácono e tesoureiro da organização na cidade que se corrompeu e estava desviando as funções da organização para seus próprios fins e traficar armas.

O pai de Jean-Paul é morto por LeHah, que conhece os truques da organização de fazer o seu assassino principal se passar por um anjo sobrenatural.

Ele aprende deste sobre a morte de seu pai sobre sua origem, é nesse momento em que seu condicionamento está ativado e ele é chamado a assumir o manto de Azrael. Batman, também investiga a morte do pai de Valley.

Batman acaba sendo preso por LeHah e tal fato faz com que então Jean-Paul descubra a identidade de Bruce Wayne e passa a trabalhar com Alfred Pennyworth para encontrar o traficante de armas e resgatar o Cavaleiro das Trevas, enquanto LeHah esta usando o traje de Batman para matar os outros membros da Ordem e assim gerar ainda mais confusão entre eles.

Enquanto Valley trabalhava com Alfred, demonstrando a intuição de um detetive em rastrear os movimentos Lehah e depois arriscar-se a resgatar Bruce, apesar de sua tradicional missão de vingança, ele percebe o erro de seus caminhos, e decide lutar ao lado de Batman contra os criminosos de Gotham, rejeitando sua herança sangrenta e procurar ajuda do Homem-Morcego para quebrar seu condicionamento e forjar seu próprio destino.

Seu nome não é revelado a Alfred e Bruce até o final da história, momento no qual ele afirma que foi nome de seu pai também. No entanto, uma história mais tarde em sua série de solo indicou o nome de seu pai para na verdade Ludovic Valley.

À Valley é dado um emprego como guarda de segurança na sede WayneTech, e ele também se torna um aprendiz como combatente do crime ao lado de Batman e Robin. Tim Drake lhe passa a aprendizagem básica sobre o trabalho de detetive e as formas de usar o sutil arsenal do cinto de utilidades.

Valley desempenhou um papel fundamental no período em que Bruce Wayne foi derrotado e paralisado nas mãos de Bane.


Contra as ordens de Bruce Wayne, Vale luta e derrota Bane, vestindo uma armadura de batalha melhorado que ele projetou e construiu sob a influência do Sistema.


Sua atuação como Batman é influenciado por seu condicionamento Azrael, apesar de diminuir os índices de criminalidade em 45% ele cresce cada vez em mais violência ao ponto de permitir que o assassino em massa Matadouro caia para a morte, o que fez também com que um dos reféns ainda vivos do Matadouro não seja salvo. Vale também tem problemas de controle com a parceria com Tim Drake, ele considera a profissão de vigilante perigosa demais para um adolescente. Vale quase estrangula-lo até a morte e proíbe-o de entrar na Batcaverna . Ele veda a passagem entre a Batcaverna e a Mansão Wayne além da entrada da propriedade Drake, e com o tempo passa a evitar trabalhar com o Comissário Gordon e da polícia de Gotham.

Inicialmente, Wayne está impressionado o suficiente com os resultados Vale ao ponto de pensar em deixá-lo permanecer como Batman, mas quando Drake diz Wayne Matadouro da morte, ele resolve reclamar o manto do Batman. Com o sacrifício da consciência da Doutora Shondra Kinsolving que recuperou psíquicamente sua coluna, e seus instintos de combate reabilitados depois das aulas com Lady Shiva, Wayne vai atrás de Vale para recuperar sua identidade. Depois de uma batalha prolongada, que se estende desde a cobertura de um mafioso à Ponte de Gotham antes de culminar em um confronto final no Batcave, Vale é obrigada a retirar sua armadura, posteriormente, se afastar da Mansão Wayne depois de reconhecer Bruce Wayne como Batman a verdade.

Desempregado e sem muitos objetivos Valley vive entre a população de rua de Gotham por várias semanas, fazendo amizade com um alcoólatra ex- psiquiatra chamado Brian.

Valley é procurado por Bruce Wayne, que lhe concede dinheiro e recursos para explorar suas origens. Junto com Brian, ele descobre as conspirações do mal dentro da ordem de São Dumas, e sua extensão sobre a economia especialmente dos Estados Unidos. Brian aconselha que Azrael não destrua a Ordem porque isso significaria um abalo gigantesco no capitalismo mundial, já que grande parte das finanças do mundo estão nas mãos deles.

Jean-Paul segue o conselho, mas não sem gerar grandes estragos por onde passa. Eles então ajudam uma freira chamada Irmã fuga Lilhy.

É nesse período que ocorre a intervenção de Rás al Ghul, que chega tanto para enfrentar a organização quando para depois descartar Azrael dizendo que é um geneticamente bebê de proveta, e os seus genes foram misturados ​​com daqueles animais.

Nessa parte uma curiosa análise do vilão imortal o faz indigno de ser seu genro, porém Tália claramente se mostra interessada por ele. Tudo isso faz parte de um jogo para mandar Azrael de volta para Gotham e desarticular novamente a cidade antes que Ra´s possa escolher seu novo herdeiro.

Ele retorna para Gotham em eventos diversos, o domínio do Submundo, Contágio, Legado e finalmente no cataclisma. Ele também descobre que o assassino de seu pai, Carlton LeHah, ainda está vivo, e ganha um novo arquiinimigo: Scratch Nicholas.

Ele também muda o seu traje bastante por um tempo, depois de ser acusado de assassinato por Scratch. Azrael retorna ao seu traje original e batalhas supostas alucinações que são supostamente para representar seu pai e São Dumas si mesmo. Perto do fim da série, Azrael é atormentado por aparentemente sobrenaturais ocorrências na forma de possíveis milagres.

Conforme foi desafiando esses milagres e os confrontando de frente o Anjo Vingador finalmente derrota seu pai e em seguida vence o Batman com extrema facilidade e esse cai em um rio congelado, mas salvando sua vida no instante. Pouco depois Azrael cria um plano com a Doutora Thompkins, uma idéia para matar o anjo da morte enquanto ele abre os caminhos para a captura de Scratch Nicholas.

Durante a história ele tenta reconstruir a Ordem, vencendo sem a menor dificuldade o Batsquad e também se aproximando de forma ligeiramente romântica da nova Batgirl Cassandra Cain, que ele identifica como tendo os mesmos problemas dele.

Mesmo com a prisão de Nicholas Scratch, alguns membros da Ordem de São Dumas continuaram livres. Especificamente Lilhy e LeHah.

Tal plano durou por muitos anos, enganando até mesmo até a Hypercrise levar o herói de volta para perto do Batman, junto da Liga da Justiça.

Depois da missão Mosáico Azrael perseguiu obstinadamente qualquer pista da existência da Ordem, que parece ter desaparecido e depois da prisão de Lilhy e LeHah ele sente como se pudesse voltar a levar uma vida normal. O que não é verdade, os métodos obscuros usados por Batman durante a Crise do Sono o fizeram se decepcionar com o morcego pois ele para de confiar completamente em Batman ao ver que esse prefere deixar alguém como o Exterminador à solta apenas para prender outro criminoso.

Ao mesmo tempo o Cavaleiro das Trevas ano notar a constante violência irrefreada de Jean-Paul pensou em aliena-lo do convívio com os heróis...

Curiosamente durante a crise do Sono um novo elo entre Batman e Azrael é forjado na Hera Venenosa, que é uma espiã que Jean-Paul convenceu Bruce Wayne a usar ao seu lado na procura por fugitivos do Cadmus.

Azrael também soltou a Hera com o objetivo justamente de conseguir criar uma reviravolta na cidade de Gotham. Isso ele ainda planeja fazer...

Ganchos para histórias:

Arrow Jean-Paul acredita (corretamente) que a Ordem de São Dumas ainda tem influência, eu gostaria de lembrar que ela é equivalente à maçonaria do mundo real. A maçonaria acredita mandar no mundo, só para lembrar ela acha que controla até o dinheiro.

Arrow O vilão imortal Ra´s Al Ghul do Batman foi trazido de volta aos quadrinhos para integrar a história da Ordem e a relação das Cruzadas. Eu gostaria muito de poder ter algum tipo de interação do meu personagem com a idéia de disputa para o possível sucessor do Ra ´s. Mesmo ele tendo dito que Jean-paul parece ser menos do que um animal.

Arrow Azrael estava mais do que correto ao ir atrás do Batman para descobrir sobre o Exterminador, ver os dois juntos e ambos mentido para ele enquanto prendiam Savage o fez se sentir traído em suas crenças sobre de que lado Batman realmente esta, porém ele mesmo fez coisas muito piores então tenta agora apenas se afastar e pensar em seus próprios problemas que já são muitos. A questão é que depois dos planos secretos que o Batman fez com um assassino profissional Jean-Paul não sabe em quem pode confiar se desejo de ser uma pessoa normal for menor que sua vontade de se redimir sendo um herói.

Arrow Questão de Fé, Jean-Paul não confia mais no céu. Seja lá o que esta planejado no além para as pessoas, ele não acredita que precisam de anjos assassinos para proteger o bem. Ele viu o que o exército fez em Gotham durante o terremoto e o Contagio, a cidade ficou à mercê do Estado e isso parece o futuro no inferno. Ele sempre temeu o inferno, agora que esta vendo como o inferno é, depois de ter sido um assassino de Deus na terra ele questiona muito os objetivos de Deus. Ele não duvida da existência divina, apenas depois de ver em que tipo de coisa ele é e o que se transformou apenas deseja que os deuses, ou Deus, não fossem mais reais.
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2572
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico e Aspirações - Azrael

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Ter Jun 04, 2013 12:17 am

Azrael, Anjo do Inferno...


Durante toda a Crise do Sono Azrael procurou por Batman para saber do paradeiro do Exterminador, depois que ele e o Arqueiro Verde prenderam o assassino profissional ele não conseguiu nenhuma informação de onde ele foi parar. Jean-Paul desejava saber como o Exterminador sabia que deveria usar armas para furar sua armadura, de qualquer modo o arsenal de Slade seria capaz de ultrapassar a armadura do Anjo Vingador, porém a paranoia e o ego maníaco em que o rapaz se afundava não lhe permitia pensar na possibilidade de ser derrotado por algo aleatório.

Durante essa mesma Crise, Batman tomou pose de uma armadura conhecida como Armadura das Aflições. Azrael acreditou que Batman fez isso muito mais para impedir que ele mesmo vestisse a armadura, talvez tenha sido por isso para evitar que a violência do garoto se aflorasse... O próprio Paul pensa o mesmo mais tarde, querendo ficar longe dessa armadura infernal.

Ele então tenta entrar em contato com Dick Grayson, o mais interessado em ver Slade muito bem vigiado por sua longa história de enfrentamento contra o Exterminador. Porém os problemas da Liga parecem ser muito maiores... Eles estão preocupados com a ressurreição do Coringa! Que voltou dos mortos de forma curiosa e ligaram tão retorno à um demônio...

Azrael estava com a Liga quando a missão começou, apenas para falar com Dick e foi confundido com um membro da equipe. Ele então adentrou o inferno e em sua jornada eles fizeram o Verme dos Mundos ser liberto! O verdadeiro Darkseid... Jean-Paul roubou a espada do deus Hades, porém nem mesmo essa arma foi capaz de ferir o Verme dos Mundos, nem mesmo os punhos da Poderosa conseguiram sequer o arranhar...

De alguma forma estranha, Dick Grayson se matou e voltou... E por isso ele descobriu os segredos mais obscuros da morte...

Será que isso aconteceu mesmo? Azrael não tem certeza...

Tudo pode ter sido uma imensa ilusão de sua mente. A arma em sua mão, a espada de Hades pode ter sido forjada por ele em um de seus devaneios... E outro devaneio levou Jean-Paul a invadir a Batcaverna e tomar a armadura das Aflições enquanto Batman não estava... Além de pegar de volta uma série de armas e vestimentas que o Cara-de-Barro acumulou em uma velha estação de metro na época em que se passava por Batman do Caos.

Com medo de que o Sistema o esteja arrastando para mais alguma jornada sangrenta Jean-Paul dessa vez não liga para Oráculo ou Dick Grayson. Ele simplesmente se afasta de todos e volta para Nova York, e procura um novo emprego.

Uma Universidade precisa de professores para uma turma de reforço e Jean se candidata ao cargo além de tentar iniciar um mestrado. Após conversar com alguns coordenadores do curso e uma entrevista rápida, Jean-Paul consegue a vaga....

Ele estava feliz... Vai até uma pequena igreja para tentar compreender seu papel no Universo.

Lá ele é ataco por servos da Ordem de São Dumas... Ou seriam do Clube dos Vilões? Ou da religião do Crime?

De qualquer modo ele esta agora de couraça vestida e espada em punho, se chafurdando em sangue dos inimigos de Deus... Isso porque ele não tem escolha... Matar é a essência da vida. É exatamente o que o Verme dos Mundos disse... A morte é a vontade de Deus, nosso senhor e escravizador...

Cheio de ódio existencial o anjo da morte sabe que o inferno é o que o Criador reserva aos pecadores...

Então ele esta fazendo sua parte em levar esse inferno aos que merecem e que Deus o pare se quiser.



Em construção...
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2572
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico e Aspirações - Azrael

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Dom Jun 09, 2013 1:01 am

Ler as mudanças nas duas anteriores para novas informações...

avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2572
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico e Aspirações - Azrael

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum