Histórico e Aspirações - Gladiador Dourado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Histórico e Aspirações - Gladiador Dourado

Mensagem  Scorpion em Qui Jul 07, 2011 1:19 pm

A IDÉIA MAIS ESTÚPIDA DE TODA A HISTÓRIA


Michael Jon Carter nasceu no século XXV. Ele nunca foi um estudante exemplar e muitos apostavam que ele não teriam um futuro brilhante. Entretanto, Michael demonstrava um talento nato para o Futebol Americano e isso lhe rendeu uma bolsa de estudos integral na faculdade de Gotham. Carter logo se tornou um astro do futebol universitário e uma promessa para o profissional.
Entretanto, a vida nunca fora muito mole para o rapaz. Mal alcançou o sucesso e os médicos diagnosticaram um câncer terrível em sua mãe. Sem dinheiro e sem ajuda do resto de sua família, Michael teve a idéia idiota mais brilhante de sua vida, juntamente com seu pai. Ele começou a apostar nos próprios jogos e a perder. Desta forma, ele teria dinheiro para pagar o caro tratamento de sua amada mãe. Apesar das nobres intenções, o plano havia partido da mente deturpada do pai de Michael, que não ligava para a esposa, apenas para enriquecer.


Só que a armação durou muito pouco e logo Michael Jon Carter foi apanhado. Banido de sua carreira de atleta e sem dinheiro para ajudar sua mãe, Michael foi abandonado por todos os outros familiares que o julgaram uma desgraça para a família. Então, o rapaz se viu forçado a mudar-se para Metrópolis e a procurar um emprego de vigia noturno, no Museu Espacial de Metrópolis.
Ser vigia de museu não exige muita inteligência e nem dedicação, então Michael passava grande parte de seu tempo fantasiando em como seria ser um Super Herói no século XX, a grande época dos heróis.


Após tomar uma boa dose de coragem e ousadia, Michael Jon Carter roubou alguns equipamentos do Museu. Um traje que lhe concedia Super Força, o cinto gerador de Campos de Força de Brainiac-5 e um anel de vôo da Legião dos Super Heróis. Então, ele agarrou-se no pequeno vigia do Museu, o robô Skeets, por seus dados do século XX e saltou para dentro da cápsula do tempo de Rip Hunter, vindo parar diretamente no século XX.

BAGUNÇANDO O SÉCULO XX

Michael trouxe do século XXV um cartão de crédito do século XX, cujo ele utilizou para fins pessoais e egoístas. Durante algum tempo ele adotou o nome de Jesus Alvarez. Utilizando-se dos conhecimentos cronais de Skeets, Michael começou a antecipar os crimes para impedí-los. O seu primeiro grande feito foi salvar a vida do presidente de um atentado planejado pelo vilão, Chiller. Quando pediu que se apresentasse, Gladiador havia ficado tão nervoso com a ação "de verdade" que mal conseguiu se apresentar. Ele pretendia se apresentar como Goldstar, mas acabou gaguejando e disse "Booster" (seu apelido no time da faculdade), depois gaguejou "Gold..." e o próprio presidente o apresentou como "Booster Gold" - Gladiador Dourado, no Brasil.
Gladiador então fundou a GOLDSTAR, uma empresa criada estritamente para promover o novo herói. Em pouco tempo, Gladiador ficou conhecido como o "Herói de Metrópolis", afinal, o Superman havia desaparecido. Gladiador começou a enriquecer bastante com patrocínios e até filmes lançados em seu nome. Ele sempre tinha bordões e frases cafonas que levavam seu nome, como a clássica "GLADINCRÍVEL". Michael também utilizou os conhecimentos de Skeets para conseguir dinheiro em apostas e nas altas da Bolsa de valores de NY.


Quando o Superman retornou, ele não aprovou o método heróico do Gladiador. Michael sempre tentou conseguir o respeito do Superman, mas ele apenas o conseguiu quando o salvou de um robô-Gladiador Dourado construído por Lex Luthor e que levava Kriptonita.


Durante uma batalha, o traje de Gladiador ficou muito avariado e ele teve de voltar ao Século XXV para consertá-lo. Aproveitando que estava "em casa", Gladiador aproveitou para visitar sua família. Ele encontrou sua irmã gêmea Michele vivendo na pobreza e descobriu que sua mãe já havia morrido. Michael então resolveu trazer sua irmã consigo para o século XX, onde ela trabalharia na Goldstar. Entretanto, Michelle queria uma vida de aventuras como a do irmão e Michael estupidamente topou. Michele começou a ajudar o Gladiador na luta contra o crime.
Ela começou a usar o antigo uniforme da secretária da Goldstar, Theresa e adotou o mesmo nome: Goldstar. Porém, a sorte nunca esteve ao lado de Michelle e ela rapidamente acabou morrendo em uma explosão causada por uma invasão alienígena.


Isso deixou o Gladiador arrasado, pois foi ele quem havia solicitado a ajuda de Michele. Ele pediu ao Sr. Destino para que enviasse a tumba de Michele para uma dimensão paralela e neutra, onde ela ficaria em segurança pela eternidade.
Durante a Crise do Milênio, o empresário da Goldstar, Dirk revelou-se ser um lacaio do inimigo. Ele utilizou-se dos fundos da Goldstar para ajudar a financiar o ataque dos Caçadores, uma raça de andróides que foi combatida pelos Guardiões do Universo à muito tempo. A Liga da Justiça acreditou que o Gladiador Dourado tinha alguma coisa haver com aquilo e o tratou como um traidor. Gladiador descobriu que os robôs haviam instalado uma bomba no centro da Terra, mas ele conseguiu impedí-los. A Liga da Justiça então, finalmente o reconheceu como um herói. Arrependido pelo que sua empresa quase causou ao mundo, Michael declarou a falência da Goldstar e a fechou.

E ASSIM COMEÇOU O BWAHAHA!

Após a crise que desmanchou a Liga da Justiça da América, um magnata chamado Maxwell Lord ofereceu-se para ser o novo "patrão" da Liga. Uma Liga que seria menos focada nos Estados Unidos e mais no mundo inteiro. Este foi o surgimento da Liga da Justiça Internacional, que contava apenas com dois membros clássicos: Batman e o Caçador de Marte. Todos os outros membros foram trazidos sem uma avaliação tão grande.
Michael foi apresentado e enfiado à força na Liga por Maxwell Lord, o único que sabia do passado real do Gladiador. Um andróide da gangue Royal Flush estava dando uma verdadeira surra na Liga, pois ele havia sido programado para combater os seus defeitos. Entretanto, como Michael nem tinha sido aceito ainda no time, o andróide não conseguiu neutralizá-lo. Ele derrotou o Ás de Espadas e conseguiu a sua vaga na equipe. Por incrível que pareça, o único que não o tratava como um completo idiota era Batman, que sabia que Michael tinha muito mais a oferecer do que a carapaça mostrava.
Durante sua estadia nesta Liga, Michael fez a sua maior e mais valiosa amizade. O gênial Ted Kord se tornou um parceiro do Gladiador Dourado e os dois forjaram uma amizade que nada poderia quebrar.


Em uma das suas saídas, o Gladiador tentou paquerar a francesa que agia como embaixadora para a Liga Internacional. Como o fora que ela lhe deu foi tão rápido, Ted criou o "Bwahaha!", uma risada que viraria no futuro o bordão da dupla "Azul e Dourado".


A dupla aprontou grandes armações. De roubar os biscoitos de Jonz à fazerem o Sr. Milagre ser sequestrado por Manga Khan, a dupla não tinha freios. Talvez suas piores peripécias tenham sido roubar o dinheiro da Liga para construírem um Cassino temático em uma Ilha viva, onde terminaram quebrando a Liga Internacional e se tornaram os primeiros "heróis zeladores da Liga"; gerar uma guerra intergalática ao derrubarem o exército de Manga Khan numa missão diplomática na Terra e obrigar a Liga a viajar para o Inferno contra a sua vontade e sem propósito, onde venderiam hambúrgueres à demônios.


Com todas estas trapalhadas, Gladiador começou a se sentir um inútil, principalmente por ninguém na Liga respeitá-lo. Ele ingressou em outras equipes, como o Conglomerado, grupo patético criado pela ex-mulher de Maxwell Lord, Claire Montgomery. Após uma batalha contra Apokalipse, Gladiador teve seu traje de poder destruído. Mas antes que ele pudesse abandonar o manto de herói, Ted construiu um novo traje, menos tecnológico e poderoso para ele. De volta na Liga e supervisionado pelo Superman, a equipe enfrentou o Overmaster, onde Michael teve seu novo traje totalmente destruído e perdeu um braço. Mais uma vez, Ted o ajudou e construiu um braço robótico para ele.


Algum tempo depois, Michael teve seu traje consertado pelo Professor Hamilton e seu braço curado através de um pacto com o vilão conhecido como Monarca.

MOSAICO

Gladiador voltou a integrar as fileiras da LJA. Ele foi responsável por incriminar o Cyborg ao dar uma entrevista dizendo que "somos heróis e fazemos o que podemos". Obviamente esta foi sua intenção, mas os jornalistas distorçeram a informação e o colocaram falando "fazemos o que queremos". Desta forma, Gladiador fez com que Cyborg fosse julgado e preso por ter derrubado o teto do congresso e matado um senador. Graças a isso, Batman suspendeu Michael por um tempo.
Não demorou muito para que ele voltasse a aprontar. No satélite da Liga, ele auxiliou o Dr. Meia Noite a administrar a droga Pandemonium, mas a sua "curiosidade científica" não se conteve e ele injetou toda a dose em um macaco, o que deu ao primata uma inteligência surpreendente. Isso fez com que ele e o Dr. Meia Noite tivessem um certo... desentendimento.
Michael foi reintegrado à Liga por bom comportamento (e uma grande dose de necessidade de membros) e foi quase responsável pela morte de Wally. Ele teve a chance de salvar Wally de uma explosão causada por Gizmo, mas Wally disse ser capaz de se safar vibrando suas moléculas e não conseguiu. Gladiador se culpou pela morte do colega e quase matou Giz,mmo. Ele se questionou sobre ser um herói de verdade e quase abandonou o manto. Graças à uma conversa sincera com Gelo e Homem Borracha, Michael decidiu ficar e ajudar a fazer a diferença.
Na luta final, ele enfrentou o Super Ciborgue e destruiu seu braço mecânico, gerando um pequeno campo de força em torno dele enquato carregava um disparo contra Kyle Rainer. Ele também ajudou Jonz a combater Fernus, mas quase morreu e também ajudou Kyle contra o Superman Prime. No fim, Gladiador adquiriu o respeito (ou um pouco dele) que sempre almejou.

FIM!


ASPIRAÇÕES:

Bom, eu tenho algumas idéias para o meu personagem. Agradeceria se alguns narradores se dispusessem a inserí-las em suas crônicas. Algumas delas são:

Personalidade: Nos HQs, Michael só começou a ter uma personalidade mais séria e centrada após a morte de seu melhor amigo, Ted. Ele teve alguns momentos sérios, como quando entrou para a Justiça Extrema ou quando perdeu seu braço, mas nunca deixou de querer estar sempre procurando fama e fortuna. Acredito que o Gladiador precise perder alguém muito importante para ele, só assim ele se tocará de que não existe só ele no mundo e que os outros também são importantes, pois fazem falta quando se vão.

Policial do Tempo: As melhores histórias do Gladiador, para mim, são as de sua última série. Michael se tornou nos HQs um agente do tempo a serviço de Rip Hunter, cujo ele ainda não descobriu ser pai do mesmo. Existem muitas tramas interessantes e pontos no tempo do Universo DC que o Gladiador poderia atuar e eu REALMENTE gostaria disso. Não aventuras grandes, mas coisa do tipo de jogar durante algum tempo sozinho em um tópico dentro de uma missão oficial que possa vir a ser importante para a missão atual. As mudanças cronais poderiam vir a ser inclusive bem interessantes como reviravoltas na campanha.

Michele Carter: Eu pessoalmente gosto bastante da relação da irmã gêmea de Michael, Michele. Acho que ela daria um ar interessante às interpretações e eu realmente gostaria que algum narrador a trouxesse de volta, ou me fizesse salvá-la, ou qualquer coisa do gênero que a traga de volta. Seria bacana.

Enfim, por enquanto é só isso. Se algum narrador se predispor a narrar em sua aventura um ou mais aspirações dessas, por favor, avise a mim e aos próximos narradores. Senão eles pode planejar algo pra mim e depois terem de descartar, o que é bem chato.

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2403
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórico e Aspirações - Gladiador Dourado

Mensagem  Scorpion em Qui Fev 28, 2013 2:04 am

VERMIS MAGNUS

Gladiador havia participado da última edição do Big Brother, onde eliminou a sua namorada da casa, Kelly Kelly, a Diva da WWE.
Eliminado da casa, o Gladiador foi enganado por uma repórter e deu a declaração bombástica de que já havia levado a Poderosa para a cama, o que lhe rendeu um belo soco e um processo da heroína.


A Liga da Justiça foi levada ao Inferno pelo Sr. Destino e Azul e Dourado foram convocados para participar.
Os heróis então foram incubidos de impedir a passagem do exército de Emma-O. Apesar de alguns membros da LJI quererem recuar, Michael fez um discurso elaborado sobre heroísmo e sobre nunca desistir, convencendo os colegas a ficar. Então, quando Ted ia dizer algumas palavras amigas ao Dourado, ele foi morto subitamente por Emma-O.


A morte de Ted enfureceu o Gladiador. Ele desafiou Emma-O quando todos os outros abandonaram o combate. Após vencê-lo explodindo seu rosto, o Gladiador esgotou o seu traje, mas fez com que as tropas de Emma-O desistissem da guerra e recuassem. Gladiador então tentou fazer um pacto com Hel e trocar de lugar com Ted, mas a Deusa Nórdica do Inferno disse que apenas aceitaria se todos chorassem a morte de Ted. Alguém não chorou e Michael teve de voltar à Terra e enterrar seu melhor amigo.

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2403
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum