DC Comics rompe com o Comic Code Authority

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

DC Comics rompe com o Comic Code Authority

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Sex Fev 11, 2011 10:09 am

Como muita gente sabe em 1954 uma histeria se propagou na conservadora sociedade estadunidense pelo livro do psiquiatra Fredric Wertham. O clássico conhecido como a Sedução do Inocente foi um livro fortemente influenciado pelo macartismo. E até hoje é a linha de conduta moral de quase todos quadrinhos. A DC divulgou uma nota no dia 23 de Janeiro informando que seus títulos não mais trarão estampados o famigerado selo do Comic Code Authority.

Em abril deste ano a DC adotará uma forma própria de classificação e informação do conteúdo de seus títulos (com exceção dos títulos da linha Vertigo que ainda serão “For mature readers” [Para leitores adultos].)

No lugar do selo a DC divulgará letras nas capas que obedecerão a seguinte classificação:

E (Everyone) – Para leitores de todas as idades. Que pode trazer cenas violentas de cartoon e/ou alguma travessura cômica ao estilo Tom & Jerry (Os Simpsons mostram o quanto isso é algo natural com o Comichão e Coçadinha)

T (Teen) – Produzido para leitores de 12 anos ou mais. Pode conter violência leve, linguagem e/ou temas sugestivos.

T+ (Teen Plus) – Apropriados para leitores de 16 anos ou mais velhos. Pode conter violência moderada, profanidade leve, imagens e/ou temas sugestivos.

M (Mature) – Apropriados para leitores de 18 anos ou mais velhos. Pode conter violência intensa, profanidade extensiva, nudez, temas sexuais e outros conteúdos apropriados para leitores mais velhos.

A decisão da DC em romper com uma forma de censura de 60 anos atrás é mais do que acertada! Ela não só é bem-vinda pelos leitores, pois não existe nada mais triste do que ver uma boa história alterada devido a quaisquer tipo de preconceitos.

Vide por exemplo o Homem-Aranha, cujo simples divórcio teria sido uma resolução muito melhor recebida pelos fãs para o fim de seu casamento do que o polêmico pacto com Mefisto. (Ah! É isso mesmo galera da Marvel, o motivo é o divórcio, família é uma coisa séria nos States e o Pacto com Satã é uma sátira que zoa a história mas era uma forma de protesto.)

Na verdade quem foi responsável por isso Joe Quesada, manifestou-se como o divórcio sendo uma prática inadequada para o herói. Ele criou o Azrael com o Oniell, mas sempre ficou com receio de usa-lo descentemente pelos mesmos motivos do herói. Fora que Quesada tornou os heróis imortais com relação à velhice, as idades ficaram subjetivas. Creio que Quesada é talvez um dos mais conservadores editores dos quadrinhos e ao passar para Marvel esse conservadorismo se mantem.

Isso porque na DC atual a existência do Comic Code Authority pouco significa hoje em dia para o desenrolar das histórias, visto que se alguma cena não era aceita pelo código a DC simplesmente a lançava sem o selo estampado na revista.

Vale lembrar que a própria Marvel já havia abandonado o uso do Comic Code Authority em 2001, e ao meu ver não foi por coincidência que foi a partir desta época que a Casa das Ideias teve um aumento considerável na qualidade de suas histórias.

Agora poderemos ter as histórias do tipo “Malhação” com classificação adequada. E não precisaremos surtar com algo que acharmos que não deveria ser assim... Afinal.. vc foi avisado pela capa.

Speedy Gonzales,
Repórter por um dia de frio nesse calor.

_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2502
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum