Cena 3: Crônicas de Gotham

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Sab Maio 01, 2010 11:58 am

A cidade de Gotham não é mais parte do governo dos Estados Unidos, uma ilha política que foi isolada por um boicote econômico que começou a se consolidar nos anos 80 e pouco depois ela foi arrasada por uma doença aterradora e há cerca de dois anos esta fisicamente fora do alcance terrestre.

Hoje ela é controlada pela força ferrenha do Batman, que desde os anos 40 tem sido uma lenda protetora da cidade, mas agora ve-la com um silêncio mórbido.

Em um de seus fétidos becos, uma das inúmeras lendas urbanas que caminham pelo lugar se aproxima. Ela é conhecida por ser filha de Selina Kyle e do governante dessa cidade. Hoje ela veio até aqui seguindo uma pista de um rapaz chamado apenas de Driver.

Segundo Driver, uma hacker paraplégica aparentemente tem o controle total sobre toda informação digital da cidade e conhece os segredos maiores do homem-morcego assim como seus objetivos.

A informação é que ele esta nesse velho prédio na rua 11. Perto da Gazeta de Gotham.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Depois do que aconteceu com sua esposa Michael Holt se colocou como vigilante acima de qualquer coisa, ajudou o governo americano a lutar contra terroristas e auxiliou Amanda Waller no cheque mate. Mas ele sente o peso da responsabilidade de estar aqui em Gotham City para vigiar a cidade caso o governo daqui tenha algum plano de expansão sobre às demais cidades americanas.

_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2582
Idade : 37
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Convidad em Sab Maio 01, 2010 11:25 pm

Gotham City... A melhor cidade do mundo...

Claro, só se você for um louco estúpido. Eu não sou louca, muito menos estúpida, mas gosto da minha cidade... Na verdade, gosto de protege-la. Dou qualquer coisa pra poder dar umas porradas em qualquer um que quiser acabar com ela.

Mas hoje, não saí de casa pra isso. Estou aqui neste beco fedido atrás de informação. Um tal de Driver, me disse que tem uma hacker paraplégica com informações de tudo o que eu quiser saber sobre Gotham e as pessoas de Gotham. Incluindo o "temido" Batman e seus próximos. Um dia eu ainda encontro ele e caio na porrada.

Eu olho para o prédio na minha frente. A descrição combina com a que Driver falou pra mim. um prédio velho perto do Gazeta de Gotham, na rua 11. Eu vejo a fraca fechadura da porta, e com um chute, sem empregar muita força, arrombo a porta.


Caçadora: Uau, que reforçada segurança...

Vejo escadas. É hora de subir e ver se a informação é realmente confiável.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Guima em Qua Maio 12, 2010 2:49 pm

Esse era o prédio que Michael deveria encontrar, rua 11 proximo a gazeta de Gotham. Terrivel estava há exatos 60 minutos observando o prédio de fora sem levantar suspeitas, uma vez que ele era invisivel a tecnologia e tabem pelo fato de que sabia manter as aparencias...

Gotham City havia se tornado uma nova babilonia, mas em vez de crimes e pecados ela se tornou perigosa e violenta. Uma vez que seu ditador a controla invisivelmente com mãos de ferro e medo constante...Holt conhecera alguem assim no seu passado, mas ele decidiu ignorar esse pensamento...

Era necessario vigiar os vigilantes, é isso que o Sr Terrivel estava fazendo. Ele buscaria informações com uma hacker tetraplégica que conhecia muitos segredos sobre o morecego. Seria Oraculo essa Hacker? Se fosse, não seria tão surpresa assim e para Michael, seria bom ver uma velha amiga...uma vez que cada vez mais ele estava afastado da humanidade.


Holt olha para seu relógio e confirma. Hora de entrar...
avatar
Guima

Número de Mensagens : 2283
Idade : 32
Data de inscrição : 12/12/2009

Ver perfil do usuário http://www.remistico.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Convidad em Qua Maio 12, 2010 11:12 pm

-"Os vigilantes entram e sobem as escadas. Os vigilantes estão chegando. Hora de sair."






Questão murmura para si incessantemente, querendo esquecer a frase que dissera minutos antes, para se focar só no imediato. Insanidade? Ele não tinha tempo para refletir esse tipo de coisa. Ele simplesmente guarda em sua mente aquilo que é necessário para a execução de seus bem arquitetados planos. Tudo milimetricamente arquitetado.

Ele segura sua pistola com uma brutal firmeza. parece que suas paranoias lhe causaram algum tipo de TOC ou algo do tipo..."dane-se", pensa ele antes que aquilo lhe renda mais algum segundo de seu tempo. Olhando para os dois, ele começa a falar:

-Pois bem. Eu trouxe vocês aqui, pois quero basicamente o mesmo. Não, não quero. Mas eu quero a queda do homem que controla essa cidade. Sim, é isso que eu quero. Eu sei onde encontrá-lo, mas tudo deve ser sobre minha supervisão. Está tudo aqui...*encosta o dedo na cabeça*...anotado, revisado e testado...não, testado ainda não. Não há tempo para testes.

A fala de Questão está cada vez mais insana. Parece que toda a sua capacidade de interação social era usada em suas interpretações e ameaças firmes. De fato, era extremo para ele ter que agir como um bandido, seja de matéria, seja de vidas ou até de almas, a cada vez que abria a boca. Agir normalmente é uma situação rara e estranha para o misterioso investigador.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Sex Maio 14, 2010 10:13 pm

Os dois vigilantes notam que foram ligeiramente enganados. A hacker não é Oráculo e sim o vigilante sangrento e insano conhecido como Questão.

Um fator que o próprio Questão não sabe é que ele é um homem saído do Asilo Arkham, mas não se sabe exatamente sua identidade. Ele desconhece seu passado e talvez faça isso para se proteger de problemas maiores no futuro.

Ele diz para os dois recém-chegados que quer encontrar Batman e que eles devem também ter o mesmo interesse e por isso espalhou a notícia de que seria possível encontrar Oráculo aqui.

Helena tinha notado que era óbvio que não era esse o lugar em que alguém tão importante estaria escondida ao ver tão frágil segurança.

Sentindo-se enganados eles se vêm de frente com um homem com uma pistola resmungando e dizendo que quer muito informações e aliados contra o Batman.

Pelo menos... é o que se entende por cima da fala cifrada dele.

_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2582
Idade : 37
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Convidad em Sab Maio 15, 2010 10:21 am

Isso é realmente estranho, A hacker paraplégica é um HOMEM armado e mais do que saudável? Acho que o conheço... Sim, é o tal de Questão... O nome dele é pior que o do próprio Batman, aqui em Gotham. Okay, nem tanto assim...

Eu me ponho em posição de luta, não se pode baixar a guarda. Não em Gotham. Não aqui com esse cara na minha frente. E tem esse outro vigilante comigo. Nem sei quem ele é... Deve se chamar Senhor T. ou sei lá. Então o Questão começa a falar.


Questão: Pois bem. Eu trouxe vocês aqui, pois quero basicamente o mesmo. Não, não quero. Mas eu quero a queda do homem que controla essa cidade. Sim, é isso que eu quero. Eu sei onde encontrá-lo, mas tudo deve ser sobre minha supervisão. Está tudo aqui...anotado, revisado e testado...não, testado ainda não. Não há tempo para testes.

Quer e não quer? Testado e não testado? Ele é realmente tão louco quanto me falaram.

Caçadora: Okay, Questão. Me leve até o Batman então. É o mínimo que pode fazer por ter me enganado. E se você estiver mentindo, tentando me enganar MAIS uma vez, não espere que terei pena de você, só porque você louco. Eu acabo com você na primeira chance que eu tiver. Entendeu? E você, Senhor T? Vai me acompanhar?

Não se pode baixar a guarda. Não em Gotham. Não com com o Questão na minha frente.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Convidad em Seg Maio 17, 2010 4:09 pm

Questão não muda o tom de voz. Ele nem mesmo faz menção de se mover. Apenas fica quieto por alguns segundos, após as ameaças de Caçadora. E prossegue, com uma tal indiferença no modo de falar que, se não fosse pelo que seria dito, pareceria apenas uma sequência de seu discurso¹:

-Não moça, você está enganada. Eu não estou louco...ou estou...não sei...não há tempo para se pensar nessas trivialidades. Mas eu não estou mentindo...não mesmo. Eu sei onde está Batman, e tenho o plano. Você pode me matar...mas não deve. Eu também posso matá-los, mas não devo. Preciso de vocês, e vocês de mim...precisamos derrubar o homem-morcego...retomar a velha ordem...a velha ordem!


A fala do misterioso vigilante continua estranha. Questão nem ao menos deixara o Sr. Incrível falar antes dele. Ele mal via a hora de voltar a agir...todo aquele contato social prolongado lhe parecia algo extremamente fútil. Aquele homeme era um viciado em trabalho. E seu trabalho era limpar Gotham.

Nota:
¹-Er...deu pra entender? confused

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Guima em Qui Maio 27, 2010 10:27 pm

Espere Caçadora !! Disse Holt com um ar de desconfiado Ainda é cedo demais para confiar numa pessoa como Questão !! Me diz uma coisa Questão, o que tem em mente ? Voce realmente acha que Batman não está preparado para qualquer eventualidade causada por um louco como você ? O que te faz pensar que está longe dos olhos do morcego?

Michal cruza os braços ostentando uma postura firme e astuciosa É melhor traçarmos planos antes de irmos ao encontro do Morcego, com minha ajuda talvez seus planos podem ser aprimorados e ai teriamos uma margem boa de sucesso nessa empreita. Você não confia em nós, nós não confiamos em você, ainda. Creio que essa atitude seria ótima para estreitar os laços dessa estranha aliança. E então Questão, poderia abrir o jogo?

O Sr Incrivel estende a mão para Questão e espera que ele colabore com sua proposta.
avatar
Guima

Número de Mensagens : 2283
Idade : 32
Data de inscrição : 12/12/2009

Ver perfil do usuário http://www.remistico.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Sex Maio 28, 2010 1:28 pm

Caçadora fica animada em continuar a busca por seu pai, talvez Questão não saiba dessa relação. Pelo menos parece que não sabe até onde ela suspeita.

Tudo é curioso e obscuro para essa nova vigilante, mas ansiedade dela é contida por um instante quando o Sr. Incrível decide que precisam de um plano antes de encontrarem o Cavaleiro das Trevas.

No momento o que é mais curioso é se Questão irá concordar com o plano ou se tem o dele em mente.

_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2582
Idade : 37
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Convidad em Qua Jun 16, 2010 6:52 pm

Questão olha para Michael. Obviamente, ele não sabe disso, já que a máscara do detetive é totalmente fechada. Mas ele logo fala, ainda alisando sua pistola:

-Você vai me ajudar a traçar planos? Espero que você se saia melhor neles do que em achar Oráculo...não,acho melhor seguirmos o meu plano. Você poderia me deixar a par das imagens por satélite das quais tem acesso?

Apesar das palavras proferidas, o vigilante não fora nem um pouco presunçoso. O que lhe ocorria era uma racionalização excessiva dos fatos, sem medir as consequências sociais envolvidas em suas palavras. Por tal motivo, seus dizeres soram mais como um "pensar alto" do que como petulância de sua parte.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Convidad em Seg Jun 21, 2010 5:53 pm

Ugh. Homens. Porque eles sempre tem que competir quem tem o "ego" maior? Admito que esse Questão é o cara ,ais estranho que eu já vi aqui em Gotham. E olha que eu já vi MUITO cara estranho por aqui. E esse, Sr. Incrível? Me poupe! Olha o codinome do cara! Tem como ser mais convencido que isso?

Sr. Incrível: Espere Caçadora!!

O que será que é agora? Detesto que me censurem.

Sr. Incrível: Ainda é cedo demais para confiar numa pessoa como Questão!! Me diz uma coisa Questão, o que tem em mente? Voce realmente acha que Batman não está preparado para qualquer eventualidade causada por um louco como você? O que te faz pensar que está longe dos olhos do morcego?

Tudo bem que o metidinho tá certo. A gente precisa de um plano pra ir atrás do morcego. Ele é experiente e não dá pra simplesmente chegarmos e falarmos: "Oi Batman, viemos quebrar sua cara, okay?".

Sr. Incrível: É melhor traçarmos planos antes de irmos ao encontro do Morcego, com minha ajuda talvez seus planos podem ser aprimorados e ai teriamos uma margem boa de sucesso nessa empreita. Você não confia em nós, nós não confiamos em você, ainda. Creio que essa atitude seria ótima para estreitar os laços dessa estranha aliança. E então Questão, poderia abrir o jogo?

Parece que ele lê mentes. Mas ainda assim é um metido. "Com minha ajuda talvez seus planos podem ser aprimorados e ai teriamos uma margem boa de sucesso." E blá-blá-blá. É a minha deixa pra fala--

Questão: Você vai me ajudar a traçar planos? Espero que você se saia melhor neles do que em achar Oráculo...não,acho melhor seguirmos o meu plano. Você poderia me deixar a par das imagens por satélite das quais tem acesso?

A primeira ofensa foi realmente uma boa pedida. Afinal, se ele é mesmo um grande detetive e formador de planos, porque não previu que isso aqui era uma farsa? E de que plano Questão está falando? Não me lembro de ele ter citado nenhum. E pedir as imagens de satélite que o cara tem acesso? Isso tá me cheirando mal. É melhor eu esclarecer algumas coisinhas por aqui.

Caçadora: Rapazes, é o seguinte. Nós REALMENTE precisamos de uma plano. Mas primeiro: Sr. Incrível, não existe NÓS, okay? Não somos uma grupinho ou uma banda punk de rock. Cada um por si. E Questão, você é MESMO suspeito. Pedindo imagens de satélites? Nem um louco te forneceria isso. E outra, que plano é esse que você diz ter em mente? Porque sinceramente não me lembro de você ter contado pra mim ou pro Incrível ali. Mas, conte-nos no caminho. Ficar parados aqui não vai adiantar nada.

Enquanto eu falo, vou saindo pela porta, espero que esses dois me sigam logo. E se esse Questão for só lero...

Caçadora:
E vou repetir: Se estiver brincando comigo, Questão. Você vai se dar MUITO mal.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Qua Jul 21, 2010 5:40 pm

No momento em que Caçadora esta para sair, uma flecha assobia pela frente dela e se fixando na parede ela pode notar uma corda em seu final.

Vindo por ela, o novo Arqueiro verde desliza com um gancho do prédio vizinho para esse, com um sorriso jovial apesar da atual sindrome de violência pela qual foi acusado recentemente.

Ele simplesmente pousa na frente dela, surpreendendo a todos. Ele não havia sido convidado com informações falsas implantadas por ai por Questão.

Na verdade, ele havia descoberto realmente onde eles estavam.


_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2582
Idade : 37
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Convidad em Ter Jul 27, 2010 8:46 pm

Bem quando eu estava para sair pela porta, escutei uma espécie de assobio. Graças à minha audição aguçada, consegui discernir que era um filamento, uma espécie de linha amarrada a uma flecha se prendendo bem na parede ao meu lado. Quem quer que seja esse convencido, é melhor ter uma boa explicação pra chegar atirando flechas do meu lado.

Ele desliza de um prédio até chegar aonde estamos. Consigo ver quem é. Na verdade, não difícil ver uma ervilha ambulante segurando um arco e com algumas flechas nas costas. Principalmente quando essa ervilha está estampada na primeira página de todos os jornais com a notícia: "Vigilante mascarado conhecido como Arqueiro Verde ataca violentamente cidadãos de Gotham" ou coisa parecida.

Eu cruzo os braços e espero ele chegar até onde estou. Aquele sorriso era realmente irritante e ridículo. E além de tudo, ele estava aqui sem ser convidado.

Eu o empurro pra trás e aponto pra cara suja dele.


Caçadora:
Olhaqui seu vigilantezinho de meia tijela. Todo mundo aqui sabe como você nada agindo ultimamete, e a última coisa que queremos, acho que falo por todos aqui, é alguém sujo como você andando conosco. Como se uma reuniãozinha entre nós aqui já não estivesse estranha demais. O que quer aqui?

Com um olhar de indiferença e desprezo (tudo que esse babaca merece) espero por uma resposta.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Seg Ago 23, 2010 11:48 am

Caçadora intimida o Arqueiro Verde, apontando lhe o dedo na cara. Esse não comenta nada, parece apenas olhar com certo ódio para ela quando luzes de holofotes surgem pelo local.

Arqueiro Verde: -Temo que vai descobrir em breve, sua punkizinha!

Ao que parece são helicopteros da polícia. Nesse momento, rolando pelo chão o Arqueiro Verde saca três flechas e dispara contra o grupo! Uma delas tem uma rede que vai em direção do Questão, outra sai afiada em direção do Senhor Incrível e uma terceira tem uma ponta arredondada e voa contra Helena.

Enquanto o grupo é atacado pelo Arqueiro,em um prédio logo acima pode-se ver uma figura que permanece parada olhando para eles de longe, alguém se destacando entre os holofotes e se fazendo bastante visível.


_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2582
Idade : 37
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Convidad em Seg Ago 23, 2010 3:50 pm

Questão olha para flecha vindo em sua direção, estica o braço, e cuidadosamente espera que ela esteja a uma distância satisfatória, para nela atirar e arrebentar a rede.

[OFF]-O resto é por MP

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Convidad em Seg Ago 23, 2010 6:54 pm

Consegui provocar o verdinho. Talvez enfiar-lhe o dedo na cara tenha contribuído para isso. Mas não importa o que seja... Gostei de ver um vigilante mais velho ficando nervoso com uma vigilante mais "caloura". O ervilha enflechada responde com ódio.

Arqueiro Verde: Temo que vai descobrir em breve, sua punkizinha!

Cara! "Punkzinha"? E eu achando que precisava renovar meu estoque de gírias. Quando esses velhotes tentam ser "moderninhos" é tão engraçado. Eu por exemplo não contenho meu riso. Bem, não até holofotes de helicópteros da polícia iluminam a sala.

Com uma rápida cambalhota, o Ervilha saca três flechas. Uma pra Questão, outro pro Incrível (ainda acho esse nome presunçoso) e outra pra mim. Vejo Questão atirar em uma. Eu não espero para agir. Usando minhas habilidades felinas, eu foco a flecha, tudo fica em slow motion, desvio para o lado e pego o cabo da flecha. Aproveitando a "arma" jogo-a de volta contra o Ervilha.

E me dirijo aos meus dois parceiros inusitados.


Caçadora: Ei, vocês da velha guarda, vão vir comigo ou não?

Eu corro para a sacada do prédio e pulo pela janela. Fico de pé em uma das gárgulas do prédio e espero meus parceiros inusitados.


De onde estou ,vejo uma figura no outro prédio. Um símbolo de morcego pintado em vermelho no peito. TEM que ser ele. Mas ainda assim espero meus parceiros.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Guima em Ter Ago 24, 2010 12:03 am

Quando a flecha é lançada contra Michael, ele simplesmente sai da direção do projetil e a agarra no ar com grande destreza...fisicamente isso seria impossivel para um ser humano normal, mas Michael era mais do que normal, ele era como sua alcunha o definia: Incrivel !!

Por um segundo ele olha para Flecha que tinha o destino de lhe ferir e com um comando vocal ele ordena para que as esferas T atacassem o Arqueiro Verde imediatamente.


Através de sua mascara o Sr Incrivel ativa imagens termais e de visão noturna para melhor compreender o perigo a seu redor e evitar ataques surpresas.
avatar
Guima

Número de Mensagens : 2283
Idade : 32
Data de inscrição : 12/12/2009

Ver perfil do usuário http://www.remistico.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Qua Ago 25, 2010 2:40 pm

Os disparos de flechas são feitos. Nessa hora, o novo Questão dispara contra os vidros, na intenção de estilhaçá-los, porém tal ação o deixa um tanto lento para evitar de ser enredado. Nesse momento ele enrolado na rede, podendo apenas andar e não correr.

As janelas estilhaçadas tornaram a visão de dentro do prédio embaçada para os helicópteros da polícia. Enquanto isso as flechas que iam em direção de Helena e Michael são seguradas pelos dois.

Antes que eles possam continuar sua sequência de ação, as duas flechas explodem em brilhos cegando ambos vigilantes. Apesar das pontas diferentes, as duas flechas tinham dentro de si um dispositivo de magnésio que gera uma explosão luminosa forte caso fossem seguradas.

Questão mesmo aprisionado, consegue atirar no Arqueiro Verde e tenta se desvencilhar da rede enquanto avança para uma saída ai perto.

Alguns ajustes automáticos são feitos na máscara do Senhor Incrível, que estava para se programar para enxergar por temperatura e nesse momento recebe um pequeno choque de calor mais do que poderia aguentar. Ele provavelmente não fica cego justamente pelas lentes, mas a dor nos olhos é imensa.

Helena pega a flecha sem esforço também, mas a supresa do estouro a pega desprevinida.

Parece que o Arqueiro sabia que eles eram ágeis para tal proesa e se preparou justamente para os enganar em suas próprias forças.

Ele rola no chão, parece estar sangrando pelo disparo do Questão, e dispara mais três flechas contra as esferas T.

Caçadora e Questão não conseguem sair do prédio ainda, a primeira porque não consegue enxergar direito por conta do estouro e o segundo porque esta meio enrolado no momento.



_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2582
Idade : 37
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Convidad em Qua Ago 25, 2010 7:17 pm

O Arqueiro Verde estava no chão com um ferimento de bala, mas mesmo assim ele retira 3 flechas e as atira contra as Esferas T para que assim pudesse se proteger. Ao mesmo tempo ele percebe que sua estrategia funcionou e agradece por ter trago essas flechas especiais, pois agora Caçadora esta praticamente cega e Questão preso em sua rede, apenas o Incrível estava livre e isso poderia ser um problema, mas para a sua sorte algo acontece com ele.
- Putz, eu sou muito sortudo. - Pensa o Arqueiro Esmeralda. - Infelizmente não vou sair inteiro e ainda por cima sujei meu uniforme novo de vermelho. - conclui.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Convidad em Qua Ago 25, 2010 9:15 pm

A flecha explode em um clarão de luz quando eu a agarro. Droga! Como não pensei nisso? O Ervilha me pegou desprevenida. Se fosse uma sexta feira, eu chutaria o rabo dele.

Não consigo enxergar. Só consigo ouvir. Isso. Ouvir é o suficiente pra eu dar o fora daqui. Eu ouço o barulho de uma rede se abrindo e em seguida alguém se debatendo. Graças ao meu olfato, sei que quem está preso é quem atirou (sei disso pelo cheiro de pólvora quando me aproximo). E pelo que percebi antes, quem tem armas é o Questão. Me aproximo do vigilante e encosto a mão na rede que o prende.

Ambos estamos incapacitados. Eu piso em cacos de vidro. Me abaixo e pego um.


Caçadora: Questão, vou te tirar daí. Você será meus olhos a partir daqui.

Corto a rede com o caco.

Caçadora:
Agora me ajude a sair daqui. Vi o Batman no prédio ao lado antes de perder a visão.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Sab Set 04, 2010 7:23 pm

As esferas flutuam contra o arqueiro, que tenta as atingir. As flechas dele se perdem no ar, ele erra as esferas, que o cercam em uma espécie de prisão de grades lases.

Enquanto isso, Caçadora rola em direção de onde lembra que estava o Questão e se apoia nele tentando chegar até a janela. Ela ouve alguns tiros estilhaçando vidros antes de cortar a rede que encontra e ambos parecem caminhar até a saída apressados.

Eles saltam juntos e são seguidos pela figura com roupa de morcego, que para na frente deles.



-Eu sou o Batman. Rendam-se...


O arqueiro sente o sangue fugir de seu corpo, enquanto o Senhor Incrível se aproxima.

_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2582
Idade : 37
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Guima em Dom Set 05, 2010 12:52 am

Holt se recupera da explosão luminosa causada pela flecha do Arqueiro...sua sorte é que sua mascara tinha abafado grande parte do efeito luminoso. Ele então ordena as esferas T que capturassem o Arqueiro Vermelho...ele teria uma conversinha com esse Robin Hood moderno enquanto a Caçadora ajudava o Questão com outras coisas...

As esferas T então "engaiolam" o arqueiro vermelho numa espécie de prisão laser...não seria uma boa idéia pro arqueiro tentar uma fuga...Rapidamente o Sr Incrivel corre na direção de seu suposto inimigo e aproximando-se dele o intimida...

Muito bem "Arqueiro Vermelho" ou seja lá quem você for...Hora de responder certas perguntas !! E nem ouse tentar mentir senão dimininuirei sua cela de Lasers e vc correrá o risco de sair muito mais do que somente com o orgulho ferido dessa briga.

Michael cruza os braços e pergunta Qual o motivo desse ataque ? vc trabalha para o Batman ? Explique-se !
avatar
Guima

Número de Mensagens : 2283
Idade : 32
Data de inscrição : 12/12/2009

Ver perfil do usuário http://www.remistico.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Convidad em Dom Set 05, 2010 9:35 am

O arqueiro estava com sérios problemas, afinal de contas, além de ter sido baleado e estar preso numa gaiola laser, o Batman havia aparecido naquele lugar e o Sr. Incrível vinha em sua direção e isso o deixava preocupado.

- Muito bem "Arqueiro Vermelho" ou seja lá quem você for...Hora de responder certas perguntas !! E nem ouse tentar mentir senão dimininuirei sua cela de Lasers e vc correrá o risco de sair muito mais do que somente com o orgulho ferido dessa briga. - Michael cruza os braços e pergunta - Qual o motivo desse ataque ? vc trabalha para o Batman ? Explique-se !

- Em primeiro lugar, eu não tenho nada de vermelho, eu sou o Arqueiro Verde! E podemos dizer que sou um simpatizante do morcegão ali. - Ele aponta para fora, mostrando que Batman estava naquele lugar.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Convidad em Sex Set 10, 2010 3:27 pm

Consigo libertar o Questão e juntos conseguimos sair do prédio. Não acredito que fui pega pelo Arqueiro Verde. Droga, isso foi um tremendo vacilo! Não vai se repetir. Bem, não depois que meus sentidos voltarem ao normal.

Alguém tentando ser silencioso se aproxima por trás de nós e salta em nossa frente.

Eu o olho de cima a baixo. Tento não me mostrar impressionada (na verdade estou). Usando um roupa negra com vários detalhes style em vermelho está o homem que procurei minha vida toda.

O Batman.

Sinto a raiva subindo. Meu sangue esquentando. Eu poderia quebrar ele bem aqui.


Batman: Eu sou o Batman. Rendam-se...

Caçadora: Sério que você é o Batman? Juro que não tinha percebido o enorme morcego pintando em vermelho no seu peito e as duas orelhas na máscara. Nos render? Ou o que?

Tenho que provoca-lo para ver a reação.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Dom Set 19, 2010 7:39 pm

Uma breve trégua acontece entre o Senhor Incrível e o novo Arqueiro Verde, quando é questionado sobre estar junto com o morcego o filho de Oliver afirma claramente que sim e reforça que ele é agora o novo Arqueiro e não o velho Speedy!

Quando Michael olha para o Batman, nota que esse segue flutando entre os prédios seguindo a Caçadora e o Questão.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

Caçadora provoca o homem morcego, ele não responde e então simplesmente aponta o braço para ela e dois batrangues voam em direção, surgindo aparentemente do nada.




_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2582
Idade : 37
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 3: Crônicas de Gotham

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum