Cena 2: Comércio de Almas

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Qui Dez 24, 2009 12:33 pm

11 de Setembro de 2001

A cidade de Nova York irá receber seu mais ilustre convidado, o gênio conhecido pelo nome de Lex Luthor II. O presidente dos Estados Unidos havia descoberto um novo elemento químico em uma de suas mineradoras e lhe concedeu o nome de Elemento Z.

Luthor após verificar a pedra fez um passeio até um de seus hospitais e com a permissão de um dos pacientes descobriu que poderia curar o câncer. Lex passou o dias inteiros usando os aparatos do hospital até que adquiriu um soro que apresentou como a cura definitiva para qualquer tipo de anomalia celular. Depois, no mesmo dia, os cientistas da Lexcorp trouxeram as notícias que fora possível curar um paciente com câncer em estado terminal e Luthor lhes falou que isso também terá efeito permanente.

Hoje o nome dele passará para a história como o benfeitor maior da humanidade que ganhará o Prêmio Nobel. Luthor respondeu aos jornais que não queria recompensas mas só fazer algo que faça esquecer de seu legado de maldade vinda do nome de seu pai.

Enquanto comemora em uma das torres do WTC Lex observa a segurança do local ao lado de sua namorada...


Nessa hora seu momento de laser é interrompido pela chegada de seu outro guarda costas.



-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Tudo parece calmo até cerca de 9:00 da manhã.




Nessa hora agentes federais se posicionam ao redor do prédio aguardando novas instruções sobre o que fazer com relação a segurança, eles estavam preparados para tudo. Menos para aquilo...


Algo muito rápido e poderoso atravessou as torres de uma só vez, gerando explosões no interior do prédio que despedaçam em segundos muitos de seus habitantes.

Quando todos pensavam se tratar de um míssel, o que aparece do outro lado das torres é aterrador...


-------------------------------------------------------------------------------------------------------

Lobo lembra-se que perguntou para Maxwell Lord sobre se ele devia dar algum recado para Lex antes de elimina-lo. E esse apenas sorriu e respondeu.

Maxwell Lord:_Diga que ele esta em Xeque-Mate. E que o mundo precisa de uma Liga da Justiça, mesmo que ele não queira!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Próximos dali os Titãs estão reunidos com alguns de seus membros mais tradicionais: Meia-Noite, Robin, Super-Choque, Asa Noturna e Flamejante.

Tim Drake desconfiou que a segurança deveria ser reforçada desde que viu as conecções do atual Batman com um grupo de terroristas islâmicos que tem promovido atentados contra os Estados Unidos desde 89. Ele acreditava que essas conecções seriam as verdadeiras responsáveis pelo terremoto e pela epidemía na cidade, o jovem não comentou muitas coisas com Virgil sobre o que sabia, porém sabia que o herói o acompanharia em qualquer lugar para o ajudar.

Quando Lobo surge do outro lado da Torre, Superboy e Supergirl avançam com fúria sobre ele. E esse faz uma manobra de retorno com a moto sorrindo sadicamente.


-----------------------------------------------------------------------------------------------

Fogo estava indo para lá apenas para encontra-se com os Titãs, ela acreditava que talvez alguns deles quisessem fazer parte da nova equipe que ela pretendia montar. Ela sabia que alguns dos heróis estariam por lá. Mas não imaginava se ver coberta de pedaços imensos de poeira e cal durante a visita.

Ela porém conhecia bem o sujeito da ação daquele ataque e numa época ele até era bem atraente... Por um segundo a sensualidade dos músculos de Lobo apertando o pescoço de Kord lhe fez perder a razão, mas no instante seguinte ela pensou que deveria agir como uma heroina.

Como nos velhos tempos...

_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2535
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Phelipe Peregrino em Sab Jan 02, 2010 7:38 pm

Com sua possante maquina, Lobo contorna o prédio. Enquanto era perseguido por Supergirl e Superboy.

Lobo: Gizz de Feetal – gargalhou – Seus bunda-moles! Acham mesmo que podem folgar assim com o MAIORAL?!?

Lobo saltou da moto de forma que caísse sobre o Superboy (que o perseguia), agarrando o cabelo e lhe socando a cara continuamente enquanto os dois caiam.

Lobo: Nunca arranje briga com alguém sem ter certeza que pode bater nele, viadinho!

Os dois caíram sobre a cobertura do prédio. Sem perder tempo, o Maioral chuta o Superboy com tudo no estomago. Depois abre um largo sorriso.

Lobo: Não me divirto assim desde meu tempo na ‘O Maioral e os Montes de Lixo’! – Olhou para o céu onde estava a Supergirl e gritou – E aew gostosinha! Por que você não desce aqui pra gente se divertir um pouco... O Lobinho está excitado!

Então abriu um sorriso sarcástico e infinitamente confiante. Para ele, ele já havia matado o Superman, surrar aqueles dois moleques seria brincadeira de criança.

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1381
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Qua Jan 13, 2010 3:04 pm

O ataque de Lobo parece estar sendo bem sucedido, de fato a força do Superboy não é suficiente para deter o Maioral.

No momento seguinte, ele se distrai com a chegada da loira e fixa seus sentidos em tentar alcança-la.

Discretamente as duas heroinas seguram o veículo do czariano e o deixam voar com a inércia gerada na velocidade da própria moto.




Caçadora de Marte





Garota Maravilha

Lobo voa em direção à moça de aço, que parece mais jovem do que ele se lembrava. Isso pouco antes dele levar um tremendo soco no queixo.



Em seguida as três garotas estão em cima dele, tentando nocaltea-lo com golpes poderosos o bastante para mover montanhas.

Enquanto isso não há sinal de Starman ou qualquer iniciativa por parte dos Titãs, Meia-Noite parece não querer eles avancem. Porém a discução fica pairando sobre se vão ou não agir, enquanto mais vítimas da criatura parecem surgir conforme destroços do World Trade Center voam por toda a parte.

Static Shoke se mantém estático tanto quanto Fogo na multidão aterrorizada. Ambos simplesmente não sabem o que fazer e o medo lhes percorre a espinha diante do adversário que matou o Superman a mando de Darkseid.

O mais novo Questão observa tudo com requintes de total curiosidade, enquanto sua mente calcula em que Batman teve haver com esses ataques.

Ele sabe em seu íntimo a resposta, que lhe vem quase automáticamente.

_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2535
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Phelipe Peregrino em Sex Jan 15, 2010 12:54 am

Lobo se levantou e sacudiu a poeira dos ombros. Depois voltou a encarar o trio de heroínas à sua frente e soltou uma sonora gargalhada.

Depois, deu as costas para o trio e gritou.

Lobo: Vocês ‘tão de sacanagem comigo?
– gritou alto, parecia querer que toda a cidade ouvisse. – Em um mundo cheio de heróis, vocês mandam três garotas para enfrentar o Maioral?!? Vocês são tudo um bando de cuzões medrosos!

Depois, voltou a olhar para as jovens heroínas à sua frente.

Lobo: E vocês, vadiazinhas, Ninguém caceteia o Maioral e sai impune; nem quando ele merece apanhar!

O Maioral pulou atacando de forma violenta o trio. Não era um herói, longe disso. Por isso não segurava os golpes. Batia para derrubar, para matar, aleijar. O que o destino lhe presenteasse.

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1381
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Scorpion em Sex Jan 15, 2010 2:54 am

Dimitri estava trajando um terno militar abarrotado de medalhas soviéticas e de diversas outras nações onde realizou missões. Estava se diigindo para a sede da LexCorp. Como embaixador honorário da URSS, Dimitri fora convidado por uma das secretárias de Lex Luthor ara analisar os resultados. O governo russo tinha muito interesse em uma cura para o câncer; afinal, o país esteve constantemente envolvido com assuntos nucleares e usinas. A pátria russa precisava de alguém qe estivesse totalmente neutro ao analisar a tal cura, e Dimitri era este homem. Ele não era um burocrata, não era um político e principalmente não era alguém que poderia ser subornado. Dimitri era um patriota, talvez um dos maiores do país. Ele era o homem certo para qualquer tipo de julgamento que não pudesse ser afeado pela corrupção americana. Dimitri estava na porta principal da LexCorp aguardando ser convocado, quando as paredes tremeram e ele pôde ver nos céus o veículo do Lobo partindo em alta velocidade. O soldado não pensou duas vezes ou pestanejou. Saiu pela porta calmamente como havia entrado e foi até um local aberto. Precisava de espaço para o que iria fazer e não se preocupava com identidades secretas. Sua identidade era pública.
Dimitri levou os dois braços ao cnto preso em seu uniforme e apertou os botões laterais. Em questão de 2 segundos, as placas metálicas de sua armadura já estavam alojadas em seu corpo. O Soviete Supremo estava pronto para o combate. Os motores à jato de suas botas foram acionados e logo Dimitri Karasinski partia em alta velocidade de encontro à batalha. No momento em que chegou, Soviete viu o Lobo lutando contra três gaotas super poderosas. Uma fêmea maciana, Moça Maravilha e Supermoça. O Lobo já partia para cima das três violentamente. Antes que pudesse chegar nelas, 6 mísseis persegidores iam ao enconro do Maioral.
No meu país bater em uma mulher é uma desgraça para si mesmo. Não sei de onde você vem, fedegoso, mas acho melhor ir parando por aí!
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2302
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Ter Jan 19, 2010 8:03 pm

Os disparos acertam Lobo em pleno círcuito, ele é atingido em cheio pelos mísseis. Isso apenas o atrasa e as meninas caem em cima dele com tudo!

Naquele momento um grupo de árabes começa a disparar contra pessoas e os outros heróis com metralhadoras AK47.

Tim Drake sente como se tivesse visto já essa cena antes, ele é maior detetive do mundo e nada escapa ao seu raciocínio e percepção quando se concentra. Ele arremessa bumerangues acompanhado de sua parceira enquanto se esquiva estrategicamente das balas.

Nada parece tão simples quanto era antes há muito tempo, as forças que são realmente perversas não são claras desde o tempo em que ele começou no negócio ao descobrir a identidade do Batman.

Bem longe dali, tomando um gole de um caríssimo vinho, um empreendedor sorri ao visualizar em seu monitor a imagem do Soviet Supremo disparando contra o Maioral.




Maxwell Lord:_Como nos velhos tempos da Guerra Fria... Eu preciso agradecer os russos por essa.

As meninas continuam atacando, e os Titãs se veem agora tendo de salvar as pessoas ao redor da cidade.

_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2535
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Scorpion em Ter Abr 06, 2010 10:28 pm

O Soviete observava as garotas descendo a porrada no Maioral. Dimitri já havia lido e ouvido falar bastante sobre o homem conhecido como Lobo. Ele havia dado muito trabalho para a Liga da Justiça e para o Superman antigamente. Será que o tal Lobo estava ficando mole? As 3 garotas conseguiriam fazer o flagelo do universo sair fugido dali como um cachorro com o rabo entre as pernas? A situação parecia estar sobre controle, então, Dimitri iria sair dali para sua reunião na LexCorp, quando...
"Atenção todas as unidades. Terroristas fortemente armados estão abrindo fogo contra a população. Todas as unidades próximas devem se dirigir para o local..."
O rádio transmissor da armadura do Soviete Supremo captara as ondas dos rádios policiais.
Deixar pessoas inocentes serem baleadas por terroristas não era algo que Dimitri costumava deixar acontecer. Especialmente bandidos usando AK47s, o orgulho da artilharia russa sendo usando em prol do terror. O AK47 é o rifle mais respeitado em todo o mundo. Poucos são os que podem sequer competir com essa obra de arte da mãe Rússia. O Soviete aciona suas botas à jato para uma maior aceleração, chegando ao local onde estava acontecendo o tiroteio. Chegando lá, Dimitri vê que alguns heróis já estavam no local; mas eram heróis humanos, desviando-se de balas. Ele já havia ouvido falar que alguns humanos normais tinham peito o suficiente para tentarem bater de frente contra ameaças que somente os mais poderosos enfrentariam. Isso era admirável para ele. Ele grita para o homem encapuzado e para sua parceira:
Americanos! Eu os ajudarei com esses patifes. Procurem cobertura, pois eu serei o alvo primário. QUando surgir uma brecha, ajudem a acabar com eles.
O Soviete Supremo aciona a metralhadora giratória de seu ombro. Um enorme cano aparece por cima do ombro esquerdo do Soviete e começa a girar ameaçadoramente.
Dimitri não iria matar nenhum bandido muito menos algum inocente. O seus sistemas de mira impediam que ele acertasse o que não queria. A metralhadora giratória atirava muito rápido e de forma ameaçadora. O objetivo era apenas acuar os terroristas, para que eles parassem de atirar e procurassem cobertura. Isso iria facilitar para que Tim e sua parceira dessem cabo dos bandidos sem medo de serem acertados.

[OFF]Bom, já que o Pedro confirmou que a aventura não está parada eu tô voltando com tudo. Vamos ter jogo mesmo então, certo?[/OFF]

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2302
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Qua Abr 07, 2010 5:23 pm

As balas do Soviete desarmam o grupo islâmico com tiros precisos, nesse momento Meia-Noite e Robin arremeçam bumerangues de formato estranho contra os agressores e os leva a nocalte. Em seguida eles saltam e acertam os que sobraram com chutes, sendo seguidos pelo Static Shock.

Porém Virgil Howpinks é interrompido bruscamente pelo ataque do viceral Lobo, que esta todo sujo do sangue das garotas e do Superboy enquanto cai diante do herói de poderes de energia estática.

Os homens portando as metralhadoras se ajoelham ou são jogados para trás, enquanto o Maioral fica diante de todos.

_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2535
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Convidad em Qua Abr 07, 2010 8:47 pm

Wow!
Com um movimento rápido, um dos clássicos campos estáticos se levanta ao redor de Virgil, pronto a repelir Lobo, seja por ele ou pelas inúmeras armas. Super-Choque já o viu antes, quando assistiu aos vídeos dos Titãs sobre como ele quase matou o Super-Homem. Embora tenha acontecido anos atrás, Virgil pode facilmente reconhecer Lobo... e sabe que vê-lo aqui não é um bom sinal!
Assim que repele o oponente, Choque ergue vôo, se afastando de ataques físicos inesperados.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Phelipe Peregrino em Dom Abr 18, 2010 9:55 pm

Lobo deu uma bela olhada ao redor. A coisa toda estava uma bagunça. Homens armados atiravam por todos os lados e a cidade estava em pânico. Ele sorriu.

“Parece o meu tipo de lugar!” Pensou.

Procurou o homem que o atacara enquanto ele lutava com as garotas. Não pelos ataques. Aquilo não foi nada. O que tinha deixado ele puto foi o sermão.

“Enlatado filho da puta!” – Bufava – “Aonde é que cê se meteu?!”.

Mas o único que o Maioral pode encontrar foi o Super-Choque, que voava tentando ajudar as pessoas. Ele iria servir.

Lobo: Buu! – Disse o maioral quando deu de cara com o Super-Choque.

Super-Choque foi rápido, desviou-se e imediatamente levantou um campo estático para se proteger. Lobo soltou uma sonora gargalhada. Ascendeu outro charuto e gritou para o Super-Choque.

Lobo: Ahh... Assustei o bebêzinho? – Bateu palmas, como fazemos para atrair atenção de um cachorro. – Vem aqui, Titio Lobo que fazer umas perguntinhas.

Deu uma baforada soltando aquele odor de charuto velho e abriu um largo sorriso.

Lobo: Me diz aonde tá aquele cara enlatado! – Disse ainda sorrindo. – Eu vou enfiar aquela armadura dele tão fundo que até o traseiro dele vai cuspir parafusos!

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1381
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Scorpion em Qua Abr 21, 2010 11:23 am

Uma rajada de tiros vindo da metralhadora giratória localizada no ombro do Soviete Supremo acerta as costas do maioral, provocando quase nenhum desconforto ao Lobo.
Deixa o garroto, Flagelo. Você me querer? Eu estar aqui!
O Soviete sabia que não teria a mínima chance de um combate contra o Lobo. O ideal seria esperar os pesos pesados, mas ele não queria que Virgil fosse ferido por sua causa. Sendo assim, Dimitri redirecionou toda a energia de sua armadura para os jatos plantares e para o campo de força. O Lobo não voava e sua moto não era lá a coisa mais rápida do universo. Iria ficar se esquivando e desviando de seus ataques até que algum apoio americano chegasse.

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2302
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Administrador em Ter Abr 27, 2010 5:07 am

Starman alcançou Stargirl em Nova Iorque e os dois esquadrinham os arredores do World Trade Center. Não havia sinal do Superman, o que era estranho, considerando que ocorreu uma tragédia recente no local. Starman indagou por qual motivo Superman não ficou para ajudar. Afinal, as torres gêmeas do World Trade Center foram destruídas, pessoas foram vitimadas e ainda assim, ele não estava lá. Será que Parallax estava certo? Será que o ciborgue que foi reconhecido até pelo presidente, não era o verdadeiro Superman?
De qualquer forma, era melhor Starman deixar as conclusões sobre este mistério para depois. Agora ele tinha trabalho para fazer.
Ele avistou Lobo em uma batalha contra alguns jovens heróis. Aparentemente Lobo foi o responsável pela destruição do World Trade Center. Era o suficiente para Starman intervir. Mas antes ele pediu para Stargirl resgatar os sobreviventes da tragédia. Na verdade ele só pediu isto para a garota porque sabia que ela não era páreo para o Lobo.
Depois de delegar tarefas para Stargirl, Starman rumou com toda a sua energia na direção de Lobo. Ele já enfrentou Lobo antes e o derrotou. Ele derrotaria Lobo novamente. Starman estava bastante irritado. De certa forma, ele se culpava pelo ocorrido. Afinal, se ele tivesse eliminado Lobo da outra vez, as vítimas do World Trade Center estariam vivas.


Então Starman atacou Lobo, irradiado por quase toda sua energia de fusão. Ele não se importou com o fato de que outros heróis lutavam com o Lobo. Ele colidiu com Lobo usando toda a sua força. Em seguida, disse para que os outros heróis se afastassem: - Eu estou aqui agora! Deixem isto comigo! Vocês não possuem poder suficiente para combater Lobo!
Starman presumiu que só ele seria capaz de derrotar Lobo, o que talvez seja um erro por parte dele. Ele venceria ou morreria tentando.

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 3981
Idade : 33
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Convidad em Sab Maio 01, 2010 5:43 pm

Enquanto Starman e Lobo colidiam em murros e contragolpes, no horizonte um ponto luminoso faíscava como um farol. Como um cometa, aproximou-se riscando os céus, para então quebrar sua trajetória e iniciar uma queda em direção de NY.

Guy Gardner voava entre os prédios com um punho erguido, e a aura amarela do anel Qwardiano irradiava poder pelos seus poros. Tanto o anel quanto os olhos do herói emanavam tanto poder que deixavam para trás um espectro fumacento e amarelado. Guy estava visivelmente mais velho, com cabelos curtos na tentativa de apagar a crescente calvície. Mas após a luta com Parallax no vácuo espacial, ele parecia muito bem disposto.

Ao aproximar-se do campo de batalha, o herói baixou sua velocidade, pousando próximo de outros heróis que assistiam a luta de Starman, Soviete e Lobo, como o Super-Choque. Guy parou no ar ao seu lado, cruzando os braços de forma deboxada. -HAH! Olha só pra esses panacas. Não conseguem lidar com um bucha branquelo como esse Lobo escroto da p*rra. -Guy estava liberando muita energia a cada movimento, e sua voz estava alterada, suas palavras escapavam de sua boca como lambidas de chamas energéticas. Era como se ele tivesse engolido um enorme reator nuclear, e agora estivesse arrotando energia pura.

O herói ergueu a mão, e conjurou a partir do seu anel um grande megafone dourado, que se materializou em frente ao seu rosto. Ele imediatamente gritou para os heróis mais a frente.

-MUITO BEM, LOBO. CHEGA DE BRINCAR COM ESSES OTÁRIOS. EU VOU CONTAR ATÉ TRÊS. QUANDO EU TERMINAR, É BOM VOCÊ PARAR DE AGIR COMO UM IMBECIL. DO CONTRÁRIO, EU VOU TER QUE TE DOBRAR, MEU VELHO. -Guy carregava um sorriso medonho no rosto, não parecia seu. Havia acabado de enfrentar seu antigo amigo, Hal Jordan, e o final da batalha havia sido um mistério.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Qua Maio 05, 2010 11:26 am

Lobo tenta chegar até Super-Choque, quando esse foge tentando conseguir outra posição para lutar o Flagelo do cosmo zomba do herói e comenta como pretende arrebentar a armadura do Soviete Supremo, o próprio Dimitri dispara contra o Maioral sabendo que isso não irá gerar um incomodo maior do que cócegas fariam em uma pessoa comum.


Tentando atrair a atenção do Maioral, o Soviet voa recuando para uma direção diferente da de Virgil esperando que algum herói americano venha o ajudar.

Enquanto se prepara com seu campo de força ele nota que Lobo arremessou seu gancho, mas antes que a arma do mercenário acerte o russo esse recebe o apoio dos punhos poderosos de Starman! Uma batalha titânica de socos e chutes começa com o último czariano que se segue relativamente equilibrada quando de repente surge do céu uma outra figura.

É Guy Gardner, que havia desaparecido há algum tempo, pouco antes de Hal Jordan sumir. Ao que parece ele estava emanando grande energia de seu corpo através de sua aura e seu anel pulsava grandemente.


Todos sentem-se assustados com a presença de Gardner ali, ficando por um momento paralisados o observando. E esse medo parece o alimentar. Apenas Lobo tenta conter a sensação de temor, mas ele também sente sua espinha gelar diante de Gardner!

Stargirl estava cuidando dos civis e Soviet Supremo nota enquanto se afastava que além das pessoas comuns em perigo, as meninas que atacaram Lobo estão bem machucadas, assim como o Superboy. Super-Choque flutua com seu disco um pouco mais distante, mas seu coração dispara acelerado ao ver a aura amarelada. Realmente parece ser uma manhã aterradora.

_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2535
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Scorpion em Seg Maio 10, 2010 8:59 pm

Dimitri voa para mais perto de Virgil e vai com ele o mais longe possível da luta que está para acontecer. Ele não conhecia a história nem nada sobre Guy Gardner, apenas sabia que a presença do Lanterna Amarelo o incomodava profundamente.
Soviete: Ei, garroto. Muita corragem sua peitarr aquele vilão. Agorra errga a cabeça e vamos ajudarr os civis amerricanas que estão sendo vítimas dessa catástrrofe.
O Soviete Supremo então ajuda os civis como puder, seja levantando entulhos ou apagando o fogo de algum incêndio provocado pelo Lobo. Ele voa até perto da Caçadora de Marte e tenta reanimá-la. Caso não consiga, ele tentará fazer uma respiração artificial, sem preocupação com identidades secretas, pois ele não tinha uma.
Soviete: Vamos, moça. Reaja! Reaja!
Se mesmo a respiração boca-a-boca não funcionar, Dimitri irá pegá-las nos braços e levá-la até a ambulância mais próxima. Depois, voltará para ajudar as outras ou Virgil, quem for mais urgente.

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2302
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Administrador em Qui Maio 13, 2010 2:28 am

Starman enfrentou Lobo com todo o seu empenho quando notou a chegada de Guy Gardner no local. Diante da presença dele, Starman pensou ironicamente: "Ótimo! Era tudo que eu precisava! Outro valentão com grande poder de destruição!" Afinal, ele conhecia a reputação de Gardner e que ele tinha uma richa com Lobo. Gardner era tão destrutivo em combate quanto Lobo. Uma luta deles agora, apenas colocaria mais inocentes em perigo e aumentaria o número de vítimas relacionadas ao incidente no World Trade Center.
Mas havia um detalhe ainda mais perturbador. Horas atrás, Starman testemunhou um confronto de Gardner com Parallax. Logo depois, Starman separou-se de Gardner. Enquanto Starman foi para Nova Iorque, Gardner seguiu Parallax até Metrópolis com a intenção de detê-lo. Starman notou anteriormente que Gardner era capaz de absorver a energia de Parallax com aquele maldito anel amarelo. Então Starman ponderou sobre o assunto: "Como Gardner derrotou Parallax tão rapidamente? Será que ele absorveu toda a energia de Parallax? Parallax estaria morto agora? De que maneira a energia de Parallax influenciava o comportamento de Gardner?" Starman ainda não tinha respostas para estas pergunta, mas considerando o terror que o anel de Gardner emitia em seu coração, ele sabia que aquela energia não era benigna. Starman só sentiu uma sensação de terror como aquela, quando enfrentou Eclipso anos atrás. Ele quase não escapou com vida e é difícil encontrar alguém com poder para matá-lo!
No entanto, agora não era momento para apavorar-se ou pensar em sua própria sobrevivêcia, pois civis eram ameaçados. Se Gardner entrar em confronto com Lobo, os danos serão incalculáveis. Ambos são sujeitos egoístas, incapazes de pensar na integridade do próximo e apenas buscam poder para si mesmos. Nenhum dos dois teria cuidado com as pessoas nos arradores. Então Starman interpelou Gardner:

- Hey! É melhor deixar que eu cuide de Lobo! Não confio em você Gardner! Você é tão patife quanto o Lobo! Eu sei que o seu anel absorve o poder de Parallax e isto não é algo bom! Você está apenas em busca de poder! Não é diferente de Lobo! Nós dois sabemos que quando você luta, você não presta atenção em possíveis vítimas circunstanciais! Eu estou aqui para impedir que mais inocentes sejam feridos, enquanto que você só está em busca de uma boa briga! Se quer mesmo provar que é o melhor, por que não ajuda os feridos? Não preciso de você aqui, Cabelo de Cuia!

Starman intimava Gardner enquanto imobilizava Lobo. A sua política agora era redução de danos. Permitir uma luta entre Gardner e Lobo não ajudaria nesse sentido.


Última edição por Batman em Dom Maio 16, 2010 6:01 pm, editado 1 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 3981
Idade : 33
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Convidad em Qui Maio 13, 2010 10:05 am

Gardner, que ainda flutuava no ar no aguardo de uma resposta de Lobo, ouviu as palavras de Starman com uma face incrédula. -O QUÊ? -Gritou, com as mãos fechadas, ainda trêmulas pelo excesso de poder. -TU TÁ DE SACANAGEM? Tá questionando o meu heroísmo, seu almofadinha desgraçado! Me chamando de irresponsável assim? -Totalmente ofendido, o herói voou até Lobo e Starman, com veias brotando em sua testa e pescoço, cada vez mais vermelhos. -Quem tu pensa que é? Eu tô nessa vida há mais tempo que tu, garotão! E EU SEMPRE ME PREOCUPEI COM O BEM ESTAR DO BOM CIDADÃO AMERICANO! Tá de piada? Sou um dos maiores heróis do país, porra! -Gardner agora já havia esquecido Lobo, aproximando-se cada vez mais de Starman. Cada vez que o herói gesticulava, espirros de energia escorriam de seus dedos, como lava incandescente que brotava de seus póros.

Se Starman quisesse evitar uma briga com Gardner, certamente ele estava agindo MUITO errado. O herói segurava-se, incrédulo da situação, sentia-se ridicularizado na frente de NY inteira, ainda que eles não passassem de pontos luminosos entre os arranha-céus.

-Seguinte. VAI TU ajudar os feridos. Levanta uns escombros. Ajuda velhinha a atravessar a rua. Deixa o lobo COMIGO, entendeu? TÔ MANDANDO. Não faz eu te espancar aqui na frente das câmeras, guri. -o Velho Guy apontava um dedo com olhar frenético para Starman, ordenando que ele saísse do caminho, enquanto conjurava um enorme alicate de energia amarela para imobilizar Lobo pelo pescoço.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Administrador em Dom Maio 16, 2010 6:23 pm

Starman escutou as palavras de Gardner com desdém e respondeu de imediato as provocações e exigências do membro exonerado da Tropa dos Lanternas Verdes.

- Você acha que eu me importo de ser exposto na frente das câmeras? Apenas você está pensando nisto! Parece que você está mais preocupado em ser o herói do dia e aparecer na mídia do que salvar as vítimas do atentado! Você só dá ouvidos ao seu próprio ego! E francamente, Gardner, não tenho medo de você! Você esqueceu que eu finquei sua cara na parede quando você tentou me recrutar para a ridícula Liga da Justiça Internacional¹? Sem mencionar que tudo que preciso é te dar uma canseira até você esgotar toda a energia que absorveu de Parallax! Aliás, será que você percebeu o efeito que essa energia causou nas pessoas? As pessoas não estão felizes e aliviadas por você ter chegado! Elas estão aterrorizadas com sua presença! Você não é o herói aqui, Gardner! É parte do problema! Então cai fora, Lanterna Geriátrico!

Ainda esforçando-se para imobilizar Lobo, Starman torceu para Gardner reconhecer seu destemperamento. Até aquele momento, o lanterna exonerado causou mais apreensão no público do que conforto.

Nota 1: Isto realmente aconteceu! Quando a LJI procurava por novos membros, Guy Gardner foi encarregado de recrutar o Starman. O herói recusou o convite, mas Gardner não aceitou "não" como resposta e disse: "Você vem comigo agora, moleque!" No quadrinho seguinte, Gardner estava fincado em uma parede. Essa história foi publicada no Brasil, para mais detalhes confiram o link: Liga da Justiça Internacional

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 3981
Idade : 33
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Sex Maio 28, 2010 2:14 pm

Os animos estavam bem alterados e o público em geral já não conseguia saber quem realmente era o inimigo. Lobo parecia atônito e sem reação enquanto Starman e Guy Gardner se encaravam e trocavam provocações.

O Soviete Supremo se preocupa com os civis e ordena ao herói Static a fazer o mesmo, enquanto tenta conter os estragos e entulhos com as habilidades de seu traje nota que a Caçadora de Marte esta desacorda próxima às chamas. Lembrando-se da fraquesa dos marcianos ao fogo rapidamente a tira dali e tenta uma respiração artificial quando estão mais afastados. Ela se recupera com certa dificuldade, muito mais por conta de estar longe do venenoso calor das chamas do que do amparo, mas ambas as coisas ajudam.

Gardner e Starman estão quase para se enfrentar quando um pedaço imenso de concreto cai do teto sobre eles, nessa hora um borrão meio roxo avança e o segura com a intenção de impedir que os heróis sejam atingidos.

Debaixo do borrão surge a imagem conhecida do velho defensor do lado estadunidense do planeta. Antes que eles possam olhar novamente, Lobo esta sobre os pés desse homem de Aço.


Superman:_Já chega! É hora de vocês obedecerem as regras e começarem a agir como heróis! Isso se quiserem realmente ser a Liga da Justiça...

_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2535
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Administrador em Sab Maio 29, 2010 5:07 am

Starman desiste de lutar com Gardner quando nota a chegada súbita de Superman. Apesar das dúvidas sobre a autenticidade do Homem do Amanhã, os feitos dele foram espantosos e dignos realmente do Superman. Afinal, ele neutralizou Lobo em uma fração de segundos. Nem Starman seria capaz de realizar uma ação daquele nível. Então Starman mostrou-se disposto a cooperar com ele.

- Superman, é bom ver você! A situação já estava fora de controle! É uma honra conhecê-lo! Afinal, nunca nos encontramos antes, não é mesmo?

Starman queria se certificar de aquele era realmente o verdadeiro Superman ou um impostor como disse Parallax. Afinal, Starman estranhou que Superman demorou tanto para socorrer as vítimas do atentado.

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 3981
Idade : 33
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Convidad em Sab Maio 29, 2010 11:18 am

-Fecha essa boca, que eu sei da tua pose. Tu fala grosso e tem queixo erguido, mas não passa de um wannabe do Superman. Uma sombra sem graça e sem carisma. Tu é banda cover, guri. Tu não tem personalidade nem atitude. E nunca vai ser diferente. Esse é o teu medo. -Guy falava com a influência e a propriedade de Parallax, e estava a ponto de atirar-se contra Starman, quando a figura do Homem-de-Aço (agora quase que literalmente) surgiu, não somente incapacitando o Lobo como salvando algumas pessoas. Guy olhou torto para o Superciborgue. Nunca confiou numa máquina, e não seria uma vestida de Superman que lhe convenceria. Uma vez que o "perigo" ja havia passado, Guy Gardner não via muito motivo para permanecer ali. Antes que Starman se aproximasse de Superciborgue, porém, Guy lhe chamou a atenção ao segurar-lhe o braço.

-Escuta aqui. -Disse ele em tom de voz baixa, embora os olhos continuassem furiosos e brilhantes. -Dessa vez passa, mas fica de olho, Eu nunca estive tão poderoso, e tu tá muito enganado se acha que esse meu juice é limitado. Guy Gardner renasceu, e está mais forte do que nunca. Tu fica no meu caminho e eu te parto em dois, entendeu? Agora vai lamber as botas do Superlata, vai...

Gardner deixou que Starman seguisse seu caminho, e foi voar em direção dos outros heróis, como Static e Soviete Supremo. Parando seu vôo ao lado do herói russo, Gardner cutucou-lhe o capacete. -Alou? Quem é que tá aí dentro dessa vez? Dmitri, é tu?

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Scorpion em Dom Maio 30, 2010 7:40 pm

O Soviete já se preparava para ajudar as pessoas. Estava parado no ar, o que parecia que dava apenas ordens ao Super-Choque e não que estava trabalhando, mas o Soviete estava usando os seus vários sensores para captar formas de vida, como pessoas soterradas. É quando sente um cutucão em seu capacete. Ele vira-se e ouve Guy Gardner:
Sim, sou o Capitão Dimitri Karasinski. Nós já nos conhecemos antes?
Os sistemas de Dimitri começam a analisar e a leitura biológica aponta que aquele é Guy Gardner, um ex-Lanterna verde que tornou-se Lanterna Amarelo. Os dados sobre Gardner eram vastos e talvez ele os lesse depois, mas agora era tempo de conversa.
Guy Garrdnerr. Ex-Lanterrna Verrd e atual Lanterrna Amarrelo. Engrraçado, achei que os anéis de poderr amarrelos eram todos possuídos porr vilões. Me enganei, pelo visto. Enfim... É uma honrra conhecerr uma herrói americana de seu porrte. Estamos cá eu e o homem que contrrola a eletrricidade ajudando os ferridos enquanto vocês cuidavam daquele ignóbil do lobo. Pelo visto, tiverram êxito. Agorra, se me perrmite, vou ajudarr os civis amerricanas que estão em perrigo.
Dimitri então sai voando para ajudar os civis que estavam soterrados, usando seus sistemas de rastreamento de vida e sua super-força.

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2302
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Convidad em Ter Jun 22, 2010 10:26 am

Guy Gardner flutuava ao lado do russo, acompanhando-o em seu processo de salvamento. Enquanto o homem na super armadura erguia um ônibus que havia virado e destruído uma entrada para o metrô, prendendo pessoas nas escadas da estação, Gardner estava deitado no ar ao seu lado, gesticulando. -Não, não... tu tá por fora, Lenin. Eu sou um herói também, independente da cor do anel. Mas não me entenda mal, eu aprecio que tu curtas o fato deu ser um puta herói poderoso, mas eu queria falar contigo sobre outra coisa. -Quando o russo tivesse erguido o pesado automóvel, Gardner usaria seu anel para criar uma massiva escada rolante de energia amarelada, cuja extremidade se dividia em várias, alcançando os diversos pontos da estação de trem. As pessoas simplesmente subiam no equipamento amarelo e imediatamente eram puxadas para a superfície.

-Eu tenho a impressão de que eu e tu já trabalhamos juntos em algum lugar, mas é estranho... eu não lembro... bem, de qualquer forma eu tenho essa sensação de que eu e tu podemos formar um time. Fazer frente a panacas como aquele Starman estúpido e aquele manequim cibernético que todos estão chamando de Superman. A propósito, quantos anos tu tem? - Ao ter a resposta, Gardner coçaria o queixo. -Hmm, isso é mais velho do que eu pensava. Na realidade BEM velho. Mas acho que você não precisa ser um adolescente para o que eu tô pensando... o que tu acha de ser meu sidekick? Tipo um Robin, mas sem aquela viadagem toda, claro. Preciso de alguém de apoio enquanto eu enfrento grandes ameaças, saca... invasões alienígenas, deuses zangados... e principalmente agora que eu consegui esse poder, esse poder extra, acho que não faz sentido eu gastar ele com coisas menores, como levantar escombros... por isso eu preciso de um ajudante. -Guy abriu um sorriso sincero, mas seu sorriso sincero era extremamente cínico e zombeteiro, ainda que ele não se desce conta.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Scorpion em Ter Jun 22, 2010 1:47 pm

Dimitri escuta o que Guy tem a dizer.
Não, senhorr Garrdnerr. Eu duvido que tenhamos nos conhecido antes. Eu tenho usado a arrmadurra do Soviet Suprremo à poucos anos. Estou aqui em missão diplomática prra serr sincerro.
Ele ouve a proposta de Gardner, então franze o cenho.
Eu tenho vinte e nove anos, amigo. Quanto à sua prroposta, não crreio que a orgulhosa mãe Rússia gostarria de verr seu principal ícone de tecnologia e herroísmo como um ajudante de um herrói amerricana. Porr mais que eu tenha respeito porr você, terrei que recusarr a oferrta. No entanto, podemos sim nos ajudarr enquanto estiverr porr aqui.

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2302
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Qua Jul 21, 2010 5:35 pm

Enquanto os heróis conversam, o suposto Superman arrasta consigo o Lobo usando-se de um braço tecnológico moldado em forma de algema. O Maioral continua desacordado.

-Perdoem-me, cidadões. Eu tive grandes problemas para resolver no momento anterior a esse. Acabei de receber uma grave ameaça de um perigo que se desloca para a nação... Algo tão grave quanto a destruição de Coast City ou o isolamento de Gotham da América. Ouvi um terrível video com informações de que o vilão Adão Negro acaba de se aliar aos terroristas do Islã. Por isso eu peço em rede nacional o apoio de todos e desejo a partir desse momento que seja refeita a Liga da Justiça Internacional, para que possamos evitar esses atos cruéis contra a liberdade...

E falando isso olha em direção de Starman, Gardner e do Soviet Supremo.

-Isso se esses heróis que conseguiram sobreviver a essa batalha concordarem.

Cabia agora aos três heróis que ficaram falar com o Superman não só sobre aceitar a proposta de uma nova liga como outras questões que eles mesmos traziam. Afinal, Gardner não era mais o mesmo e Starman tinha vindo até ali por outros motivos. Apenas o Soviet era realmente alguém que devia estar ali, ainda assim seu papel de apenas expectador se transformou em frente de batalha contra os agressores.

O que parecia, segundo as palavras do Superman, é que nesse dia de 11 de Setembro de 2001 o WTC caia por conta de um ataque conjunto do Lobo com terroristas da Alcaeda liderados por Adão Negro e por pouco o próprio presidente não foi afetado.

Supergirl, Superboy, Moça Maravilha e a Caçadora de Marte estavam ainda muito feridas pela batalha com o Flagelo do Cosmo e recebiam cuidados médicos especiais, enquanto a imprensa fotografava e filmava a chegada do Superman diante dos outros três herois.

Muitos foram feridos no confronto, entre os tiros e estilhaços de explosões os Titãs se recolheram furtivamente de volta seu QG. Com eles Super Shock, que seguiu quando percebeu que Meia-Noite parecia estar tentando escapar dele.


_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2535
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: Comércio de Almas

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum