Missão 1: Jogos Mortais

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Leo Rocha em Sex Ago 14, 2009 11:57 am

Ásia, berço de muitos dos avanços tecnológicos. Talvez por isso o Vilão MicroChip tenha decidido vir para cá estabelecer a sede de suas atividades. Cansado dos fracassos junto ao quinteto mortal, MicroChip decidiu investir em seu maior talento: tecnologia.
MicrChip agora é um pirata tecnológico e armeiro. Seu interesse é o roubo e desenvolvimento de armas e aparatos tecnológicos avançados e a venda deles a quem pagar mais. Foi interessado nisso que ele dominou e raptou o herói conhecido como Cyborg. Sua intenção é descobrir todos os segredos de sua tecnologia e depois... Só o tempo dirá...
Ambos se encontram agora em um castelo no estilo oriental, numa área afastada de tudo. O vilarejo mais próximo é povoado por uma pequena e atrsada tribo, que teme visivelmente o poder do senhor daquele castelo.
Guardas robóticos e humanos se revezam na vigilância do local e, apesar de não estar aparente, deve-se esperar um avançadíssimo sistema de segurança.


_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4164
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Drako em Dom Ago 16, 2009 4:35 pm

No T-Wing.


Superboy fica calado, sentado ao lado do Robin. Ele pensa no que pode estar acontecendo ao Cyborg.

Olhando seus companheiros de equipe nota que Devastadora parece diferente. Seu olhar fica fixo nela, não se importa nem um pouco se ela vai ou não notar. Ele vira para o Tim e pergunta:

- Ei, Robin. O que você acha da Rose? Ela realmente mudou muito depois que o Slade aplicou aquelas drogas nela... Será que podemos realmente confiar nela? Afinal de contas ela é uma Wilson, e eles não são a família favorita dos Titãs.

Após um tempo de espera eles estavam perto do local aonde Cyborg estava preso.

- Parece que estamos chegando. Está na hora de nos contar o plano Tempest.



_________________
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1853
Idade : 28
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Convidad em Dom Ago 16, 2009 5:18 pm

A situação era muito dificil, e as informações esparsas sobre o assunto, mas era necessário agir o mais rápidamente possível.
Um rápido plano se forma:

- Não sabemos o que nos espera, mas devemos agir com o máximo cuidado. Nosso objetivo primário é localizar e resgatar o Ciborgue. Se nesse percurso tivermos alguma chance de atrapalhar os planos de MIcrochip, melhor. Cuidado com todo e qualquer objeto eletrônico e com armadilhas camufladas, e evitem ao máximo usar os comunicadores, com certeza Chip iria monitorar as comunicações.

Mostrando uma foto da construção (a do post do Borracha), Garth explica seu plano:

- Não podemos nos dar ao luxo de um ataque frontal sem saber exatamente o que nos aguarda, mas também não podemos apenas contar com a sorte. Portanto, minha idéia é atacar em três frentes distintas. A primeira equipe vai agir como "chamariz", indo pela frente do castelo, já que certamente alguém é esperado para resgatar Victor. Portanto, para isso, vamos ter de contar com

Superboy, Super-Choque e o Besouro Azul. Kon-El e Besouro são fortes e resistentes a dano, enquanto os poderes do Super-Choque possibilitam que ele seja um inimigo terrivel contra robôs e andróides, e caso seja necessário, vocês podem escapar voando o mais rápido possível.

Continuando, apontando para a parte de trás da foto:

- Por aqui, por esse lado, vamos ir eu, Mutano e Dagon, aproveitando o rio e os esgotos, podemos nos infiltrar e dividir a atenção do Microchip. Isso também nos concederá uma rota de fuga, caso seja necessário. Por fim, o trabalho pricipal fica por conta de Robin e Devastadora. Vocês vão esperar a confusão começar e se infiltrar dentro do próprio castelo, buscando pelo Ciborgue e avisando assim que ele estiver a salvo. Vocês terão de ter cuidado redobrado, não poderão entrar em contato até resgatar o Ciborgue, para podermos tirar vocês daqui. Assim que o pegar, tentem ir para o jato e depois partiremos.

Olhando de um para o outro, e com toda seriedade na voz, Garth encerra seu rápido discurso com uma sentença:

- Lembrem-se todos que dependemos uns dos outros, a única chance disso dar certo é cada um protegendo p parceiro com a própria vida. Nós somos os Titãs. Os inimigos devm nos temer por isso. Boa sorte a todos. Titãs, ao ataque!

Sem mais nada dizer, irá levar o jato para algum lugar em que possa ficar camuflado, e esperar as equipes partirem rumo aos objetivos.

OFF>> Os planos estão ai para serem discutidos e como idéia inicial, tentei pensar nas habilidades de cada personagem, e no objetivo da missão, que é o resgate do ciborgue. E também tem um fator psicológico, obrigando a integração de "antagonistas" como Robin e Devastadora.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Convidad em Dom Ago 16, 2009 7:34 pm

Caçador de Marte escreveu:
- Por aqui, por esse lado, vamos ir eu, Mutano e Dagon, aproveitando o rio e os esgotos, podemos nos infiltrar e dividir a atenção do Microchip. Isso também nos concederá uma rota de fuga, caso seja necessário. Por fim, o trabalho pricipal fica por conta de Robin e Devastadora. Vocês vão esperar a confusão começar e se infiltrar dentro do próprio castelo, buscando pelo Ciborgue e avisando assim que ele estiver a salvo. Vocês terão de ter cuidado redobrado, não poderão entrar em contato até resgatar o Ciborgue, para podermos tirar vocês daqui. Assim que o pegar, tentem ir para o jato e depois partiremos.
-eu sempre pego o trabalho sujo,fala ironicamente Garfield,mas pelo Cyborg eu faço isso,mas acho que deixar nossos supers juntos assim em um ataque é muito arriscado,mas você é o lider Garth to com você e não largo,manda ai que eu faça my captain

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Scorpion em Dom Ago 16, 2009 11:29 pm

Dagon se prontifica a dar sua opinião.
Com licença, pessoal. Acredito que nem todos conheçam meus talentos, então eu devo falar. Acho que eu possa ser mais útil me infiltrando juntamente com Robin e Devastadora. Eu tenho a capacidade de me tornar ar. Se vocês estiverem interessados em uma infiltração mais eficiente eu poderia percorrer pelos sistemas de ar condicionado, brechas de portas e etc e poupar um bom tempo e surpresas para o que Robin e Devastadora encontrariam pela frente. Duvido muito que os sistemas de alarme dele sejam sensíveis a oxigênio... Mas essa é somente uma opinião. Faço como o Mutano, o que o grupo decidir eu topo. Estou afim de mostrar que eu mereço minha cadeira nos titãs.
Dagon observa a reação de seus companheiros e aguarda um plano conclusivo.
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2448
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Leo Rocha em Seg Ago 17, 2009 10:09 am

O grupo parece ter finalmente deixado as diferenças de lado e se concentrado na missão de resgate ao Cyborg. Tempest mostra suaexperiência à frente de outras formações de Titãs procurando traçar uma estratégia que aproveite melhor os talentos presentes e também seja eficiente contra qualquer sistema avançado de proteção que um gênio como Microchip tenha. Todos parecem ouvir e concordar com o plano, com exceção de Dagon, que acrescenta informações sobre seus poderes que ele considera que possam ajudar na invasão feita por Robin e Devastadora. Enquanto as últimas considerações são feitas, o T-Wing pousa numa enconsta a alguns quilômetros de distância. Conner, Super-choque e Dagon ajudam a transportar os heróis que não voam com velocidade e segurança até mais próximo do castelo. Chegando lá, os grupos se dividem e seguem o plano combinado.
Tempest e sua equipe se lançam no rio que segue em direção às muralhas do castelo e Mutano segue usando a forma de uma raia (deixei em aberto a participação de Dagon nesse grupo para que vocês decidam). No momento em que eles se aproximam do castelo, seis robôs em forma de polvos e com tamanho aproximado de 1,50m seguem na direção deles disparando lasers, um cardume de robôs em formato de peixes também se aproxima e, olhando melhor Mutano percebe se tratar de uma réplica de um cardume de piranhas. Na passagem da água para o interior da fortaleza podem ser vista também uma tela de lasers que pode fatiar qualquer coisa que tente passar por ela (a tela é similar a uma rede # e o espaço de seus quadrados é de cerca de 5cm.
Do lado de fora, SuperBoy, Super-Choque e Besouro Azul partem para a ofensiva mais violenta. Ao invadirem o perímetro mais próximo do castelo são surpreendidos por uma explosão que atinge SuperBoy. Ele se levanta um pouco tonto, mas sem ferimentos graves. Ao olhar para a origem da explosão, eles percebem que o sistema de armas foi ativado e que está disparando com raios laser e canhões de plasma (foi um desses que atingiu Conner). Acima eles notam que 16 veículos voadores semelhantes a motos se aproximam e que seus pilotos e os caronas (cada moto traz duas criaturas) disparam sem hesitar. Besouro Azul é o primeiro a agir e dispara em uma das "motos", fazendo com que ela caia em uma próxima do local onde Robin e Devastadora aguardam para entrar.
Aproveitando a deixa, eles seguem em direção à brecha na segurança possibilitada pela queda do veículo, porém se deparam com um desafio antes de entrar: enfrentar os ocupantes do veículo que se levantam e olham surpresos para os dois, assumindo posição de ataque em seguida. O carona começa a disparar com sua arma (semelhante a um rifle laser) e o motorista saca uma espada laser.

************************************
Do lado de dentro, numa sala bem iluminada. Microchip fala:

Arrow Pensei que não viria mais ninguém pra te buscar... Sabe como é, esse lance de sumirem com a liga... Mas parece que formaram um novo grupo pra te pegar. Bom, isso vai ser ótimo pra testar alguns equipamentos.

Ele se aproxima de uma mesa de comando e diz:

Arrow Registrem todos os detalhes da ação. Isso será uma ótima propaganda pros nossos produtos.

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4164
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Drako em Seg Ago 17, 2009 1:25 pm

Após Tempest contar seu plano:

- Por mim está ótimo!! Eu quero mesmo amassar alguma coisa!

Chegando no local, e o grupo já dividido eles partem para a ofensiva.

- Tudo bem novatos, se repetirem o que eu faço não terão problemas! Então vamos lá!

Conner toma a dianteira voando um pouco mais rápido que os outros e logo é atingido por uma explosão.



-AArrghh!

Ele cai para trás e logo pensa:

- Não acredito nisso! Cara, que mico! Assim minha reputação vai por água a baixo.

Ele levanta com ódio nos olhos e prepara a sua visão de calor.



-Certo, a brincadeira acabou...

Procurando a origem da explosão ele vê o sistema de armas e os 16 veículos saindo para a briga. Besouro ataca sem problemas o primeiro dos veículos.

-Bom trabalho Besouro, você e o Super-Choque cuidam dos veículos que eu cuido do sistema de armas! Vai ser moleza com a minha telecinésia tátil!

Assim ele segue em direção ao sistema de armas.

OFF: Achei melhor esperar o pessoal postar seus atos para eu narrar o que ele fez com o sistema de armas.

_________________
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1853
Idade : 28
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Convidad em Seg Ago 17, 2009 2:18 pm

Enquanto estava na nave, Devastadora percebeu o olhar desconfiado do Superboy, mas nada falou. Ponderou que alguns ali ainda a viam apenas como “a maluca que arrancou o próprio olho por causa do pai”, mas no momento Rose estava mais preocupada com as imagens que se formavam em sua mente: algumas eram óbvias, mas outras não faziam muito sentido.

- Que seja. – foi a única coisa que Rose comentou ao ouvir as ordens de Tempest, para depois lançar um olhar mal-humorado para o herói. Quando chega o momento de descerem até a edificação que deveriam invadir, Devastadora caminha na direção de onde estavam Super-Choque e o vampiro Dagon.

- Carona? – diz com a mão estendida, as espadas embainhadas. Não se dirigiu ao Superboy, afinal, poucos instantes atrás, ele estava olhando pra Rose como se esperasse que ela desembainhasse a espada e matasse um de seus amigos a qualquer momento.

Enquanto a Devastadora e Robin aguardam a deixa, Rose se aproxima dele, e ao falar, seu semblante é sério.

- Eu sei que você não confia em mim, mas me deixa te dar cobertura. Você vai precisar... Eu vi. Toma cuidado com lâminas, Robin. Não, não as minhas.
– falou antes que ele pudesse pensar que ela ensejava atacá-lo – E por acaso você tem alguma idéia do este lugar tem a ver com... Lagartos? Tem uma porta com esse desenho lá dentro, e eu acho que é perto dela que o Cyborg está.

Logo os heróis puderam ouvir o barulho do ataque do outro grupo, e quando a moto caiu na frente deles, consideraram que aquela era a oportunidade que precisavam. Quando avançavam. Devastadora sacou as duas espadas, e os dois notaram que os homens que a pilotavam também estavam armados. Rapidamente a jovem se jogou ao chão, de preferência próxima a moto que havia caído.

Era um pouco arriscado ficar ali enquanto um deles disparava, pois o tanque poderia explodir. Então logo que conseguiu encontrar uma brecha entre os disparos, Rose avançou com raiva em direção do homem que portava uma espada laser. Com uma das espadas, Devastadora bloqueia um provável ataque, enquanto tenta baquear a cabeça do sujeito usando o cabo da outra.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Convidad em Seg Ago 17, 2009 4:05 pm

Wow! O plano era mesmo dos bons! Esses caras têm experiência no assunto!

Virgil ainda ficou pensando nas palavras de Tempest durante a viagem e ao descerem, ofereceu ajuda para Devastadora, Besouro Azul, Tempest e Mutano num pequeno disco de energia estática. Agora começava a prova de fogo e se Tempest acredita que o grupo tem potencial, então Virgil fará o possível para que tudo dê certo. Ainda que não permaneçam unidos depois, por quaisquer que sejam os motivos, era preciso lembrar que este grupo era a nova inspiração das pessoas, sua nova fonte de esperança, seus novos heróis. E elas não serão decepcionadas.

-Calma, super! Essas coisas acontecem! O esquema é não perder a linha!

Virando-se para os oponentes sobre seu disco energizado:
-Máquinas, hein? E avançadas! Se tem uma coisa que aprendi com os Alba é que todas elas dependem de sistemas complicados, desses fáceis de dar curto!*

Super-Choque emite uma onda eletroestática no centro da entrada, visando danificar todos os componentes das armas, armaduras e veículos dos oponentes presentes, abrindo espaço para que Conner possa prosseguir ao centro de controle de armas enquanto o Besouro Azul nocauteia os inimigos indefesos e imóveis.



*Nota: Em inglês, a gíria que simboliza curto é shock, o mesmo sinônimo que deu o nome do Static, por isso a frase "Eu vou dar Choque nos seus sistemas". Semelhante a "pau", "xabú", "curto" e demais gírias brasileiras. =P

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Convidad em Seg Ago 17, 2009 7:21 pm

Mutano vira um T-Rex gigante e começa a sair quebrando robos indo em frente limpando a area esperando alguma estrategia de Tempest


Última edição por Homem-Animal em Ter Ago 18, 2009 7:53 pm, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Phelipe Peregrino em Ter Ago 18, 2009 12:41 am

Tempest: Superboy, Super-Choque e o Besouro Azul. Kon-El e Besouro são fortes e resistentes...

“CARAMBA!” Pensou Jaime “Ele me colocou como alguém do mesmo nível do Superboy!”

Jaime olhou para os lados tentando ver se alguém havia reparado em seu “momento herói iniciante!”

“Acho melhor me controlar... Não quero que ninguém comece a me chamar de fanboy!”

Tempest: ...Boa sorte a todos. Titãs, ao ataque!

“¡Dios Mio! Eu perdi o plano todo! Vou concordar com tudo e fingir que prestei atenção!”

Besouro Azul: Parece um bom plano. Acho que vai dar certo!

Jaime esperou uma brecha e se afastou do grupo.

Besouro Azul: Pelamordedeus... Diz que você gravou o plano!

Escaravelho: ¥§¢ŒƢƥƛƦƫƕǷƦƫƕǷŒƢƥƛƦƫƕǷƦƫƕǷ

Besouro Azul: Ahhh... Ufa!


***


Poucos minutos depois, o T-Wing chegou ao local do castelo. Os membros começaram a se posicionar de forma a melhor seguirem os planos de Temprest.
Super-choque se aproximou e ofereceu ajuda com um disco voador.

Jaime sorriu sem graça e disse:

Besouro Azul: Você sabe que eu posso voar, não é?

Eles, então, partiram para colocar o plano em pratica. Ao chegar no local marcado Superboy é atacado por um canhão de plasma. Imediatamente uma grande quantidade de “motoqueiros” aparecem disparando pra cima dos heróis!

Besouro Azul: Ta bom... O que eu posso fazer?

Escaravelho: ¥§¢ŒƢƥƛƦƫƕǷ

Besouro Azul: Só as opções não-letais, por favor!!!

Os braços do Besouro se tornam um canhão, e ele, imediatamente, abre fogo contra uma das motos, que cai.



Besouro Azul: Ta... Eu sei que você consegue pois você já fez coisa pior... Mas... Me diz que você sabe como entrar nesse lugar!

Jaime continua disparando contra os motoqueiros que se levantavam atordoados das quedas do ataque do Super-Choque.

Em quanto isso, o Escaravelho buscava informações no próprio sistema da instalação. Tudo que pudesse. Mapas, códigos de acessos... Em fim, qualquer coisa...
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1476
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Scorpion em Ter Ago 18, 2009 9:46 am

[OFF] Estou esperando apenas a resposta de Tempest e de Robin para saber qual curso de ação devo tomar. Quando isso acontecer, eu posto em cima deste post aqui, ok? [/OFF]
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2448
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Nasinbene em Qua Ago 19, 2009 1:14 pm

Enquanto se dirigiam ao ponto de resgate do Cyborg, Robin senta-se ao lado de seu amigo Superboy, olhando pela janela enquanto um milhão de coisas passavam em sua cabeça. Ainda pensava na reação de Devastadora, uma hora antes, quando Tim mencionara seu pai. Mas agora, estavam em missão e, pelo que Tim conhecia de Tempest, do Aquaman e dos atlantes em geral, provavelmente ele agiria ao lado de Devastadora. Batman havia ensinado Tim a se antecipar a certos eventos e a fazer deduções lógicas, como um bom detetive deve fazer. Enquanto pensava nessas considerações, Superboy pergunta a Tim o que ele achava de Rose Wilson e se poderia confiar nela. Sem desviar o olhar da janela, Tim Drake responde ao amigo:

- Não sei o dizer a esse respeito ainda Superboy. Mas acredito que vamos descobrir em breve. Mas não se preocupe. Eu estou sempre atento...
Agora vamos, parece que Tempest vai nos contar o que planeja.


Robin ouve atentamente as instruções de Tempest e como imaginara, Tempest o escalara pra atuar junto de Devastadora. Quando Tempest termina, Dagon intervém, revelando detalhes sobre seus poderes. Após ouvir as palavras do vampiro, Robin argumenta com Tempest:

- Acho que Dagon tem razão, Tempest. Alguém como capacidade de infiltração como essa deve fazer parte da equipe de resgate ao Cyborg. O que acha?

A seguir os Titãs vão para o ponto de onde partiriam para a missão e como era de se esperar, Robin aproveita a carona com o Superboy.
Os heróis então partem para os locais combinados e enquanto Robin e Devastadora esperavam a deixa para agir, Rose se aproxima e com seriedade fala com Robin. O discípulo do Batman ouve atentamente o diz Devastadora diz.

- Não disse que não confio em você, Devastadora, só não quero mortes. E não se preocupe, eu sempre tomo cuidado com lâminas. Robin olha a estrutura ao longe e responde a pergunta de Rose sobre os lagartos, sem conseguir evitar um sorriso Não imagino o que este lugar tenha a ver com lagartos, a não ser que considere como lagarto o Godzilla...

Robin então se põe em alerta e quando o som do ataques do outro grupo se faz ouvir, Tim diz a sua companheira:

- É a nossa deixa! Vamos lá!

No entanto, antes que Robin possa fazer qualquer coisa, uma aero-moto com dois ocupantes que logo tratam de atacar os Titãs. Instintivamente, Robin já dizia a Rose:

- Devastadora! Você cuid... É, eu ia dizer isso mesmo...

Robin interrompe sua fala ao perceber que Rose já atacava o atacante que portava uma espada laser. Robin então volta sua atenção ao que portava um rifle laser.
Tim sabia que aquela arma poderia ser potencialmente letal, então numa ação perfeitamente coordenada, Robin executa um salto mortal para frente, enquanto lança um batarangue na direção do atirador. Tim sabia que ou o atirador atiraria em seu batarangue pra se defender ou usaria o próprio cano da arma pra ricochetear o batarangue pra longe. Em qualquer dos casos, isso abriria uma brecha em sua defesa, e então, assim que pousasse de seu salto, Robin lançaria seu bastão no braço do atirador, bem na região de um ponto nervoso situado na região do bíceps. Isso faria com que o atacante perdesse o controle da parte inferior do braço. Nesse momento, Robin encerraria seu ataque, acertando o atirador com uma poderosa voadora no rosto.
Se ele não perdesse a consciência, Robin trataria de imobilizar o atacante e lhe perguntaria de forma ameaçadora:

- Onde está o Cyborg? Como chegamos a ele e quais as defesas de Microchip?
avatar
Nasinbene

Número de Mensagens : 1288
Data de inscrição : 29/05/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Convidad em Qua Ago 19, 2009 8:58 pm

Ainda dentro do Jato:

Tempest pesa as palavras de Dagon, bem como o que os outros falam em seguida. Com calma, continua falando:

- Dagon, eu sei que você tem habilidades especiais que poderiam ser melhor aproveitadas na infiltrição, a principio a menos. Mas nós devemos estar prontos para tantas eventualidades quanto possivel. Se precisarmos de talentos especiais para uma infiltração discreta após tudo isso, você e Mutano terão de fáze-lo. Creio que num combate aberto, nesse momento, seus poderes serão mais úteis juntos com os meus e os de Gar. Além disso, é essencial que cada parceiro cubra o outro. Robin e Devastadora se completam nesse aspecto, e tenho plena confiança em suas habilidades. O rumo que você sugere, iria dixá-lo obrigatóriamente isolado, propenso a algum ataque de Microchip. Desculpe, mas insisto que você venha conosco.

Com essas palavras, dá por encerrada a discussão e, após pegar uma carona com Mutano, os três mergulham, Tempest finalmente sentindo-se realmente a vontade, ao mesmo tempo que Mutano vira uma arraia e Dagon nada com eles (como vampiro, sua chance de "afogar" é minima, e ele ainda pode virar uma ratazana ou algo semelhante) até a proximidade da muralha.
Ao se aproximarem, a muralha energética é o primeiro obstáculo percebido, mas não o único. Entre um bando de octopus mecânicos assassinos, e piranhas cibernéticas homicidas, o grupo encontra seu primeiro problema.
Antes que possam pensar em algo, Mutano assume a forma de um Tiranossauros Rex, atacando os primeiros rôbos-polvos. Isso surpreende Garth, afinal, um animal terrestre não é a melhor opção para uma luta sub-aquática. Sua voz então se faz ouvir, levada lentamente pelas águas revoltas:

- Mutano, reverta sua forma para alguma criatura lacustre, como um crocodilo ou algo assim, será bem mais efetivo e ágil contra esses monstros. Nosferatu, já que nos lembrou de seus dons, atravesse essa grade de energia e tente desligá-la pelo outro lado. Cuidado, você deverá encontrar resistência do outro lado.

Em seguida, usa seus poderes sobre a água para criar um turbilhão na área das piranhas e, como se fosse um funil, arremessá-las para fora do rio, inutilizando ao menos esse sistema de defesa, deixando os primeiros octopus, ao menos, para Mutano cuidar.
A intenção não é buscar a vitória total sobre os robôs, mas esperar Dagon desligar a grade e usar o túnel (é um, não?) para escapar e entrar no castelo.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Leo Rocha em Qui Ago 20, 2009 1:24 pm

Os Titãs seguem no resgate a Cyborg utilizando a estratégia de ataque em três frentes, porém encontram defesas reforçadas na fortaleza de MicroChip.
O grupo que segue pela via aquática (Tempest, Mutano e Dagon) observa a aproximação dos robôs e a formação da tela de lasers. Mutano se adianta e se transforma num Tiranossauro, denunciando a sua posição para os atacantes que também estavam em terra. Alguns dos canhões de laser e plasma do sistema de segurança começam a disparar contra o réptil verde, enquanto dois dos robôs em forma de polvo agarram suas pernas emitindo descargas elétricas dos tentáculos. Tempest observa a ação do amigo e constata que, apesar dele ter destruído um dos robôs-polvo com as mandíbulas do T-rex, este talvez não fosse o animal mais recomendado para a ação. Ele então orienta Mutano a fazer a troca antes que a situação piorasse e Dagon a atravessar as grades para desligá-las. Enquanto coordena os esforços dos amigos, Tempest utiliza seus poderes de controle da água para lançar o cardume de piranhas para fora. Ele é bem sucedido nesse ataque, porém um dos octópus consegue enroscar um tentáculo em sua perna esquerda e se prepara para uma descarga elétrica.
***************
No grupo de ataque frontal (SuperBoy, Super-Choque e Besouro Suco.. digo Besouro Azul..rs) as coisas não parecem correr mais fáceis... Após ser atingido no início do combate, SuperBoy decide mostrar aos "novatos" cmo um Titã veterano age e parte para o sistema de armas. Apesar de sua velocidade, Conner recebe rajadas de laser e plasma que passam de raspão e em alguns casos até o acertam causando um pouco de dor e incômodo. Ele tenta chegar nos sistemas, mas os tiros o atrasaram o suficiente para que dois caronas das motos-voadoras, saltassem sobre ele e começam a desferir golpes violentos. Apesar da sobrecarga de ataques, Conner consegue perceber que os seres são robôs. Mais à frente, Super-Choque resolve imobilizar as máquinas como uma onda eletroestática. Diante da quantidade e velocidade dos oponentes, ele decide concentrar seu ataque nas motos e, utilizando seus poderes, consegue derrubar quase toda a "esquadrilha", com exceção de duas que voam na direção do Besouro. Virgil já está quase comemorando quando nota que os pilotos das motos estão se levantando e correm a uma velocidade incrível com as espadas laser nas mãos. Só quando eles estão bem perto Virgil consegue ligar as pontas: além de máquinas, MicroChip também havia contratado ninjas bem treinados e estes lhe dariam MUITO trabalho.. Ele sente a espada do primeiro passar rente à sua cabeça e começa a se esquivar dos ataque, sendo atingido por um deles no braço direito. Besouro Azul dispara contra as naves que haviam sobrado e se vira a tempo de ver Super-Choque em apuros.
*********************
Robin e Devastadora aproveitam a queda da moto em cima da torre de segurança do local onde estavam prestes a invadir. Eles se lançam o mais rápido que podem e se dividem no combate aos ex-ocupantes do veículo. Devastadora se lança na direção do portador da espada e começa uma luta contra uma mulher com incríveis habilidades marciais. Rose tinha pressa e sabia que não poderia perder tempo com um ninja ali, com um golpe de uma de suas espadas ela faz um bloqueio ao golpe da ninja e com o cabo da outra ela acerta o nariz da oponente. O golpe possibilita que Rose acerte o pescoço da ninja com o cabo da espada, desacordando-a.
Ao mesmo tempo, Robin salta e, numa acrobacia espetacular consegue escapar dos tiros do "carona". Seu plano é simples e funcional, porém, um detalhe havia lhe escapado... Como previsto por Tim, o bat-rangue havia produzido a distração necessária para sua aproximação do oponente, porém ao bater com seu bastão no braço do atirador, Tim percebeu que se tratava de um robô. O robô não sofreu nenhuma imobilização pelo golpe e reagiu dando um golpe com o braço que lançou o jovem herói a cerca de um metro de distância. Após o golpe, o robô se virou para o justiceiro e apontou a arma.

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4164
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Drako em Qui Ago 20, 2009 4:22 pm

Super-choque e Besouro Azul estão fazendo um ótimo trabalho, e Superboy foi o único até agora que não mostrou ao que veio. Ele decide que está na hora de mostrar aos novatos do que é feito um Titã veterano. Coloca mais velocidade no seu vôo e parte para cima do sistema de armas.

Em pouco tempo ele já estava sendo atacado com raios lasers. Desvia da maioria, mas é acertado por algumas.

-Droga! Esses tiros estão me incomodando! E esse é o menor dos problemas, eles ainda me atrasam!

Dois caronas das motos voadoras pulam em cima dele e começam a “bombardear” a sua cabeça com socos.

- Argh! Argh! Esses caras... não são normais! Pessoas normais não conseguiriam me machucar assim.

Ele consegue se virar, e olhar com a visão de Raio-X para seus oponentes e descobre que eles na verdade são Robôs. Ao perceber isso ele não teve duvidas. Deu uma cotovelada em cada um e enquanto eles estavam no ar se virou e segurou os dois. Nisso usou sua telecinésia tátil e fez deles em pedaços.

Logo após, Chegando ao Sistema de Armas, usou sua visão de calor para derreter todo o equipamento que se encontrava lá.

Falando no comunicador:

- Besouro, Choque, já acabei com as armas, logo vou em unir a vocês.

- Robin, como está indo a missão? Encontraram o Cyborg ou estão tendo algum problema?

OFF – Creio que eles tem comunicadores, caso não tenham eu mudo o final do post.

_________________
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1853
Idade : 28
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Phelipe Peregrino em Qui Ago 20, 2009 6:18 pm

Besouro Azul: Fagulha, cuidado!!!

Jaime voa em grande velocidade em direção ao companheiro de equipe que aparentava ter sido encurralado pelos “aero-motoqueiros”.

Ele da um “encontrão” nos agressores em quanto, automaticamente, suas mãos se tornam espadas e ele se posiciona costa à costa com o herói elétrico.

Escaravelho: ¥§¢ŒƢƥƛƦƫ

Besouro Azul: Ahh que ótimo! Só agora você me avisa que alguns deles são ROBÔS! Não achou que era algo que eu gostaria de saber?!?

Escaravelho: ¥§¢

Jaime olha o estado das “aero-motos” derrubadas pelo choque.

Besouro Azul: Saca só, Fagulha... Segundo meu escaravelho alguns desses caras são latas-velhas ambulantes... Talvez você possa fazer com eles a mesma 'macumba' que fez com as motos.

Nesse momento os ninjas voltam ao ataque, mas os mesmos são bloqueados pelas laminas do Besouro Azul.

Besouro Azul: Eu cuido dos humanos. Você cuida das latas-velhas, o que acha?

Os atacantes continuavam golpeando e era difícil falar e se defender ao mesmo tempo. Ele, então lembrou do pulso de energia que apagou o grandalhão que estava amedrontando a Brenda, na vez em que ela foi tragada pela caixa-materna.

Jaime abriu um sorriso e gritou.

Besouro Azul: Se protege, Fagulha!!!

O Pulso de energia foi emitido na direção dos agressores. A claridade poderia cegar um homem desavisado e era com isso que Jaime contava.

A voz do Superboy quebrou a tensão da expectativa:

Superboy: "Besouro, Choque, já acabei com as armas, logo vou me unir a vocês."

Mas Jaime não respondeu, ele estava esperando pra ver se seu plano havia dado certo.

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1476
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Convidad em Qui Ago 20, 2009 7:14 pm

Ninjas?! Rápidos e com armas laser... e de energia...

Super-Choque: -Sacanagem! Aí, essas armas tem baterias? Auch!!

Choque se afasta quando é acertado.
Em resposta ao Besouro Azul:
Besouro Azul: Fagulha, cuidado!!!
Super-Choque: -Cara, eles roubaram a Lucas Art! Safadões!

Virgil observa o Besouro conversando sozinho... talvez seja um besouro de estimação... esses caras com nomes de animais e insetos costumam gostar muito dos bichos de quem pegam o nome... brrr...

Besouro Azul: Saca só, Fagulha... Segundo meu escaravelho alguns desses caras são latas-velhas ambulantes... Talvez você possa fazer com eles a mesma 'macumba' que fez com as motos.
Super-Choque: Ahá! Sabia! Esse tempo todo... *esquiva de um ataque e desvia na bicuda ainda de costas com o Besouro Azul* ...e os outros achando que você falava sozinho! Mas eu sabia que era um besouro!

Robôs! Ninjas e robôs! Mas robôs as coisas eram mais simples, eles trabalham em freqüencia. Se Virgil conhecia bem seus poderes, sabia que não poderia cobrir todas as intalações sem estar conectado a elas, mas ainda era capaz de cobrir toda uma área com uma freqüência de carga capaz de sobrecarregar tais máquinas.

Besouro Azul: Eu cuido dos humanos. Você cuida das latas-velhas, o que acha?
Super-Choque: Taí, gostei!
Besouro Azul: Se protege, Fagulha!!!
Super-Choque: Beleza!

Assim que o Besouro avisa, Virgil esquiva para longe ainda de costas para ele e se prepara para lançar o pulso em freqüência adequada.
Super-Choque: Agora é minha vez, Azulão! LÁ VAI!!




Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Nasinbene em Sex Ago 21, 2009 11:48 am

Robin havia cometido um erro de cálculo. O batarangue de fato fizera com que o atacante desviasse sua trajetória, abrindo sua guarda. No entanto, Robin contava com um atacante humano, o que não era o caso ali. Isso demonstrava a Tim que ele ainda tinha muito a aprender antes de se tornar um detetive tão bom quanto Batman fora. O preço pelo seu erro foi ser jogado longe pelo golpe do robô. Ainda no ar, antes de tocar o solo, Tim já elabora uma estratégia de contra-ataque. Com uma manobra acrobática, Robin aproveita o impulso do impacto do robô e gira o corpo para trás, tocando o solo com as duas mãos, ficando numa posição semelhante a uma parada de mão. Sem se deter, ainda aproveitando o impulso, Robin usa as mão e se lança para trás, num novo salto.

Essas manobras devem bagunçar o sistema de mira desse robô. Agora, é hora do contra-ataque

Assim que os pés de Robin tocam o solo, ele rapidamente saca seu arpéu e num gesto preciso, mira os dois pés do robô. Normalmente, Robin usa esse aparato para prender os cabos que ele precisa para se locomover pelos ares de Gotham. No entanto, agora fazia um uso mais criativo da ferramenta. Assim que estes estivessem completamente enrolados no cabo do arpéu, Tim puxaria com toda sua força, o que deveria jogar o robô de costas no chão. Quando o robô tocasse o solo, Robin gritaria para Rose:

- DEVASTADORA!!! Agora!!!

Robin imaginava que Devastadora entenderia sua estratégia e daria cabo do robô artilheiro.
Assim que dessem cabo do inimigo, Robin diria a Devastadora:

- Precisamos nos apressar. Enquanto perdemos tempo aqui, as chances de resgatarmos Vic diminuem. Vamos nessa.

Robin então vira-se de costas para Rose e se põe a caminho. Então pára por um segundo e olhando por cima dos ombros diz:

- Obrigado pela ajuda, Rose...
avatar
Nasinbene

Número de Mensagens : 1288
Data de inscrição : 29/05/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Scorpion em Sex Ago 21, 2009 7:17 pm

O tiranossauro de Mutano quase derruba Dagon para o lado, tamanho era o bicho e a velocidade com que virara. Não havia entendido muito por que mutano havia optado por uma ação nada discreta. O grupo deles tinha a vantagem de ser um grupo de combate, mas ao mesmo tempo poderia passar desapercebido. Fazer o que agora que as fezes já haviam ido pro ventilador? Dagon utiliza a sua agilidade vampírica para correr por entre os polvos e achar um dispositivo que os desligasse. Ele o encontra atrás de umas grades. Grades... Grande coisa para alguém que podia mesclar-se com o ar. Sem pestanejar, Dagon atravessa as grades e puxa a alavanca para desligar as criaturas. Caso isso não funcionasse, partiria para o combate.

[OFF]Desculpem a demora por um post tão medíocre. Estou numa conferência até sábado e mal tenho tido tempo[/OFF]
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2448
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Convidad em Sex Ago 21, 2009 9:50 pm

Devastadora sorri com grande satisfação ao ver a oponente desmaiada, provavelmente com o nariz sangrando. Derrubar um oponente tão rápido não era algo comum, mas se tratando de uma ninja, Rose sabia que de certa forma tivera sorte. A jovem olha pro companheiro e percebe que o outro inimigo apontava uma arma para o herói.

- Tsc.

Mesmo que Robin não tivesse falado nada, pelos movimentos mecânicos e precisos, a Devastadora notaria que se tratava de um robô. Ela sabia que o herói não ia simplesmente esperar que ela ajudasse, e estava certa. Logo Robin utilizava-se de um dos seus equipamentos para derrubar aquela forma de inteligência artificial no chão. Nesse momento o companheiro chama por ela. Isso não deixa de surpreender Rose, mas ela não perde tempo.



Devastadora salta na direção do robô, cravando ambas as espadas no seu pescoço com tanta violência que imediatamente a cabeça se separa do resto do corpo. E então, quando Robin e ela iam continuar o caminho, e Rose já se preparava para dizer algo como "De nada, Morceguinho", ele a agradeceu. Aquilo sim era algo fora do comum.

- Heh... Não se preocupe, quando tudo isso acabar, você pode ir pro meu quarto no meio da madrugada pra retribuir o favor. - Rose fala essas palavras para o herói assim que ele se vira pra continuar o caminho. Ela também segue, mas agora prestando atenção à tudo que acontece ao seu redor. Qualquer ruído seria um sinal pra ficar alerta e na defensiva.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Leo Rocha em Seg Ago 24, 2009 5:05 pm

Super-Choque estava tendo trabalho para se esquivar dos ataques dos ninjas quando o Besouro Azul chegou. Ambos se colocam lado a lado na luta e o Super-Choque observa o curioso diálogo do companheiro com seu "grilo/besouro falante". Quando Besouro conta as descobertas feitas por seu "amigo", Virgil se anima, porém antes de qualquer reação, ele ouve um dos ninjas gritar algo em japonês. Ele se vira para o Besouro e diz:

Arrow Eu não entendi um grama do que esse cara gritou, mas não parece nada bom...

Arrow Pra falar a verdade o escaravelho disse que ele gritou pros ninjas pegarem você e pros robôs me pegarem.. Ah! Pra usarem as armas especiais...

Arrow Armas o que?

Alguns robôs sacam pistolas laser feitas de cerâmica e plástico e começam a disparar contra os dois, enquanto os ninjas temtam cercar o Super-Choque e neutralizar sua ameaça aos aparatos eletrônicos. O Besouro se adianta e, com um pulso de energia, consegue atingir diretamente 4 dos atacantes, sendo 3 ninjas e 1 robô. Outros 4 ninjas ainda ficaram um pouco atordoados pela claridade, mas em condições ainda de combate. Aproveitando a ação do companheiro, Virgil emite mais um pulso de energia na direção dos robôs, atingindo mais 6 deles. Ele sente que o ataque foi bem sucedido, mas se sente sem forças para tentar um novo pulso. Sem contar que os disparos estão dando bastante trabalho no que diz respeito à estrategias de defesa.
SuperBoy se desvencilha dos dois atacantes com facilidade e, usando sua visão de calor, consegue destruir alguns dos canhões de defesa (os que estavam na parte da frente da fortaleza). Ele então tenta contato com os companheiros com o comunicador enquanto avalia a situação. Olhando um pouco mais atrás, Conner vê Besouro e Super-Choque cercados por ninjas e robôs. Olhando mais a frente ele nota o muro da fortaleza, porém sua visão de raios-x não consegue atravessá-lo, o que sugere chumbo em sua composição. Diante do impasse, Conner lembrou de algo que Clark havia lhe ensinado: "Os amigos vem sempre em primeiro lugar". E com essa lição em mente se uniu aos companheiros no combate aos oponentes.
(lembrando que sobraram ainda 10 ninjas, sendo 4 com dificuldades para enxergar e 3 robôs)
**********
Robin tenta se concentrar no combate, mas depois da resposta da Devastadora, ele não consegue deixar de pensar se ela estaria apenas o provocando ou se a proposta era séria. Em todo caso, flertar com a filha do Exterminador no meio da batalha não libertaria o Cyborg. Pensando nisso, ele apenas diz:

Arrow Vamos seguir nesta direção...

Ao dobrarem para a esquerda, eles notam que chegaram a algo parecido com garagem. Com algumas motos e carros. Eles seguem cautelosamente, porém, quando chegam ao meio do estacionamento. Os carros começam a se transformar em robôs. Um deles diz:

Arrow Diretriz primária: exterminar.

Agora Robin e Devastadora se encontram cercados por 10 robôs de cerca de 3 m.


**************
Do lado de dentro, MicroChip vibra, enquanto diz:

Arrow Isso está mais interessante do que eu pensava! Já estou recebendo contatos do mundo todo e ainda nem mostrei a melhor parte das armas. Cara, eu devia te oferecer uma porcetagem nos lucros, mas acho que você iria começar a fazer "corpo mole"... Entendeu.. Ah! Hoje tá um saco conversar com você...




Nota do narrador:Não atualizei ainda o que tá rolando no rio por conta da falta das ações do povo lá.

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4164
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Phelipe Peregrino em Ter Ago 25, 2009 12:00 am

Besouro Azul nota que o Super-Choque vacilou por um momento após o pulso eletromagnético. Os disparos se intensificaram e a situação começou a ficar cada vez mais tensa. Vendo que seu parceiro aparentou ter fraquejado, o Besouro Azul gerou um escudo e se colocou entre o Super-Choque e os Ninjas.

Besouro Azul: Ta tudo bem aí, Fagulha?

Ele voltou, novamente, sua atenção aos ninjas.

Besouro Azul: Cara... Eu odeio ninhas!

Ele olha ao redor e nota que os dois estão cercados, e ele iria esperar o Super-Choque se recuperar para voltar a agir de forma ofensiva.
O Escudo se tornou uma cúpula de proteção que iria os proteger dos disparos.

Besouro Azul: Alguma idéia?

Quando a situação parecia não ter muita solução, Superboy aparece para oferecer-lhes reforços. Distraindo a atenção dos ninjas.

Besouro Azul: Ta legal, Escaravelho... Me dê algo que os derrube dessa vez!

Os braços do Besouro se transformaram em grandes lâminas luminosas. Instintivamente, o Besouro partiu para o ataque... Assim que a lâmina entrou em contato com um dos ninjas uma poderosa descarga percorreu o corpo do mesmo. Fazendo o cambalear e cair. Por quanto tempo não dava pra prever... Mas teria que funcionar.

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1476
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Convidad em Ter Ago 25, 2009 4:03 pm

Devastadora não deixa de tecer um comentário sobre a difícil situação em que os dois estavam, enquanto cruza as espadas diante de si própria.

- Ah, claro, Transformers! Acho que você não deveria ter citado o Godzilla. Me sinto numa produção japonesa de segunda! Se aparecerem tentáculos aqui de qualquer natureza, JURO que eu desisto da missão, ok? – ela riu. Rose parecia não se importar com o fato de estarem cercados. E parecia achar que o fato de que não teria que se controlar para lutar com os robôs era uma vantagem ao seu favor: ao menos não teria que ouvir o Robin pedindo pra ela se controlar, não causar mortes, como sempre.

Rose olhou para o herói de soslaio, enquanto se preparava para tomar uma atitude. Só não estava certa sobre o que fazer.

- Abrimos uma brecha? Esses robôs não me parecem muito rápidos...


Caso Robin concorde, Devastadora irá correr na direção de um dos robôs, atigindo-o nas pernas. Se conseguissem derrubar um deles, além de um espaço para prosseguirem, teriam uma barricada por onde os disparos dos outros não atravessariam.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Nasinbene em Qui Ago 27, 2009 12:50 pm

Robin e Devastadora haviam vencido o robô que viera na moto num ataque em conjunto. Devastadora faz então um comentário que deixa Robin meio que aparvalhado. Era impossível deixar de imaginar a cena...
Robin então sacode a cabeça, como que tentando espantar esse pensamento de sua cabeça para poder concentrar-se na missão. Cyborgue dependia do resgate agora. Então, os dois Titãs avançam até o que parece ser um estacionamento, repleto de carros e motos. No momento em que Robin e Devastadora encontram-se no meio do estacionamento, os veículos transforma-se em robôs. Logo, os dois vêem-se cercados por 10 robôs com cerca de 3 metros de altura. Essa transformação só poderia significar uma coisa: Microchip estava vendo-os. Isso agora era claro para Tim. Rapidamente, ele corre os olhos pelo local onde se encontravam, à procura de câmeras que pudessem denunciar sua posição. E logo Robin encontra algumas. O plano de Tempest, de entrarem desapercebidos tinha ido para o espaço. Microchip sabia da presença de Robin e Devastadora. Para que tivessem alguma chance, precisavam desaparecer. E Robin, como discípulo do Batman, era especialista em furtividade. Bem com em tecnologia. Assim, Robin traça um plano de ação.
Enquanto pensava rapidamente, Devastadora faz uma piada sobre os transformers. E propões que ela e Robin atacassem os robôs, visto que não pareciam ser rápidos. No entanto, Robin, que já havia encontrado um ponto cego, um local longe do campo de ação das câmeras lança vários batarangues contra essas câmeras. Em seguida, Robin lança várias bombas de fumaça, que confundiriam os sistemas de rastreio dos robôs, conferindo aos dois Titãs tempo para escapar. Mesmo que fossem sensores térmicos, as bombas garantiriam cobertura. Enquanto lança as bombas, Robin diz a Devastadora:

- Devastadora! Proteja-se e se prepare para sairmos daqui!!! Essas bombas de fumaça nos darão cobertura!!!




A fumaça sobe rapidamente e Robin então segura Rose pela cintura e, lançando um arpéu para o ponto cego que havia encontrado no telhado, leva a heroína para cima. Assim que ambos estivessem em segurança, longe das câmeras de Microchip e dos sensores dos robôs, Tim explica a Devastadora a fuga repentina:

- Eu nos tirei da mira dos robôs porque não podemos perder tempo lutando contra eles. Realmente não parecem rápidos e não precisam ser. São muito resistentes. Duvido que nossas armas pudessem causar um estrago significativo. Precisamos agora achar um jeito de entrar no castelo...

Robin então passa a procurar uma brecha, um ponto pelo qual ele e Rose poderiam entrar. Robin não pude deixar de sorrir ao imaginar a frustração de Microchip quando suas câmeras destruídas mostrarem apenas estática nos monitores...
avatar
Nasinbene

Número de Mensagens : 1288
Data de inscrição : 29/05/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão 1: Jogos Mortais

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum