Fase 1

Página 7 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Administrador em Qui Dez 03, 2009 12:04 am

Detetive Sand testemunhou estupefato o estrago que a misteriosa adversária de seu grupo causou. A mandíbula de Zatanna estava agora quebrada e Gelo se esforçava para levantar do chão. Mas o verdadeiro alvo da inimiga era o General Immortus. Os Desafiadores do Além eram apenas obstáculos no caminho dela e que ela removeria sem remorso. No entanto, o grupo precisava das informações do General Immortus para determinar o paradeiro da Lança do Destino, ou seja, Sand teria que proteger o cientista nazista de sua pretensa agressora. Não era nada agradável proteger um nazista como aquele, mas tudo em nome do dever...
Então Sand se preparou para receber os ataques da agressora, quando notou que a teimosa Gelo atacaria novamente. A garota se ergueu e preparou um novo ataque, furiosa pela maneira tão fácil com que foi derrotada. Sand pensou em protestar, mas notou que não adiantaria. Nada faria Gelo desistir. Mas irritada, ela usou a mesma estratégia que usou contra o Capitão Nazista.
Mas o plano não funcionou contra a agressora, que parecia ter reflexos muito apurados e antecipou a rajada congelante de Gelo. A agressora bloqueou o raio congelante com sua espada, desferindo um golpe que colidiu com a emissão de gelo, resultando na criação de pequenas lascas de gelo que se espalharam por toda a sala. As lascas feriram todos, mas felizmente as lascas só causaram danos superficiais.
Em seguida, a agressora se deslocou rapidamente na direção do Detetive Sand e do General Immortus, ignorando desta forma, Gelo. Ela não perderia mais tempo com Gelo, que parecia mais uma distração do que um perigo real para ela. Sand viu que agora seria tudo ou nada e solidificou seu corpo para suportar o ataque dela. Ela atacou com sua espada, mas não foi capaz de ferir Sand, que viu a oportunidade perfeita para revidar, aplicando um potente soco contra o rosto dela. O soco quebrou ossos da face da agressora e deixou seu nariz sangrando. Mas embora cambaleante, ela se esforçou para ficar de pé e continuar a luta. Logo depois, ela se deslocou com dificuldade contra Sand. O movimento dela parecia desajeitado. Assim que a lâmina dela estava para tocar o corpo de Sand mais uma vez, o Capitão Marvel interveio e quebrou a lâmina com sua mão. A agressora encarou Capitão Marvel e também Sand, desabando no chão posteriormente, enfraquecida depois de receber o golpe de Sand.
Agora a agressora estava inconsciente. No entanto, Morcego e Zatanna estavam muito feridos. Eva ainda estava desacordada. Porém, General Immortus estava sob o jugo deles.

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 3981
Idade : 33
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Qui Dez 10, 2009 12:52 am

Uma ameaça atrás da outra... pensava o Detetive Sand após quebrar os ossos do rosto da misteriosa lutadora nazista, e apenas o fizera pois o tal General Immortus possuía informações sobre o paradeiro da Lança do Destino, e realmente teria deixado a mulher tirar as suas satisfações com o homem caso ele não tivesse optado por cooperar, ter sido marcado com uma suástica em seu peito não fez maravilhas para o humor do Detetive. Ficou parado observando o "campo de batalha", como se estivesse avaliando os danos, viu que Zatanna, Morcego e Eva eram os mais feridos, Gelo havia recebido alguns golpes também, mas ela era uma garota forte, iria se recuperar rápido, e havia também o General do qual Sand estava ansioso em receber algumas respostas.

Virou-se então para o General, estava com um semblante um pouco mais calmo mas ainda prosseguia com frieza, não queria que o General tomasse as rédeas da interrogação se sentisse a preocupação e a tensão de Sand, mas ao chegar próximo ao velho não foi a ele em que dirigiu a palavra, e sim ao Capitão Marvel:

- Marvel, usa essa sua Velocidade de Mercúrio e tenta encontrar algum lugar que possa se passar por uma instalação médica para nós podermos tratar dos feridos... e se tu encontrar alguém que se passe por um médico tu achou um novo BFF¹... agora vai, eu vou manter o olho no nosso amiguinho aqui...

E agora finalmente se voltando ao General:

- Então... onde foi que nós paramos?


¹BFF = Best Friend Forever jocolor

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Sex Dez 11, 2009 12:31 am

Gelo ficou um tanto sem graça ao perceber que seu ataque, num ódio quase cego na direção da loira havia projetado lascas na direção dos demais, causando neles alguns ferimentos leves. Por sorte, as ações combinadas do Detetive Sand e do Capitão Marvel deixaram a agressora no chão, desacordada. Gelo não mais sentia os efeitos do ataque que havia sofrido, ia se desculpar pelos machucados que causara no grupo, mas percebeu o quanto era grave o estado de Zatanna e do Morcego. Adiantou-se na direção de Zatanna, enquanto Sand pedia ao Capitão Marvel para procurar uma enfermaria ou algo que o valha.

Tora abaixou-se próximo a Zatanna, constatando que sua mandíbula provavelmente estava quebrada. Rasgando um pedaço de sua própria roupa, a jovem "embrulhou" no tecido um pedaço de gelo que ela própria havia criado, colocando-o encostado à mandíbula da colega. Não seria suficiente, mas adiantaria para diminuir a dor naquele momento.

- Daremos um jeito nisso, acredite.
- falou de forma tranquilizadora, sem esperar uma resposta, afinal Zatanna estava incapacitada de falar. Seu olhar também mantinha-se tranquilo, mas logo Tora se afastou.

Foi na direção do Morcego, faria o mesmo com relação à mão do homem. O gelo seria útil para diminuir a dor das queimaduras. Mas eles precisavam urgente de cuidados médicos. Então Tora acompanhou com o olhar o Capitão Marvel: qualquer coisa que ele descobrisse que pudesse ajudar, seria bem vinda. Tentou não prestar atenção ao Detetive Sand e o velho. Por hora, a vontade que sentia de socar a cara daquele maracujá de gaveta ainda era forte demais, e era melhor não se aproximar.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Sex Dez 11, 2009 4:37 am

Zatanna olha para Gelo que se aproxima e agradece com um olhar a preocupação e medidas da sua amiga, embora pudesse fazer o melhor por si mesmo sozinha - só não tinha como verbalizar isso. Aproveitando momentos para passar o olhar aos combatentes e , por final, utilizar o sangue que escorreu de sua boca para escrever no chão :

- " Em-eruc "

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Qui Jan 07, 2010 4:01 pm

A situação havia agravado-se de tal forma, e aquilo era parcialmente culpa de Marvel. Por não querer fazer tudo sozinho e tornar o grupo de certa forma obsoleto, ele deixou as coisas chegarem a esse ponto. Agora, tinha que procurar alguém capaz de auxiliar os feridos. Assim que Sandman pediu, ele saiu em sua supervelocidade, vasculhando o local a procura de acomodações médicas e alguém que pudesse ajudar. Somente voltaria ao grupo depois que houvesse encontrado pelo menos um desses quesitos, não sem antes vasculhar todo o local.

(Off: Apenas para dar seguimento ao jogo.)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Administrador em Qui Jan 14, 2010 8:49 pm

Os Desafiadores do Além venceram a Agressora mas não sem um custo. A mandíbula de Zatanna foi quebrada pelo ataque da inimiga. Gelo ganhou hematomas. As mãos de Morcego estavam feridas. Sem mencionar as lascas de Gelo, que causaram escoriações em todos eles. Aquela definitivamente foi uma batalha mais difícil do que eles imaginaram no princípio.
Constrangida, depois que seu ataque transformou-se em várias lascas de gelo que feriram seus colegas, Gelo foi até os mais feridos, Morcego e Zatanna, para amenizar seus ferimentos. Ela usou o frio para cuidar das queimaduras na mão de Morcego, mas não era possível fazer nada pela outra, que foi empalada por uma das adagas da Agressora. No caso de Zatanna, Gelo percebeu que ela não precisaria de seu auxílio, pois se recuperou sozinha, o que mostrou que a feiticeira era mais versátil do que Gelo e os outros imaginaram. Os membros daquele quarteto era mesmo surpreendentes.
Zatanna sabia como sanar aquela situação, mas sem a possibilidade de falar, por conta da mandíbula fraturada, ela teria que improvisar, pois mesmo sem sua voz, a magia ainda teria que sair de dentro dela. Ela própria era o canal para sua magia. Então ela canalizou seu encanto com o sangue que escorreu de sua boca. Com as gotas de sangue que caíram no chão, ela escreveu palavras de trás para frente específicas: "Em-eruc". Em seguida, a fratura na mandíbula de Zatanna desapareceu e ela estava plena novamente. Ela se levantou e olhou para a desacordada Eva.
Ela verificou os sinais vitais de Eva e constatou que ela ainda vivia, apesar de estar inconsciente. Depois ela olhou para a caída Agressora com um certo rancor. Neste momento, ela notou que a Agressora era muito parecida com a mulher que encontraram no salão de piso xadrez. Provavelmente a mulher que encontraram antes também era um dos clones fabricados pelo General Immortus em laboratório.
Então Morcego se aproximou de Zatanna e pediu para ela pegar o comunicador em seu cinto e entrar em contato com Zinda Blake. A intenção era pedir para Zinda buscar o grupo. Como as mãos de Morcego estavam feridas, ele encontrou dificuldade para manusear o aparelho de comunicação. Por isto, ele pediu a ajuda de Zatanna. Ele se esforçou para não mostrar o quanto sentia dor.
Mas se Zatanna estava recuperada, os outros ainda necessitavam de cuidados. Então Sand pediu para o Capitão Marvel usar a Velocidade de Mercúrio para encontrar socorro para o grupo. No entanto, Capitão Marvel não encontrou nada além da sala médica onde eles enfrentaram o Barão Blitzkrieg. Enquanto isto, Sand aproveitou pra arrancar algumas respostas do General Immortus, que agora não tinha mais Eva e nenhum clone para o proteger. Sem outra escolha, Immortus revelou que seu líder vivia em uma mansão em Frankfurt. Ele deu as coordenadas do local e disse que o grupo encontraria a Lança do Destino lá.

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 3981
Idade : 33
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Ter Fev 02, 2010 7:15 pm

- Frankfurt então? Ótimo.

Sand dá as costas para o General, desde que havia sido marcado pela visão de calor de Eva, Sand estava sentindo bastante raiva, sabia que não era culpa da garota, ela era só mais um instrumento no jogo de poder do general.

- Só mais uma coisa... - falou o detetive ainda de costas para o Genaral. E se virando rapidamente aplica um forte soco no rosto do velho.

- Escória Nazista...

Sand novamente dá as costas ao velho e vai em direção dos feridos para ver onde podia ajudar.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Qui Fev 04, 2010 2:36 am

- Uau, garota! - Gelo exclamou diante da magia que havia curado os ferimentos de Zatanna. - Com certeza é mais útil que um poder que por acidente pode machucar todos ao redor!

Gelo riu, o fato de saber que Eva estava viva e que todos saíram relativamente bem depois dos apuros que haviam passado haviam contribuído para que a jovem voltasse ao bom humor de antes. Isso incluía rir da própria burrada que havia feito. Estava com alguns hematomas pelo corpo, andar doía, mas quem se importava? Eles pareciam próximos de chegar ao artefato. Ao menos foi o que constatou ao ouvir o que o Detetive Sand disse, um pouco antes de esmurrar o velho nazista. Ao ver a cena do velho sendo socado, Tora soltou um assobio baixo, comentando consigo mesma que sentia uma tremenda vontade de esperar o velho acordar só pra poder nocauteá-lo de novo.

Quando Sand passou por ela, visivelmente mal-humorado - e com razão, ela sabia que agora havia marcada uma suástica no peito do detetive - Gelo fez um sinal para que ele interrompesse seu caminho. Com uma expressão inocente, a jovem fez um gesto como se pedisse pra ele mostrar a marca.

- Eu sei que pra tu, estar vestido é algo até meio fora do normal, mas deixa eu ver, vai.
- analisou por um instante a suástica quando ele afastou a camisa, de forma séria. - Tá, certamente era melhor antes, mas não tá tããão ruim assim. - depois ela se corrigiu. ERA UMA SUÁSTICA. GRAVADA NO PEITO. - Ah, pensa pelo lado positivo, tu pode cobrir isso. Se juntar alguns pontos, inclusive, tu teria uma flor... certo, desculpe. O que eu queria realmente perguntar era se isso tá doendo.

Depois Gelo vai se dirigir até o Morcego, parando por um segundo para analisar como estavam as mãos dele. - Certo, nós te ajudamos, agora espero que o contato que está vindo te buscar não se aborreça de fazer uma parada para deixar algumas pessoas em Frankfurt. Não é?

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Qui Fev 04, 2010 7:36 pm

Após não encontrar aquilo que procurava, Capitão Marvel retornou para o local onde todos encontravam-se e apesar de não ter podido fazer muito, estava contente de ver que todos encontravam-se bem, a sua maneira. A suástica no peito de Sandman realmente era algo que o incomodaria, mas com certeza encontrariam uma forma de desfazê-la. Via o rosto de Immortus sangrando e imaginava que tinha sido o detetive Sand. Não tinha o que dizer em relação a isso, apesar de não gostar de violência contra pessoas que não poderiam reagir. Em seguida, olhou para o Morcego e em seguida para Gelo e Zatanna, e para as duas deu um calmo sorriso.

- Então, nosso destino é Frankfurt. Quanto antes formos, mais cedo terminamos esta missão e retornamos. Zatanna, se puder curar os ferimentos de todos que possuirem com sua magia, para que cheguemos lá em condições de enfrentar qualquer desafio. Morcego, acredito que sua missão terminou, então acompanhe-nos apenas se quiser. Não vou colocar em risco a vida de mais ninguém por nossa missão...

Ao falar com Morcego porém, o rosto de Marvel voltou a habitual ausência de sentimentos. Esperava apenas que todos se aprontassem para partir.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Administrador em Qua Fev 10, 2010 6:51 am

Depois que o General Immortus contou tudo o que sabia, Detetive Sand tratou de nocautear o incômodo cientista nazista. Em seguida, Morcego, revistou Immortus e se apoderou de armas, fósforos e um charuto. Então removeu a lâmina que a Agressora fincou em sua mão, acendeu o charuto com os fósforos e por fim, colocou a ponta acesa do charuto na área do ferimento. A intenção dele era cauterizar a ferida em sua mão e ele alcançou êxito em seu intento. Era notável a capacidade de Morcego de sobrepujar a dor. A queimadura na outra mão ainda era dolorosa, mas depois de cauterizar a outra ferida, ela agiu com normalidade, como se não sentisse dor alguma. Só então ele respondeu as indagações dos Desafiadores do Além sobre as chances de conseguir transporte para Frankfurt.

- Também é do meu interesse encontrar Vandal Savage. Ele é o líder do culto nazista que investigamos. Se ele tem uma arma especial, é vital que ele seja detido. Mas Frankfurt terá de esperar, pois antes, eu tenho que deixar General Immortus sob custódia na base. Ele cometeu vários crimes de guerra e tem que ser entregue para julgamento. Sem mencionar que Eva necessita de cuidados médicos e ainda temos que levar os clones que Immortus criou. Eva é valiosa e creio que meus superiores vão se interessar bastante pelo método de clonagem Immortus.

As palavras de Morcego não agradaram os Desafiadores do Além. O grupo teria que esperar até viajar para Frankfurt. Outro detalhe perturbador era a maneira que Morcego citou Eva e os clones criados por Immortus. Com certeza, os militares teriam grande interesse em estudar Eva e as pesquisas de Immortus. Mas naquele momento o grupo precisava de Morcego para completar sua missão.
Então Zinda Blake, a aviadora da Esquadrilha dos Falcões Negros, voltou para buscar o grupo. Segundo as recomendações de Morcego, ela levou o grupo até o esconderijo militar, que mais parecia um bunker. Por esta razão, Zinda decolou logo que deixou o grupo, pois não havia como manter seu avião dentro da base. Uma vez lá dentro, eles foram recebidos por Relógio, para a surpresa de Morcego.

Morcego: - Por que não seguiu meu conselho, Rex? Wendy está te esperando. Por que não abandona o serviço militar e casa com ela? É a sua única chance de ter uma vida normal e deixar tudo isto pra trás.

Relógio: - Não começa, Morcego. Eu sei porque você me afastou da última missão. Você ainda se sente culpado pela morte de Coruja e pela morte da esposa de Sublime.

Morcego: - É um bom exemplo do que acontece com quem escolhe essa vida. Sublime perdeu a esposa e nunca mais foi o mesmo. Imagine o que aconteceria com Wendy se você morrer.

Relógio: - A esposa de Sublime não morreu por sua causa. Espantalho matou ela. Você não pode se responsabilizar por todos que morrem ao seu redor. Cedo ou tarde, todos morrem.

Morcego: - Não perto de mim.

Relógio: - Você não tem como competir com a morte. E sinceramente, Morcego, eu sei me cuidar. Não preciso da sua proteção.

Morcego: - Então que assim seja!

Então outro indivíduo se juntou aos dois agentes militares. Ele tinha um aspecto um tanto misterioso. Ele escondia seu rosto com uma máscara de gás e vestia um traje pesado, que incluia chapéu e sobretudo. Mas ele não parecia interessado no diálogo de seus colegas. Na verdade, foi a presença do Detetive Sand que atraiu a atenção dele. À propósito, o codinome dele era Sandman.

Sandman: - Como é possível? Ele se parece exatamente com Sandy Hawkins. Eu vi o cadáver de Sandy e esse homem não pode ser ele! Todos nós vimos! O que esse sujeito é? É um sósia? Um contra-espião? Você está descuidado, Morcego! Como trouxe esse sujeito pra cá? E se ele for o Parasita ou algum tipo novo de ameaça?

Morcego: - Acalme-se, Sandman! Eu sei que você treinou Sandy como espião e que ele significava muito para você, mas peço que tenha calma! Ele não é o Sandy Hawkins que conhecemos, mas de certa forma é ele! Eu explicarei uma outra hora. Agora temos que nos aprontar para uma missão urgente, pois finalmente encontramos o paradeiro de Vandal Savage!

As palavras de Sandman soaram ameaçadoras, pois por causa da máscara de gás, sua voz era abafada e áspera. No entanto, Morcego foi bem sucedido em acalmar o colega, mas ele não deixou de encarar o Detetive Sand durante o tempo que ficaram na base. Enquanto isso, os outros militares na base cuidaram dos detalhes burocráticos. Encarceraram General Immortus e guardaram os corpos dos clones do cientista nazista para estudo posterior. Eva recebeu cuidados médicos e Morcego orientou os procedimentos corretos para tratar dela, inclusive, entregou os instrumentos médicos fabricados com aquele estranho minério verde, encontrados no esconderijo de Immortus. Depois que todas essas providências foram tomadas, Morcego entrou em contato com Zinda Blake pelo rádio e pediu para ela retornar com o avião.
Então Morcego, Relógio e Sandman saíram para fora da base e esperaram pela chegada de Zinda Blake. Os Desafiadores do Além perceberam que foram esquecidos e seguiram os três. Lá fora fazia muito frio. A neve era intensa. Por alguns instantes, Gelo se sentiu como se estivesse na sua terra natal. Mas a constatação de que os Desafiadores não foram incluídos naquela missão, desagradou Gelo.


Morcego e seus colegas estavam prontos para entrar no avião, quando foram interrompidos por Gelo e os outros Desafiadores do Além. Aquela missão era tão importante para os Desafiadores quanto era pro grupo de Morcego, talvez até mais e ninguém impediria o grupo de participar dela. Diante do apelo dos quatro, Morcego apresentou uma resposta previsível.

Morcego: - Este é um assunto do Trio Profano! Somente nós três temos autorização para agir nestes casos. Até o momento, não sabemos quem são vocês, pra quem trabalham ou como adquiriram seus poderes. E não temos tempo para verificar a história de vocês. Embora eu reconheça o quanto são aliados de valor, os meus superiores não confiam em vocês. Então vocês ficam de fora desta missão.

Os Desafiadores do Além se viram diante de um novo impasse. Para prosseguir com a missão, o grupo teria que argumentar com o chamado "Trio Profano".




Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 3981
Idade : 33
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Seg Fev 15, 2010 9:32 pm

Se já incomodava a Gelo o destino incerto de Eva, que aos seus olhos não era mais do que uma garota perdida, a atitude dos heróis daquele mundo REALMENTE lhe irritava. Na verdade, a jovem preferiu contornar o temperamento explosivo, ficando quieta em um canto, mas era claro seu desagrado. Quando percebeu que estava nevando, sentiu-se ligeiramente mais calma. Isso até serem completamente ignorados pelo "Trio Profano". Tora ouviu as palavras do Morcego com um sorriso irônico nos lábios. Embora sentisse muita raiva, não podia de notar o quanto eles eram patéticos. E então quando Morcego finalizou com um "então vocês ficam de fora desta missão", a jovem encarou-o por alguns instantes.

- Pois bem. Espera o que, que a gente peça "por favor"? Me poupe. Será que vocês não conseguem compreender o quanto isso é patético? Ordens dos superiores. Realmente, Morcego, nossa ajuda não é necessária. Você estava dando conta da situação perfeitamente, não? Podia ter resolvido tudo sozinho. Sabe, na verdade você me dá pena. Sim, porque qualquer um que vê três pessoas se arrebentando pra ajudar, e AINDA ASSIM acha que elas não são dignas de confiança... não merece viver em sociedade. Foda-se, Morcego. Continue seguindo as "ordens superiores". Com ou sem a ajuda de vocês, iremos pra Frankfurt. E mesmo que vocês saiam daqui nessa droga de avião, se chegarmos lá e os encontrarmos apanhando dos nazistas, não deixaremos que eles chutem o rabo de vocês na nossa frente. Sabe porque? Pra provar que vocês estão errados. Vocês acham que precisamos da ajuda de vocês, mas é exatamente o contrário.
- Gelo dava o assunto por encerrado. Eles realmente não precisavam da ajuda dos três para irem até Frankfurt. Por isso, deu de ombros, mas antes de consultar os colegas, virou-se para os três mais uma vez e completou - Ah, e "Trio Profano" COM CERTEZA é o nome mais ridículo que eu já ouvi na minha vida.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Qua Fev 17, 2010 5:40 pm

*Zatanna se recuperava em silêncio de tudo que tinha ocorrido.

Após a resolução dos eventos e todo o discurso de Morcego e seus 2 amigos, Zee pensa em falar algo, mas quem toma a iniciativa é Gelo - e como ela fala. Tudo que a heroína pode fazer é sorrir , pois as palavras da colega poderiam muito bem terem saído de sua boca. Ela estava exausta, mas preferia seguir somente os 4 do que ter de aguentar mais tempo aqueles heróis de um mundo em guerra.

Quando Gelo a olha, ela apenas sorri e concorda com a cabeça.*


- Vamos, então?

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Qui Fev 18, 2010 3:32 pm

Marvel estava sempre alheio ao que acontecia, talvez por seu sentimento blasé o afastar de discussões inúteis. Mas aquilo de certa forma havia chamado sua atenção. Como podia ser tão turrão e teimoso, mais do que o Batman de sua realidade? Aquele Morcego era muito arrogante e presunçoso, e isso eram defeitos que Deuses não gostavam de ver em humanos. Enquanto Gelo e Morcego debatiam, os passos do Capitão Marvel rumavam calmamente em direção ao avião usado pelo "Trio Profano". Olhou a aeronave com atenção e colocou a mão no trem de pouso e se nesse momento as pessoas houvessem silenciado sua contenda, ouviriam um baixo rangido de metal enquanto os poderosos dedos do Capitão agarravam ao metal. Em seguida, o rangido foi da nave inteira que erguia-se junto com o vôo do herói. Em um movimento preciso, ele fez com que o avião ficasse bem perto do rosto de Morcego, olhando para o herói marrento com sua costumeira face sem expressão.

- Eu não costumo me envolver nessas discussões, mas acho que você está esquecendo-se de coisas que um detetive normalmente não esquece, Morcego. A primeira delas, é que ajudamos você a despeito de suas atitudes bastante obscuras e sua mania de dar ordens para cima e para baixo. A segunda, é o fato de que na verdade, não precisamos de você e que não possui nada para impedir que nós façamos o que queremos. E a terceira delas é a limitação que sua condição humana impõe a você. Então deve decidir se vai nos ajudar em um trabalho mútuo, ou se vai permitir que nós quatro continuemos nossa missão...sem vocês!

Ao terminar de falar, o rosto de Marvel estava diferente, como se estivesse chateado de ter que chegar a esse ponto. Não gostava de ter que mostrar que estava no controle da situação, mas Morcego e seus amigos "Profanos" pediam por isso. Restava agora saber o que eles fariam.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Sex Fev 19, 2010 12:16 am

Não havia mais nada a ser dito ou feito, se o "Trio Profano" ainda resolvia ficar de suspeita para cima dos Desafiadores, nada como uma boa intimidação para tentar colocá-los no seu lugar, e o Capitão Marvel se assegurou disso. Sand já havia presenciado as demonstrações de poder de Marvel, mas mesmo assim não deixou de estremecer diante de seu feito. Agora era apenas esperar para ver as suas reações.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Administrador em Qui Fev 25, 2010 12:56 am

Diante da recusa do Trio Profano de trabalhar com os Desafiadores do Além, a garota gélida de coração quente, Gelo, demonstrou toda sua indignação. Mas foi o Capitão Marvel que levou a discussão para um outro nível. Ele agarrou o avião que transportaria o Trio Profano e moveu com velocidade na direção de Morcego. Com um gesto preciso, ele parou o avião, alguns centímetros do rosto de Morcego. Mas o herói militar não se intimidou. E depois que o Capitão Marvel apresentou seus argumentos, Morcego demonstrou sua frieza lógico para expor sua perspectiva acerca das falhas do quarteto de outros mundos.

Morcego: - É justamente por este tipo de atitude que não tenho razão alguma pra confiar em você! Sim, eu sou apenas humano, enquanto vocês são muito poderosos. A humanidade me impõe limitações, mas um herói não é feito apenas de poder. E disto você se esqueceu, não é? Se esqueceu também, que apesar das minhas limitações, fui eu quem derrotei Eva! Eu também não teria problemas com o Barão Blitzkrieg, considerando que ele era um velho inimigo, que eu derrotei em outras ocasiões. No caso da Agressora, ela empalou uma de minhas mãos, mas aquele foi apenas o primeiro movimento do que seria uma árdua batalha. Eu teria condições de derrotar aquela mulher sozinho, mas vocês interviram antes. Será que percebe o quanto você subestima seus adversários?

Morcego encarou Capitão Marvel com uma expressão severa. Se o Capitão Marvel e os Desafiadores do Além se julgavam superiores, Morcego acreditou que era hora de uma lição de humildade.

Morcego: - Você vê todos os humanos comuns como seres frágeis! E essa será sua ruína, pois você não valoriza a aplicação de um bom treinamento e o uso de tecnologia! Você e seus amigos não entenderam porque eu observei os primeiros passos de vocês naquela fazenda, mas foi apenas para perceber como vocês trabalham. E eu notei algo curioso em você. Você não expressa nenhuma emoção ou preocupação sincera com seus amigos. O poder já te corrompeu e você nem mesmo percebeu. No seu íntimo, você crê que está acima dos meros mortais e até mesmo de indivíduos como eu. Zod também era assim. Você e ele não se parecem apenas por causa do nível de poder e força. E se você continuar no meu mundo, você provavelmente será uma ameaça que eu terei que deter futuramente.

As palavras de Morcego pareceram uma ameaça e os Desafiadores do Além se prepararam para um possível confronto, mas Morcego apenas prosseguiu com seu discurso. Ele aproveitou a reação dos outros Desafiadores para direcionar seu discurso para a indiferença que o Capitão Marvel nutria por seus colegas. A argumentação de Morcego era claramente uma crítica sobre a superioridade ostentada por Capitão Marvel.

Morcego: - Seus amigos nem mesmo estão seguros ao seu lado, pois há de chegar o dia, em que eles nem mesmo serão importantes para você. Você demonstrou isso muito bem ao erguer este avião sem considerar o bem estar de nossa aviadora, Zinda Blake, que está aí dentro. Se ela estiver ferida, você será responsabilizado! Percebe agora porque não podemos nem mesmo cogitar a idéia de trabalhar com alguém como você? Você é extremamente poderoso e usa seus poderes como quem bebe água! Nem se lembra mais como é ser um humano comum! Você não se importa com os outros como deveria! E aquele que se julga superior, é o mais fácil de se surpreender! É como você e seus amigos se julgam! Agora solte o avião cuidadosamente no chão e deixe meu grupo seguir seu caminho!

Então Morcego encerrou seu discurso. Obviamente, ele ainda relutaria em aceitar a participação dos Desafiadores do Além em sua campanha. O quarteto tinha duas opções agora. Ou insistir novamente para acompanhar o Trio Profano, ou partir para Frankfurt por outros meios. Detetive Sand tinha as coordenadas exatas do esconderijo nazista e Zatanna tinha como transportar o quarteto. Mas caberia ao grupo como um todo definir como proceder diante da relutância de Morcego em trabalhar com eles. Afinal, eles já estavam há um bom tempo naquele mundo e o tempo para completar a missão era escasso.

Nota: Definam logo como vocês vão para Frankfurt. Se acreditam que o melhor é convencer Morcego das boas intenções de vocês, façam isto. Mas se vão para Frankfurt de outra maneira, então declarem isto logo, pois a trama está paralisada e a definição do meio de viagem já era pra ter sido apresentada na rodada anterior.

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 3981
Idade : 33
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Qui Fev 25, 2010 10:19 am

Definitivamente, o Morcego gostava de dircursos longos. E Gelo não interferiu em nada do que ele disse, apenas observando de vez em quando a expressão do Capitão Marvel enquanto ele falava. Na verdade, o fato de ter falado todas aquelas coisas mostrava que ele era capaz de mudar de expressão, mas Tora se perguntava porque isso só tinha aparecido agora. A jovem não julgava isso apenas como prepotência, como fizera o Morcego, apesar de ter feito isso num primeiro momento.

Depois que ele terminou de falar, estava temerosa em relação a um conflito, com certeza era a última coisa da qual eles precisavam. Então, com um suspiro, falou, não especificamente para o Morcego, mas como um comentário aleatório que pretendia encerrar o assunto.

- É, acho que ser um humano notável e um detetive incrível faz com que você comece a achar que sabe de tudo e como todas as coisas são. Muitas vezes, não passam de impressões erradas. Nem tudo é uma questão de lógica. Mas, pedir que todos enxerguem além do que os olhos podem ver, é demais.

Sorriu para o Capitão Marvel de forma tranquilizadora. Não havia ido muito com a cara do herói até então, mas talvez tivesse mudado de opinião. Virou-se para os desafiadores, deu um sorriso na direção de Zatanna e do Detetive Sand. Gelo não parecia mais irritada, e isso era curioso nela, a maneira como seu humor mudava em questão de segundos. E comportou-se como se o Trio Profano não estivesse mais lá, ou pelo menos, não fizesse mais a menor diferença - e realmente, não fazia.

- Pois bem, melhor não perdermos mais tempo com bobagens, certo? Frankfurt, então?

---
OFF: Pedro, eu acho que quando todos estão interpretando, o fato deles não saírem do lugar não significa que a trama está paralisada, mas que os jogadores estão interessados em interpretar, oras. Desculpe se o jogo não alcançou no post o que você pretendia, mas acho que quando estamos gostando de determinada trama, é natural que a gente queira interpretar mais. Pega leve, ok? Acho que agora a intenção de ir pra Frankfurt sem o trio profano - pelo menos da minha parte - já está clara. Abraço!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Qui Fev 25, 2010 10:40 am

Ouviu tudo que Morcego tinha para falar. A educação não era uma opção para Marvel, e sim uma obrigação. O Mago que o havia criado por algum tempo sempre o ensinou isso. Mas o mundo do qual William Batson veio era ganancioso, enganador e cheio de falsários. Marvel não acreditava que era melhor do que ninguém, mas acreditava que era melhor que Morcego. Não estava irritado, e em momento algum do discurso do detetive, a expressão do herói mudou. Porém, quando Gelo começou a falar, Batson olhou para ela e também prestou atenção. Quando esta deu um sorriso para ele, ele retribuiu com um sorriso calmo. Não havia mais motivos para continuar com aquela discussão. Colocou o avião no chão calmamente, da mesma forma que havia retirado e caminhou para perto de Morcego, encarando-o com um rosto agora sério.

- Só vou te pedir duas coisas, Morcego: Quando decidir tentar provar suas palavras e colocar sua tecnologia e treinamento para tentar me combater, venha para cima de mim apenas. Acredito que não entenda as circunstâncias do que acontece conosco, mas se tocar em um fio de cabelo que seja de qualquer um de meus companheiros visando prejudicá-los então, conhecerá uma face minha que transcende a "arrogância divina" com a qual acho que me porto.

Virou-se e caminhou para perto dos Desafiadores, dando o mesmo sorriso que havia dado à Gelo aos demais, parecia que havia um motivo para não perder a confiança na capacidade humana de associar-se pelo bem comum, e não apenas para provar algo ou cumprir ordens. Isso alegrava não o Capitão Marvel, mas a alma humana de William Batson. Em seguida, olhou em volta e ao achar qualquer veículo que fosse, um carro ou algo maior, iria buscá-lo para a equipe. Não precisavam de Morcego, do Trio Profano ou sequer de um avião. Assentos seguros e cintos de segurança eram o suficiente para que Marvel levasse os Desafiadores para Frankfurt.

- A segunda coisa, peça desculpas a Srta. Zinda Blake. Não imaginava que ela pudesse se machucar por estar dentro de um avião que se movimentou em minhas mãos. Talvez eu seja mesmo arrogante, obrigado pela dica. Vamos, Sandman, Gelo e Zatanna. Entrem e seguiremos nossa missão.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Sab Fev 27, 2010 6:43 pm

Os ânimos se esquentaram rápidamente ali naquele lugar frio, e as coisas estavam tomando um curso que só podia terminar de uma forma. Ao lado de Zatanna, Sand fala para a maga:

-Escuta, tu falou que tu podia fazer magias e coisas assim não é? E pelo o que eu vi até agora você é bem boa no que faz, agora, eu não entendo muito dessas coisas, mas eu sei onde é esse esconderijo que todos nós precisamos ir, se tu puder, sei lá, fazer um "Abracadabra" aí pra nós chegarmos lá antes que alguém aqui se mate seria ótimo...

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Sab Fev 27, 2010 6:56 pm

Aparentemente a discussão havia tomado tons de ameaça, mas do mesmo modo que seus amigos se comportaram, Zatanna se comportou. Ouviu o Morcego, em seguida Gelo e Marvel. Sorriu de volta para seus companheiros quando o detetive Sand, ao seu lado, lhe fez uma pergunta:

-Escuta, tu falou que tu podia fazer magias e coisas assim não é? E pelo o que eu vi até agora você é bem boa no que faz, agora, eu não entendo muito dessas coisas, mas eu sei onde é esse esconderijo que todos nós precisamos ir, se tu puder, sei lá, fazer um "Abracadabra" aí pra nós chegarmos lá antes que alguém aqui se mate seria ótimo...

- "Sim, Sand.. posso fazer chegarmos lá rapidamente... só que precisarei descansar, ou antes, ou depois... não sei onde vocês preferem fazer isso: aqui ou lá. É escolha de vocês... assim que for decidido eu farei o "transporte".

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Administrador em Dom Fev 28, 2010 9:05 pm

Assim que Morcego terminou sua discussão com os Desafiadores do Além, ele partiu com o Trio Profano resoluto. Os três heróis militares adentraram o avião de Zinda Blake e deixaram os Desafiadores sozinhos. Então não havia outra alternativa para os Desafiadores do Além senão ir para Frankfurt por seus próprios meios. Zatanna teria como cuidar do transporte, mas precisaria de descanso ao chegar lá.
Zatanna usou as coordenadas fornecidas por Detetive Sand para elaborar as palavras de seu encantamento de transporte. No instante seguinte, eles se depararam com um novo cenário, uma mansão no campo. Como Zatanna precisaria de um tempo para renovar suas forças, os outros Desafiadores fizeram o reconhecimento do terreno e averiguaram as defesas do esconderijo de Vandal Savage.
Ocultos pelos arbustos campestres, eles notaram a mansão mais adiante. Curiosamente só havia um guarda na entrada. Não era possível determinar a aparência do guarda por conta da distância e da escassez de luz da noite. Mas era estranho que o esconderijo de alguém tão importante tivesse a proteção de apenas um indivíduo. Então provavelmente o tal guarda não era alguém comum.

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 3981
Idade : 33
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Sex Abr 02, 2010 9:33 pm

Estavam ali, parados em meio à vegetação, olhando para o guarda. Estava escuro, logo não podiam saber a aparência. Talvez os membros mais cautelosos dos Desafiadores achassem que eles deviam ficar incógnitos até descobrir de quem se tratava, mas... não era isso que Gelo pensava.

- Bom, ALGUÉM tem que fazer alguma coisa. Zatanna, sei que talvez esteja cansada, mas você é capaz fazer um feitiço para me ensinar alemão? Tá na hora de um pouco de teatro. E se escondam, vocês.
- Gelo considerou que talvez essa fosse uma coisa simples, então talvez Zatanna pudesse ajudá-la. Caso ela não tivesse forças nem pra isso, a jovem irá se apegar ao seu vasto vocabulário em alemão (menos de 10 palavras) e irá bagunçar os cabelos, balbuciando-as de maneira quase incompreensível - treinando para quando se aproximasse do homem. Não era possível mexer nas roupas, mas Gelo mudou sua postura corporal para algo quase paranóico.

- Vejo vocês lá dentro. No mínimo, vou descobrir quem é esse cara. Escondam-se, agora.
- piscou para os colegas antes de caminhar lentamente na direção do guarda. A "jovem nórdica indefesa" cairia no chão quando estivesse a apenas alguns metros do "segurança", de forma ruidosa para chamar sua atenção.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Seg Abr 05, 2010 1:18 pm

Zatanna acompanhava o grupo quieta. Tentava poupar energias pq sabia que a missão ali ainda não tinha acabado, porém estava feliz: preferia ficar só entre seus companheiros do que ter que se submeter aos caprichos do trio de "heróis" desse mundo.
Quando Gelo lhe pede o favor, não pode negar:


- " Oãmela me es-euqinumoC "

E se esconde junto ao resto do grupo, esperando a ação da jovem.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Seg Abr 05, 2010 9:38 pm

-O que diabos tu ta pensando em fazer guria?!

Sand tenta impedir a jovem nórdica a ir em direção do guarda do castelo, mas falhara, pois Gelo era como água morro abaixo, era impossível de se parar quando colocava algo em sua cabeça. Merda! - falou o detetive enquanto rapidamente tentava encontrar um lugar para se esconder.

Essa guria vai acabar se matando uma hora dessas.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Convidad em Ter Abr 06, 2010 8:03 pm

Aquele era um momento que há algum tempo não curtiam, eles livres da influência do Morcego e do "Governo" ao qual tanto o trio obedecia. Quando Gelo disparou sua idéia de aprender alemão como se estivesse na Matrix e ir tratar do assunto, pensou em colocar-se contra o fato, mas deixou a situação rolar. Deveria confiar no grupo, e se ela tinha um plano era bom. Assim que ela pediu para que se escondessem, ele procurou um local que parecesse seguro e abaixou-se, de forma a não perder Gelo de vista. Sorriu ao ouvir o comentário de Sandman, que mostrava quase uma preocupação paternal.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Administrador em Qua Abr 07, 2010 1:29 am

Diferente de seus colegas que esperavam pelo melhor momento de abordar o suposto vigia do esconderijo, Gelo optou por verificar o sujeito por si mesma. Após pedir para Zatanna conjurar um encanto que a permitisse falar em alemão, Gelo foi na direção do vigia e então fingiu que tropeçou para chamar a atenção dele. Ele deixou a escuridão ambiente e foi até ela. O que Gelo viu não foi nada ameno.
O tal vigia vestia um traje militar escuro e seu rosto era coberto por uma espécie de máscara respiratória. O traje dele também parecia ser feito de algum material especial.


Quando ele se aproximou da caída jovem nórdica, ele apenas disse: - Você não deveria estar aqui, garota! Vou corrigir este erro! - Ele falou em inglês autêntico e fluente. O sujeito não parecia ser nem um pouco alemão. Mas Gelo realmente ficou preocupada quando as mãos do vigia começaram a brilhar. Por instinto, ela conjurou um escudo de gelo ao seu redor, o que foi providencial, pois do contrário, ela estaria morta agora, considerando que o vigia disparou rajadas de fusão de intenso calor. A explosão resultante das rajadas foi tão forte que destroçou a proteção de Gelo e ainda a lançou vários metros para trás.
De longe, os outros Desafiadores do Além observaram o violento ataque e notaram que a colega deles estava em perigo extremo.


Última edição por Batman em Sex Abr 08, 2011 7:52 pm, editado 1 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 3981
Idade : 33
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fase 1

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 7 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum