Vilões

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Vilões

Mensagem  Administrador em Qui Out 30, 2008 5:55 pm

Origens Secretas dos Vilões.

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Dom Dez 07, 2008 8:59 pm

A Origem da Hera Venenosa


"Florzinha", eles a chamavam. "Botãozinho de Rosa". Só Jason Woodrue, conhecido em alguns círculos como o Homem Florônico, percebeu o belo potencial venenoso dentro da tímida e recolhida Dra. Pamela Isley. Ela só precisava dos cuidados ideais para florescer, e ninguém mais tinha um dedo verde como Woodrue. Ele queria transformar Isley num híbrido humano/planta como ele próprio. Jamais imaginaria que havia semeado algo como a Hera Venenosa. Onde Pamela Isley não era atraente, Hera Venenosa era inegavelmente deslumbrante. Ela floresceu com pólen de feromônios que faziam machos de todas as espécies se curvarem para ela como bambus ao vento. Isto é, todos menos um. Hera Venenosa já era verde antes da ecologia e sustentabilidade entrarem na moda. Mas, embora Gotham City oferecesse um terreno fértil para que ela fundasse sua eco-cruzada, o Batman garantiu que a vilã não fincasse raízes permanentes no solo dele.

Por algum tempo, Hera Venenosa se dispersou como pólen soprado em brisas para climas menos amigáveis. E embora sempre preferisse a companhia de homens, Hera Venenosa acabou achando um espírito mais irmão que tinha seu amor por todas as coisas da cor do dinheiro. Mas a amizade tóxica de Hera Venenosa com Arlequina sempre a levava de volta a uma cela-terrário dentro do sombrio e úmido Asilo Arkham. Com vários parafusos faltando, Hera Venenosa atualmente acha sua causa ambiental menos importante do que seus caprichos de vingança. Se não for cuidada, uma erva acaba sufocando. E com a horrível Colheita, um horror híbrido que germinou de todas as suas vítimas, Hera Venenosa teria colhido o que plantou se não fosse por um homem resistente ao seu charme de clorofila. Talvez Batman acreditasse que um dia ela poderia virar uma nova folha de sua vida, ou quem sabe ele soubesse que, no fundo, Hera Venenosa não passava de uma semente ruim.

Poderes & Armas:

Com sua química corporal alterada pela manipulação de Woodrue, Hera Venenosa é hoje mais planta do que humana. Ela é capaz de exsudar uma variedade de venenos baseados na flora e feromônios entorpecentes. Ela tem um controle limitado sobre certas formas de vida vegetais, incluindo monstruosos híbridos criados por bioengenharia pela própria Hera Venenosa.

Afiliações Conhecidas:

Gangue da Injustiça, Esquadrão Suicida e Sociedade Secreta de Super-Vilões


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 1:37 pm, editado 3 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Dom Dez 07, 2008 9:41 pm

A Origem de Parallax


Apesar do que crêem os astrofísicos, o universo não é definido nem pela dimensão nem pelo espaço, mas pela cor. Amarelo sempre foi a cor do medo. Desde que a criação surgiu no Big Bang, pequenos seres azuis têm mantido a ordem. Milênios atrás, na distante Oa, os autoproclamados Guardiões do Universo aprisionaram a corporificação física do medo dentro de sua grande bateria energética central. Pelo grande plano dos Guardiões, Azul e Amarelo misturados resultavam em verde, a cor da coragem e a mais importante qualificação para alistamento na Tropa dos Lanternas Verdes. Seres sem medo, os Lanternas Verdes acreditaram na pequena mentira "inofensiva" dos Guardiões de que a vulnerabilidade de seus fantásticos anéis energéticos à cor amarela era uma "impureza necessária". Mas pergunte a qualquer membro da Tropa - passado ou presente - e ele, ela ou outro gênero de ser, lhe dirá a simples verdade: amarelo é a cor do mal. Desde tempos imemoriais, a infecção do medo tem levado inexoravelmente à violência e, por sua vez, a violência alimenta um temor insaciável. Enlouquecido de tristeza pela destruição de sua adorada Coast City, o lanterna verde Hal Jordan destruiu azuis e verdes, desmantelando os Guardiões e sua tropa a fim de adquirir a energia necessária para corrigir as coisas. Em vez disso, Hal fez de si mesmo um veículo para o poder do medo.

Finalmente, o medo tinha um nome: Parallax. E, assim possuído, Hal Jordan liberou uma onda de violência numa tentativa vã de voltar o tempo e restaurar a vida de Coast City. Mas o temor não podia vencer num homem que um dia foi conhecido como inegavelmente destemido. Para redimir os pecados de Parallax, Hal impediu a Noite Final da Terra acendendo o sol extinto com todas as suas energias esmeraldas. Na morte, Hal assumiu outra função como hospedeiro do Espectro. Infelizmente, a entidade do medo se instalou em sua própria alma, e até mesmo o Espírito da Vingança de Deus ficou indefeso contra um mal tão primitivo. Hal foi finalmente separado de Parallax com a ajuda de seus amigos mais antigos e confiáveis. Seu renascimento trouxe consigo uma Tropa de Lanternas Verdes ressuscitada, bem como a revelação do verdadeiro poder por trás da volta do medo: Sinestro, seu discípulo mais dedicado. Dando forças para a Tropa Sinestro, que é guiada pelo medo, Parallax despertou interesse pelo Lanterna Verde que não nasceu sem temor. E se o Maior Lanterna Verde por pouco não escapou das garras de Parallax, que chance tem Kyle Rayner de escapar de um futuro pintado inteiramente em amarelo?

Poderes & Armas:

O medo leva à violência, que por sua vez leva a um medo ainda maior, um ciclo infinito de terror e destruição que alimenta Parallax e o poder aparentemente ilimitado da entidade amarela. Enquanto o anel energético de um Lanterna Verde poder dar substância esmeralda a qualquer coisa que seu usuário imaginar, Parallax dá vida dourada àquilo que suas vítimas mais temem.

Afiliações:

Tropa Sinestro


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 1:39 pm, editado 2 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Dom Dez 07, 2008 10:02 pm

A Origem de Lex Luthor


A inveja não é o único monstro de olhos verdes... Filho do magnata Lionel Luthor e de sua esposa socialite, Letitia, Lex Luthor passou grande parte da adolescência em Smallville, Kansas, sob os cuidados de sua Tia Lena. Talvez seus pais pensassem que o ar fresco do meio-oeste e os valores de uma cidade pequena pudessem curar Lex de sua irritante propensão a sempre agir como o sujeito mais inteligente do lugar. Ali, Lex poderia até fazer amigos, embora de modo relutante, como era de seu feitio. Ou ele poderia simplesmente sair apressado sob uma nuvem de boatos e suspeitas, sem amigos e com inveja das vidas dos outros mais uma vez. Em outro local ele poderia provar a todos que realmente era o sujeito mais inteligente do lugar. Qualquer lugar.

Ele poderia em breve se tornar um capitão da indústria, usando seu gênio para salvar uma certa cidade da recessão e da ruína. Não que alguém fosse notar. Bastava passar os olhos nas páginas de um grande jornal de Metrópolis ou olhar direto para o céu e ver quem era considerado o verdadeiro salvador. E assim Lex poderia se conformar com o cargo de segundo homem mais poderoso do mundo... Sempre em segundo. O monstro de olhos verdes não é sempre inveja. Pode ser um vício a alguma coisa maior que o poder. Poderia ser a percepção de que toda amizade tem seu preço... Que homens com nervos de aço sempre acham um meio de derrotar as ambições de Lex. Ou pode ser que Lex Luthor, indiscutivelmente o maior inimigo do Superman, simplesmente não se conforma em não ter poderes.

Poderes & Armas:

Um dos homens mais inteligentes na Terra, Lex Luthor demonstrou que seu gênio desconhece fronteiras, sejam em pesquisa científica ou empreendimentos criminosos. No passado, empregou um traje de guerra high-tech de seu próprio design diabólico em batalha com o Homem de Aço. Por um breve momento, Lex adquiriu superpoderes por meio de um exogene artificial desenvolvido em seu próprio Projeto Homem Comum. Ainda não se tem conhecimento de qualquer efeito colateral.

Afiliações:

Gangue da Injustiça


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 1:40 pm, editado 2 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Sex Jan 02, 2009 7:34 pm

A Origem do Charada


Quando criança, o amor de Edward Nashton por enigmas só não era maior do que seu próprio desejo de vencer a qualquer preço. Quando um professor do ginásio fez um concurso entre os colegas de Eddie para ver quem conseguia montar um quebra-cabeças mais rápido, ele foi o primeiro a terminar. Naturalmente, com trapaça. E, no jogo da vida, sempre mudando as regras de modo a ser favorecido, Eddie começou a percorrer um caminho sombrio. Não deveria surpreender a ninguém, então, que a escorregadela de Eddie Nashton o impulsionasse direto para uma vida do crime. Seu primeiro codinome conhecido... E. Nigma. Sacou?

Seu segundo codinome foi "O Charada", um criminoso uniformizado cujo prazer era confundir o Cruzado Embuçado de Gotham City com seus inteligentes enigmas. Mas, nesses jogos de astúcia, o Cavaleiro das Trevas sempre provou superioridade de seu intelecto, pelo menos até Eddie descobrir o segredo quase insolúvel de seu oponente. Quem é o Batman? Por quanto tempo o Chrada conseguiria guardar a resposta para si mesmo? Essa era a pergunta de um milhão de dólares, não? Há pouco tempo, Eddie infelizmente sofreu um trauma craniano com um prêmio de consolação, perda da memória aleatória, incluindo a identidade de seu morcego favorito. Hoje, um Charada recuperado e reformado oferece suas "habilidades" por dinheiro como investigador particular e consultor de segurança para o D.P.G.C. Só o tempo dirá se sua nova profissão ou sua suposta amnésia é apenas mais um plano para descobrir a identidade do Batman.

Poderes & Armas:

Um enigmista brilhante, o Charada e, por outro lado, péssimo combatente. Sabiamente, ele confia nos músculos de capangas, incluindo mulheres fatais e cúmplices frequentes Enquete e Eco. O Charada não consegue resistir a uma compulsão psicológica profundamente arraigada de deixar pistas cuidadosamente planejadas para seus crimes após um golpe, ou mesmo antes de quebrar alguma lei.


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 1:40 pm, editado 1 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Sex Jan 02, 2009 8:02 pm

A Origem de Eclipso



Bem e mal, dia e noite. Para tudo desiste uma força igual, porém, oposta... No início, o Espírito da Ira de Deus tornou-se carne para punir os maus e lavar a terra do vício e da iniqüidade. A ira, por definição, é orientada em grande parte pela raiva, ao passo que a vingança exige um toque mais suave... Quando o Antigo Testamento deu lugar ao Deus mais justo e equilibrado do Novo Testamento, o espírito da ira foi destituído de seu posto e previlégios por seu sucessor, o Espectro. Destruída pelo recém-criado Espírito da Vingança de Deus, a manifestação da ira foi aprisionada dentro do Coração das Trevas, um diamante negro encontrado no distante Apokolips, que só trazia tristeza e miséria para qualquer pessoa que o possuísse. O que restou da ira de Deus foi banido apropriadamente banido para o Lado Escuro da Lua.

Mas não por muito tempo... Um único golpe, no ponto certo, pode dividir um diamante aparentemente indestrutível. O Coração das Trevas foi assim estilhaçado, e mil lascas de igual corte e quilate, cada qual contendo uma fatia de maldade, foram espalhadas pelo mundo... O Dr. Bruce Gordon descobriu a sua numa selva do pacífico do sul. Enquanto tentavaa filmar um raro eclipse solar, Gordon foi arranhado por uma das gemas amaldiçoadas pelo vidente tribal enlouquecido Mophir. E assim começou a longa e estranha viagem de Gordon na companhia de seu alter ego maligno, Eclipso!

A cruzada do cientista solar se tornou a de derrotar sua metade negra a cada passo. Com o tempo, os dois finalmente foram separados, Yin de Yang. Quando Eclipso quis mergulhar a Terra em Trevas e desespero eternos possuindo os super-heróis do planeta. Para alguns, a resistência foi fatalmente sutil. Para vingar sua irmã morta, Alex Montez tatuou a pele com runas místicas e injetou diamantes negros liquefeitos em si mesmo, aprisionando assim Eclipso dentro de seu próprio corpo. Mas, temendo as ameças de Eclipso prometendo que escaparia um dia, Montez escolheu o suicídio numa tentativa infeliz de aprisionar o mal dentro dele para sempre.

Claro que Eclipso procurou um novo e mais sugestionável hospedeiro. Diamantes, mesmo bijuterias negras, são os melhores amigos de uma garota, afinal. Eclipso encontrou uma parceira ideal em Jean Loring. Ambos desejavam se vingar dos heróis mais brilhantes da Terra. O espírito da ira forjou uma improvável aliança com o Espectro, seduzindo o espírito da vingança e criando uma guerra genocida contra os místicos e magos da Terra, um conflito que levou a um confronto com o Capitão Marvel e o recém-formado Pacto das Sombras. Derrotada, ela foi aprisionada à luz do dia perpétuo em uma órbita ao redor do sol, ainda lançando uma longa sombra sobre a Terra. Mais uma vez, a fuga de Eclipso era inevitável. Mesmo assim, Eclipso escurece tudo o que toca. Pensem nisso como uma corrupção dos incorruptíveis uniformizados, ou, melhor dizendo, a sedução dos inocentes.

Poderes & Armas:

Ser mágico de força incalculável, Eclipso tem demonstrado o poder de vôo e a habilidade de emitir raios mortais de luz negra de seu olho esquerdo e concentrados pelo diamante negro de Eclipso. Também é capaz de possuir qualquer um que toque a gema amaldiçoada, controlando os poderes do hospedeiro para os próprios fins perversos de Eclipso.


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 1:41 pm, editado 3 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Sex Jan 02, 2009 8:16 pm

A Origem do Coringa


"Pegue uma carta. Qualquer uma. Ok, então tem aquela do comediante que não consegue fazer uma platéia rir... Acho que essa começa assim, às vezes eu me esqueço... Ah, já ouviu essa? Tudo bem. Ah, eu não consigo manter uma narrativa. Que tal aquela do mafioso assassino chamado Jack Napier que vem para Gotham e... Não, espere, você é muito jovem para esta aqui. Eu sei. Esta sempre funciona. Então um palhaço de Capuz Vermelho entra numa fábrica, certo? Ele foi lá para roubar o pagamento.

E aí o roedor voador gigante o derruba num tanque de dejetos químicos (ou quem sabe ele tenha apenas caído)... De qualquer modo, seja qual for a verdade, o negócio era que ele realmente queria ter aprendido a nadar. Quando se dá conta, foi cuspido para o reservatório, onde, olhe só, aqueles produtos químicos repelentes tornaram seu rosto branco e seus cabelos verdes! Mas o lado bom da coisa é que ele ganhou um sorriso lindo! Isso também criou nele um desdém profundo por morcegos urbanos. Então ele mata o maior de toda Gotham. Ou talvez ainda não. Não tenho certeza. Sempre depende de como você embaralha as cartas. O quê? Ainda não está rindo? Espere só até eu chegar ao final da piada. Você vai morrer de rir. Hahahahahahahaha!"

Poderes & Armas:

O Coringa não tem poderes especiais, mas sua psicose especial faz dele o mais perigoso assassino do mundo. Sua arma principal é o Veneno Coringa, uma toxina fatal que mata suas vítimas ao primeiro contato, mas não antes de fazer com que elas tenham ataque de riso doentios e fiquem com os rostos travados num ricto sorridente ao morrer.

Afiliações:

Gangue da Injustiça


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 1:47 pm, editado 3 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Sex Jan 02, 2009 8:36 pm

A Origem do General Zod


Um bom general serve seu povo. O General Zod defendeu o grande planeta Krypton, hoje extinto, como cabia ao último filho de uma importante linhagem de militares. Seu ancestral, o Almirante Dru-Zod, comandou a Apocalypse, Nau-Capitânea da há muito extinta marinha espacial de Krypton. Quão profético era o nome do destróier de Dru-Zod. Na época do General Zod, a maior ameaça a Krypton vinha não de fora, mas de dentro. Zod estava entre os pouquíssimos que acreditaram nos avisos do cientista Jor-El quanto ao fim iminente de Krypton a partir de seu núcleo instável. Com sua fiel tenente Ursa ao seu lado, o General Zod liderou uma insurreição fracassada contra o conselho científico de Krypton pelo bem do povo, que era muito tolo para crer nas teorias de Jor-El. Zod achou a ironia mais amarga quando Jor-El foi nomeado como seu carcereiro. Por crimes contra Krypton, o General e seus parceiros de conspiração foram sentenciados à prisão dentro da Zona Fantasma. Tempo de detenção: para sempre.

A salvo dentro da zona imaterial, Zod e seus parceiros foram testemunhas da terrível verdade das teorias de Jor-El. Krypton morreu em ruínas flamejantes, mas o melhor e o pior dela sobreviveram de maneiras que ninguém imaginou. Antes do fim de Krypton, um projetor da Zona Fantasma transportou por acidente o Forte Rozz para dentro da zona. De algum modo conservando a integridade física e permitindo que qualquer um que entrasse nela recuperasse sua substância material, a prisão seria uma cabeça-de-ponte para o retorno de Zod. Um bom general sabe quando escolher suas batalhas. Se não existe mais Krypton para servir, Zod encontrará outro mundo para tomar seu lugar. Afinal, o general tem seu próprio filho, gerado dentro da Zona Fantasma, para tomar conta. E como Jor-El não sobreviveu para sentir sua vingança, então o filho de Jor-El se ajoelhará perante Zod!

Poderes & Armas:

Como qualquer kryptoniano sob os raios de um sol amarelo, o General Zod possui super-habilidades: vôo, quase invulnerabilidade, visão de calor e outros sentidos super-ampliados, superforça e supervelocidade. Um inteligentíssimo estrategista militar, Zod sabe como usar esses recém-adquiridos poderes para provocar o máximo de carnificina como uma arma de destruição em massa de um homem só.


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 1:48 pm, editado 2 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Sex Jan 02, 2009 8:49 pm

A Origem do Pingüim


Oswald Chesterfield Cobblepot sofreu dois tipos de agressões quando criança. A primeira era de sua mãe viúva superprotetora, que estava convencida de que, se Oswald fosse apanhado numa chuva sem guarda-chuva, morreria de pneumonia como seu pai. Com seu nariz adunco, barriga proeminente e guarda-chuva onipresente, Oswald se tornou o mais fácil dos alvos para os colegas da escola. Infelizmente, apelidos como "Oswald, o Pingüim", colaram como penas de piche e, ficar em bando com os pássaros da pet shop de sua mãe, seus únicos amigos de verdade, não ajudou muito a mudar a imagem peculiar de Oswald.

No fim das contas, o Pingüim precisava de outros pássaros para fazê-lo se sentir melhor consigo mesmo. Riqueza e poder são bons para amaciar as penas da juventude transtornada. Mas uma vida de crimes pode ser uma gaiola de ouro, especialmente quando os fetiches de Oswald tornavam seus crimes previsíveis demais para os protetores alados de Gotham City. Até mesmo uma ave que não voa sabe quando deve permanecer segura em seu poleiro. De seu ninho no Clube Iceberg, Oswald Cobblepot explorou com o mercado negro, percorrendo o submundo de Gotham na forma que melhor lhe apetecia. Hoje, o Pingüim voa dentro da lei, ganhando seu sustento de modo legítimo, vendendo mercadoria inegavelmente cobrada a preços criminosos de tão extorsivos evidentemente, no Iceberg, dois terços do negócio verdadeiro estão debaixo da mesa.

Poderes & Armas:

Uma mente brilhante e maligna. Embora notavelmente ágil para seu tamanho e compleição, o Pingüim acha que lutar é coisa de baixo nível, mas emprega uma série de guarda-chuvas equipados para sua própria proteção pessoal.


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 1:49 pm, editado 1 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Ter Fev 10, 2009 3:47 pm

A Origem do Trapaceiro


Prisioneiro #F113-90125: James Jesse


Filho de equilibristas de circo, os Jesse Voadores, o jovem James superou o medo da altura criando sapatos "aéreos" que garantiam que ele nunca caísse da corda bamba. Em vez de usar sua invenção para conquistar uma fama legítima, James Jesse preferiu seguir as pegadas de seu nefasto "xará" e se tornou um criminoso mascarado conhecido como Trapaceiro. Como membro fundador da "Galeria de Vilões" de inimigos do Flash, o Trapaceiro lutou contra todas as encarnações do Flash durante sua longa carreira criminosa.

Poderes & Armas:

A sacola de truques mortais do Trapaceiro inclui seus sapatos "aéreos" e uma série de brinquedos com armadilhas embutidas, incluindo galinhas de borracha explosivas ou ioiôs afiados como navalhas.

Afiliações:

Galeria de Vilões


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 1:50 pm, editado 1 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Ter Fev 10, 2009 3:57 pm

A Origem do Flautista


Prisioneiro #F106-0U812: Hartley Rathaway


Filho do magnata da indústria editorial Osgood Rathaway, o jovem Hartley sofria de surdez congênita, que acabou sendo curada graças ao dinheiro de seus pais e incontáveis cirurgias. Entediado por tudo ao seu redor, o rico Hartley Rathaway utilizou seu recém-adquirido ouvido para a música em todas as suas formas para tocar notas sinistras como um flautista hipnótico moderno. Antes de sua alegada cumplicidade em assassinatos recentes, o Flautista fizera esforços explícitos no sentido de se reformar, chegando até mesmo a fazer amizade com um dos homens mais rápidos do mundo.

Poderes & Armas:

Gênio na ciência do som, o Flautista inventou uma série de armas sônicas capazes de hipnotizar qualquer pessoa no raio de alcance do som ou gerar uma força destrutiva de alto timbre a partir de uma única nota musical.

Afiliações:

Galeria de Vilões


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 1:54 pm, editado 1 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Ter Fev 10, 2009 4:05 pm

A Origem do Duas-Caras


Uma criança esquizofrênica e vítima de abuso, Harvey Dent aprendeu a esconder sua raiva sob uma dedicação à lei a à ordem. Como um ousado promotor público de Gotham City e com Batman como aliado, Harvey conseguiu manter sua loucura secreta em xeque, até o dia em que um mafioso vingativo jogou ácido em seu rosto, desfigurando-o horrivelmente.

O trauma do ataque desequilibrou Dent permanentemente, transformando-o no Duas-Caras, um vilão dividido ao meio e obcecado pela dualidade. Todas as suas decisões são ditadas pelo lançar de uma moeda arranhada num dos lados. Metade das vezes, a moeda força Dent a agir de modo honrado, mas quando a face marcada da moeda aparece para cima, o mal vence. Os crimes de Dent sempre giram ao redor do número dois mas, na maioria das vezes é preciso apenas um homem para detê-lo.

Poderes & Armas:

Duas-Caras é uma mente criminosa superdotada e obcecada pelo número dois, sua marca registrada criminosa. Todas as suas decisões são ditadas pelo lançar de sua moeda de dois lados.


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 1:55 pm, editado 1 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Ter Fev 10, 2009 4:20 pm

A Origem de Nevasca



Diz o ditado que não existem dois flocos de neve iguais. A Dra. Crystal Frost pensou que a criação de um gerador térmico no Ártico esquentaria sua relação com seu amor não-correspondido, o Professor Martin Stein. Mas a resposta fria de Stein aos avanços amorosos de Frost não foi nada se comparada ao frio que ela sentiu ao se trancar acidentalmente dentro da câmara térmica hiperfria. Completamente congelada, a frágil Crystal Frost se tornou a frígida Nevasca. Uma donzela de gelo determinada a cobrir com uma avalanche de neve todos os homens que a prejudicaram, incluindo Martin Stein, metade do herói conhecido como Nuclear. Atraída a fontes de calor para sobrevivência, Nevasca perseguiu o Homem Atômico de cabelos de fogo até seu próprio e hipotérmico fim, apesar de todas as tentativas da Dra. Lousie Lincoln, ex-protegida de Crystal Frost, de reverter sua trágica transformação.

Apesar das chances desfavoráveis de dois flocos de neve idênticos existirem, a Dra. Lincoln recriou o acidente térmico e se tornou um reflexo gelado de sua mentora, para desespero de Nuclear. Mais tarde Lincoln negociou o que restava de sua alma estilhaçada com o demoníaco Neron. Ganhando mais poderes do que sua antecessora, uma Nevasca ainda mais mortífera ameaçava cobrir a Terra com uma nova era glacial. Mas ninguém mesmo, nem mesmo o Sr. Frio em pessoa, durante um gélido relacionamento passageiro, aquece o coração de Nevasca como Nuclear, seja em qual encarnação for. Como assassina de aluguel, Nevasca recentemente colocava suas vítimas no gelo por dinheiro antes de esfriar a cabeça com a Liga da Injustiça de Lex Luthor como sua Rainha das Neves residente.

Poderes & Armas:

Nevasca é capaz de gerar temperaturas tão baixas quanto o zero absoluto, para criar tempestades de neve terríveis ou mísseis de gelo. Ela prefere congelar suas vítimas, construindo seus túmulos em blocos em gelo.

Afiliações Conhecidas:

Esquadrão Suicida e Sociedade Secreta de Supervilões


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 1:56 pm, editado 1 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Ter Fev 10, 2009 4:28 pm

A Origem de Desaad


Sicofanta. Lambe-botas. Sádico do mais alto nível. Desaad. Para servir como o braço esquerdo de Darkseid é preciso fazer certos sacrifícios. Um capanga igualmente competente, o vingativo Desaad certa vez forjou uma aliança de triste fim com a própria mãe de Darkseid, Heggra. Desaad matou a amante de Darkseid, a feiticeira Suli, para abrir caminho para o casamento arranjado de Darkseid com a comcubina Tiggra, conforme os desejos perversos da Rainha-Mãe. Darkseid não se deixou enganar e tampouco gostou do que aconteceu.

Para poupar sua própria vida miserável, Desaad recebeu a rara oportunidade de recuperar a confiança de Darkseid com outro sacrifício. Assim redimido, Desaad ascendeu na Corte de Apokolips como o Mestre Inquisidor de Darkseid e cada prazer seu era obtido por meio da dor. E de uma ou outra traição, invariavelmente recebida com o castigo definitivo de Darkseid. Quão afortunado para Desaad que até mesmo os servos mais oportunistas têm um lugar na corte de Darkseid, e alguns até mesmo têm um lugar em seu coração enegrecido.

Poderes & Armas:

Desaad não tem nenhum poder de verdade, a não ser sua genialidade no planejamento de instrumentos de tortura e armas de destruição em massa, para não mencionar seus intermináveis esquemas para tomar para si o trono de Apokolips.

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Ter Mar 17, 2009 11:26 am

A Origem do Pistoleiro


Se existe uma bala com seu nome nela, reze para que ela não esteja numa arma do Pistoleiro. Embora nascido em família rica, Floyd Lawton se fantasiava como o "herói" atirador Pistoleiro, desarmando, em vez de matar seus oponentes, como fachada para tomar os antros criminosos de Gotham City. Lawton até poderia ter conseguido, se o outro guardião de Gotham não tivesse alterado as miras do Pistoleiro, tornando sua pontaria menos eficiente, e pondo fim às suas intenções. Enfrentar Batman uma vez é arrogância. Duas ou mais é indiscutivelmente um desejo de morte, o que explica tantas decisões do Pistoleiro ao longo dos anos. Por que mais ele concordaria em comutar uma longa sentença de prisão pelo tempo já servido em troca de trabalho no chamado "Esquadrão Suicida", uma equipe de agentes dispensáveis do governo?

Sobrevivendo ao esquadrão apesar de sua trajetória autodestrutiva, o Pistoleiro chegou a pensar em aposentar as armas para sempre e descansar em Star City. Mas com sua nova família na mira de vilões vingativos ele percebeu que o passado, assim como vestígios de pólvora, é difícil de ser completamente apagado. E ser membro do Esquadrão Suicida é para a vida inteira ou para a morte.

Poderes & Armas:

Dotado de uma pontaria perfeita, o Pistoleiro é provavelmente o melhor - e o mais mortífero - atirador do mundo, proficiente em quase todos os modelos e calibres de armas de fogo. O Pistoleiro prefere manoplas com disparadores de pulso de alta potência, bem como pistolas Glock 9mm modificadas, capazes de disparar granadas e outros projéteis especiais.

Afiliações Conhecidas:

Esquadrão Suicida e Sexteto Secreto


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 1:57 pm, editado 1 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Ter Mar 17, 2009 8:59 pm

A Origem de Vovó Bondade


Na superfície cheia de crateras flamejantes do distante Apokolips, todos servem ao grande Darkseid de um modo ou de outro. Uns o fazem com mais dedicação. Soldado Bondade, da Tropa de Choque de Darseid, habitualmente demonstrava a ironia no nome que lhe fora dado. E quando ganhou seu próprio Cão de Guerra para treinar, Bondade o batizou de Misericórdia, pois misericórdia era o que lhe imploravam os que eram apanhados entre as mandíbulas e as garras de seu fiel cão. O serviço a Darkseid envolvia sacrifício até mesmo durante as provas de treinamento, mas Bondade não conseguiu matar seu adorado Cão de Guerra como teste de sua lealdade inquestionável ao temível Senhor de Apokolips. Em vez disso, ela negou misericórida ao examinador.

Darkseid mostrou sua misericórdia dando-lhe uma rara segunda chance para provar seu valor. No fim, como qualquer servo bem treinado em Apokolips, tanto o Cão de Guerra quanto a Soldado Bondade provaram sua lealdade a Darkseid acima de tudo. Bondade demonstrou sua habilidade em instilar obediência cega em qualquer criatura. Ela se formou nos Canis de Guerra e recebeu o comando de um orfanato-prisão dentro das favelas imundas do Armagueto. Com o tempo, Vovó Bondade mostrou a cada criança sob seus cuidados que ninguém escapa livre, pelo menos não sem alguns lembretes da misericórdia nada bondosa da Vovó. As mais dispostas a se curvar à vontade da Vovó se tornavam suas Fúrias Femininas, guerreiras leais primeiro a Vovó, mas acima de tudo a Darkseid. Hoje, a Vovó está entre a elite de Darkseid, sua recompensa por tantos anos ininterruptos de completa crueldade.

Poderes & Armas:

Em sua juventude, Vovó Bondade foi um dos mais temidos soldados da tropa de choque de Darkseid. Ela permanece uma robusta e formidável combatente apesar da idade. De pouca paciência, Vovó Bondade castiga qualquer desvio de conduta com suas manoplas energéticas.


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 1:58 pm, editado 1 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Qua Abr 01, 2009 10:52 pm

A Origem do Espantalho


Nas mãos erradas, o medo pode ser uma arma. Um jovem magricela e desajeitado, maltratado por sua semelhança com o personagem Ichabod Crane, de Washington Irving, Jonathan Crane era obcecado por conquistar suas próprias fobias conhecendo a essência do medo. Com uma carreira acadêmica brilhante à sua frente, Crane saiu dos trilhos da Universidade de Gotham, usando seus próprios alunos como participantes em perigosas experiências tendo o medo como base.

Crane foi sumariamente demitido da universidade pela junta de diretores por seus métodos didáticos nada ortodoxos. Como vingança, Crane pôs seu conhecimento do medo à prova. Destilando a essência do terror em um gás do medo em aerossol criado diabolicamente por ele, Crane se vestiu com palha e sacos de aniagem, para literalmente matar de medo os diretores como o Espantalho!

Mas em Gotham City, nenhuma figura é mais terrível do que o próprio Batman. Em seus incontáveis embates, o Espantalho tentou descobrir alguma ansiedade ou fobia em potencial que pudesse colocar o Batman aos seus pés. Mal sabia Jonathan Crane que o pior medo do Cavaleiro das Trevas já havia se realizado, e o primeiro passo para conquistar o medo é encará-lo de frente, deixando o Espantalho para ponderar sobre a melhor forma de um dia derrotar o Cruzado Encapuzado e a própria Quiropterafobia de Crane, medo de morcegos!

Poderes & Armas:

O Espantalho transformou o medo numa arma, na forma de um gás atomizado mistruando secreções adrenocorticoides e compostos alucinógenos de sua própria criação. Quando inalado, o gás torna os piores medos da vítima aparentemente reais. Além disso, o Espantalho afirma ser mestre do "estilo Crane de dança violenta", uma arte marcial adequada ao seu corpo magro e desajeitado.

Afiliações:

Gangue da Injustiça


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 1:58 pm, editado 1 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Qui Abr 02, 2009 12:03 am

A Origem do Doutor Luz


O termo epifania significa literalmente "ver a luz", experimentar um momento de profunda percepção, como se você fosse iluminado do alto. A epifania do físico Arthur Light foi perceber que ele desejava riqueza e poder mais do que qualquer Prêmio Nobel ou elogios acadêmicos.
E então ele se dispôs a ensinar os menos iluminados com suas próprias e criativas armas luminosas, patentes em estudo. Entretanto, desafiadr a Liga da Justiça da América em sua empreitada maligna inicial provaria ser a primeira de uma longa história de péssimas idéias do Dr. Luz.
Voltar às atenções da Liga da Justiça seria a segunda. Covarde por natureza, o Dr. Luz teleportou-se subrepeticiamente para o Quartel-General do Satélite da LJA para pegar seus inimigos de surpresa. Quando descobriu que os heróis estavam fora, numa missão humanitária, o Dr. Luz optou então por infligir danos colaterais. Atacar Sue Dibny, a mulher do Homem-Elástico, não foi a idéia mais brilhante do Dr. Luz, apesar da satisfação que isso lhe deu.

Uma cabala secreta de membros da LJA optou por silenciar o Dr. Luz, tirando-lhe a memória de seu ato vil. Mas a limpeza mental da feiticeira Zatanna acabou parcialmente (sem intenção) lobotomizando o Dr. Luz. Ficando menos que brilhante como resultado disso, um Dr. Luz cada vez mais incompetente formou o chamado Quinteto Mortal para recapturar sua antiga glória vilanesca.
Claro que ele foi menos do que bem-sucedido e por diversas vezes os Novos Titãs revelaram o bufão que ele havia se tornado. Após o trágico assassinato de Sue Dibny, as lembranças e o intelecto do Dr. Luz foram restaurados. Inocente desse crime em particular, o Dr. Luz preferiu dividir os refletores desta vez quando uma Liga da Justiça vingativa veio procurá-lo.
Agora transbordante de novas idéias brilhantes, mais maligno do que antes, o Dr. Luz só quer dividir seus clarões de genialidade com os "heróis" que o humilharam, assim como seus entes queridos.

Poderes & Armas:

O estudo de iluminação do Dr. Luz gerou diversas armas avançadas baseadas em energia luminosa, incluindo projetores de luz sólida, armas de fótons, geradores de dobra espacial e geradores de ilusões, para listar apenas alguns. Embora originalmente utilizasse essas armas na forma de pistolas de raios e outros aparatos portáteis, o Dr. Luz incorporou muito de sua tecnologia original e roubada em microcircuitos costurados em seu uniforme. Evita contafo físico sempre que possível.

Afiliações Conhecidas:

Quinteto Mortal, Esquadrão Suicida e Sociedade Secreta de Super-Vilões


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 2:00 pm, editado 1 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Qui Abr 02, 2009 12:26 am

A Origem de Sinestro


O poder corrompe. E, na mão errada, um anel energético pode corromper absolutamente. Sinestro de Korugar, Ex-Lanterna Verde do Setor Espacial 1417, usava seu anel como nenhum outro defensor da paz a serviço dos veneráveis e imortais Guardiões do Universo. Sinestro era tão habilidoso que foi encarregado de compartilhar seu conhecimento e sua experiência consideráveis com Hal Jordan d aTerra, recém-recrutado Lanterna Verde do Setor Espacial 2814.
Antes da entrada de Jordan na Tropa dos Lanternas Verdes, Sinestro estava quase se tornando o Maior Lanterna Verde jamais registrado no lendário Livro de Oa. Mas Sinestro acreditava que policiar o universo exigia uma força de vontade maior do que a que impelia os poderosos anéis energéticos dos Lanternas Verdes. Como Jordan logo descobriu, Sinestro mantinha a paz no planeta Korugar com punho de esmeralda. Um abuso patente e arrogante do grande poder que lhe fora confiado.
Subsequentemente, os Guardiões tiraram o posto e os privilégios de Sinestro, e o baniram para o Universo de Antimatéria conhecido em infâmia como Qward.

Desejando se vingar de Jordan e de seus antigos mestres, Sinestro trocou o verde pelo amarelo como a cor de sua lealdade, voltando ao Universo de Matéria positiva com um anel energético amarelo fornecido por seus novos mestres: Os Armeiros de Qward! Claro, como Sinestro bem sabia, o amarelo era a única cor sobre a qual os anéis dos Lanternas Verdes não tinham efeito, graças à entidade fomentadora de medo conhecida como Parallax!
Embora um dia pudesse ter sido o Maior dos Lanternas Verdes, ele abraçou o papel do mais terrível adversário da Tropa dos Lanternas Verdes, inimigo jurado de Hal Jordan e ameaça constante à estabilidade universal. Seu juramento também mudou: No dia mais sombrio, na noite mais brilhante, sinta seus medos se tornarem uma luz cortante. Todo aquele que o correto tentar barrar, arderá em chamas quando o poder de Sinestro enfrentar!
Com a chamada Tropa Sinestro conferindo a ele mais poder do que nunca antes, Sinestro deflagrou uma guerra de dimensões galácticas que cortou o espaço de verde, amarelo e sangue. A Tropa Sinestro acabou sendo derrotada, mas somente depois de forçar os Guardiões do Universo a reescrever o Livro de Oa e permitir seus destemidos Lanternas Verdes a matar no cumprimento do dever.
Depois de corromper o incorruptível, ele acredita que, enquanto os Lanternas Verdes possam ter sido vitoriosos em batalha, quem realmente venceu a guerra foi Sinestro.

Poderes & Armas:

Sinestro é um brilhante tático e estrategista militar, além de ser um usuário talentoso do anel energético. O anel amarelo de Sinestro, assim como as próprias armas movidas à força de vontade do Lanterna Verde, pode criar qualquer coisa que Sinestro consiga imaginar. Para uma mente tão pervertida quanto a dele, as criações de seu anel podem ser a essência de pesadelos.

Afiliações Conhecidas:

Sociedade Secreta de Super-Vilões e Tropa Sinestro


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 2:00 pm, editado 1 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Qui Maio 07, 2009 9:52 pm

A Origem de Apocalypse


Monstros não nascem, são criados. Há milênios, num pouco hospitaleiro Krypton, o cientista Bertron lutou para criar a forma de vida definitiva. Sem obter sucesso no começo, Bertron tentou de novo, e de novo, salvando células de cada experiência até construir a fera perfeita, um monstro impossível de matar, geneticamente programado para sobreviver. Algo também programado foi a memória das inúmeras mortes que Apocalypse sofreu até se tornar o ser superior de seu "pai". Bertron ficaria sabendo disso nanomentos antes de sua própria morte bastante selvagem. Depois disso, Apocalypse agarrou-se a uma nave de suprimentos que estava de partida e saiu enfurecido pelas estrelas. Para poupar o pacífico Catalon, a superpoderosa família real do planeta sacrificou suas próprias forças vitais para criar o Radiante, um ser de pura energia que deteve o que era impossível de deter.

Infelizmente, os Catalonianos deram ao Apocalypse seus costumeiros ritos funerários, prendendo o corpo do monstro para que seu espírito não vagasse em fúria no além-vida. Propelido para o vácuo do espaço, o caixão astral do Apocalypse teria vagado eternamente se não fosse por asteróides errantes que fizeram seu corpo imortal acabar caindo numa insuspeita Terra. Ali, dois filhos de Krypton de diferentes eras se encontraram num conflito fatal, seus golpes mortais sacudindo o planeta até seu núcleo. Felizmente, Superman retornaria da morte, assim como Apocalypse. De novo, e de novo.


Poderes & Armas:
Invulnerável. Incansável. Imortal. Apocalypse não precisa comer nem respirar. Em vez disso, ele acumula e armazena energia para abastecer seu corpo superforte pela radiação solar. Seu corpo não tem orgãos internos e é quase inteiramente sólido, o que o torna impenetrável a quase qualquer ataque. Projetado para evoluir a cada "morte", Apocalypse se torna mais poderoso a cada ressurreição e não pode ser morto duas vezes da mesma maneira.


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 2:01 pm, editado 1 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Qui Maio 07, 2009 10:33 pm

A Origem do Gorila Grodd


A evolução é superestimada. Os que acreditam que a espécie gorilla gorilla graueri havia chegado a um beco sem saída na escala evolucionária nunca encontraram um grupo até então isolado de macacos nas terras baixas da África Equatorial. Um contato imediato com uma nave extraterrestre acidentada imbuiu os gorilas de inteligência muito além da de seus colegas símios, ou até mesmo do homem. E para dois macacos em particular, o gentil Solovar e o bruto Grodd, o presente alienígena incluiu uma exclusiva "força mental". Assim dotados, os supergorilas começaram a construir um refúgio para si mesmos e seu benfeitor alienígena que rivalizava com qualquer metrópole feita pelo homem no mundo "civilizado". Encorajado pela transformação, Grodd começou a ganhar tempo, esperando a oportunidade de conquistar um poder maior. Quando dois exploradores humanos deram de cara com o santuário dos supergorilas, Grodd usou secretamente sua força mental para impelir os homens a assassinar o seu mentor alienígena. Mas, para o desgosto de Grodd, Solovar tornou-se o governante de Gorilla City!

Temendo que a influência da humanidade trouxesse ainda mais derramamento de sangue, os supergorilas recobriram Gorilla City com um impenetrável escudo-aura, invisível por décadas. Mas quando Grodd usurpou o trono da cidade e ameaçou dominar o mundo, o próprio Solovar rompeu o escudo-aura e lançou um pedido de ajuda, o que resultou em uma rápida intervenção do velocista escarlate conhecido como Flash. Infelizmente, não seria a última vez que Grodd declararia guerra por parte dos gorilas contra a humanidade. Embora tenha um preconceito confesso quanto a misturar-se com outras espécies, o maligno supersímio não se nega a associar-se com seres inferiores, incluindo pretensos "supervilões" humanos, para realizar seu sonho de criar uma única nação panglobal... Todas as criaturas, grandes e pequenas, sob o domínio de Grodd!

Poderes & Armas:

Dotado de superinteligência e formidáveis habilidades psicocinéticas, Grodd pode transferir sua consciência para os corpos de outras criaturas, controlar telepaticamente mentes mais fracas e transformar matéria de modo limitado criando raios de força telecinética. Ele projetou um arsenal de armas exóticas para realizar seus objetivos de conquista global.

Afiliações Conhecidas:

Sociedade Secreta de Supervilões, Rubro Símio e Tártaro


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 2:02 pm, editado 2 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Qui Maio 07, 2009 11:09 pm

A Origem do Superman Ciborgue


Considerem-no um Homem de Aço forjado num molde quebrado. O astronauta Hank Henshaw e a tripulação do ônibus espacial Excalibur não estavam preparados para o jorro de radiação solar que alterou seus corpos em nível celular. Com seus corpos em mutação, Henshaw e sua esposa Terri, além de seus grandes amigos Jim e Steve, fizeram um pouso forçado perto de Metrópolis. Infelizmente, Henshaw e seus colegas astronautas foram confundidos com monstros e perderam um tempo precioso lutando contra Superman, que percebeu suas verdadeiras identidades tarde demais. Apesar das tentativas desesperadas nos Laboratórios da STAR para reverter as transformações, Henshaw se desintegrou nos braços de Superman, incapaz de restaurar a amada esposa do astronauta, Terri, à forma corpórea. Mal sabia o Homem de Aço que Henshaw sofrera uma transição para um estado do ser mais "elevado".

Capaz de invadir qualquer metal e reconstituir seus próprios átomos um de cada vez, Henshaw voltou à vida apenas para descobrir que havia conseguido solidificar temporariamente o corpo de Terri, mas não seu espírito. Ele fugiu da Terra com ligas e materiais orgânicos residuais roubados da espaçonave orbital que trouxe o Bebê Superman do condenado mundo de Krypton muitos anos atrás. Culpando Superman por todas as suas perdas, Henshaw encontrou um ávido aliado no senhor da guerra alienígena Mongul. Impelido pelo ódio, Henshaw tornou a se reconstruir e se disfarçou de Superman Ciborgue com o objetivo de destruir o Verdadeiro Homem de Aço. Embora tenha fracassado em sua primeira tentativa, o Superman Ciborgue continuou a conceber elaborados estratagemas na companhia de outros monstros que também desejavam a morte do Superman. Pois, independente do disfarce que utilize, Hank Henshaw acredita que quando finalmente matar o Homem de Aço, ou quando se reunir com seres suficientemente poderosos para conseguir tal feito, ele poderá também conquistar aquilo que mais deseja, a morte.

Poderes & Armas:

Capaz de moldar e fundir metais em novos corpos para si mesmo, o Superman Ciborgue é praticamente imortal, assim como é quase invulnerável desde que absorveu as ligas kryptonianas da espaçonave de Kal-El. Armado com um anel da Tropa Sinestro em cada dedo metálico, o Superman Ciborgue era um dos seres mais poderosos de todo o universo. Sua localização atual é desconhecida.

Afiliações Conhecidas:

Caçadores e Tropa Sinestro


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 2:04 pm, editado 2 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Qui Maio 07, 2009 11:38 pm

A Origem de Circe



Certas bruxas têm uma beleza fora do comum, que oculta sua natureza mais bestial. Por séculos, a feiticeira Circe governou a Ilha de Aeaea, servida por seus abomináveis Bestiamorfos. Atraídos pelos cantos das sereias, incontáveis homens morreram nas rochas pontiagudas que cercam Aeaea. Mas até mesmo a morte por afogamento era preferível a uma vida como monstro sob o domínio de Circe. Impulsionada por sua insaciável sede de poder, Circe forjou um terrível pacto com a deusa-bruxa Hécate. Assim, Circe foi recriada num caldeirão de fogo e tornou-se o instrumento de vingança de Hécate contra os deuses olimpianos que a haviam prejudicado. Talvez, então, estivesse predestinado que a maior inimiga de Circe viesse a ser a princesa amazona Diana, cujos poderes de Mulher-Maravilha foram presentes dos deuses olimpianos e pelos quais Circe dera a própria alma para destruir.

Posteriormente, Circe usou o glamour da advogada Donna Milton para se aproximar da Mulher-Maravilha a fim de cortar sua garganta. Para enganar o Laço da Verdade de Diana, Circe enfeitiçou a si mesma para acreditar que ela era realmente Milton. E, assim, foi incapaz de resistir ao charme do líder do submundo Ares Buchaman, o deus da guerra olimpiano igualmente disfarçado! Mas até mesmo as uniões mais malditas podem produzir belos frutos. Circe de à filha de ambos o nome de Lyta, um golpe não tão sutil na própria adorada e desaparecida mãe da Mulher-Maravilha, Hipólita. Depois que Ares pegou a jovem Lyta para si, então talvez também estivesse predestinado que Circe usasse suas habilidades de bruxa numa Hipólita renascida. Assim compelida, Hipólita ordenou às amazonas que atacassem o mundo dos homens numa guerra total. Fomentando o conflito quase genocida, Circe pretendia robuar dos deuses suas filhas amazonas, mas em vez disso foi banida para o Hades por tal tentativa. O tempo dirá o que queima mais, o fogo infernal do mundo subterrâneo, ou o próprio ódio de Circe pela Mulher-Maravilha!

Poderes & Armas:

Circe é uma feiticeira imortal de poder incalculável. Ela é capaz de alterar sua própria aparência, transformar homens em bestiamorfos híbridos ou lançar raios místicos de energia destrutiva das pontas de seus dedos. Seu maior poder, entretanto, é a habilidade de manipular deuses, homens ou animais a fazerem tudo o que ela mandar de maligno.

Afiliações:

Gangue da Injustiça


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 2:06 pm, editado 2 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Qua Jun 10, 2009 12:30 am

A Origem de Arlequina



O amor faz você cometer loucuras. Designada para analisar o Príncipe-Palhaço do Crime, a Dra. Harleen Quinzel pensou que poderia vasculhar as profundezas da psique maníaca do Coringa e talvez curá-lo. Em vez disso, ela se apaixonou loucamente por ele. Como prova de que seus sentimentos eram legítimos, a Dra. Quinzel ajudou seu "Senhor C" a fugir do Asilo Arkham. E então ela mostrou ao Coringa até que ponto estava disposta a se comprometer com aquele romance vulgar.

Infelizmente a experiência do casal não passou da clássica relação de amor e ódio: Arlequina amava seu "pudinzinho", mas ele odiava o modo como ela prejudicava seu estilo. Então ele a disparou num míssil, e certamente não era a primeira vez que ele agia violentamente. Para a sorte de Arlequina, o foguete pifou. A vilã rival do Coringa, Hera Venenosa, providenciou um alívio cômico, cuidando da recuperação de Arlequina com poções de plantas que deixassem a Garota-Palhaça ainda mais saudável. Depois que a parceria entre elas acabou, Arlequina ainda fez alguns assaltos-espetáculo em carreira solo entre breves temporadas no Asilo Arkham, desta vez como paciente. Entretanto, a jovem ganhou uma nova chance quando ajudou Batman a pegar a Nova Ventriloquista. Libertada do Arkham por bom comportamento, ela está de volta ao caminho reto e correto, quase sempre.

Poderes & Armas:

Como resultado do "tratamento" de Hera Venenosa, a força e a agilidade de Arlequina foram aumentadas enormemente, e ela tornou-se imune a muitas toxinas, inclusive o Veneno-Coringa. Assim como o "Senhor C", Arlequina emprega uma série de armas com temas de palhaços, incluindo pistolas e marretas gigantes. Seus bichos de estimação preferidos são hienas.


Última edição por Batman em Qui Jul 30, 2009 2:06 pm, editado 1 vez(es)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Administrador em Qua Jun 10, 2009 12:50 am

A Origem do Arraia Negra



O alto-mar temm uma longa história de pirataria. Nos tempos de hoje, o chamado Arraia Negra reclamou para si o butim oceânico de tesouros afundados e outras riquezas. Na trajetória de saques e pilhagens do Arraia Negra, o Rei dos Sete Mares apareceu. Ele não tinha muita paciência com homens da superfície que planejavam saquear a cidade submersa de Atlântida. E assim se passaram anos, com Aquaman afundando todas as ambições aquáticas do Arraia Negra, até que o vilão tornou o conflito deles pessoal. Por ter matado seu filho sufocando-o numa esfera cheia de ar em vez de água, um Aquaman arrasado de dor apertou os tubos respiradores do Arraia Negra para acabar com o vilão para sempre. Mas o Arraia Negra implorou pelo tipo de misericórdia que apenas um rei poderia conceder.

E quando o conflito entre eles voltou a ser como antes, o Arraia Negra buscou o demoníaco Neron para virar a maré a seu favor. Transformado numa verdadeira criatura submarina, em maior acordo com seu epíteto, o Arraia Negra mergulhou em novas profundezas de depravação, até que Aquaman, mais uma vez garantindo misericórdia, pescou a humanidade submersa do Arraia Negra, e restaurou o vilão ao normal com uma mão curadora. Infelizmente, o Arraia Negra sempre nadou contra a corrente, uma habilidade agora permitida por guelras geneticamente modificadas. O tempo e a maré dirão se o vilão finalmente chegou aos limites da decrescente misericórdia de Aquaman, ou se planeja toda uma nova onda de maldades marinhas.

Poderes & Armas:

De início, o Arraia Negra não possuía poderes especiais. Em vez disso, ele confiava em seu traje de mergulho especializado, capaz de lhe fornecer ar e de protegê-lo de temperaturas extremas e pressões avassaladoras existentes no fundo do mar. As lentes do capacete do Arraia Negra emitem raios laser destrutivos. Após ter passado tanto tempo embaixo d'água, ele se tornou um habilidoso e mortal combatente do fundo do mar. A Nave Arraia é um veículo submersível rápido e fortemente armado. Além disso, o Arraia Negra ocasionalmente utiliza leias capangas "homens-arraia" que sofreram implantação de guelras para respirar sob a água. Um procedimento semelhante agora permite que o vilão faça o mesmo.

Afiliações:

O.G.R.E. (Organização Geral de Retaliação e Escravizamento)

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4029
Idade : 34
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vilões

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum