Arena 1 - Deserto

Ir em baixo

Arena 1 - Deserto

Mensagem  Drako em Sex Nov 17, 2017 3:49 pm


Chris tinha ganhado no cara ou coroa e escolhido a arena que ele imaginou que favoreceria o seu time. Assim, eles foram mandados para o deserto.


Zodiac deu o sinal, em um segundo estavam na área do coliseu, no outro estavam no meio do deserto escaldante. Os quatro tinham sido levados até lá pelo herói Speedo, apesar de não terem percebido nada.

Não havia nada além de areia naquele lugar. Era uma imensidão vazia amarela até onde os olhos podiam ver. O sol estampado no céu criava um calor de 45° intenso na cabeça dos participantes. Imediatamente todos os quatro começam a soar. Eles notaram também alguns drones câmera voando ao redor do local, que transmitira a luta até o coliseu.

Gray era visivelmente o mais afetado pelo calor. Acostumado ao frio extremo, seu corpo logo foi colocado à prova contra o clima do deserto. Kazuki percebe que o companheiro tinha cambaleado.

Kazuki: Ei, cê tá bem?

Gray: O que cê, acha? Não precisa ser nenhum gênio pra saber que eu iria me ferrar nesse lugar, mas o Chris não teve nenhuma dúvida. Pensei que iriamos lutar de igual pra igual, mas o CDF não tá nem ai, ele quer vencer de qualquer jeito.  – Escorre o suor da testa com a mão.

Kazuki: Eles também não vão aguentar muito mais nesse calor, vai ser uma luta contra o tempo.

Gray: Então temos que terminar isso antes deles. Não vamos pegar leve!

Kazuki toma a iniciativa e toca a mão no coração, que brilha uma luz amarela intensa. Ele puxa a luz do coração e cria um pentágono metalizado. O pentágono se abre criando várias peças e engrenagens que se unem formando a lança do aspirante a herói.

Kazuki: SUNLIGHT HEART!!

Kazuki Muto, 16 anos, codinome Valor, habilidade Sunlight Heart. Bem falante e popular na classe, fazia parte do trio de amigos da classe 2x17 formado por ele, Gray e Ushio. Seu tutor na universidade era o Sportsmaster.  


Gray: Ice make...


Gray inicia a liberação do seu ar gelado. Gray Fullbuster, 16 anos, codinome Diamond, habilidade Sub-Zero. Comparado ao companheiro ele é mais calado, porém sua determinação é como uma muralha de gelo inquebrável. Seu tutor é o Zodiac.

De volta ao coliseu, a plateia começa a ficar animada com o inicio das lutas. Entre os espectadores estavam os heróis do WoH. Eles olhavam calados o desenrolar das batalhas, quando Regulus se sente incomodado.

Regulus: Há necessidade disso...

A temperatura muda bruscamente, os alunos começam a tremer enquanto flocos de neve brotam no ar. Parecia que até mesmo a cor do ar tinha mudado, tudo ficava um pouco mais azulado. Eles caminham calmamente, os passos vão ficando mais audíveis.

Regulus: Zero?

Mas não era só ele, estava acompanhado por sua esposa e filha. Ur Fullbuster, heroína conhecida como Winter, sua esposa e Ultear Fullbuster, heroína conhecida como Snow.


Zero: O que eu posso dizer? Eu gosto de fazer uma entrada.

Regulus inicia seu fogo e o ar quente ameniza o frio. Mas não era capaz de competir totalmente com o gelo de Zero. Ele sorri e para de expelir o ar gelado.

A família Fullbuster estava no topo, a mais poderosa entre todos os manipuladores de água e gelo. Por sua natureza, essas famílias são calmas e frias, sempre mantendo sua compostura. A medida que foram se sobressaindo entre as outras, os Fullbuster começaram a tratar sua hereditariedade com mais seriedade. Passaram então a procurar se casar apenas com usuários de gelo mais fortes, para que seus filhos tivessem praticamente 100% de chance de herdarem seus poderes. Com o tempo, as famílias menores e outros manipuladores compraram a ideia de se unirem a eles casando seus filhos com os herdeiros Fullbusters. Atualmente eles têm quase um status de família real nesse circulo “gelado”, fazer parte de sua árvore genealógica é considerado uma honra. Eles estabeleceram uma hierarquia que foi aceita e respeitada, algo que os usuários de fogo, esquentados e explosivos, nunca conseguiram.

Snow: Olha lá, pai. Gray está em apuros.

Winter: Aquele azarado perdeu no cara ou coroa, né? Tadinho do meu filho.

Zero: Tenham um pouco mais de confiança no moleque. Eu conversei com ele ontem, Gray está decidido a passar para a próxima fase. Ele quer mostrar ao mundo que nossa família é poderosa e que ninguém deve mexer com ela.

Snow: Pelo vovô.

Winter: Alguma novidade do seu pai?

Zero: ...Não.

“Vamos lá, Gray! Passe por esses moleques e ganhe confiança! Você é um Fullbuster, é meu herdeiro! Sei que não vai perder só por conta de um calorzinho desses!”

Gray: HAMMER!!

Gray cria um enorme martelo de gelo. Ele o segura com as duas mãos e para atrás do Kazuki.

Gray: Vamos acabar logo com isso, Kazuki!

Muto pula em cima do martelo e o Fullbuster o arremessa em direção aos dois adversários. Gray era forte e o lançou em velocidade. Não bastasse isso, em pleno ar, Kazuki ativa sua lança e liga os motores que ficam na parte de baixo da arma, impulsionando-o ainda mais rápido.

Em um piscar de olhos ele estava preste a acertar um dos dois garotos, qualquer um que não conseguisse desviar.


Off: Jogue no chat um D20. Como ambos tem basicamente a mesma agilidade, tirem mais de 10 e conseguem desviar. Se por acaso um de vocês tirar 1, já vai começar a batalha com um dano considerável. Se alguém tirar 20 vai ter um ataque de oportunidade no Kazuki.

MP: 70 MP: 70


Última edição por Drako em Sab Nov 25, 2017 12:17 pm, editado 1 vez(es)

_________________
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1918
Idade : 29
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Scorpion em Dom Nov 19, 2017 5:32 pm

A arena escolhida já mostrava sinais de benefícios para a dupla. De fato, Gray estava notoriamente sofrendo com os efeitos de calor... todos os outros também, mas não tanto quanto o garoto do gelo. Oriundo de uma família esnobe de controladores do gelo, ele estava ali pra manter o seu legado e orgulhar as suas origens... algo que Ray não iria permitir...

Os adversários já começavam dando a amostra de seus poderes. Ray ainda mantinha os braços cruzados, como um vilão maquiavélico de animes. Por mais que as têmporas suassem em bicas, Ray não demonstrava sinais de fraqueza. Era assim que ele era... um homem impassível e resoluto. Silencioso como uma nuvem, mas que, do nada, explodia como um relâmpago. Aquilo fazia de Overdriver um homem perigoso de ser enfrentado... como aquela dupla logo perceberia.

Gray cria um enorme martelo de gelo enquanto Kazuki puxa sua lança para fora do peito. O olho bom de Ray correu para Chris e ele levantou um pouco a sobrancelha, como quem diz silenciosamente "o que você acha disso"?

Então, Gray usa o martelo não para atacar, mas para lançar Kazuki no ar e impulsionar a sua velocidade...

Ray: Chris... qual a velocidade de um raio?

Após a resposta assertiva de Chris, Ray daria um sorriso, enquanto Kazuki vinha na direção deles. Disse num tom de voz assustadoramente calmo...

Ray: Hmm... Acho que vai servir, então...

Quando Chris salta para o lado, já procurando esquivar do foguete que Kazuki... mas Ray não saltou ainda. Quando Kazuki estava perigosamente perto, uma fagulha elétrica brotou do olho bom de Ray e ele saltou, não para o lado, mas para frente, numa manobra louca e arriscada. Ray estava sendo presunçoso? Ou ele havia pensado em tudo? Não havia como saber... para a platéia, aquela cena seria no mínimo impressionante.

Ray: Muito lento, Kazuki!!!

Ray saltou poucos centímetros acima da lança de Kazuki e sua bota deu um leve toque sobre a lança do adversário, apenas para dar o impulso. Um relâmpago viaja a 246km/s, o equivalente a quase 850 mil km/h... como Kazuki estava vindo a uma grande velocidade em direção a Ray, a velocidade dos dois se somaria... fazendo Kazuki ser atingido entre os olhos pelo punho eletrificado de Ray. Milhares de vezes mais rápido que que um tiro.... e carregado de quase 20 mil volts de eletricidade.

Quando a ponta da bota de Ray encostou na lança de Kazuki, Ray ativou o seu golpe "Thunder Punch", mas sem gritar o nome do golpe. Seria uma pancada que seria anunciada apenas pelo punho de Ray com o nariz e a testa de Kazuki. O golpe fazia com que Ray atingisse a velocidade de um relâmpago em linha reta por poucos metros e, com o punho rodeado de energia, atingisse o seu inimigo.

Aquela dupla estava certa... Ray era mesmo o problema... e estava apenas começando.

Uma pena que Hoshi não pudera ver aquele golpe...

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2547
Idade : 32
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Lib em Dom Nov 19, 2017 8:01 pm

Ray: Chris... qual a velocidade de um raio?

Kazuki vinha em sua direção, apontando a lança, viajando como um foguete.

Chris: 246 km/seg para raios com carga positiva e 304 km/seg para as descargas com polaridade negativa. - Chris respondeu dando de ombros.

Ray: Hmm... Acho que vai servir, então...

Chris evitou o ataque sem dificuldade, mas Ray... Ray foi impecável, de uma frieza quase cruel. Ele salta na direção de Kazuki, atingindo bem no meio do rosto com o Thunder Punch, liberando uma poderosa descarga de energia que explodiu em luz e calor. Chris precisou cobrir os olhos com a mão para evitar que o brilho intenso não o deixasse cego. Chris sabia, também, que apenas um golpe não seria o suficiente para derrotar o Kazuki, mesmo um golpe espetacular como aquele. Kazuki era um aluno da UH. Com isso em mente ele se aproximou com as mãos no bolso, mantendo Gray dentro de sua visão periférica.

Chris: Qual você acha que será o resultado disso, Kazuki? - Ray tirou as mãos do bolso. Tirar a mão do bolso enviava uma mensagem ao cérebro da pessoa com quem você conversa, e a mensagem é que você estava se abrindo e sendo sincero. - Você ainda não foi derrotado. Eu te conheço. Lutamos juntos na invasão da UH. Mas você precisa saber que lutas escolher. Existem combates que não são para serem travados. E isso não é vergonha. - Chris fez um três com os dedos. - Controle do terreno, superioridade de poder, e superioridade de recursos. São os três fatores que definem a vitória em qualquer conflito. Pense bem, Kazuki... Eu escolhi esse terreno porque ele nos dava vantagens em todos os aspectos. Aposto que o Gray já admitiu que esse lugar prejudicava os poderes dele. Quanto tempo até você não poder mais contar com a ajuda dele? Sobre a superioridade de poder, vocês mesmos admitiram que o Ray é o mais poderoso de nós quatro. E, se formos falar em recursos, olhe pra você: é um combatente habilidoso, mas é um combatente físico. Vai esgotar sua fadiga num piscar de olhos se continuar se movendo assim. Eu não dou 3 minutos para você sofrer uma insolação grave e desidratação nesse sol. Ou seja, vocês não têm nenhum dos fatores. "Viver hoje para lutar amanhã". Gray... Gray não tem nada pra perder... Gray não está fazendo isso pela oportunidade de estágio, como você e eu. Ele só quer se provar pelo que aconteceu com o avô... Ele tem um sobrenome gigantesco com ele, que vai proteger as costas dele caso ele sofra uma derrota aqui... Mas e você? Você pode escolher lutar em outra ocasião. Ser o mais esperto. Olhe para o Ray, agora olhe pra você. O calor já deve estar te afetando... Você pode vencer todos nós, cara... Mas se apostar todas as suas fichas no cavalo errado, pode nunca ter uma chance boa novamente.

_________________
avatar
Lib

Número de Mensagens : 1547
Idade : 29
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Drako em Dom Nov 19, 2017 8:08 pm

Lib, role um check de manipulação\intimidação no tópico de dados. Seu objetivo é tirar o jogador de cena.
Role um d50. Você tem 57 de inteligência, deve somar 85 pontos.

_________________
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1918
Idade : 29
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Drako em Seg Nov 20, 2017 11:38 am

O combo de Kazuki e Gray tinha falhado miseravelmente. A dupla adversária não só conseguiu desviar, como Ray fez uma incrível manobra que culminou com um “Thunder Punch”  no meio da cara de Kazuki que foi jogado longe, sangrando pelo nariz.

Ele desliza pela areia por alguns bons metros, tinha tomado um soco muito bem dado. Quando finalmente para, ele leva a mão livre ao nariz, todo ensanguentado. Após isso, Chris resolve fazer sua cartada. Ele se aproxima de Muto e o indaga sobre as condições de vitória da dupla, sobre o porquê lutar e que Gray não teria nada a perder.

Kazuki escuta tudo enquanto tenta estancar o sangramento. Ele parecia abalado, mas as palavras de Chris tiveram o efeito reverso. O jovem Stone tinha se aproximado e estava tranquilo demais. Foi ai que ele sentiu a lança de Kazuki cortar seu ombro num movimento rápido.

Kazuki se levanta e começa a rir.

Kazuki: Hahaha! Para o cara mais esperto da turma, você é bem burro, Chris! Pelo visto descobri a sua fraqueza, você é muito confiante nos seus discursos. Eu estava lá quando você abaixou a guarda para aquela garota monstro e seus dedos pagaram o pato!

Ele crava a lança na areia e usa como suporte para ficar em pé, a principio.

Kazuki: Achou que eu iria abandonar meu melhor amigo nessas condições e, o que, fugir? Não! Nunca! Gray! Deixa as coisas comigo aqui!

Gray: Tem certeza!? –Gritava ele ao longe.

Kazuki: Sim! Não se preocupa!

Gray: Ok! Ice Make! Freeze Iced Shell!


Gray se envolveu completamente num escudo gelado, que imediatamente começou a pingar por conta do calor. Eles sabiam que aquilo com certeza não iria durar muito, então por que fazer? Porém, eles tinham outros problemas a frente.

Kazuki: Sabem... aquele homem, Impey Barbicane, ele é realmente incrível. Eu sou meio burro então não tive nenhuma ideia de item para me ajudar em batalha, tudo que eu pedi foi uma roupa legal de herói.


Kazuki: Mas ele me deu algo a mais! Mostrei a ele meu Sunlight Heart, ele descobriu que minha lança é mecânica e criou algo para acoplar nela. Ele disse “Com isso, você e sua lança serão apenas um!” E pensar que eu só queria uma roupa de herói maneira!

A lança inicia a liberação de uma luz vermelha, a areia do deserto começa a voar para os lados.

Kazuki: Eu já vi muito anime na minha vida! O herói nunca se transforma logo de cara, ele sempre espera o momento certo! Mas você, Chris... você me irritou!


Kazuki: INCURSIO!!

Uma armadura branca e cinza se materializava em volta de Kazuki. Seu codinome era Valor, que significa valentia em inglês. O rapaz nunca tinha fugido de uma luta em toda a sua vida e isso lhe era um motivo de orgulho, dai o seu nome. Por usar uma lança, ele se vê como um cavaleiro de armadura branca, e por isso o visual escolhido para sua nova armadura, Incursio.


Ele se coloca em posição de ataque, com a perna esquerda arqueada para frente e a direita esticada para trás. Pôs sua lança retilínea com o seu braço direito para trás. A Sunlight Heart brilha uma luz dourada, como um sol nascente.

Valor: SUNLIGHT SLASHER!

A luz se torna uma rajada de energia, que Kazuki lança em direção dos seus adversários.

Off: De agora em diante eu vou jogar os dados também, tanto no ataque quanto na defesa. Para facilitar, irei só jogar o d20, sem bônus. Vocês jogam o d20 mais os bônus que vocês têm nas fichas. Exemplo: Chris tem 2 de bônus de agilidade, Ray tem 3 de bônus de resistência. Não parece muito, mas pode salvar vocês numa jogada de dado infeliz. Escolham o que vão fazer antes dos seus posts, defender ou fugir, lembrando que defesa ainda toma dano. Rolem os dados primeiro e eu rolo depois.

MP: 70 MP: 60


Última edição por Drako em Sab Nov 25, 2017 12:18 pm, editado 1 vez(es)

_________________
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1918
Idade : 29
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Scorpion em Seg Nov 20, 2017 12:49 pm

Ray pousa depois do golpe com a típica "super hero landing".... quando ele se levanta, ele cruza novamente os braços e fica impassível.
Então, Chris vem e faz a sua jogada... tentar mostrar que eles tinham a desvantagem e que aquilo não poderia ser vencido pelos adversários. Kazuki se levanta e esnoba a inteligência de Chris, fazendo um corte em seu braço.

Ray aperta um pouco o olho bom. O corte dele foi muito rápido e Chris agora tinha um sangramento. Droga, Stone... perto demais, mas eu entendo... nem eu sabia também que Kazuki era tão ágil com aquela lança.

Porém, Kazuki era um cara honrado. Ray respeitava muito isso. Ele teria ficado decepcionado se Kazuki tivesse desistido. Depois que as técnicas mais perigosas tinham sido proibidas, Ray ficou muito mais tranquilo de poder lutar. Agora, ele realmente queria se provar um herói... Não foi com a professora Michelle disse?

Bem...

Kazuki se apoiava na lança. Ray também era um cara honrado. O golpe fora muito pesado e o adversário se mostrava resistente...

Ray: Respira, cara... vai com calma...

Sim, Ray dava este tempo a Kazuki. Não havia honra em abater um adversário que estava cambaleante. Porém, Kazuki tinha mais cartas na manga... Ele ativou o equipamento que Impey criou para ele e trouxe para o combate uma nova variável... uma armadura. Não deveria ser algo tão poderoso quanto a de Daichi e dos outros Tiers 4, mas... era algum tipo de vantagem.

Enquanto isso, Gray se alocava num bloco de gelo para se proteger, recuperar ou o que quer que fosse....

Ray: Chris, você devia cuidar do Gray. Eu te ajudo quando acabar aqui.

Mas Kazuki parecia que não ia deixar isso acontecer. Ele voou para cima dos adversários e desferiu um golpe energético em arco visando ceifar os dois amigos.

Ray: Eu já disse uma vez, Kazuki...

Ray mais uma vez correu para cima do ataque do inimigo, mas dessa vez, ao invés de saltar, deu um carrinho por baixo, fazendo o ataque de Kazuki cortar a ponta de alguns fios de cabelo. Aquela foi por muito pouco...

Ray: Muito lento!!!

Quando chegou perto de Kazuki, Ray se jogou sobre ele, abraçando a sua cintura e levando-o ao chão, como um bom lutador de vale-tudo. Ele montou no peito de Kazuki e desferiu uma boa quantidade de socos contra o rosto do adversário!


(Não achei Gif, mas seria a partir dos 15 segundos)

BLAM BLAM BLAM BLAM BLAM!

Ray: Isso acaba aqui!!!!

O último soco fez as nuvens fecharem acima deles rapidamente e....

Ray: TROVÃO NASCENTE!!!!



Um soco seguido de um raio que caía dos céus ia direto na cara de Kazuki! Ele esperava que aquilo fosse o suficiente para o inimigo desistir ou apagar.

Quando a nuvem de areia baixasse, Ray se levantaria calmamente, ainda com o olho bom fechado e, então, olharia para o bloco de gelo de Gray.

Ray: Sua vez...

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2547
Idade : 32
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Lib em Seg Nov 20, 2017 1:34 pm

Por um segundo, Chris chegou mesmo a pensar que seu plano daria certo. Mas isso foi até ele sentir o golpe da lança em sua direção. Mal teve tempo de gingar para evitar um ataque mais sério, e imediatamente sentiu o sangue escorrer pelo ombro.

Kazuki: Hahaha! Para o cara mais esperto da turma, você é bem burro, Chris! Pelo visto descobri a sua fraqueza, você é muito confiante nos seus discursos. Eu estava lá quando você abaixou a guarda para aquela garota monstro e seus dedos pagaram o pato!

Chris salta, aumentando a distância entre os dois. "Que saco!" Bufou para si.

Kazuki: Eu já vi muito anime na minha vida! O herói nunca se transforma logo de cara, ele sempre espera o momento certo! Mas você, Chris... você me irritou! - Finalmente ele se transforma. - INCURSIO!!! - Ele entra em postura de combate e dispara seu ataque. - SUNLIGHT SLASHER!

Chris esquiva do ataque sem dificuldade, apenas gingando o corpo, novamente com as mãos no bolso. O ataque passa bem perto dele, mas nem chega a ameaçar. E Ray, novamente, é implacável.

Ray: Chris, você devia cuidar do Gray. Eu te ajudo quando acabar aqui. - Ele salta sobre Kazuki e o joga no chão, saltando sobre o adversário caído. - Isso acaba aqui!!!! TROVÃO NASCENTE!!!!

Ray desfere uma sequência de socos. Pelo menos aquele adversário parecia estar se encaminhando para o fim.

Mas...

Algumas coisas não estavam fazendo sentido. Primeiro que Chris ficaria realmente surpreso se aquilo fosse o suficiente. E, segundo... "Porque o Gray levantou um escudo de gelo? Se ele quer tanto se mostrar para os parentes. Qual é o sentido de ficar escondido numa muralha de gelo e deixar o outro lutar sozinho? E, se o propósito era só deixar o outro lutar, pra que a muralha? Exceto... Kazuki pode ter um ataque surpresa. Alguma explosão de energia. Algo que o Gray não quer arriscar ser atingido. Isso explicaria a barreira..."

Chris observou atentamente o adversário sendo golpeado. Lendo os sinais indisfarçáveis do corpo. A forma como os membros se movem enquanto tenta se defender, ou a forma como se movem na preparação para atacar. Cada pequeno traço da postura. Ele observou. Em silêncio.

_________________
avatar
Lib

Número de Mensagens : 1547
Idade : 29
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Drako em Qui Nov 23, 2017 9:21 pm

Mais uma vez Ray fugia do ataque do inimigo e contra atacava com maestria. Ele encaixa uma nova sequência de combos no adversário, terminando com um ataque especial, o Trovão Nascente (-20MP). Kazuki foi pego totalmente na investida de Calitri, tomando todo o dano.

Muto estava bem machucado, por sorte ele era resistente e ainda contava com a armadura feita por Impey. Ele fica caído no chão, enquanto Ray se levanta calmamente, agora focando sua atenção ao Gray, que se encontrava dentro de uma barreira de gelo.

Chris tentou analisar o inimigo, procurando nuances que lhe pudessem dar alguma informação do que viria a seguir. Sem sucesso.

Ray, por sua vez, olhando para o outro adversário, não percebeu que Kazuki não tinha sido realmente derrotado. Muto faz uma chave de pernas no rapaz elétrico, mesmo sentido as dores da sua eletricidade inerente, e o joga ao chão.

Valor: Você é muito forte, Ray, tenho que admitir isso. Coff! Acho que tudo que eu posso fazer agora é ganhar um pouco de tempo.

Ray estava no chão, com as pernas ainda presas por Kazuki, que coloca a sua lança a frente de Calitri. A Sunlight heart começa a brilhar novamente.

Valor: Vamos ver se consegue escapar dessa! SUNLIGHT SLASHER!

Chris e Ray deveriam pensar mais rápido que a velocidade de um raio, pois se aquilo acertasse Calitri a queima roupa, ele estaria em sérios apuros.


MP: 70 MP: 40


Última edição por Drako em Sab Nov 25, 2017 12:18 pm, editado 1 vez(es)

_________________
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1918
Idade : 29
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Scorpion em Qui Nov 23, 2017 10:41 pm

Agora era a hora de cuidar de Gray que estava... espere!

Ray tomou uma chave-de-perna e agora havia caído no chão, junto a Kazuki que apontava sua lança para o peito de Ray, que começava a brilhar.

Ray: Ah, merd...

O ataque de Kazuki o atingia com toda a força no peito e Ray urrava de dor. Ele realmente não havia sentido uma dor tão grande desde... bem, ele não lembrava.

Ray: AAAARRRRGHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!!!

Ray estava furioso com aquele ataque. Quando ele te derrubou da sa lança, Kazuki... ele esperou você respirar e ainda cortar Chris... Depois, ele te derrubou e amassou a sua cara... podia ter batido até semana que vem... mas ficou com medo de causar grandes sequelas em você. No fim, ele achou que você assumiria a derrota e reconheceria que aquela era uma luta, ao menos, honrada.

Mas você era um lutador sujo, Kazuki. Não sabia reconhecer quando seus inimigos eram benevolentes com você. Esperava que eles baixassem a guarda para não te ferirem mais do que o necessário para atacá-los por baixo. Pois bem...

Foi você quem pediu, meu amigo.

Ray trincava os dentes. Havia cuspido um pouco de sague e estava com o peito esfumaçando do ataque... mas Ray era bem resistente. Além disso, a roupa protetora impedia certos ferimentos. Porém... tem um lugar que a roupa não protege... que armadura nenhuma protege... nem mesmo essa geringonça que Impey fez pra você.

O olho bom de Ray faiscava de ódio. Lutar limpo pra quê... se o adversário não reconhecia isso.

Bem... as regras eram apenas não usar o poder máximo, não eram? Isso não era o poder máximo... mas devia ser o suficiente pra acabar com a raça de Kazuki de uma vez por todas!

Callitri estava tomado pela raiva. Era visivelmente que ele não ia parar de bater em Kazuki...

Ele aproveitou-se de ter um tamanho físico maior que Kazuki e mais peso e girou tentando ir para cima dele...

Ray: Eu te dei a chance de desistir, Kazuki!!!

Agarrou a cabeça dele com as duas mãos, enfiando os polegares no buraco do visor e descarregou a sua energia, no mesmo golpe que deu em Souka, dando um choque no cérebro, visando desmaiar o adversário.

Ray: Mas você...

Bateu a cabeça do adversário uma vez no chão, enquanto ainda dava choque...

Ray: ...parece que...

Bateu outra!

Ray: ...não sabe a hora...

Bateu uma última, com mais força!

Ray: ...de desistir!!!

Ele não sairia de cima de Kazuki e nem pararia de bater enquanto ele ainda sentisse que Kazuki estava acordado. Era um ataque de fúria notório. O ataque de Kazuki sem que ele estivesse esperando deixou-o frenético por acabar logo com a luta!

Ray não tinha a menor intenção de matar ou aleijar Kazuki. Ele não enfiou os dedos até que seus olhos sangrassem, apenas para encostá-los e aplicar um choque...

Dado do ataque abaixo: +5 de controle do poder

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2547
Idade : 32
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Lib em Sex Nov 24, 2017 12:49 pm

Valor: Vamos ver se consegue escapar dessa! SUNLIGHT SLASHER!

"Merda!" Chris evitava usar seus poderes. Sabia que cada disparo o deixava mais fraco, mais debilitado. Sabia que cada disparo fazia sua mente trabalhar num ritmo mais lento, e ele não queria isso. Mas ali, quando viu a energia do Sunlight Slasher se acumulando, ele não vacilou.


Chris: Blood Pistol! - Gritou.

Código:
-5 MP

O golpe tinha um propósito: desequilibrar Kazuki e interromper Sunlight Slasher. Deu certo. Kazuki cambaleia para o lado e Ray joga todo o peso do corpo sobre o adversário. E, naquele momento, Chris notou. O olho de Ray faiscava e o ar estalava por conta da eletricidade. Havia algo naquele olhar, e Chris teve medo daquele algo. O rosto de Ray se contorceu quando ele gritou.

Ray: Eu te dei a chance de desistir, Kazuki!!! - Ray agarrou a cabeça de Kazuki com as duas mãos, enfiando os polegares no buraco do visor e descarregou a sua energia. - Mas você...

Chris: Ray! - Chris chamou.

Ray: ...parece que... - Bateu a cabeça do adversário uma vez no chão, enquanto ainda dava choque...

Chris: Para com isso! - Gritou com todas as forças.

Ray: ...não sabe a hora... - Bateu outra!

Chris saltou com todas as forças sobre o Ray, tirando-o de cima de Kazuki.

Spoiler:
Isso aqui, Drako:

Chris sentiu a eletricidade percorrendo seu corpo, mas ignorou a dor. Imediatamente ele se voltou para o Kazuki.

Chris: Cê tá legal, cara? - Ele procurou por alguma abertura no elmo, para tentar abrir e deixar o colega respirar. Depois se voltou novamente para Ray. - Que merda deu em você, caralho?!

_________________
avatar
Lib

Número de Mensagens : 1547
Idade : 29
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Scorpion em Sab Nov 25, 2017 2:55 pm

O golpe de Chris em Kazuki deve ter sido o suficiente para apagá-lo de vez. Porém, Ray estava tomado de raiva... cego por um ódio que nem ele mesmo conseguia explicar. Mesmo com o inimigo apagado, ele ainda segurava a sua cabeça, surdo dos gritos de Chris. Tudo o que Ray Callitri queria naquele momento era apagar o seu rival... ou não?

Difícil saber. Os surtos de Ray vinham normalmente quando ele se feria ou quando sua energia era cortada. Ele tinha de tentar o tempo todo se manter no controle... talvez fosse por isso que ele se mantinha sempre tão impassível e livre de sentimentos. Porquê quando os sentimentos afloravam, eles afloravam de verdade. Ray não sabia ser meio feliz, ou meio triste ou meio nervoso... ele era por inteiro quando qualquer sentimento surgia. A razão disso? Quem saberia explicar? Talvez houvesse algo mais que um simples problema de personalidade.

Quando ele vai bater a cabeça de Kazuki pela terceira vez, Chris dá um encontrão nele, tirando-o de cima de Kazuki. Ray cai no chão.... os olhos ainda faiscando de eletricidade... Ele olha para Chris e.... as faíscas diminuem, dando lugar à íris tradicional.

Ray ainda estava com um joelho pousando no chão... leva a mão à cabeça e a meneia...

Ray: Eu... eu não sei, cara. Eu perdi o controle.

Ele olha para Kazuki e depois para Chris.

Ray: Ele tá... bem, certo?

Havia um certo medo na resposta daquilo...
Havia ainda peso em sua voz quando disse.

Ray: Eu acho que preciso de ajuda, cara...

Olha para o bloco de gelo e procura a lança de Kazuki por ali, evitando que outro ataque surgisse.

Ray: Eu disse desde o começo... esse torneio sempre foi uma má ideia pra mim.

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2547
Idade : 32
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Lib em Sab Nov 25, 2017 3:11 pm

Chris: Você perdeu a merda da cabeça?! - Chris berrou apontando para a própria cabeça. - "Esse torneio sempre foi uma má ideia pra mim". Besteira! A única coisa que diferencia a gente de gente como o Razor Flare é que nós não perdemos o controle! Você fica aí, todo amargurado pelas merdas que aconteceram em relação aos seus poderes, e cai de cabeça na primeira chance de adicionar mais um item à lista?!

Ray: Eu acho que preciso de ajuda, cara...

Chris: Ray... - Chris se encolheu, chateado pelo grandalhão à sua frente que antes parecia invencível, e agora parecia tremendamente vunerável.
- Ser quem nós somos, tira de nós o luxo de termos desculpas por nossos atos. Eu não sei exatamente o que aconteceu quando seus poderes se manifestaram, mas já ouvi falar que foi ruim, muito ruim. Você não teve culpa daquilo, mas tudo que você fez após isso é, sim, responsabilidade sua.

Chris se aproximou, ia tocar o ombro de Ray, mas no meio do caminho lembrou que o colega não estava com os trajes isolantes.

Chris: Coloque sua cabeça no lugar. - Ele falou. - Se precisar de ajuda, eu estou disposto a isso. Se acha mesmo que esse torneio não é uma boa ideia, a gente dá o fora. Eu tô achando isso tudo um saco mesmo. Pra ser honesto, eu não queria nem participar. - Chris colocou as mãos no bolso. - O que vai ser?

_________________
avatar
Lib

Número de Mensagens : 1547
Idade : 29
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Lib em Sab Nov 25, 2017 3:20 pm

Chris: Que saco... Eu não vou te atacar pelas costas. - Chris bufou. - Eu vou ver se o Kazuki tá legal...

_________________
avatar
Lib

Número de Mensagens : 1547
Idade : 29
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Drako em Sab Nov 25, 2017 3:56 pm

O ataque do Kazuki tinha funcionado e pegou Ray completamente indefeso. Um tiro a queima roupa do ataque especial da Sunlight Heart fez um bom estrago no rapaz elétrico, que só não tomou mais dano porque Chris interviu com o seu Blood Pistol (-5 MP).

Kazuki cai para o lado, ofegante e sem energia, e quando olha para cima avista Ray, pronto para mais uma saraivada de golpes.


Tomado pela raiva, Ray segura a cabeça de Kazuki, iniciava o mesmo choque que deu em Touka, o Ramei (-5MP), e batia a cabeça do colega de classe no chão, uma vez...

Kazuki grita de dor.

Duas vezes...

No Coliseu, Michelle se levanta da cadeira, com um espanto no rosto.

Michelle: Não... não faça isso, Ray.

Na terceira vez, alguém interviu.

Chris pulou como um jogador de futebol americano para cima de sua dupla de batalha com todas as forças, jogando-o para o lado e para longe de Kazuki. Stone rapidamente procura ver se o rapaz estava bem, enquanto indaga Calitri sobre o ocorrido.

Kazuki estava bem ferido, mas ainda respirava normalmente. A armadura de Incursio era realmente algo incrível. Notando que o adversário estava fora de perigo, Chris e Ray iniciam uma discussão. Por estarem no meio de um argumento, eles não perceberam que um pouco afastado deles, algo acontecia.

Chris e Ray falavam e a pouco a pouco uma fumaça começava a sair de suas bocas. Uma tempestade de ar frio passa por eles e começa a se acumular ao redor deles.


O ar gelado se contrai e se expande numa explosão de gelo que muda totalmente o cenário ao redor deles. Ray e Chris se protegem como podem daquela enorme quantidade de gelo e neve vinda de encontro a eles. Ray não teve tempo de responder se eles queriam desistir ou não.

Quando aquele evento passa, eles olham em volta.


Estavam no que parecia uma caverna de gelo. Ela tinha o tamanho de um campo de futsal, estava totalmente coberta de cristais de gelo e neve. Os drones câmera também foram pegos pela caverna e continuavam a transmitir a luta para a plateia.

Gray: Ice cube!


Gray: Esse é o item que eu pedi para o professor Impey criar. Lutar contra o clima é algo comum entre os usuários de gelo, então pensei em algo que pudesse me dar vantagem onde quer que eu esteja. O único problema é que eu tenho que ficar dentro daquele cubo de gelo por uma boa quantidade de tempo.

Ray e Chris olham para baixo, estavam com as pernas congeladas até o joelho. Enquanto estavam discutindo, Kazuki rastejou para longe deles, de encontro ao companheiro de batalha. Gray se abaixa até o amigo.

Gray: Eles te pegaram de jeito, não foi, amigão?


Kazuki: Foi mal! Não achei que... eu ia tomar tan—tanta porrada assim.

Gray: Você fez muito bem, Kazuki. Desculpe não poder te ajudar antes. Mas deixa o resto comigo e descanse.

Gray se levanta e se coloca em posição de ataque.

Gray: Não tenho muito tempo, o Ice Cube não vai durar tanto aqui no meio do deserto.


Gray: Nós não podemos usar técnicas nível 3, não é mesmo? Então vamos terminar logo essa merda com uma técnica nível 2 mesmo. Ice Make...


Gray: ICE CANNON!!

O disparo de gelo da bazuca de Gray voou em direção de Ray e Chris, que tinham que encontrar uma maneira de escapar ou se defender o quanto antes.

MP: 65 MP: 35

_________________
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1918
Idade : 29
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Lib em Sab Nov 25, 2017 4:05 pm

Chris: Ah, que saco! - Chris berrou ao perceber que eles haviam caído numa armadilha. - Quer dizer que enquanto eu estava aqui, preocupado com o SEU parceiro, você estava fazendo uma armadilha pra gente?!

Chris abriu os braços e se expôs.

Chris: Quer saber! - Ele gritou na direção do Gray. - Eu cansei dessa merda! Vai! Me acerta. Eu não ligo, nunca liguei. Se é isso que a próxima geração de heróis das grandes famílias representam, então eu não estou impressionado! Só o que eu posso dizer, Gray, é que, atacando dessa forma, você é uma vergonha para os Fullbuster!

Chris ficou ali, de braços abertos esperando o ataque o atingir.

_________________
avatar
Lib

Número de Mensagens : 1547
Idade : 29
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Scorpion em Sab Nov 25, 2017 7:07 pm

Ray havia ponderado se deveriam continuar ou não... quando um frio cortante invadiu o lugar, transformando o deserto escaldante em uma tundra que castigava os heróis com ventos gélidos!
Ray teve que cobrir o rosto quando a onda de gelo passou por eles, fazendo seus cabelos esvoaçarem para trás.

Ray: Não vai adiantar reclamar, Chris! Já vimos que não tem luta limpa... é vencer, ou apanhar!

Mas Chris parecia disposto a entregar-se sem luta. Era como se o colega estivesse desmotivado...

Ray: Droga, Chris! O que cê tá fazendo? Esta dupla já tem malucos demais!

Gray havia congelado os pés dos dois... havia preparado seu Ice Cannon e agora apontava para a dupla. Um ataque de nível dois sem que ambos pudessem se esquivar!

As fagulhas elétricas começaram a espocar no ar. No seu âmago, Ray entendia Gray... ele estava defendendo o amigo que havia apanhado demais. Bem... Ray entendia tanto que ia fazer o mesmo. O gelo nos pés não poderia ser tão grosso. Impey não teria tempo de construir um aparato tão poderoso em tão pouco tempo para um aluno. Aquele gelo deveria ser vulnerável....

Então, Ray começa a se concentrar...

Chris não parecia estar concentrando nenhum tipo de poder...

Ray: Isso não é sobre desistir ou não, Chris! Se o ataque dele pegar, vai doer...



Ray: Vai doer pra cacete!

Eu não lutei até aqui pra passar a vergonha que passei ao quase tentar esganar Kazuki... nem posso saber o que os professores, o que meus mentores... o que a senhorita Michelle diria se tivessem visto! E minha mãe... minha irmãzinha... Satsuke...? Eles teriam me visto como um assassino furioso?
Nem eu sei o que está acontecendo comigo, mas eu sei o que pareceu... e eu preciso mais do que nunca sobreviver para entender!

O punho de Ray se concentra... Ele dobra um pouco os joelhos...

A potência do meu golpe ao me arremessar pra frente deve ser o suficiente pra esmigalhar o gelo que me segura! Porque se Gray vai usar uma técnica nível 2, eu também vou! E é bom ele saber que eu sou um dos melhores alunos do Sr. Zodiac!

Ray: Vamos acabar com isso, Gary! Eu e você! Fui eu quem arrebentou a cara do seu amigo! Não quer quebrar a minha?

O ataque dele é focado em duas pessoas, ou seja... não pode ser tão poderoso quanto um ataque que se foque em um único ponto! O meu... o meu se foca apenas na ponta do meu punho!

Quando a energia chega ao máximo, Ray dá aquela explosão elétrica no estilo "explodindo o ki" e grita.

Ray: Mostre todo o seu poder, Fullbuster!!! Kaminari kuchiku-kan!!! -20MP

Porém... Este ataque não seria um mero ataque nível 2 de alvo único... Pois assim que Ray se livrou do gelo, Ele apertou o botão da sua manopla feita por Impey, aumentando muito a carga gerada para aquele golpe!
Ray iria fazer um choque de poder! Iria voar para cima do poder de Gray para desfazê-lo e, se vencesse o choque, atravessá-lo e acertar um potente soco no meio do queixo de Gray!

Era a hora da verdade!!!

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2547
Idade : 32
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Administrador em Sab Nov 25, 2017 7:07 pm

O membro 'Scorpion' realizou a seguinte ação: Lançar dados


'D20' : 14

Administrador
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 4130
Idade : 35
Data de inscrição : 10/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Lib em Sab Nov 25, 2017 8:12 pm

Ray: Não vai adiantar reclamar, Chris! Já vimos que não tem luta limpa... É vencer, ou apanhar!

Chris: Cala a boca, Ray! - Chris gritou. - Não se atreva a falar em luta limpa depois de ter tentado fritar o cérebro de um colega de sala e esmagar a cabeça dele no chão! Nem mesmo pense em falar disso!

Na cabeça de Chris, cálculos de como evitar o ataque pipocavam. Ele poderia disparar um blood shotgun no ataque e desvia-lo? Destruí-lo? Não importa. Não faria qualquer uma das coisas. Apenas encarou o ataque vindo em sua direção com uma expressão severa.

_________________
avatar
Lib

Número de Mensagens : 1547
Idade : 29
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Drako em Dom Nov 26, 2017 5:46 pm

Os dois ataques se chocaram, de gelo e de raio, criando uma explosão que jogou todos eles para longe. Ray estava quase sem energia sobrando e Gray usou bastante no seu Ice Cannon. Era claro que a luta estava em seus momentos finais.

Foi quando os Drones mostraram a transmissão de Lúcifer dentro da caverna de gelo.

Gray range os dentes, louco de raiva.

Gray: Então é esse desgraçado que está com o meu avô?!

Kazuki usa sua lança como apoio e se coloca de pé ao lado do amigo.

Kazuki: Que merda foi essa? Algum de vocês sabe quem é esse maluco?

Eles ouvem enorme barulho vindo do fundo da caverna, quando ela começa a desmoronar. Gray puxa Kazuki até o lado de Ray e Chris e cria um escudo de gelo em volta dos quatro.

Todo o gelo do Ice Cube começa a desabar em cima deles, protegidos pelo escudo do companheiro. Quando tudo termina, Fullbuster faz o pouco de gelo que ficou por cima do escudo derreter, tornando-o água. Eles se levantam, molhados. Gray coloca Kazuki nos ombros.

Gray: Tem alguém aqui! O Ice Cube não iria se destruir assim!

Eles olham de onde o barulho veio. O sol do deserto caia sobre eles sem piedade. Colocam a mão na frente da luz solar e apertam os olhos para tentar distinguir o que era aquela imagem.


Era um homem enorme, de uns dois metros de altura, com uma espada maior que ele. Chris sente o mesmo terror que sentiu quando viu Eto, só que dessa vez, seus companheiros também podiam sentir. Seu instinto assassino era palpável.

Atrás deles, o que parecia ser um cometa se choca contra o chão. A fumaça se espalha e National Man sai do buraco, andando até eles.

National Man: Parece que o torneio vai ter que ser suspenso, jovens.


Logo depois, Zero e Zodiac são levados até lá por Speedo. Zero vai até o filho e para em frente a ele. Zodiac também se coloca a frente dos alunos.

Zero: Quem é você?

Zodiac: Todo esse instinto assassino... tem algo errado com esse cara.

National Man: Vocês não notaram?

O homem pega a sua espada enorme e coloca no chão.

National Man: Esse cara é Rank S.

Zero: O que?!

Zodiac: Impossível! Só existem 3 deles no mundo, como nunca ouvimos falar dele?

National Man: Não importa. Se ele realmente resolver lutar agora, não sei o que vai acontecer.

Último post. Fiquem a vontade para fazerem o que quiserem, inclusive atacar o cara. Próxima atualização eu finalizo o ato.

_________________
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1918
Idade : 29
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Scorpion em Seg Nov 27, 2017 4:15 am

O coque de energia com Gray mostrou que tanto Ray quanto o filho do casal de gelo ainda estavam prontos para a briga. Poré, Ray estava quase totalmente esgotado. Ele respirava meio curvado e com certa dificuldade mas, felizmente, o ataque conseguiu impedir que ele e Chris tomassem uma bela bordoada gelada na cara.

Então, começa a transmissão de Lúcifer pela caverna de gelo e Ray recupera um pouco do fôlego para assisti-la de pé.

É quando o tal do "Ice Cube" se desfaz e Gray deixa claro que alguém deveria estar ali.

Ray: Isso não faz o menor sentido! Se a luta fosse cancelada os professores...

Aquele sujeito vinha se aproximando.
Ray se empertigou um pouco para falar...

Ray: Vai parando por aí, seu...

Foi quando aquela sensação horrível cortou o ar e Ray gelou de uma maneira que seus pés não obedeciam direito!

Ray: E-e-esse cara.... Isso não é normal! Que poder tão terrível é esse?

Então, um grande cometa atinge o chão e de dentro dele, alguém que faz com que a coragem volte às pernas dos heróis.

Ray: National Man?!

Ele avisa que o torneio será suspenso. Junto deles estão o pai de Gray e o Sr. Zodiac. Então, National Man faz a revelação mais cabulosa de todas: Era alguém de nível S!

Ray: Ní-nível S?!

Ray falou meio que para si e para os colegas.

Ray: Se ele e National Man lutarem aqui... da última vez que National Man enfrentou alguém nível S, eles acabaram com um país todo! Imagine com essa escola?

Não havia mais tempo a perder... Ele falou para os colegas.

Ray: Vocês podem sair se quiserem. Eu vou ficar... eu sei que não tenho a menor chance contra alguém de nível S, mas se eu puder dar, nem que seja 1 ou 2 segundos de vantagem para o National Man, pode ser a diferença entre salvar a escola e ela ser destruída.

Ele caminhou até o lado de seu mentor, Zodiac e disse firme.

Ray: Senhor... Eu quero ajudar nessa luta. Sei que estou ferido e com pouca energia... e sei que sou só um aluno ainda. Mas a senhorita Michelle me disse algo importante antes do torneio e estou tentando levar à cabo. Eu quero que saiba...

Faíscas começaram a brotar no ar revelando que ainda havia um pouco de energia em Ray Callitri.



Ray: Que eu lutarei para defender meus colegas, meus professores e esta escola, que é o meu lar! Por favor, me deixem ajudar!

Ele tinha em mente que a resposta poderia ser "não"... mas não era do feitio de Ray sair de uma luta antes dela começar.

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2547
Idade : 32
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Lib em Qui Nov 30, 2017 9:03 am

Chris: Que... Saco...


A aura acerta Chris fazendo com que seus pés congelassem, ainda mais do que o gelo do Gray. Ele sente a mesma energia opressora que sentiu quando lutou contra Eto, e aquela sensação (já tão familiar) de que a morte estava bem na sua frente. Mesmo com a chegada do National Man e os outros heróis, não havia tranquilidade, um sentimento que só se agravou com a revelação de que ele era um rank S.

Ray: Se ele e National Man lutarem aqui... Da última vez que National Man enfrentou alguém nível S, eles acabaram com um país todo! Imagine com essa escola?

Chris engoliu em seco lembrando da aula do professor Saitama. Sim, uma batalha entre rank S era algo com potencial para criar uma ferida aberta no próprio planeta.

Ray: Vocês podem sair se quiserem. Eu vou ficar... eu sei que não tenho a menor chance contra alguém de nível S, mas se eu puder dar, nem que seja 1 ou 2 segundos de vantagem para o National Man, pode ser a diferença entre salvar a escola e ela ser destruída. - Ray se adianta. - Senhor... Eu quero ajudar nessa luta. Sei que estou ferido e com pouca energia... e sei que sou só um aluno ainda. Mas a senhorita Michelle me disse algo importante antes do torneio e estou tentando levar à cabo. Eu quero que saiba... Que eu lutarei para defender meus colegas, meus professores e esta escola, que é o meu lar! Por favor, me deixem ajudar!

Chris: Não seja ridículo, Ray. - Chris bufou. - Mesmo SE você estivesse 100%, você só vai piorar as coisas. Vai dar ao National Man um rosto com o qual se preocupar durante o combate. São dois rank S. Duas forças da natureza... A única coisa que se pode fazer é sair do caminho. - Chris olhou ao redor. - Mas uma coisa é certa... Essa luta não pode acontecer. Não aqui. Não sei exatamente onde estamos, o Speedo poderia nos deixar em qualquer lugar do mundo, mas acho que não saímos do país.

Chris observou o homem à sua frente. "Como você sai dessa, Chris? O que ele tem a te dizer que você não tá ouvindo?" Era um homem grande. "Isso não é novidade!" Ele usa uma espada. "Isso pode vir a ser útil. Isao luta com espada e ele é bem antiquado em várias coisas. E esse comportamento é bem comum em esgrimistas, eu constatei isso nas minhas leituras. Eles tendem a se apegarem a uma ética de combate quase ímpar." A espada é maior do que ele! "É uma arma para execução. Ele é um executor. Um carrasco!"

Chris engoliu em seco mais uma vez. Tinha uma vaga noção do que fazer, mas antes de tomar qualquer decisão, iria ver como o National Man reagiria e, principalmente, o que o homem iria fazer.

_________________
avatar
Lib

Número de Mensagens : 1547
Idade : 29
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena 1 - Deserto

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum