Ato 3 - Torneio!

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Phelipe Peregrino em Seg Nov 13, 2017 3:37 pm

Chris entregou seu papel com os diagramas e anotações detalhadas para o seu equipamento, mas enquanto Impey olhava suas notas, era outro projeto que ocupava sua mente.

Chris: Professor... - Chris perguntou tentando soar o menos interessado possível, e falhando miseravelmente. - Que forma de energia você aplicaria à um drone-bot de uso contínuo? Acha que mini-panéis solares com pilhas de diodo auxiliares conseguiriam sustentar um processador de alta capacidade? Falando em processador de alta capacidade, que tipo de plataforma sustentaria melhor uma inteligência artificial de nível Forte com acesso à bancos de dados globais? E, acha que um processador de 64 núcleos seria o suficiente?

De volta à sua cadeira, Chris rascunhava a programação que seria necessária para o desenvolvimento do SACO. Ele fervilhava com a ideia, e tinha muito trabalho pela frente. Sua mente só parou quando a voz da professora Michele entrou na sala.

Michelle: Bom dia, alunos. Venho informá-los que a sua turma foi escolhida para participar do evento bianual da Universidade, o Torneio de Batalha. - Chris bufou ao ouvir essas palavras. Estava certo sobre o treino baseado em combate, e isso só tornava a coisa toda ainda mais chata, pelo menos na sua cabeça. - A primeira, a fase de duplas, conta com dez arenas com batalhas simultâneas em que vocês deverão trabalhar em conjunto para derrotar a dupla adversária sorteada. Essa fase é fechada, liberada apenas para professores e alunos assistirem.

Chris tamborilou os dedos na mesa, voltando a se concentrar na tarefa que lhe soava mais interessante.

Michelle: O Torneio começa na semana que vem, então se preparem até lá. Alguma dúvida?

Akane: Sim, prof- desculpe, diretora Michelle, como as duplas da primeira fase serão escolhidas?

Michelle: As duplas serão escolhidas entre vocês. Existe toda uma estratégia envolvida sobre isso. A pessoa que irá lutar ao seu lado precisa ser alguém que lhe ajude em áreas da qual você não é eficiente, porém, ela será sua adversária na próxima fase. Se aliar com alguém muito poderoso é um benefício a principio, mas pode ser um malefício mais para frente. São várias questões em que vocês devem ponderar antes de escolherem seus parceiros. E eles, é claro, tem o direito de recusar.

"Talvez eu devesse colocar giro-motores auxiliares na parte inferior, para garantir maior estabilidade!" Chris pensava. Não estava pensando muito no torneiro, não que não enxergasse o valor nesse tipo de treino, só estava muito mais interessado no seu novo projeto. E, no fundo, ele achava que teria grandes dificuldades para achar um parceiro. "Todo mundo odeia o Chris, lembra?!" Por isso ele quase deixou o lápis cair quando ele foi o primeiro a ser escolhido por um dos colegas.

Ray: O que me diz, Stone? Vamos lutar juntos?

"Ray?" Subitamente, uma nova percepção sobre o torneio veio à sua cabeça. Algo que ele ainda não havia cogitado ainda. Chris sorriu.

Chris: Vai ser interessante!

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1480
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Renata C. em Seg Nov 13, 2017 6:39 pm

Então seriam eles que escolheriam as duplas para a primeira fase. Akane via Ray chamar Chris para ser sua dupla, e bom, ela já havia pensado com quem lutaria. Com certeza seria uma ótima dupla para irem para a segunda fase do torneio. Iria até onde Ash estava.

Akane: Hey, Ash! - dizia olhando para o rapaz e sorrindo, bom, era preciso esticar o pescoço para cima pois ele tinha quase o dobro da sua altura - Quer ser minha dupla na primeira fase?

Aguardou a resposta dele, com os braços para trás, se equilibrando na ponta dos pés um tanto ansiosa.

Sabia que as aulas do professor Dragon de combate corpo a corpo seriam um diferencial para lutarem com os colegas, além do que com a força dele e o potencial ofensivo do poder de Akane, eles teriam grandes chances de conseguirem estar entre os 10 melhores para passarem para a segunda fase.

_________________


"Miracles aren't free, you know. If you wish for something good to happen, a whole lot of bad stuff is gonna happen too. I guess that's how the world stays in balance, good bad, everything zeros out. "
avatar
Renata C.

Número de Mensagens : 541
Idade : 32
Data de inscrição : 27/08/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Ricardo Sato em Ter Nov 14, 2017 12:07 am

Estava abismado com a construção de Impey e agora certo de que a história do robô não era uma brincadeira,em poucos minutos algo que eu sequer tinha certeza de que era possível estava em minhas mãos.

Uau,muito obrigado senhor,isso é incrível....não sabia se seria possível,mas agora vejo que para o senhor foi é simples,deve ter criado coisas bem mais difíceis.

Ainda estupefato e impressionado continuava a ver os outros alunos criarem seus objetos,não sabia o que faziam mas o simples processo de criação era quase hipnotizante,só saio de meu estupor quando a professora Michelle adentra...realmente haveria lutas,havia esquecido do torneio bianual.

Vejo as duplas se formando e sei que as coisas serão difíceis,Chris e Ray e Akane e Ash?Qualquer uma das combinações até agora poderia vencer esse torneio....além do que boa parte daqueles que realmente conhecia já haviam se unido(apesar da chance existir,eu não vejo motivos para recusas),não contando aquela que com certeza não tenho coragem de perguntar.Mas na verdade a resposta até que me chega rápido...alguém com quem já lutei mesmo diante de um monstro gigante,alguém que estava lá quando Razor Flare apareceu e nunca me indagou os detalhes,alguém que com certeza mais do que acompanhar,superaria minha agilidade e minha falta de habilidade em corpo a corpo,alguém que ao contrário de mim salva seu poder para as situações mais necessárias ao invés de tentar vencer confiando apenas nele e que além disso,se forçado a usar seus poderes e sofrer suas consequências poderia ser ajudado pelos conhecimentos que Hello Nurse havia passado.

Hey...Isao,quer tentar participar dessa bagaça comigo?

_________________
avatar
Ricardo Sato

Número de Mensagens : 1381
Idade : 33
Data de inscrição : 06/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Guima em Qua Nov 15, 2017 4:17 pm

A demora do tal Impey ja estava me deixando irritado. Eu tamborilava os dedos na mesa fazendo algum tipo de ritmo sem mesmo querer... Acho que ta todo mundo de saco cheio de esperar o cara. Ai do nada ele aparece, e do nada o cara evoca sua sala de trabalho. E ainda se exibe dizendo que estava construindo um robo gigante para alguem da UH. Essa universidade está cheio de super herois metidos mesmo...

Quando chega minha vez de pedir para que ele construa meu equipamento eu simplesmente falo - Preciso de algo simples. Bom pelo menos é simples a meu ver. Eu pensei num equipamento que eu passa acopla-lo em meu braço. Eu tenho grande força mas nenhum poder de fogo. Algo que permite atacar a distancia, como um soco "disparado". E se for possivel, esse equipamento servir de proteção tambem, como um tipo de escudo. Se for possivel, eu ficaria muito grato, Sr Impey.


Então a professora Michelle aparece interrompendo o encontro com Impey para um aviso importante. Ela diz que vai haver O Torneio de Batalha, um evento realizado pela UH que poderia ser visto por civis comuns alem da comunidade super heroica. Era a chance dos calouros e estudantes da UH chamar atençao de herois veteranos e ter seu lugar ao sol. Pelo jeito aqui nesta escola tudo é na base do teste e do desafio. Por mim tudo bem... eu gosto de lutar, mas sempre fui um lutador solitario e este esquema de duplas me pegou de supresa. Nunca lutei ao lado de ninguem, sempre sozinho. Não faço ideia de quem chamar embora eu ache que todos aqui possuem bastante potencial. Principalmente a nossa "turma", os jovens do incidente.

Bom, como participar do torneio não é uma escolha e sim uma obrigação eu vou para academia treinar. Enquanto treino, penso melhor... talvez assim eu consiga pensar melhor num parceiro de lutas...

Enquanto caminho pelos corredores, sinto alguem cutucar meus ombros. Olho para trás e não vejo ninguem, que estranho. De novo sinto alguem cutucar meu ombro...ao olhar pra baixo não deixo de notar pra minha surpresa que era Akane - Oi Akane, não tinha te visto ai embaixo... foi mal - Akane era uma das novatas da escola, mas ela se entrosou na nossa turma de tal maneira que parece que a gente ja conhece ela faz um bom tempo. Ela era bacana e ainda tinha o professor Dragon como tutor também. Ela me chama para eu ser o parceiro dela no torneio.

Claro! Obrigado pelo convite. Eu não tinha pensado em ninguém para fazer dupla comigo. Pensar não é meu forte, obrigado por se lembrar de mim. E já que somos alunos do Sensei Dragon, poderiamos pedir para que ele nos preparasse para o torneio, o que acha?


Confesso que foi uma surpresa boa ser convidado por Akane. Sinto que temos um bom potencial a ser desenvolvido. Vamos ver o que vira.

_________________
avatar
Guima

Número de Mensagens : 2358
Idade : 32
Data de inscrição : 12/12/2009

Ver perfil do usuário http://www.remistico.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Nasinbene em Qui Nov 16, 2017 8:20 am

Após um breve atraso (prontamente justificado) Impey se apresenta para forjar os itens que os alunos tinham idealizado. Harry se perde em seus pensamentos por um instante, enquanto os demais alunos vão se aproximando do artesão-mor da universidade. Chega a duvidar por um instante da sua idéia, se seria uma idéia realmente válida. Absorto em seus pensamentos, Harry mal nota quando a professora Michelle dá o recado sobre o torneio. Quando Harry se dá conta, os amigos já estão com seus itens praticamente prontos e já se organizando em duplas. Isao, Ash, Chris e Ray já havia determinado suas duplas... Isso leva a Harry a pensar em quem da sala sobraria para lutar ao lado. Havia pensado nos amigos mais próximos a princípio pelo fato de já haver lutado ao lado deles. Seguindo esse raciocínio, a escolha se tornava óbvia.
Harry se aproxima de onde Yamamoto estava e o aborda com cuidado... sabia o quanto o cuzão-chan podia ser anti-social:

- Dai-chan... acho que se lutarmos juntos temos boa chance de ir pra próxima fase desse coisa. Gostaria que fosse minha dupla... Pense no assunto enquanto falo com Impey

Harry então se aproxima de Impey e apresenta seu projeto:

- Professor, meu poder anula minha capacidade visual enquanto estou voando... Pensei num óculos especial que me permita enxergar tudo com mais clareza ANTES de eu ativar meu poder. Pensei que esse item pudesse contar com visão infravermelha, visão de raios x, visão telescópica e microscópica... pensei também em acoplar um fone de ouvido, que possa captar o som de um emissor especial que eu pudesse fixar nos objetos e pessoas, me dando uma orientação um pouco melhor enquanto voo... será que pode me ajudar com isso?
avatar
Nasinbene

Número de Mensagens : 1291
Data de inscrição : 29/05/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Leo Rocha em Qui Nov 16, 2017 1:47 pm

O relato feito pelo professor Saitama era empolgante e deixava Isao totalmente imerso na história. Ele se imaginava lutando ao lado do National Man e dos demais heróis, combatendo Fist Of Death.
Quando o professor falou sobre o vilão, Isao sentiu seu cenho franzir, se imaginando frente a alguém tão forte. E mais uma vez repetiu pra si mesmo que precisava treinar para se tornar um herói melhor. Ele estava em meio a esse pensamento quando o professor Saitama saiu correndo...

Arrow Então tá...

Akane: Ah, cara... Não deu nem tempo de agradecê-lo por ter contado a história. - Depois Akane ergue a cabeça e olha para o colega da sala, antes de saírem e se juntarem aos outros. - Ele disse que o National Man não chegou na hora porque estava protegendo alguém importante, e quando apareceu parecia estar triste. Você acha que ele.. talvez não tenha conseguido salvar essa pessoa importante?

Arrow E essa pessoa importante seria importante mundialmente ou só para ele? Será que National Man tem uma vida fora das atividades heróicas? E se ele tem, como ele consegue? Eu sempre imaginei que ser um herói era um caminho solitário. A minha vida sempre foi assim. Bem como a de meu mestre... Mas talvez alguns de nós consigam. O que você acha?


*******
Isao estava sentado aguardando pacientemente Impey. Na verdade, ele olhava para o esboço do aparato que lhe ajudaria a desenvolver um estilo de luta em 3D. Ele estava bastante empolgado com o fato de seu mestre lhe considerar apto a aprender sobre este novo estilo de luta e mais ainda por ser um dos estilos mais complexos que ele já vira.
Seus companheiros estavam impacientes e ele observava a tudo jogando uma moeda pro alto e a pegando.
Quando o professor chegou e montou a ferraria, seus olhos se arregalaram e ele não pode conter uma exclamação:

Arrow Caramba!

Ele então aguardou pacientemente sua vez, observando os pedidos de cada e a forma como eles eram atendidos. Ao chegar a sua vez, ele se aproxima mostrando o desenho ao forjador e diz:

Arrow Meu mestre desenvolveu um estilo de luta em três dimensões e eu acredito que este aparelho me permita maior potencial dentre deste estilo.



Assim que seu projeto é encaminhado à máquina, Isao se coloca a acompanhar o processo de produção, bem como observar se as especificações que ele solicitara a Impey, junto às adições propostas por ele, estavam sendo incorporadas ao produto final: as duas manoplas 3D.

A professora Michelle chega e conta a todos sobre o torneio e sobre a transmissão do mesmo. Isao gostava da oportunidade de um treino de combate, mas detestava que isso se transformasse em um show. Ele porém não se sentia a vontade para criticar o evento.

Jay então se oferece para compor a dupla com ele. Para Isao seria interessante lutar ao lado de todos os jovens que, como diria Harry, "iriam compor a equipe de super-heróis do futuro". Ele então respondeu:

Arrow Sem problemas.

Em seu interior Isao pensava que se eles vencessem à primeira luta, ele teria que tomar cuidado, pois lutaria na sequência com o jovem manipulador dos espectros de luz. Esse pensamento lhe fez olhar para os demais e pensar em quantos deles tinham se dado conta disto...

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4169
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Pedro H. Oliveira em Qui Nov 16, 2017 11:55 pm

Todas aquelas informações novas deixaram a cabeça de Daichi cheia de ideias e coisas para pensar e, em virtude disso, o jovem perdeu um bom tempo bolando planos para um equipamento que lhe desse vantagem e ajudasse nas batalhas. Ele sabia que não era a pessoa mais veloz do mundo e como isso era uma dor de cabeça, pois escapar de um ataque ou seguir para cima de alguém poderia ser decisivo num combate real. Após pensar bastante nisso, ele finalmente havia tido uma boa ideia sobre como trabalhar isso em conjunto à sua armadura.

Porém, antes que pudesse ir até o professor confeccionar o apetrecho, Harry surge chamando-o para ser sua dupla no torneio que vinha a seguir. Era evidente a surpresa do garoto, pois sabia muito bem que não era bem visto pelos demais e tinha certeza que iria ficar por último ou ter que implorar muito para alguém trabalhar com ele.

- Antes de tudo, não me chame de Dai-chan. Será um prazer lutar ao seu lado. - Daichi estica a mão com o intuito de cumprimentar seu companheiro de luta.



Após isso, ele segue até Impey e apresenta seu projeto.

- Eu gostaria de um sistema de propulsores interligado que permitisse me movimentar melhor. Pensei em algo como uma mochila, em meus pés, talvez cotovelo ou mesmo nas mãos. Com isso, eu poderia seguir em alta velocidade contra um inimigo, ou mesmo me afastar de um perigo. Além disso, como eu consigo tanto lutar próximo quando usar golpes de longa distancia, acredito que algo assim pode funcionar muito bem pra isso. É possível?

_________________
avatar
Pedro H. Oliveira

Número de Mensagens : 876
Idade : 26
Data de inscrição : 25/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Drako em Sex Nov 17, 2017 3:47 pm

Impey criava as armas com a ajuda dos alunos. Alguns surpreendiam o artesão com a criatividade e genialidade. Chris o deixou boquiaberto com a sua ideia do robô, lembrou-se dele mesmo quando era garoto, criando todo o tipo gadgets.

Impey: Você tem futuro nisso, garoto!

Michelle saiu do local para deixa-los mais a vontade. Ficaram de manhã até a tarde criando os itens, enquanto os alunos conversavam entre si sobre o vindouro torneio. Pegou a todos de surpresa, claro, mas a ideia começava a ficar mais interessante a medida que eles formavam as duplas. No fim da tarde, todos já tinham um parceiro de luta.

Tinham uma semana para se preparar e assim o fizeram. Num piscar de olhos, os dias já tinha se passado e o torneio iria começar.






Eles se encontraram na entrada programada, tinha finalmente chegado o momento. Olharam para a entrada gigantesca, como tudo naquela universidade, respiraram fundo e entraram.

O Coliseu, mesmo lugar onde eles tinham sido ranqueados meses atrás. Na ocasião estava vazio, com apenas a professora Michelle e alguns de seus assessores. Dessa vez tinha uma plateia pequena de alunos, professores e funcionários da faculdade, quase 1% do total de pessoas que cabiam naquele lugar. Como a diretora tinha dito, aquela primeira fase era apenas interna.

No centro havia a enorme arena, onde Zodiac os esperavam. Os 20 alunos subiram e se reuniram ao redor dele.

Zodiac: Sejam bem-vindos ao 23º torneio de batalhas da Universidade de heróis. Fui obrigado—Digo, escolhido, a ser o seu anfitrião e juiz nesse ano. Peço por favor que apresentem as duplas que vocês escolheram para participar nos confrontos.


Os oito amigos se dividiram e formaram as duplas. Eram bem balanceadas e em tinha algo que completavam uns aos outros. Quando estavam prontos, notam as duplas que iriam ser seus adversários.


Zodiac: Irei sortear as duplas, por favor, aguardem.

Ele foi até uma caixa esburacada e puxou bolas com os nomes das duplas e fez o sorteio. Ao terminar, fez o anúncio.

• Ray/Chris Vs Gray/Kazuki.
• Ash/Akane Vs Ushio/Ceresa.
• Isao/Jay Vs Kid/Yoh.
• Harry/Daichi Vs Asuna/Mumei.
• Hoshi/Kouga Vs Morgiana/Yukio.

As lutas estavam formadas e foram mostradas nos quatro telões.

Hoshi: Tsc! Queria ter tido a oportunidade de te eliminar logo de cara, Ray! Vou ter que me contentar com o segundo round então!

Kouga: Para de provocar os outros, Hoshi!

Gray: Eles não vão passar nem pela gente. Estou numa missão pessoal, vou mostrar para os caras que capturaram meu avô do que a família Fullbuster é capaz.

Kazuki: O problema é o Ray, o CDF a gente dá conta rapidinho.

Yoh: Boa sorte Harry! Espero que possamos nos encontrar no próximo round!

Kid: Vamos fazer uma boa luta, Jay, Isao!

Ushio: Hehe! Desde a invasão que eu quero ver do que você é feito, grandalhão! Vai ser uma honra lutar contra dois discípulos do Dragon Sensei, assim com eu.

Ceresa: Que a melhor vença, Akane!

Mumei: Ei, garotos! Se tentarem pegar leve com a gente, vão se dar muito mal.

Zodiac: Ok, ok! Vamos às regras. E prestem atenção, ela vale para o próximo Round. Vocês serão teleportados para arenas ao redor da universidade. Essas áreas, diferentes dessa aqui, são locais abertos em que vocês terão que escolher, por meio de um cara ou coroa, onde irão lutar. Temos 5 arenas: Deserto, campo aberto, cidade em ruínas, praia e prisão escura. Quem ganhar na sorte escolhe a arena. É proibido uso de técnicas nível 3, por serem muito perigosas. A dupla que deixar ambos os adversários inconscientes ou imobilizados ganham. Desistência também é uma opção. Vistam esses macacões de proteção por baixo da roupa de vocês. Isso vai evitar que tenham feridas mais sérias.

Eles recebem dos funcionários os macacões e se dirigem ao vestiário. Quando volta, já está na hora de começar.

Um de cada dupla sobe para tirar o cara ou coroa.

Off: O primeiro de cada dupla que postar pode fazer um check do d5 no chat. Em seguida eu faço e vejo quem ganha. Ai vocês escolhem entre si o cenário. Com tudo pronto, as lutas se iniciam.

_________________
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1855
Idade : 28
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Phelipe Peregrino em Sex Nov 17, 2017 4:58 pm

Gray: Eles não vão passar nem pela gente. Estou numa missão pessoal, vou mostrar para os caras que capturaram meu avô do que a família Fullbuster é capaz.

Kazuki: O problema é o Ray, o CDF a gente dá conta rapidinho.

Chris: Gray, Kazuki. - Chris se aproximou. - Como vão vocês? A gente quase não se falou desde aquela vez em que eu SALVEI A VIDA DE VOCÊS durante a invasão.

Chris olhou ao redor.

Chris: Acho melhor irmos andando, né? - Ele perguntou, mas sua voz soava totalmente sem interesse. - Não vamos querer nos atrasar para esse grande momento! Boa sorte pra vocês.

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1480
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Phelipe Peregrino em Sex Nov 17, 2017 5:18 pm

Chris se adianta e sorteia seu número. Gray faz o mesmo. Chris olha o número que cada um tirou e abre um sorriso quando vê que venceu.

Chris: Ficamos com o deserto! - Respondeu sem pestanejar.

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1480
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Ricardo Sato em Sex Nov 17, 2017 5:48 pm

Durante o sorteio estava começando a ficar mais animado...não muito,ainda não gostava da ideia do torneio,pelo lado bom escapei de lutar contra meus amigos...ou Ceresa(se bem que isso poderia dizer que quando acontecesse seria na frente de câmeras,mas era melhor não pensar nisso),o lado ruim foi que ele acabamos caindo contra Kid e Yoh.

Hey..Isao,sério que pegamos exatamente os caras que entraram no dia que o torneio foi anunciado,tipo,os caras dos quais não sabemos absolutamente nada e que provavelmente tiveram tempo pra saber o que nós fazemos....puxa que sorte hahaha.

Kid se aproxima enquanto Yoh fala com Harry...parecem ser bons amigos,dou um sorriso e espero.

Kid: Vamos fazer uma boa luta, Jay, Isao!

Pode apostar Kid...te desejaria sorte,mas seria contra producente....que tal isso"quebre a perna",interprete como quiser.eheh

Tiro o sorriso bobo do rosto e olho para ele mais sério,dando um "joinha".

Brincadeiras a parte,vamos dar o nosso melhor...admito não gostar muito desse torneio,mas estamos aqui pra sermos o melhor que pudermos ser e isso é parte do treinamento.Uma boa luta é algo que todos nos podemos concordar em fazer não importa o resultado,vamos nos esforçar.


Assim que eles se afastam falo baixo com Isao.

....é,pelo menos eles parecem gente boa,mas ainda sim estamos na desvantagem,seria bom conseguir escolher a arena pra equilibrar isso,boa sorte no cara ou coroa mano.
-----------------------------------------
Alguns segundos depois...

Parafraseando o Chris.

CA...CE...TE...,QUE...SACO.

Pé na bunda,monstro,invasão,aquilo lá em casa....é,essa não é a minha década.Mas é hora de fazer o meu melhor,CIDADE EM RUÍNAS AÍ VAMOS NÓS!!!!

_________________
avatar
Ricardo Sato

Número de Mensagens : 1381
Idade : 33
Data de inscrição : 06/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Scorpion em Sex Nov 17, 2017 9:16 pm

Ray ficava impassível olhando enquanto as duplas são sorteadas. Ele mantinha sempre aquela boca curvada para baixo, como se fosse o robô do Jaspion e os braços cruzados em torno da grossa roupa de borracha. Os dedos enluvados não tamborilavam. Era como uma enorme estátua elétrica, parada, observando cada luta que seria lançada. Para Ray, era indiferente... ele não concordava muito com a ideia do torneio, mas quando falaram que ataques mais poderosos não poderiam ser lançados e que roupas de proteção seriam dadas, ele ficou extremamente mais tranquilo.

Foi quando veio a primeira provocação... e tinha que ser de Hoshi. Não era mistério que Hoshi enxergava Ray como um rival. Afinal, ele não tinha engolido ainda ficar em segundo lugar no Ranking dos heróis. Algum dia, Hoshi ia ter que superar aquilo.

Ray: É mesmo uma pena, Hoshi... Só me faz um favor... tenta passar das meninas, ok? Quem sabe, na segunda fase você tem a sua chance comigo...

A voz de Ray era, como sempre, desprovida de muito sentimento. Um tom sério, como o de uma tempestade que se aproxima, mas ainda os trovões estão silenciosos...

Depois, Kazuki, desfazendo de Chris. O pior é que aquilo tirou Chris do sério... e aquilo incomodou Ray. Depois que Chris se retirou, ele olhou para os dois e disse, sem sorrir, mas com o olho bom faiscando eletricidade.

Ray: Eu não estaria muito contente se fosse vocês. Eu não pretendo que ninguém saia num saco preto, mas eu não posso prometer que um de vocês não saia em coma dessa luta.

Deixe eles pensarem... Todos deviam saber que Ray matou uma aluna usando o mínimo do seu poder e ainda derrotou Kaneki... certamente ele era alguém para não ser subestimado. Nem todo mundo tinha os nervos de Hoshi... se eles podiam tirar Chris do sério, certamente talvez pudessem ser intimidados por Ray.

Foi atrás de Chris e disse ao lado dele, antes do sorteio.

Ray: Eu não escolhi lutar ao seu lado pelos seus poderes, Chris. Escolhi porque o único ponto onde sou falho é a sagacidade e isso você tem de sobra. Quando passarmos pra próxima fase, você é o adversário que considerei mais perigoso, porque você é astuto e imprevisível... e eu quero saber se meus poderes vão poder contra isso. Eu posso não ser um geniozinho, mas eu sei que você deve estar pensando em como me derrotar quando formos para a segunda fase... e eu peço que você faça mesmo isso.

Ele olhou para Chris.

Ray: Eu não espero que você venha com menos do que o seu melhor quando formos lutar, mas até lá...

Ele pegou o braço fraco de Chris e segurou... não ameaçadoramente, mas para que ele parasse de andar e o ouvisse cara-a-cara.

Ray: ...até lá eu preciso que você se foque. Deixar que eles mexam com o seu ego assim foi uma jogada boa deles e tola sua. Não vem me dizer que fingiu ter ficado chateado... somos amigos e eu sei quando meus amigos se chateiam. Você é mais esperto que aqueles caras... não são eles quem mexem com o teu psicológico, é você quem mexe com o deles.

Foram para o sorteio e depois que Chris escolheu o deserto Ray pensou qual a estratégia... bem, ao menos um deserto não possui cobertura. Tempestades elétricas no deserto atingem alvos com muito mais facilidade... talvez os poderes de gelo do adversário, então...

Ray olhou para os dois adversários e lançou sua última intimidação...

Ray: A tempestade chegou pra vocês...

*TTZTZZTTTTT.... - barulho de olho faiscando*


_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2458
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Leo Rocha em Sab Nov 18, 2017 7:44 am

Isao ouve Jay falando sobre estar apreensivo por saber pouco sobre os seus adversários. Ele olha para o companheiro de luta e diz:

Arrow Não se preocupe. A essa altura, todos já sabem alguma coisa sobre os poderes de cada um. Ainda assim, nenhum de nós sabe como iremos lidar com a pressão de um combate entre nós. Na verdade, já passamos por experiência parecida na invasão da escola, onde alguns dos atacantes estavam infiltrados entre nós.

Ele joga a moeda de novo para o alto, a pegando no ar e segue repetindo o ato. Nesta hora Kid se aproxima e os cumprimenta. Isao ouve a brincadeira feita por Jay e também responde:

Arrow Fico contente que nós 4 iremos lutar, pois já ouvir falar bem de suas habilidades e tive algumas aulas de esgrima com Yoh, que mostraram que ele possui uma técnica muito interessante. Será uma boa luta!

Quando ele se afasta, Jay vem novamente falar sobre um receio de estarmos em desvantagem. Isao responde:

Arrow Eu e Yoh temos aula de esgrima com o mestre Cavalier. Já conheço o estilo dele. Kid eu ainda não vi em ação, mas dizem ser um bom atirador. Isso é tudo que precisamos saber. O resto é saber o que podemos fazer.

Isao sabia que o território seria importante na luta. Isso estava escrito na Arte da guerra, um dos livros que Shang Chi lhe fazia ler e reler. Ele se aproximou do cara ou coroa e pediu cara, pensando no terreno que achava melhor para essa primeira luta. Quando a moeda cai em coroa, ele não esconde a decepção. Mas a expressão em seu rosto muda quando ele escuta a escolha deles. Era exatamente o terreno que ele queria!

Ele se aproximou de Jay é falou:

Arrow A sorte nos sorriu neste momento. Esse terreno nos permite utilizar tudo ao redor como parte da luta. Fique atento.

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4169
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Renata C. em Dom Nov 19, 2017 12:36 am


A semana passou antes que Akane pudesse se dar conta. A maior parte do tempo antes do torneio a garota passou treinando com Ash, mas ainda assim, a semana se foi rápido demais. O que não era algo tão ruim, visto que a garota estava bem ansiosa para começar a lutar. Ao encontrar os outros no Coliseu, Akane não vestia mais o uniforme escolar ou suas roupas comuns, mas um uniforme que ela mesmo havia desenhado. E que obviamente combinava com o colar/lança. Não era exatamente um collant de super herói clássico, mas a agradou mesmo assim.




Com o costumeiro palitinho de chocolate na boca, e ao lado de Asuna, sua colega de quarto, Akane caminhava pesadamente e ainda meio que se espreguiçando até onde os outros estavam reunidos, cumprimentando aqueles que conhecia melhor. Era engraçado pensar que apesar de conhecer aqueles garotos fazia pouco tempo, já se sentia tão próxima deles. A verdade era que, Akane gostaria que eles também conseguisse passar para a próxima fase, a menos é claro que algum deles fosse seu oponente. Seria uma pena se caíssem com alguém do grupo agora.

Mas a sorte parecia estar ao seu favor. Akane assistia com atenção Zodiac sortear as duplas, e nenhum deles teria que se enfrentar. Ao menos não agora.

Akane via as provocações entre os garotos, na verdade não sabia muito o que pensar sobre isso. Por um lado achava esse tipo de rivalidade até "saudável" para um ambiente onde futuros heróis estavam treinando. Era normal que todos quisessem ser os melhores. Ela própria queria ser a melhor. Mas ao mesmo tempo, achava a forma de falar, principalmente de Hoshi e dos garotos se referindo ao Chris como CDF um pouco demais.

Por outro lado, seus adversários já tiveram atitudes bem mais "honradas" e amigáveis. Não eram do tipo que tentariam deixar alguém pra baixo.

Akane: Irei dar o meu melhor, e tenho certeza que vocês também irão. - respondia para Ushio e Ceresa, num rápido cumprimento para os dois. Ceresa era legal, não conhecia Ushio muito, mas ele parecia ser um cara legal também. Depois Akane olhava para Ash e falava com o rapaz com um sorriso um tanto debochado, antes de sair para tirar na cara ou coroa quem escolheria o local da luta. - Só acho uma pena que não vamos enfrentar nenhum desses garotos metidos na primeira fase. Eu ia adorar tirar aqueles sorrisos dos rostos deles.


E... Akane tinha um puta azar. Essas coisas acontecem, né?

Akane: Hã... desculpa, Ash. - dizia ao voltar para perto dele, dando de ombros. Então, é isso, praia.

Definitivamente, não era o melhor dos locais para lutarem, mas dariam um jeito. Não que tivessem muita escolha, no fim das contas.

Foi mal. Cara e coroa não é meu jogo.

_________________


"Miracles aren't free, you know. If you wish for something good to happen, a whole lot of bad stuff is gonna happen too. I guess that's how the world stays in balance, good bad, everything zeros out. "
avatar
Renata C.

Número de Mensagens : 541
Idade : 32
Data de inscrição : 27/08/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Guima em Dom Nov 19, 2017 5:52 pm

A semana voou e logo chegou o dia de saber com eu e Akane iriamos batalhar. Somos apresentados a nossos oponentes então: Ushio e Ceresa. Eu não sei o que pensar sobre esses dois oponentes. Não me parecem assim tão combativos, porem se estão matriculados na UH algum potencial eles devem ter. Melhor ficar esperto. Tem gente que se faz de defunto pra comer C* de coveiro. Só sei que o tal de Jay Alburn é caidinho nessa Ceresa. Espero que ele não leve pro pessoal caso vençamos essa primeira parte do torneio de Batalha.

Ushio se aproxima, suas palavras são amistosas porem possuem tom de desafio. Um oponente respeitoso? Que bom... melhor assim. Não gosto do Tom que os outros desafiaram Ray e Chris. Mas fazia parte do aprendizado saber lidar com aquele tipo de incomodo.... algumas pessoas começavam a travar a luta antes mesmo de subirem para o ringue com provocações e desafetos. Não há honra nesse tipo de atitude.

- Sou feito de uma vontade grande de vencer. E, espero que você tambem. Vejo determinação em você Ushio e gosto disso. Até a batalha então.


Aceno com a mão e viro minha atenção pra minha parceira, Akane. Ela parece estar bem empolgada com isso. O elemento que ela domina diz tudo sobre ela. Impulsiva, destemida e combativa. Treinamos juntos durante a semana toda e vi um grande potencial na garota... é uma pena saber que se passarmos pela primeira fase irei lutar contra ela na segunda parte. Não gosto de lutar contra amigos, nem quando é uma situação controlada.

Pois é. Petulante eles não é mesmo? Mas esse tipo de gente só aprende a coisa da pior maneira. Acho que Chris e Ray darão uma boa lição neles. Respondo a Akane quando ela fala comigo sobre os garotos "problema".

Vejo o resultado do cara/coroa e ficamos com a arena praia. Não era o melhor lugar para se travar uma luta porem também não era o pior. Um bom lutador vence qualquer batalha em qualquer campo ou adversidade. Tudo bem Akane. dou uns tapinhas na cabeça da garota Vamos dar o nosso melhor.



_________________
avatar
Guima

Número de Mensagens : 2358
Idade : 32
Data de inscrição : 12/12/2009

Ver perfil do usuário http://www.remistico.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Nasinbene em Seg Nov 20, 2017 3:30 pm

A semana havia passado e finalmente a data do torneio tinha chegado. Harry tinha passado a semana se adaptando ao novo equipamento que Impey havia lhe proporcionado. Já tinha um domínio bom o bastante para ser capaz de usar no torneio...
Com a proximidade dom combate iminente, os ânimos se inflam de maneira diferente. Alguns, como era o caso do velho amigo de Harry, Yoh, se comportam de forma extramente elegante e desportiva. Quando Yoh o cumprimenta de longe, Harry acena de volta e diz:

- Boa luta pra você também, Yoh! Gostaria de ter tempo de ver sua luta com Isao... Isso com certeza vai ser interessante...

As adversárias de Harry e Daichi também se pronunciam, mais especificamente Mumei, pedindo a eles que não pegassem leve. Com um olhar muito sério, Harry responde:

- Não pegaremos leve de forma alguma... Isso seria um desrespeito. Te seguro que vou dar o melhor de mim!

Por outro lado, a dupla adversária de Ray e Chris se mostram extremamente agressivos, tentando desestabilizar o garoto. Harry ouviu tudo o que Kazuki e Gray haviam dito e aquilo o havia irritado profundamente. Enquanto subia pra disputar o cara ou coroa, Harry passa por eles com as mãos no bolsos e olhando ameaçadoramente. Quando põe o pé no primeiro degrau pra disputar o jogo na moeda ele se detém e diz aos dois:

- Sabem... é uma pena que vocês dois vão levar um sacode do Chris e do Ray... porque eu adoraria varrer o chão com a cara de vocês na próxima fase... Chris pode ser um cdf, mas é o nosso cdf... Não esqueçam disso, caras...

Harry termina de subir os degraus, um pouco trêmulo por ter bancado o valente. Não costumava fazer isso então havia ficado um pouco nervoso. E isso influenciou diretamente no lançamento da moeda... As garotas haviam ganhado no cara ou coroa...
Enquanto desce os degraus, Harry olha pra Daichi com cara de "foi mals, cara".
Se aproxima então do parceiro e aguarda o teleporte para o Campo Aberto...
avatar
Nasinbene

Número de Mensagens : 1291
Data de inscrição : 29/05/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Drako em Dom Nov 26, 2017 5:07 pm

Janice fritava um suculento pedaço de carne para o almoço em família da casa dos Stones. A mãe de Chris pensava nele, sentia falta do menino naqueles momentos familiares. Todos se reuniam na mesa, Sr. Stone, seu filho do meio e sua filha caçula. A televisão berrava em alto volume e mesmo assim não era possível ouvi-la direito, tamanha falação que ocorria entre eles.

Janice trás os pedaços de picanha até a mesa e puxa uma cadeira para se sentar. Todos juntam as mãos e abaixam a cabeça para rezar, finalmente acabando com a algazarra. Só era possível escutar a TV, passando o jornal.

Até que o som da voz do jornalista acaba, dando lugar ao ruído de estática.

Sr. Latrel Stone se levanta da cadeira, possesso, e vai até a TV. Dá umas pancadas nela, para ver se voltava a funcionar.

Latrel: Era só o que me faltava, gastei 45 dólares nessa TV!

Mais dois socos e a imagem dela volta. Mas dessa vez, não era o jornal.

No Coliseu, a plateia olhava fixamente para os quatro telões que transmitiam as lutas. No mesmo momento que o pai do Chris “concertava” a TV, as imagens dos telões também mudavam. A mesma coisa acontecia com os Drones câmeras, que em vez de filmar, passaram a mostrar um holograma para os participantes do torneio.

Michelle: O que é isso?

National Man se levanta, preocupado. Foi seguido por todos ali, que deixaram seus acentos para tentar ver melhor o que estava sendo mostrado.



Lúcifer: Meu nome é Van Hohenheim, mas seu mundo me conhece como Lúcifer. Talvez você, cidadão, não saiba que eu sou ou o que eu fiz. Muitos foram meus atos contra o seu povo, mesmo que por baixo dos panos. Entre minhas ações atuais, digo que sou responsável pela invasão da Universidade de Heróis, há três meses, e sou o raptor do diretor Drayden, da qual mantenho em cativeiro.

A família Fullbuster se irrita na mesma hora, criando um vento gelado, enquanto assistem a transmissão.

Lúcifer: O ataque a Universidade foi feito por dois motivos. O primeiro, de mostrar a todos que não existe lugar seguro contra nós, mesmo que no ninho fétido daqueles que se intitulam Heróis. E o segundo, de declarar guerra contra o WoH, mensagem essa que eles não parecem ter recebido com seriedade. Pois nesse momento, National Man e sua patota estão assistindo um torneio da qual eles colocam seus pupilos uns contra os outros.

Na casa dos Stones, Janice e Latrel se abraçam, não sabiam se seu filho estava bem.

Lúficer: Se a mensagem não foi clara, peço perdão, pois a culpa foi minha. Deixe-me esclarecer as coisas, não só para o WoH, mas para o mundo. A nossa Sociedade, de vilões e monstros, existe! E vamos moldar esse mundo a nossa maneira, nem que tenhamos que colocar tudo abaixo. E para provar que falo a verdade, nesse exato momento, estou mandando 5 dos meus principais seguidores para os locais onde as festinhas de vocês estão acontecendo. E para o National Man, eu digo isso. Você pode ser invencível, mas as pessoas a sua volta não são. Mas tenho certeza que já sabe disso, não é? Sua querida Fubuki é... bem, não posso dizer que ela é a prova viva disso. Estou disposto a por tudo em chamas, para que se torne um salvador de um mundo de cinzas.

Michelle: Maldito! Como ousa?!

Ela olha para o herói careca, mas National Man já não estava lá. Tinha pulado no momento em que Lúcifer afirmou que tinha mandando vilões aos locais do torneio.

Michelle: Speedo! Agora!

Speedo: Sim!

Lúcifer: Nossa guerra só está começando, World of Heroes. E vocês estão em menor número, enquanto nosso poder só aumenta. Terão uma demonstração disso hoje. Eu fico por aqui. Encontraremos-nos novamente. Tenham uma boa tarde.

Na plateia agora só tinham os alunos que foram assistir as lutas. Todos os heróis profissionais que estavam lá já estavam a caminho dos cenários das batalhas do torneio.

_________________
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1855
Idade : 28
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Drako em Qui Nov 30, 2017 10:57 pm

Speedo tinha feito seu trabalho, levou cada grupo de heróis até determinados campos de batalha e foi sozinho até a última arena, a Prisão Escura.

Lá dentro, ele se colocou na frente dos quatro alunos que batalhavam entre si. O Boss que Yukio tinha invocado já fora derrotado pela dupla adversária e o combate estava prestes a terminar, favorecendo Hoshi e Kouga, quando uma ventania enorme parou a luta.

Speedo era o homem mais rápido do mundo, mas existia alguém conseguia rivalizar com a sua velocidade. Seu nome é Fujin, o demônio da velocidade.


Kouga: Tio...

Hoshi: Hã? Esse cara é teu tio?!

Speedo: O que faz aqui, Dio?

Fujin: Como assim? É desse jeito que você recebe seu irmão mais novo?

Speedo: Cortamos nossos laços há tempos, quando tentou matar a mim e minha família. Diga-me, então finalmente se rendeu e se uniu ao Lúcifer?

Fujin: Sim, foi uma escolha fácil. Prefiro estar do lado que não vai ser exterminado. Ainda mais agora.

Ele desaparece e aparece ao lado de Speedo. Kouga não conseguiu acompanhar a velocidade do tio, muito menos os outros três alunos que estavam lá. Aproxima-se ainda mais do irmão mais velho, que continuava impassível.


Fujin: Deixa eu te contar um segredinho, mano. Lúcifer conseguiu, eu mal pude acreditar. Não como daquela vez, com o Fist of Death, que ainda tinha consciência dos atos. Dessa vez ele fez uma obra prima. Não viemos aqui para matar seus alunos ou nada do tipo. Bem, a não ser que eles nos ataquem. A verdade é que tudo isso é apenas para uma demonstração do que o Berserk pode fazer.



Enquanto isso, na Praia, Regulus, The Dragon, Smart Girl e os alunos estavam frente a frente com um monstro estranho da qual nenhum deles tinha informação.

The Dragon coloca Ushio no chão. Não tinha percebido, mas o garoto estava inconsciente. Ceresa corre até o seu companheiro de batalha e tenta acordá-lo.

Ceresa: Ushio! USHIO!!

Ela desfaz o encantamento que tinha feito no rapaz e inicia outro. Ela coloca as duas mãos no peito do rapaz e uma luz amarela brota de seus dedos, envolvendo-o.

Ceresa: Troia!

Ela começa a curar os ferimentos de Ushio pouco a pouco.

Ceresa: Desculpem, mas não posso utilizar meus encantamentos enquanto curo ele.

Regulus: Não tem importância, menina. Fique tranquila.

Akane tinha bolado um plano que dependia do Upgrade que a colega de classe podia conceder, mas mesmo sem aquilo eles seguiram com o plano. Akane prepara a flecha, enquanto Ash lança seu Meteor Crusher.

Regulus: Junto comigo, Akane!


Regulus: INFERNAL FLAMES!

Akane: HONŌ NO YA!!

Ambos soltam seus ataques ao mesmo tempo, que se une com o também poderoso Meteor Crusher, formando um potente turbilhão de energia flamejante que acerta o monstro em cheio. Ele é jogado por 2 km pelo ataque combinado dos três, até eles não puderem mais vê-lo. A criatura é levada tão longe que acerta uma parede de concreto, bem distante da praia.

Smart Girl solta a respiração, aliviada. Akane em um momento de alegria pede um high-five para Regulus, que olha para ela uns instantes e depois retribui. The Dragon vai até Ash e dá um tapinha em suas costas e depois o joinha costumeiro seguido de um sorriso que o professor sempre dava para os seus alunos quando eles se saiam bem nas aulas. Ceresa também sentiu como se o peso do mundo tivesse saído de suas costas, quando Ushio recobra a consciência.

Até que todos eles sentem uma pressão enorme.


O monstro estava há dois quilômetros de distância e ainda assim eles podiam sentir seu instinto assassino de lá. Suavam frio, pernas e mãos tremiam. Aquele monstro não era normal. Para piorar a situação, Regulus era um herói relativamente novo e jovem, de Rank B, não tinha alcançado todo o seu potencial. The Dragon também era Rank B e Smart Girl Rank C, sem muita aptidão para a luta. E os alunos estavam em uma situação péssima após a batalha que travaram entre si.

Eles podiam sentir o monstro caminhando até eles, lentamente. Regulus se colocou na frente dos outros, como o herói da WoH que ele era. The Dragon então resolve tomar uma decisão.

Dragon: Regulus... você é importante demais para morrer aqui.

Regulus: O que quer dizer, Dragon? Não saberemos se podemos derrota-los até tentarmos.

Dragon: Você também está sentindo isso, não é? Diga-me que é alguém que podemos vencer?

Regulus: Não importa, podemos ter 1% de chance de vencer, eu não vou fugir.

Smart Girl: Na verdade, temos 0,98% de chance de vencer, se meus cálculos estão corretos.

Regulus: O que devemos fazer então? Se virarmos as costas vai ser pior!

Dragon: Vocês vão virar as costas.

Ele anda até Regulus, coloca a mão no ombro dele.

Dragon: Eu ficarei.

Dragon aplica um soco no pescoço de Regulus em um local estrategicamente localizado, onde somente mestres das artes marciais saberiam aplicar o golpe, nocauteando-o na hora. Ele pega o rapaz no colo e o entra ao gigante Ash. Ele se vira para seus três alunos e Ceresa.

Dragon: Vocês três são brilhantes, serão heróis incríveis no futuro. Mas para que isso aconteça eu peço que me escutem e me obedeçam.

Ash: Mas sensei!

Dragon: Não diga nada, Ash!

Akane: Não podemos deixar você aqui, sensei!

Dragon: Por favor, só sigam em frente e fujam daqui! Não se preocupe, eu aguento o tranco! Agora vão!

Smart Girl balança a cabeça positivamente e puxa Ceresa e Akane. Ash colocava Regulus em baixo de um braço e Ushio, acordado, mas muito machucado, embaixo do outro. The Dragon anda ainda mais para frente enquanto eles correm, vendo seu professor se afastar.

Dragon: Muito bem! –Ele se alonga, colocando a ponta dos dedos nas dos pés. –Vamos ver do que esse monstro é feito! FIST OF FURY... KAI!!


Ele libera uma aura vermelha do seu corpo, seus olhos também ficam rubros. Seus músculos ficavam mais definidos e corpulentos, apesar da sua massa muscular não aumentar. A areia circundava seus pés como se fosse o vento que fizesse aquilo. Estava pronto, era a transformação mais forte que ele já tinha conseguido atingir.

Dragon: Vamos lá monstro! Venha até—

Spoiler:


???: Humanos são fracos.

Dragon cai inconsciente aos pés do monstro. Ele olha ao longe e vê o grupo fugindo, mas não se dá ao trabalho de ir até eles. O vento sopra e o monstro não estava mais lá.


Na cidade em ruinas, o grupo de heróis enfrentava o vilão conhecido com Joker. Um homem totalmente esquisito e que Masamune havia avisado que ele era ardiloso. Sem perder muito tempo, Shonen libera o seu poder. Seu relógio cresce e toma todo o seu braço, formando o O-Spark, ferramenta da qual o pequeno Shonen usa para dar vida a sua imaginação.

Shonen: O-SPARK! HEROMAN!


A eletricidade vai dando criando e dando forma a um enorme robô branco com listras vermelhas e azuis.


Shonen: Heroman! Proteja esses garotos!

Heroman: Sim, Joey!

Jay cria um plano e Isao o aceita. Sem pestanejar ambos se colocam em posição de batalha. Nesse momento, eles são puxados ferozmente em direção ao vilão, que pega ambos pelo pescoço.

Joker: Rapaizinhos... não deviam estar aqui lutando. Olhe para você, tem sangue saindo do seu ombro.

Ele falava com Jay, que tinha sido acertado por Kid. Ele o abaixa um pouco e lambe o sangue que saia do ombro do garoto.


Joker: Delicia.

O vilão começa a cheira Jay, que se contorcia para sair do braço do homem.

Joker: Eii! Eu conheço esse cheiro! Você é filho do Razor Flare? HAHAHAHAHA! Que coincidência desgraçadamente deliciosa! Hein! Hein! Você sabe onde seu pops está? Tá sabendo o que o clã Kagune tem feito com ele?! Não?!

Jay fica em choque, mas não sabe o por que. Seu pai é um vilão, o culpado por tudo que aconteceu com ele e sua mãe, mas não conseguiu deixar de sentir medo do que ele poderia ouvir a seguir.

Um raio é lançado na direção dele, que desvia, soltando Isao. Heroman pega Watanabi e o coloca em segurança. Masamune e String tentam acerta-lo, mas ele continua desviando e pulando para longe. Seu interesse ficou totalmente focado em Alburn. Ele coloca o rapaz como escudo, e com a mão livre diz um “não”, para que eles se afastassem deles, ameaçando matar o garoto, enquanto põe seu rosto bem perto do ouvido de Jay.

Joker: Seu papito vem sofrendo torturas diárias, coisas terríveis que nem eu curto umas boas palmadas consigo imaginar. E pensar que ele está sofrendo tudo isso por causa do filhinho dele. Pensamos que ele estava 100% com a gente, mas o cara dedurou a invasão toda, só para você ficar a salvo. Imagina isso?! Ninguém iria imaginar que o Razor Flare ainda tinha instintos paternos! E por sua causa ele está vivendo um inferno diário! De vez em quando eu passo pelo cativeiro dele só para escutar os gritos, me deixa muito excitado! Quase tanto quanto eu estou agora!

Jay perde o controle e libera toda a sua energia em um ataque de fúria!


Joker solta o garoto e pula para trás.

Joker: Hahahahaha! Não posso te matar agora! Você é interessante demais! Preciso disso na minha vida! Quero te encontrar de novo e estripar você lentamente!  

String tenta acertá-lo novamente com seus fios cortantes, mas Joker soca a cara dela na mesma hora em que ela se aproxima. Masamune chega com um ataque de espada, mas ele segura a espada e a quebra no meio, depois desferindo um chute potente no nariz do espadachim. Ele limpa a sujeira da roupa e dá um tchau para eles.

Joker: Nos veremos de novo, filho do Razor Flare! Estarei aguardando ansiosamente!

Joker foge de lá.


No campo aberto as coisas também não estavam boas. Alpha, Sportsmaster e Winter protegiam os alunos do monstro que se colocava em sua frente. Harry é um pouco impulsivo e toma a iniciativa, fechado os olhos e usando seu Cannonball.

Alpha: Harry, NÃO!

Ele solta seu ataque mais poderoso que viaja rapidamente até a criatura acertando-o em cheio. Ambos são deslocados para trás, mas Harry é segurado pelo professor Sportsmaster. O monstro rola por alguns metros como uma bola de carne lançada num campo de futebol até que se choca contra uma árvore.

Ao se chocar ele para sentado em frente à árvore e o grupo nota que o monstro tinha o pescoço quebrado, com a cabeça caída para o lado. Alpha sabia que aquilo não tinha como ser o suficiente para matar o bicho e fica na frente do grupo, esperando qualquer coisa.

Os olhos da criatura brilham vermelhos, ele pega a cabeça caída e coloca no lugar. Ele se levanta e faz um movimento com a espada.


Os heróis profissionais se preparam, sabiam que agora a luta começaria para valer. Asuna e Mumei não tinham dito nada, mal entendiam o que estava acontecendo. O mesmo podia ser dito de Daichi, que continuava imóvel. Harry foi o único que reagiu aquilo, mas sua reação não foi positiva.

McFly viu a mesma luz vermelha que tinha visto meses atrás, no momento em que ele e seus amigos tinham perdido a esperança de viver, durante o incidente do distrito Kane. Começa a suar frio, ele sabia o que viria a seguir.

Harry: ELE VAI LANÇAR UMA ENERGIA DESTRUIDORA!

A luz se concentra entre os chifres do monstro rapidamente, bem mais veloz do que o fraco monstro que eles enfrentaram no distrito Kane, mas o tamanho do raio era ainda maior. Alpha olha para Harry e os outros alunos, ela corre até eles para protegê-los dos disparos. Ela abraça Harry e Asuna, enquanto Sportsmaster faz o mesmo com Daichi e Mumei. Ambos eram heróis de força física, não tinham nada em que pudessem defender a todos. E ao contrário de National Man, não tinha como eles dar um soco tão forte que fosse desfazer o ataque.

É quando eles soltam um bafo frio pela boca.


Ur Fullbuster, heroína conhecida como Winter. Seu frio rivalizava com o ar congelante do Zero Absoluto que seu marido conseguia gerar. Ela para frente a todos ali e olha para trás.

Winter: Depois disso eu vou ficar sem energia, então é bom que vocês estejam preparados para lutar!


Winter: ICE MAKE: ICED WALL!!

Do chão cresce uma enorme muralha de gelo de uns 100 metros de comprimento e largura, além de uns 20 metros de espessura. A energia se choca contra a muralha, que vai rachando aos poucos. Ur continua a dar energia para a muralha, fazendo com que todas as rachaduras fossem repostas por mais gelo. Ela sentia o ataque continuo fazendo pressão contra o seu construto e percebe que não vai conseguir segurá-lo por muito mais tempo, por não ter tanta energia sobrando, então resolve mudar a estratégia. Ela muda o formato da muralha, criando uma subida em sua forma, forçando a energia a ser direcionada para cima. Após isso, eles veem a energia atravessar a muralha, passando por cima de todos eles e explodindo aos céus.

Ur cai, totalmente esgotada.

Alpha pula para o buraco na muralha e se prepara para o combate, mas não vê mais ninguém lá.



Speedo: Berserk?!

Fujin: Sim! Lúcifer é um gênio maldito! Ele conseguiu criar uma raça nova!

Speedo: O que?

Fujin: Meio humano, meio monstro! Berserk é o poder absoluto sem qualquer tipo de emoção! É a maquina perfeita de matar! Há três semanas a prisão estadual onde os irmãos Bin estavam foi atacada, lembra disso?

Speedo: Sim. Ninguém sobreviveu, todos os funcionários e os presos foram assassinados.

Fujin: Pois é, foi obra dele. Lúcifer pediu ordenou que ele matasse os irmãos Bin dentro da prisão, para eles não dedurarem a gente. Acontece que o maluco resolveu matar todo mundo.

Speedo: E onde ele está agora?

Fujin: Bem, onde você acha?

Speedo: National Man!

Fujin: Pois é, nesse momento o Berserk tá fazendo a demonstração dele. Opa! Olha a hora? Melhor eu ir até lá antes que ele mate todo mundo. Não é o que o Lúcifer quer agora, entende? Então fiquei encarregado de tirar ele de lá depois da demonstração. Foi bom reencontrar você, mano! Talvez pela última vez, quem sabe! Agora tenho que ir!

Ele olha para o seu sobrinho.

Fujin: Você cresceu bastante, Kouga! Espero que não morra, alguém vai ter que substituir seu velho quando eu mata-lo! Até mais!

Ele coloca a mão para frente, na direção dos olhos de Speedo, e uma luz intensa é lançada. Speedo cobre os olhos e fica sem poder ver por alguns segundos. Fujin aproveita para escapar.



No Deserto, National Man, Zero e Zodiac tentavam entender o que era aquele homem misterioso. National Man os informa que o adversário deles se tratava de um Rank S, um em que eles não tinham conhecimento até agora.

Ray queria ajudar na luta, mas Chris o repreende. Zodiac concorda com Stone.

Zodiac: Se esse cara é realmente alguém Rank S, nós não temos a menor chance. Só iriamos atrapalhar.

Zero: Vamos sair e deixar o careca sozinho? Eu sei que ele é o mais forte de todos, mas podemos ajudar de alguma forma.

National Man: Não gostaria de ter que lutar, mas por uma sorte do destino ele escolheu logo o deserto para lutar, o único dos campos de batalha em que eu não preciso me preocupar em soltar meus poderes. Peço que saiam daqui o mais rápido possível.

Zodiac: Sim, vamos garotos!

Zodiac coloca o braço de Kazuki nos ombros e o ajuda a se levantar. Zero também ajuda Gray.

Zero: Droga! Vamos moleques! Não fiquem ai parados!

Ray e Chris também se movem, quando escutam um deslocamento de ar tão potente que machuca os seus ouvidos. Eles olham para trás.

National Man sangrava, caído no chão, e aquele homem com a sua enorme espada em frente a ele. O grupo percebeu que o ataque não tinha sido direcionado para o maior herói de todos, mas sim para eles. National Man se jogou na frente do ataque daquela espada negra para salva-los da morte certa. Quando fitam os olhos do monstro, o desespero impera novamente.


National Man se levanta e se posiciona entre eles, enquanto o sangue jorrava pela sua roupa.

National Man: Faz tempo que eu não sinto dor. Não vejo nenhum tipo de emoção nos seus olhos. Não atacou eles por estratégia ou diversão, você simplesmente quis mata-los.

O herói prepara seu ataque.

National Man: Não sei quem você é, mas não posso te deixar sair daqui! God strength... Aquiles Punch!

Era o mesmo ataque que o herói careca usou para pulverizar o monstro do distrito kane.


O soco acerta o alvo, no mesmo momento a areia do deserto é jogada para o lado, criando um enorme buraco. Zodiac, Zero e os alunos voam por metros só pela potência do soco desferido. Era como se uma tempestade de areia tivesse passado. Eles correm até o inicio do buraco para ver o que tinha acontecido.

O soco de National Man tinha sido bloqueado pelo homem com a sua espada. Nem mesmo Saitama estava acreditando. Ele pula para trás e o vilão faz o mesmo.

National Man: Zero! Crie uma muralha de gelo mais forte que você puder! Zodiac, crie a corrente circular por dentro da muralha de gelo, agora!

Zodiac: O que?

Zero: Merda, você vai fazer aquilo?! Anda moleques, venham até mim! Zodiac, faz o que ele está mandando!

Zero também cria um Iced Wall, como sua esposa. Só que o dele tinha uns 200 metros de comprimento e largura, e 50 metros de espessura. Dentro dele, Zodiac faz suas correntes circularem o grupo, criando uma proteção impenetrável.

National Man solta o seu corpo e se concentra. O Berserk levanta a espada para o alto, preparando também o seu ataque.


National Man: GOD STRENGTH... ZEUS—

Então, Berserk não estava mais lá. Fujin passa na velocidade da luz, levando o maior trunfo do seu exército de volta a sua base. National Man respira aliviado enquanto pressiona o seu ferimento, evitando que saísse ainda mais sangue.

National Man: Podem sair, ele foi embora.

A muralha derrete.

Zero: Embora! Que porra foi essa?

National Man: Foi outra mensagem de Lúcifer. De que ele estava certo.

Zodiac: Certo em que?

National Man: Que ele tem o poder para transformar esse mundo em cinzas.


Última edição por Drako em Qui Nov 30, 2017 11:54 pm, editado 1 vez(es)

_________________
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1855
Idade : 28
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Drako em Qui Nov 30, 2017 10:58 pm

Off: Podem postar aqui mesmo! Próximo post é o epilogo e o fim do ato.

_________________
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1855
Idade : 28
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Ricardo Sato em Sex Dez 01, 2017 1:44 am



Que merda foi essa?Rápido,tão rápido....o que diabos ele usou pra nos puxar?

O que você fez?...COf..coff

Joker: Rapaizinhos... não deviam estar aqui lutando. Olhe para você, tem sangue saindo do seu ombro.

Joker: Delicia.

Será que dá pra cortar essa..ughh..seu escroto?

Joker: Eii! Eu conheço esse cheiro! Você é filho do Razor Flare? HAHAHAHAHA! Que coincidência desgraçadamente deliciosa! Hein! Hein! Você sabe onde seu pops está? Tá sabendo o que o clã Kagune tem feito com ele?! Não?!

Razor Flare?Kagunes?A um segundo eu estava tentando achar uma forma de escapar....que merda porque não consigo pensar em nada?

Joker: Seu papito vem sofrendo torturas diárias, coisas terríveis que nem eu curto umas boas palmadas consigo imaginar. E pensar que ele está sofrendo tudo isso por causa do filhinho dele. Pensamos que ele estava 100% com a gente, mas o cara dedurou a invasão toda, só para você ficar a salvo. Imagina isso?! Ninguém iria imaginar que o Razor Flare ainda tinha instintos paternos! E por sua causa ele está vivendo um inferno diário! De vez em quando eu passo pelo cativeiro dele só para escutar os gritos, me deixa muito excitado! Quase tanto quanto eu estou agora!

Ódio...porque estou sentindo isso....e principalmente,TIRA AS PATAS DE MIM SEU DESGRAÇADO,QUEIMA!!!!!RISING SUN....MÁXIMO!!!



Por...mim...você acha que aquele desgraçado faz alguma coisa que não seja por capricho?

Joker: Hahahahaha! Não posso te matar agora! Você é interessante demais! Preciso disso na minha vida! Quero te encontrar de novo e estripar você lentamente!

Seu filho da puta....você vai se arrepender dessa....

É você vai me encontrar de novo.....eu também vou querer te ver seu merda,tem uma coisa que eu sou obrigado a admitir que puxei do meu pai...RANCOR.

Joker: Nos veremos de novo, filho do Razor Flare! Estarei aguardando ansiosamente!

É...nos veremos,quando eu puder acabar com a sua raça....só não garanto se vai ser lento ou rápido.

Sei que a minha ameaça é vazia,principalmente ao vê-lo escapar dos professores.....mas isso é mais que uma ameaça,é uma promessa pra mim mesmo e eu sempre cumpro as minhas promessas....

Vejo tudo em vermelho ódio....ÓDIO....ÓDIO!!!!Tento me acalmar,mas não consigo...também não tenho forças pra usar meu poder...soco o chão até meu próprio sangue,que escoria pelo braço manchar meu rosto.Não pude fazer nada...fui um inútil...fui humilhado...e pior,um maluco qualquer achando que entende da minha família...achando que ele faria algo por mim???Você é mesmo um palhaço.

É quando olho para minha mão e vejo um brilho.....as linhas em maestro....o que sobrou do meu poder,agarro minha face com a palma de minha mão,concentro o que posso de minha mente e uso meu poder através da carga na luva...Soul Light.
A luz brilha intensamente como se eu quisesse queimar meus próprios olhos....mas não é isso que ela faz,me ergo do chão onde estava de joelhos.

O ódio não estava mais lá,estava guardado dentro do meu coração,junto ao amor por minha mãe e por Ceresa e como tudo que herdei dele,aquilo profanava o que tenho como mais sagrado....novamente meu rosto estava vazio,tento limpar a poeira da explosão mas acabo só me manchando mais de vermelho...eu não me importo.

Aquele merda não faz nada por ninguém que não seja ele mesmo....mas tenho que admitir que se não fosse pelo aviso dele eu poderia ter perdido muito mais amigos.Eu não vou deixar que a única coisa ao menos parecida com algo decente que ele fez na vida seja aquilo que o matará......eu não vou ficar devendo nada pra você Razor Flare e quando eu te tirar de seja lá onde você estiver,eu mesmo vou te fazer pagar.

Não sei se só pensei ou se falei essa última parte alto...acho que exagerei um pouco no meu golpe,mas novamente,eu não me importo.

_________________
avatar
Ricardo Sato

Número de Mensagens : 1381
Idade : 33
Data de inscrição : 06/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Renata C. em Sex Dez 01, 2017 10:29 pm

Akane mal podia acreditar que estava lutando ao lado de Regulus! O poder do ataque de chamas dos dois junto do Meteor Crusher de Ash era impressionante, lançando o monstro quilômetros de distância de onde eles estavam. As chamas do ataque refletiam nos olhos animados de Akane e iam diminuindo conforme as chamas arrastavam aquele monstro para longe.


Akane: Isso foi incrível! - E antes que pudesse se conter a garota estendia a mão para Regulus, numa ação quase infantil, fazendo um high-five que após alguns segundos o membro do World Of Heroes retribuía.

A luta do torneio havia sido interrompida, mas ao menos eles tinham vencido a ameaça.

Ou talvez... fosse cedo demais para comemorar.

Pois a sensação ao sentir o poder que emanava daquela criatura fazia com que o coração de Akane acelerasse e as pernas ficassem bambas. Não era nem de longe como o medo que sentira a enfrentar o Tatara, que havia sido o tipo de medo que faz até com que você siga em frente. Era um medo paralisante, de quem estava frente a frente com um assassino muito mais poderoso que qualquer um deles ali.

Os heróis profissionais conversavam, mas desta vez Akane não se envolvia. Droga, até suas mãos estavam trêmulas. O que era aquilo, afinal? Que tipo de criatura tinha tanto poder?

Dragon utiliza um golpe para desmaiar Regulus, entregando o herói para Ash carregar. Ele pede para que eles saiam dali.

Akane: Não podemos deixar você aqui, sensei! - a voz de Akane saía levemente trêmula enquanto ela falava isso. Não podia acreditar no que estava acontecendo.

Akane.. não podia.. Simplesmente não podia. Simplesmente dar as costas e...

Mal sentiu a mão da professora Smart Girl sobre seu ombro, a puxando para saírem dali enquanto o professor se preparava para lutar. Akane mal dizia uma palavra, apenas era conduzida para longe dali.

Enquanto ela dava as costas para a luta, ouvia o sensei Dragon utilizando sua habilidade.

Akane dava um passo, dois, enquanto o som da luta ia ficando mais distante. Rapidamente, eles ia se afastando, conforme o sensei havia ordenado. Tinha que respeitá-lo, afinal.

Mas a cada passo que dava, era como se os pés de Akane ficassem mais e mais pesados. Até o momento em que a garota simplesmente parou de caminhar, apoiando as mãos sobre os joelhos, com a cabeça baixa.


Akane: Eu... eu não posso. Me desculpem.

Foi tudo que ela falou antes de dar meia volta e sair numa corrida errática até o local da luta. Corria o mais rápido que suas pernas eram capazes de aguentar. Não podia deixar Dragon sozinho. Esperava que não fosse tarde demais. Quando ela finalmente conseguiu avistar o professor, ele já estava caído ao chão, enquanto não havia nenhum sinal do monstro na volta.

Ofegante pela corrida e ainda com lágrimas nos olhos, Akane se abaixou diante do professor, primeiramente verificando seu pulso para saber se ele ainda estava vivo. Sentia como se seu coração estivesse pesando uma tonelada. A garota, que normalmente tinha a aparência de durona, já não tentava lutar contra as lágrimas que escorriam pelas bochechas e turvavam sua visão.

Akane: Eu não deveria ter te obedecido, sensei. Me desculpe.

_________________


"Miracles aren't free, you know. If you wish for something good to happen, a whole lot of bad stuff is gonna happen too. I guess that's how the world stays in balance, good bad, everything zeros out. "
avatar
Renata C.

Número de Mensagens : 541
Idade : 32
Data de inscrição : 27/08/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Scorpion em Sab Dez 02, 2017 2:30 pm

Parecia que todos queriam sair dali. Aquilo incomodava demais Ray, pois apesar de ser o mais sensato a fazer, deixar National Man sozinho era algo que ele não concordava...



Ray: É a segunda vez que o National Man nos salva, Chris. Inútil ou não, nós poderíamos fazer uma diferença sim!

A muralha de gelo e as correntes são criadas...

Ray: National Man!!! Droga, nós não podemos deixa-los sozinho! Sensei!

Dizia com os dentes trincando para seu mestre, Zodiac.

Mas nada seria feito.
Quando a barreira se dissolve, Nacional Man está ferido e os heróis "ilesos".

Aquilo incomodou Ray. Eram alunos, mas ainda sim tinham a capacidade de ajudar. Droga, estavam treinando e estudando há meses! Não para isso, tudo bem... Mas ainda sim, não eram inúteis..

Quando estavam para ir embora, Ray falou para Zodiac.

Ray: Mestre... Eu cheguei a pensar em desistir de ser um herói, mas depois do que a sua irmã, srta. Michelle falou pra mim... E depois que vi esse... Monstro. Eu não irei desistir. Eu quero que o senhor pegue pesado comigo... Como nunca pegou com outro aluno. Quero ser o melhor aluno que o senhor já teve! Assim... Eu poderei combater monstros como esse ao invés de ficar me protegendo como um... Um... Um adolescente indefeso.

Olhava sério...

Ray: Eu falo sério, mestre... Quero ser o melhor!
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2458
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Leo Rocha em Seg Dez 04, 2017 1:56 pm

A criatura era extremamente poderosa. Tanto que conseguiu desfazer o ataque combinado de Jay e Isao e ainda se defender dos ataques dos seus mestres.
Heroman age tirando Isao de perto do vilao na hora em que ele se preparava para tentar acertar a costela do monstro com a lâmina em seu braço.
Ele fica agradecido pelo salvamento, mas, ao mesmo tempo lamenta não ter sido forte ou ágil suficiente para lidar com a criatura.
Ele se vira para Shonnen e diz:

Arrow Obrigado. Mas não posso ficar apenas observando.

Ele se recupera e salta para junto de seus mestres, enquanto ouve a criatura falar sobre Razor Flare. Ele nota no gestual que seus mestres iriam iniciar um ataque coordenado e se coloca guardando a retaguarda deles.
Quando String é atingida, ele salta e a intercepta no ar.
Quando se levanta novamente Masamune era atingido e o monstro fugia.
Ele então vê Jay totalmente abalado pela descoberta e, após usar seus poderes, assumindo uma postura livre de emoções. Ele então se aproxima e diz:

Arrow Você não está sozinho nessa luta. Todos temos motivos pra querer pegar aquela coisa.

Ele hesita um pouco antes de continuar:

Arrow Seus poderes incluem manipulação emocional, certo? É com que frequência você os usa em si mesmo? Se você tem dificuldade pra se acalmar sem eles talvez eu possa ajudar.

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4169
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Nasinbene em Ter Dez 05, 2017 4:05 pm

- CANNONBALL!!!!

Michelle:- Harry, não!

O aviso de Michelle vem tarde demais...  agindo movido por sua impulsividade, Harry dispara seu poder contra a criatura na sua frente, sendo imediatamente lançado para trás devido à violenta rajada de energia dispersada. Amparado por Sportsmaster, Harry vê que seu Cannonball atingiu o monstro em cheio, fazendo-o rolar várias vezes pelo campo até atingir uma árvore...
Por um instante, o jovem chega a se animar, achando que havia de fato ferido o monstro ao ver sua cabeça pendendo para o lado. No entanto, as esperanças do rapaz logo se desfazem ao ver que o inimigo apenas ajusta a cabeça de volta no pescoço e se põe em pé novamente, como se nada houvesse acontecido. Frustrado, Harry desvencilha-se de Sportsmaster e exclama:

- Cara, que merda... de novo? Do que o pescoço desses caras é feito? Primeiro o Noro e agora esse aí... francamente, eu... ELE VAI LANÇAR UMA ENERGIA DESTRUIDORA!

Harry percebe imediatamente que iriam morrer...  Era como aquele dia, no distrito... mas mais forte, mais selvagem...Ele não tinha energia suficiente sobrando pra gerar um campo protetor ao redor de todos e se recusava a fugir voando. Iria morrer ali, ao lado de Daichi, das meninas e dos professores.... é quando ele percebe que a temperatura caiu drasticamente pela sua respiração... e nota a imensa muralha de gelo conjurada por Winter. A heroína direciona a energia para o alto, garantindo que ninguém fosse ferido por ela. Então, tão repentinamente quanto começou, tudo termina.
Alpha se põe em prontidão pra enfrentar a criatura, apenas para perceber que ela não estava mais ali... enquanto Winter cai de joelhos, esgotada Harry se aproxima de Alpha quando ela desce da muralha e diz:

- Professora, desculpe ter atacado sem avisar... Achei que eu pudesse criar uma abertura pra que vocês pudessem acabar com ele... Merda, sou só um moleque idiota... em que eu poderia ajudar o World of Heroes?

Harry estava verdadeiramente envergonhado... tinha posto a vida de todos ali em risco e queria se certificar de que isso não aconteceria novamente:

- Me ajuda professora... quero chegar próximo do nível de vocês, quero ser útil! Merda, ME AJUDE A AJUDAR VOCÊS! VOCÊ VIU AQUELE MONSTRO, VÃO PRECISAR DE AJUDA! Por favor, eu te peço... me deixe mais forte...
avatar
Nasinbene

Número de Mensagens : 1291
Data de inscrição : 29/05/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Drako em Qui Dez 07, 2017 10:45 pm

Alunos e professores foram levados para o Hospital de Stan City onde Hello Nurse se encontrava. A heroína atendia um por um usando sua habilidade de cura de nível alto. Dependendo da gravidade as feridas eram curadas na hora. A maioria dos alunos que participaram do torneio foi liberada sem muitos problemas, com exceção de Kazuki, que teve que passar um dia em leito, sobre os cuidados dos médicos.

Os outros, porém, tinham ferimentos profundos. Nada físico, mas mental. Ray e Harry queriam ser mais fortes e pediram aos irmãos Davis que auxiliassem o seu crescimento e os puxassem que alcançassem seu potencial, algo que ambos aceitaram de prontidão. Jay tinha que lidar com a informação que o vilão Joker tinha lhe passado sobre o seu pai, enquanto Isao se preocupava com o amigo, notando que sempre que há algum stress Alburn recorre aos seus poderes de controle emocional. Watanabi acreditava que aquilo pudesse se tornar um vício. Akane ainda chorava, se culpando por não ter ajudado seu professor. Na sala de espera, Ceresa nota as lágrimas da menina e lhe oferece um abraço.

Ninguém morreu durante o ataque da Sociedade de Vilões, por um milagre, talvez. Mas nem todos tiveram sorte. O Professor de Artes Marciais The Dragon estava em coma desde o momento em que foi tirado da arena da Praia até ser levado ao hospital e sem sinais de recuperação. Sportmaster, String e Smart Girl estavam em seu quarto, cada um em seu canto. Sporstmaster estava em pé, fitando o horizonte pela janela, String se sentava no mini sofá, com os braços deitados no encosto e Smart Girl ficava em uma cadeira em frente a cama de Dragon, pela primeira vez mostrando que era humana, realmente, com lágrimas nos olhos enquanto olhava o amigo.

Uma reunião de emergência dos membros do WoH foi convocada. Todos os membros, ativos e reservas, dentre aqueles que pudessem estar presente, foram chamados.

A organização World of Heroes conta atualmente com seis membros ativos que ficam incumbidos de cuidar dos incidentes mundiais que possam vir a ocorrer. São eles National Man, Alpha, Speedo, Shonen, Regulus e Zodiac, recém aprovado na avaliação do grupo. Esses são os heróis que, por conta própria, se inscreveram para participar da equipe. Porém, existem muitos heróis pelo mundo e aqueles que se sobressaem são convidados a se tornarem membros honorários. Zero e Winter fazem parte desse grupo.

Uma hora após o chamado mais 5 membros honorários, todos de Rank A, apareceram no QG localizado dentro da Universidade. São eles Major, Sinbad, Fullmetal, Shunko e Reikai.


Todos sentam nas cadeiras em volta de uma enorme mesa redonda com o logo do WoH estampada no centro. Alpha toma a frente e inicia a reunião.

Alpha: Obrigado por virem. Reikai, conseguiu contato com o Jagan?

Reikai: Ele não é lá de confraternizar, sabe comé?


Alpha: E quanto ao Hiken?

Shunko: Nem sinal.


Alpha: Regulus também sumiu desde que acordou mais cedo.

Zero: Esses usuários de fogo são sempre problemáticos. Vivem brigando entre si e quando convocamos eles nunca podem aparecer. Porque vocês se dão ao trabalho de procura-los mesmo?

Reikai: Porque eles dois são mais fortes que a maioria das pessoas aqui, incluindo você, Zero.

Zero: Ah, é mesmo? Não é o que eu me lembro da primeira vez que eu conheci o Jagan.

Major: Por que vocês homens sempre tem que lutar quando se conhecem?

Reikai: Aquilo nem pode ter sido considerada uma luta, a Alpha impediu que fosse para frente.

Zero: E quem estava na vantagem?

Winter: Zero! Já chega.

Zero: ...

Alpha: Obrigada, Winter. Como devem saber, a guerra contra o assim chamados Sociedade de Vilões foi declarada abertamente para todo o mundo, além da demonstração de poder que eles fizeram hoje ao nos atacar.

Shunko: O que sabemos sobre eles?

Alpha: Que os vilões e monstros se uniram, que Lúcifer é o líder...

Zodiac: E que eles tem um maldito Rank S no exército.

Major: Alguma informação sobre ele?

Speedo: Sabemos que eles o chamam de Berserk, que ele é meio humano, meio monstro. Não tem qualquer tipo de emoção, uma máquina feita para matar.

Reikai: Tá zuando? Então além do maldito do Lulu, eles tem outro Rank S para enfrentar a gente. Nosso carequinha é forte o suficiente para lutar contra eles, mas o que acontece se os dois atacarem juntos?

Alpha: Não podemos deixar isso acontecer.

Reikai: Claro, amorzinho, mas não sei você está ligada, mas nós estamos na desvantagem aqui.

Zero: Não sabemos qual a extensão do exército deles, também não sabemos de onde eles tiram esses monstros ou como conseguiram a ajuda deles.

National Man: É possível que Baraggan, o imperador dos monstros, tenha se aliado a sociedade dos vilões.

Sinbad: Ah, ótimo! Mais problemas.

Zero: Estamos esquecendo uma coisa aqui. Lúcifer está com o meu pai, ele tem toda a vantagem sobre a gente. Ele não tem só o número maior que a gente, como também tem a influência.

Major: Então temos que igualar esse campo. Deixarmos a ingenuidade de lado e jogar nos mesmos termos dele. Lúcifer tem alguém importante a nos, sugiro pegarmos alguém importante a ele. Lembram do filho dele, Johan—


Fullmetal: Não.

Major: Oh, então alguém resolveu falar.

National Man: Fullmetal está certo, não podemos nos igualar àquilo que tentamos enfrentar. Sem falar que a habilidade de Johan é muito perigosa, seria um risco grande demais nos aproximarmos dele.

Major: Bem, foi só uma sugestão.

Zero: E a família Fanalis? Nós temos uma menina descendente na Universidade. Sinbad, você é daquelas bandas, acha que eles nos ajudariam?

Sinbad: Humpf. Não, eles não respondem meu chamado desde que a Batalha dos Deuses dizimou o país antigo deles e tiveram que ser remanejados para outro lugar.

National Man: Desculpem por essa, galera.

Shonen: Ah! Gente, posso falar? –Ele levantava o braço como fazia na escola, esperando que lhe dessem permissão para falar.

National Man: Claro, Shonen, você é um de nós.

Shonen: E se a gente conseguisse outro Rank S?

Winter: Onde vamos conseguir um desses, bonitinho?

Shonen: São quatro Ranks S no total, né? Os vilões tem dois, por que não pedimos ajuda para o outro que sobrou?

Reikai: O Fist of Death? Tá maluco, moleque? Ele também é um vilão, e mesmo se não fosse ninguém sabe onde ele está.

Alpha: Alguém sabe.

Speedo: National Man nunca contou para a gente o paradeiro do vilão, mas ele sabe onde o cara está.

Shonen: O que acha, National Man?

National Man: Não sei... é arriscado.

Speedo: É mais do que arriscado, a destruição que ele causou quando apareceu foi sem precedentes.

Alpha: Mas ele não deu sinal de vida desde então e todos nós sabemos que ele está lá fora.

National Man: É uma ideia louca demais que só poderia ter vindo da mente simples de uma criança... mas pode dar certo. Eu vi a verdadeira face dele naquele dia.

National Man se levanta da mesa e vai até a janela, iluminada pela luz do luar. Ele ponderava se aquilo realmente era a decisão certa. Por um lado seria arriscado ficar frente a frente com um homem tão poderoso como aquele, mas por outro, ele sabia que existia bondade no coração do Fist of Death  e que ele seria uma adição inigualável ao lado dos heróis.

National Man: Será que você vai nos ajudar, Kenshiro?



A SEGUIR:


_________________
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1855
Idade : 28
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 3 - Torneio!

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum