Ato 2 - Ano letivo começa...

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Nasinbene em Ter Set 12, 2017 1:56 pm

Harry não  consegue deixar de se sentir um pouco desapontado consigo mesmo quando o resultado do rankeador é divulgado. Não tinha sido o pior da sala, é verdade... mas tinha ficado em último se comparado aos jovens que tinham participado do incidente de algumas semanas atrás. Quando o ranking da sala é divulgado no telão, Harry  consegue fazer uma idéia de como o pobre garoto que tinha ficado em último lugar sentia. De certa forma, entre seus novos "amigos", ele também tinha ficado em último...
Isso, no entanto, não faria com que Harry desanimasse. Muito pelo contrario... Ray, seu companheiro de quarto era um dos que tinham conseguido os melhores resultados. Faria o possível para não ficar para trás...se tinham a intenção de treiná-los como um time (que era o que Harry estava pensado dada a disposição dos dormitórios), não seria ele o elo fraco do grupo. Afinal, estavam em uma escola... aquilo só lhe daria uma chance a mais de crescer.
Em seguida Michelle os apresenta o quadro docente daquele ano. Alguns se adiantam, falando com aquele que acham que ajudariam a potencializar suas capacidades. Pensando nisso Harry analisa quais tutores o ajudariam a desenvolver todo seu potencial... E em seu modo de ver, Zodiac era a pessoa certa. O jovem muito provavelmente o ajudaria a controlar seu poder quando estivesse de olhos abertos. Voar às cegas era algo que incomodava demais a Harry. É quando Harry nota que Ray havia pensado o mesmo que ele, já falando com Zodiac... havia também um outro garoto chamado Daichi. Harry então se aproxima, espera que os dois terminem de falar e então ele se dirige ao seu futuro tutor:

- Gostaria que me ajudasse também, Sr. Zodiac... e Ray, acho que vai ser legal trabalhar com você novamente...

Quando Michelle distribui os cartazes, imediatamente Blind Portal vem à sua mente. Era uma escolha óbvia... caso Zodiac não pudesse ajudar Harry a manter os olhos aberto, Blind Portal o ensinaria a como atuar melhor estando com os olhos fechados. Precisaria também de um segundo professor de matérias extra curriculares... e achou que L'N'O seria uma boa escolha. Sempre fora observador e estudava os perfis de heróis e vilões desde pequeno, catalogando e pensando em estratégias para cada um deles. Era uma escolha meio que natural...
*  *  *

Os dias passam tranquilamente, e Harry tentava ao máximo (tanto quanto uma mente adolescente permitia) as aulas... as coisas seguiam seu rumo normalmente...exceto, talvez, pela ausência do garoto que havia ficado em último no rankeador. Seu colega de quarto já dava sinais de preocupação... Harry pensava que talvez o fardo de ser o último da turma fosse demais para o jovem King e ele tivesse voltado para casa sema avisar ninguém, deixando a "honra" para outro. O pensamento de Harry é interrompido pelo som estridente de uma sirene que soava por toda a escola. Como era de se esperar, não demora para que a turma fique alvoroçada... especialmente depois da ordem expressa dada pela professora Michelle:

- Fique Aqui!

Talvez os jovens até fossem permanecer ali... muito provavelmente não, visto que são adolescentes e eles são péssimos em seguir ordens... o fato é que, quando Ray, que observava a janela junto com Ash diz que algo havia acontecido, todos os 19 alunos saem da sala de aula e partem para onde estava a aglomeração de pessoas.
Ao chegarem ali, o coração de Harry deu um pulo no peito. Ali, estirado, coberto de sangue estava o corpo do garoto King. Sem super vilões, sem raios de energia nem monstros aterradores como na semana passada. Um assassinato, cru e simples. Assim que nota a presença dos alunos, Michelle imediatamente ordena a eles que voltem para a sala de aula:

- Eu disse para ficarem na sala de aula! VOLTEM PARA LÁ AGORA!!

Ray ainda conversa com a professora e Ash também diz algo sobre a culpa ser deles por terem divulgado o rank... Harry vê que Chris tentava levar todos aos dormitórios e resolve ajudar:

- Ray, Ash... Chris tem razão. Vamos sair daqui e seguir para os dormitórios. Vamos deixar que os professores cuidem disso

Harry tinha certeza de que Chris genuinamente queria ajudar os professores, o que não era o caso com Harry. Por dento, seu sangue fervia. Uma idéia se formava em sua mente e queria compartilhar com os demais "jovens do incidente". E o dormitório era o melhor lugar pra conversarem, afinal estariam todos no mesmo prédio.
Quando estivessem todos reunidos, Harry diria seu pensamento de forma direta, sem rodeios. Isso daria aos outros a chance de julgarem seu pensamente e o ajudar a chegar a uma conclusão:

- Muito bem, pessoal... pensem comigo aqui... primeiro, um ataque de monstros vindos sabe-se la de onde na semana passada. Vocês estavam lá também, viram como eles surgiram do nada... agora, um assassinato aqui na Universidade, o que pelo que me consta, nunca aconteceu. Coincidência? Acho que não... o que me dizem?
avatar
Nasinbene

Número de Mensagens : 1281
Data de inscrição : 29/05/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Scorpion em Qua Set 13, 2017 2:23 am

Ainda enquanto pedia a Zodiac para ser seu tutor, Harry chegava e pedia o mesmo. Ele cumprimenta Ray e fala que será legal que os dois trabalhem juntos.
Harry era o mais próximo que Ray poderia chamar de "amigo" ali. Para ele era extremamente difícil ter amigos, quando você é o "garoto que matou todos os colegas num banho de piscina". Ele até preferia ter poucos amigos... menos pessoas se machucavam.

Então, o grito...

Chris toca no braço de Ray para chamá-lo para a razão. Ray olha para Chris, para a sua mão em seu braço, para o seu rosto de novo...

Aquilo à primeira vista poderia parecer desprezo, mas logo quando fossem colegas ele saberia que não era. Ray era quase incapaz de demonstrar certas emoções. Tudo o que fazia, falava... era como uma bateria constante. Isso porque Ray aprendeu à duras penas que ter "picos" de sentimento aumentavam a carga que ele produzia, machucando as pessoas. Além disso, Ray estava muito pouco acostumado a ser tocado. Mesmo as pessoas que sabiam que a roupa era isolante evitavam encostar, afinal... mesmo sabendo que um fio de alta tensão estava encapado, a maioria das pessoas não encostaria em um.

Uns últimos segundos olhou para a professora Michelle e fala para Chris, ainda encarando a professora.

Ray: Ok... vamos.

Ele sai acompanhando os outros colegas e indo em direção aos dormitórios.

Quando vão se reunir, Harry esperou que todos estivessem reunidos, mas Ray não gostou muito de que aquilo foi falado na frente do novato e de seu colega de quarto, mas não disse nada.

Ray só tinha alguma confiança em Harry e em Chris. Os únicos que ele tinha visto realmente que tinham alguma sina de herói, especialmente Chris, que salvou uma garota e de todos foi o que menos fez publicidade. Os outros que estavam lá, no dia, também mostraram algum heroísmo... mas quanto daquilo foi porquê havia um helicóptero do noticiário lá?

Por mais que Ray Callitri fosse fechadão e caladão, ele realmente se importava com as pessoas... e realmente se importava com o que aconteceu com o pobre King. Se aquilo foi obra de alguém, ele também queria ver o culpado pagar...


Última edição por Scorpion em Qua Set 13, 2017 10:17 am, editado 1 vez(es)
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2429
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Leo Rocha em Qua Set 13, 2017 9:41 am

Após os testes, Isao se acomoda encostado em uma parede do local. Ele estava se recuperando do gasto de energia dispendido ao longo das etapas e, principalmente, da etapa final onde teve que usar sua habilidade especial.

Quando Michele mostrou o ranking de classificação dos alunos baseado nos testes, Isao se sentiu incomodado, mesmo estando entre alguns dos melhores colocados. Para ele, essa exibição não lhes fazia sentirem como parte de um grupo e sim como competidores atrás de estrelinhas que lhes colocassem em posição melhor que as dos outros. Para Isao, o oponente maior eram seus próprios limites. Essa já era uma luta grande demais para se preocupar com rankings...

A professora os leva então para conhecer os tutores e rapidamente Isao identifica aquela que seu mestre havia indicado como a tutora ideal para ele. String no entanto parecia mais jovem e bonita do que ele imaginava. Sem hesitar, ele se aproximou dela e disso:

Arrow Meu nome é Isao Watanabe. Sou discípulo do Mestre Shang Chi. Ele me instruiu que a senhora saberia como me tornar melhor em meu objetivo de ser um herói. Então, humildemente me coloco à sua disposição e me ofereço para seguir seus ensinamentos.
Ele abaixa a cabeça em sinal de respeito, tocando a espada do Dojo, enquanto aguarda a resposta.


**

Mais tarde, quando Michele entrega os folhetos com as informações sobre as aulas, rapidamente, Isao se interessa pelas aulas dos professores Cavalier e Masamune. No final daquele mesmo dia, ele já estava inscrito em ambas as disciplinas e animado para o que estava prestes a aprender.

**

Tudo estava indo bem entre os treinos e demais atividades, até aquele dia... O dia em que a aula de Michelle foi interrompida por aquele alarme que os levou a encontrar o corpo do jovem aluno. Ele estava entre os últimos colocados e Isao não lembra de ter tido muito contato com ele, ainda assim era uma sensação ruim ver que um deles estava morto dentro daquele que deveria ser o lugar mais seguro do mundo.

A professora Michelle tentava dispersar o grupo, enquanto um dos jovens discutia com ele. Isao não tinha certeza, mas achava que era Ray o nome dele..
Chris se aproxima a ajuda a controlar as inquietações, sugerindo que todos voltem aos dormitórios.

Ash, o fortão que segurou o helicóptero na ação contra os monstros faz uma colocação importante sobre a divulgação do ranking ter colocado King como um alvo para quem quer que fosse o suposto assassino.

Por fim, o garoto voador (Harry?), propõe que o pequeno grupo envolvido no incidente dos monstros se reunisse nos dormitórios.

Harry começa a falar sobre sua suspeita de que algo maior está acontecendo, sendo cortado por Ray que fala que não confia em todos ali.

Isao, até então calado, diz:

Arrow Realmente confiança se conquista e existem formas de forçar a conquista dela, como provocar um evento que obrigue a união de um grupo. Neste sentido, qualquer um de nós poderia estar associado a quem está fazendo isso tudo. Então, se prefere continuar sozinho, tem meu respeito, mas quero ouvir o que os demais colegas tem em mente.

Isao se aproxima mais do grupo e diz:

Arrow Se King era o com a classificação mais baixa no grupo, então ele foi um teste ou um aviso. Não acredito que ele tenha se envolvido em uma briga... E sobre os poderes dele, alguém sabe quais são? Quem são os outros nas colocações mais próximas das dele?

Isao tentava se manter calmo, mas não gostava de ser caçado. E gostava menos ainda de ser posto em suspeita. Ele então aguardaria o que os outros diriam com atenção.

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4143
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Phelipe Peregrino em Qua Set 13, 2017 10:14 am

Harry: Muito bem, pessoal... - Harry começou assim que conseguiu puxar todos os garotos envolvidos no incidente para um dos quartos de dormitório. - Pensem comigo aqui... Primeiro, um ataque de monstros vindos sabe-se lá de onde na semana passada. Vocês estavam lá também, viram como eles surgiram do nada... Agora, um assassinato aqui na Universidade, o que pelo que me consta, nunca aconteceu. Coincidência? Acho que não... O que me dizem?

Ray: Aqui não é o lugar, Harry. - Ray o interrompe baixinho. - Se foi um dos alunos, você vai soltar a sua suspeita para o assassino. Os únicos em quem confio aqui para falar abertamente são você e Chris. - "Olha só!" Chris pensou ao ouvir essas palavras. "Alguém que não me odeia... Isso é novidade". - O resto... Se você confia em todos aqui, você está sendo um tolo. Confiança se conquista... E não por estarmos na mesma turma.

Isao: Realmente confiança se conquista e existem formas de forçar a conquista dela, como provocar um evento que obrigue a união de um grupo. Neste sentido, qualquer um de nós poderia estar associado a quem está fazendo isso tudo. Então, se prefere continuar sozinho, tem meu respeito, mas quero ouvir o que os demais colegas tem em mente.

Chris: Que saco! - Bufou. - Vocês lembram o que fizemos na semana passada? Nós quase morremos! Juntos! Todos nós vimos o Mr. Justice ser comido vivo, e eu tive que abraçar uma garotinha e dizer que tudo ficaria bem, mesmo tendo a certeza de que iríamos morrer. - Chris estremeceu discretamente ao se lembrar do medo que sentiu. - Nós saímos vivos de algo que nem um profissional saiu. Mas, sabem o que é mais surpreendente nisso tudo? - Chris olhou firmemente para cada um dos garotos. Sua voz aumentava de tom conforme ele falava, passando uma convicção que nem ele sabia que tinha. - Nós ficamos juntos. Cada um aqui dentro. Nenhum de vocês tentou fugir. Naquele momento, vocês, sabendo disso ou não, decidiu que aquela era uma boa morte. Uma morte heroica. Que saco! Eu não sei sobre nenhuma das escolhas de vida de nenhum de vocês... Mas eu sei de uma coisa: Na hora de escolher como morrer, nós escolhemos ficar juntos! E é por isso que vocês, aqui dessa sala, são as pessoas que eu mais confio nessa escola...

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1445
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Ricardo Sato em Qua Set 13, 2017 5:42 pm

Todo mundo começa a falar de confiança...mais especificamente da falta dela,um nó se forma em minha garganta,eu sei que não tive nada a ver com isso,mas se depois de tudo na semana passada aquilo ainda vinha a tona imagine se minha origem fosse conhecida.A acusação dói e com essa pontada de dor,aquele Alburn que eu costumava ser volta pra dar um oi,o "Ember"....me preparo pra explodir,mandar todos a merda e investigar por minha conta mas o que Chris fala faz muito sentido pra mim....eu sabia o que estava fazendo,eu escolhi estar lá,no que quase foi minha última escolha e agora eu escolhi estar aqui.

....Olha,não sei se tem alguma ligação entre semana passada e agora,também não gostei nada da parada dos Ranks,mas é bem provável que sempre tenha sido assim sem nenhum problema.Eu não sei vocês mas eu não sou especialista em monstros...pra falar a verdade eu nunca sequer tinha ouvido falar que eles podiam absorver poder de quem devoravam,ou que podiam aparecer do nada.

O que eu sei é que alguém atacou o King,provavelmente em outro lugar porque alguém teria ouvido algo ali e deixou ele lá pra ser encontrado,aquilo foi um pronunciamento....considerando que é o meio do pátio esse alguém deve ter algum meio ou conhecimento de como não ser gravado pelas câmeras....e um meio de passar pela segurança,mas não sei se esse meio seria o teleporte dos monstros ou simplesmente estar aqui dentro desde o começo.

Pra falar a verdade sem saber da história do King nem da pra dizer que não tenha sido algo pessoal......mas admito que ta bem estranho e que é melhor ficar de olho em quem ta na parte de baixo da lista,além de não ficar andando sozinho.Alguém se lembra de quando foi a última vez que viu o King,nem sabemos a quanto tempo ele tava sumido.

_________________
avatar
Ricardo Sato

Número de Mensagens : 1348
Idade : 33
Data de inscrição : 06/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Leo Rocha em Qua Set 13, 2017 9:07 pm

Isao escuta Chris falar sobre o que eles já enfrentaram juntos e no quanto aquilo era uma prova de bravura de todos. Ele apenas meneia a cabeça enquanto ouve seu colega de quarto tentar inspirar o grupo. Ele então diz a todos:

Arrow O carinha que mora logo ali está certo. Nós quase morremos juntos e estamos aqui quando um herói mais forte, experiente e qualificado perdeu sua vida lutando a mesma luta que nós. Naquele dia cada um de nós jurou ao National Man honrar o sacrifício de Mr. Justice.


Ele olha para cada um deles com um olhar sincero e diz:

Arrow Me chamo Isao Watanabe. Sou discípulo do mestre Shang Chi e estou aqui para me tornar um herói e honrar meu dojo. Meu poder é gerar explosões. Acredito que pelo menos entre nós seja importante realizar estas apresentações.


Ele escuta o outro jovem falar sobre suas teorias para o crime e movimenta a cabeça enquanto ouve. Ele não sabia por onde começar, mas tinha certeza de que sozinho seria bem mais difícil...

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4143
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Phelipe Peregrino em Qui Set 14, 2017 7:55 am

Isao: Me chamo Isao Watanabe. Sou discípulo do mestre Shang Chi e estou aqui para me tornar um herói e honrar meu dojo. Meu poder é gerar explosões. Acredito que pelo menos entre nós seja importante realizar estas apresentações.

Chris: Eu sou o Chris. E... - Pensou se teria algo tão legal quanto "discípulo do mestre sei-la e quero honrar meu dojo", mas não conseguiu lembrar de nada do tipo, então deu de ombros. - É isso.

Logo depois, Jay voltou ao assunto que reuniu o grupo ali.

Jay: O que eu sei é que alguém atacou o King, provavelmente em outro lugar porque alguém teria ouvido algo ali e deixou ele lá pra ser encontrado, aquilo foi um pronunciamento... Considerando que é o meio do pátio esse alguém deve ter algum meio ou conhecimento de como não ser gravado pelas câmeras... E um meio de passar pela segurança, mas não sei se esse meio seria o teleporte dos monstros ou simplesmente estar aqui dentro desde o começo. - Jay começa a considerar as circunstâncias do crime. - Pra falar a verdade sem saber da história do King nem da pra dizer que não tenha sido algo pessoal... Mas admito que ta bem estranho e que é melhor ficar de olho em quem ta na parte de baixo da lista, além de não ficar andando sozinho. Alguém se lembra de quando foi a última vez que viu o King, nem sabemos a quanto tempo ele tava sumido.

Chris: Você tocou no ponto em que eu queria chegar: Um único evento não configura um padrão. Não sabemos nem se esse crime vai se repetir. Ele ser o último do rank pode ser uma coincidência. Infelizmente, ninguém conhecia bem o King. Então, realmente, acho que pode ser algo que a gente não faça ideia. Também não tem como saber se isso não foi obra de alguém cujo poder é interromper circuitos de vigilância ou algo assim. As possibilidades são infinitas. Então, assim, não temos um "motivo". Não temos uma "circunstância"... Mas... Eu tenho algo que vocês parecem não ter: - Chris parou por um segundo e sorriu esperando ter atiçado a curiosidade do grupo. - Eu tenho um suspeito!

Chris levantou e andou para o meio do círculo que o grupo havia formado.

Chris: 19 alunos correram para o pátio quando o alarme soou, mas só 18 voltaram para os dormitórios. Isso porque um de nós saiu correndo no exato momento em que viu o corpo do King. O tal do Yamamoto. Vocês lembram como ele ficou encarando a gente no dia dos testes, justo no momento em que usava suas habilidades especiais?

FLASHBACK escreveu:Ao passar pelos demais, ele encara cada um dos membros daquele grupo.

- Blaze... OUT!

Chris: Acho que um de nós deveria ir falar com ele...

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1445
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Nasinbene em Qui Set 14, 2017 8:15 am

Harry estava com os braços cruzados, recostado a uma parede e ouvindo tudo o que cada um tinha a dizer. Isao tinha razão... por mais que tivessem quase morrido juntos no dia do incidente, com exceção de um ou outro ainda eram completos estranhos um para o outro. E nesse momento em que a universidade sofria um ataque, conhecer bem seus aliados era fundamental:

- Isao tem razão... As apresentações se fazem necessárias nesse contexto. Se tivéssemos morrido no ataque, morreríamos como total desconhecidos um para o outro. O destino quis que fosse diferente. Não devemos desperdiçar essa segunda chance. Sou Harrison McFly. Harry, para os amigos. Gero um campo de propulsão ao me redor que me torna invulnerável enquanto estou de olhos fechados...

Em seguida, Chris diz ter um suspeito. Harry coça o queixo, pesa as palavras do rapaz e diz em seguida:

- É uma teoria interessante, Chris...vale a pena ser investigada. Uma coisa que andei pensando é que talvez o ataque não tenha a ver com o ranking... e sim com o tipo de poder que o King tinha. Eu, particularmente não me lembro do que ele podia fazer, algum de vocês lembra? Talvez fosse interessante também trocar uma ideia com o colega de quarto dele, o Yukio...

Enquanto aguarda  a opinião do demais, Harry ainda faz mais um apontamento, algo que achava importante naquela altura dos acontecimentos:

- Mais uma coisa, pessoal... Há uma grande probabilidade da suspeita do Chris ser infundada... assim como uma grande chance de não ser. Então, quem for investigar o Yamamoto não pode de forma alguma ir sozinho... Se ele for mesmo o responsável pelo ataque, dois ou mais de nós devem ser mais que capazes de contê-lo... o que acham?


Última edição por Nasinbene em Qui Set 14, 2017 2:46 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Nasinbene

Número de Mensagens : 1281
Data de inscrição : 29/05/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Guima em Qui Set 14, 2017 9:26 am

Ash vê que os " colegas" daquele dia da luta com os monstros estavam se reunindo para desvendar o mistério da morte de King. Ashley então decidiu participar da reunião do clubinho e depois de alguns se apresentarem ele também se apresentou:

Ash: Sou Ashley Evans, mas podem me chamar de Ash   Cresci nas periferias de Stan city e também estou aqui buscando meu lugar ao sol. Eu gostaria de dizer uma coisa antes da gente chegar nesse tal de Yamamoto como o quatro olhos ( Chris) aí disse. No dia do incidente quando eu salvei o helicóptero do canal 7, o câmera man me entregou esse pendrive dizendo que gravou tudo do alto. Se o assassino tiver alguma ligação com os monstros o que tem aqui dentro desse pendrive pode nos dar um direcionamento.  

Cruzou os braços aguardando as respostas dos garotos


Última edição por Guima em Qui Set 14, 2017 10:14 am, editado 1 vez(es)

_________________
avatar
Guima

Número de Mensagens : 2319
Idade : 32
Data de inscrição : 12/12/2009

Ver perfil do usuário http://www.remistico.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Scorpion em Qui Set 14, 2017 10:04 am

Muito bem... se querem bancar os Super Amigos eu posso fazer isso, mesmo que esteja de orelha em pé. Na verdade, Ray não acreditava que estavam vivos porque ficaram juntos... e nem acha que morreriam juntos. Talvez a maioria tivesse corrido se o National Man não tivesse aparecido e o monstro tivesse matado mais uns dois deles. Eles só estavam vivos ali porque um herói de verdade morreu e o outro apareceu. Aquilo não era especulação, era um fato.
Porém, Ray percebeu o discurso motivacional e decidiu não expor sua opinião. Não iria acabar com a moral que Chris estava tentando recuperar para aquele grupo... mesmo porque, para Ray, eles ainda nem eram um grupo. Sim, esse era Ray Callitri... duro como uma rocha para confiar, porém, depois que conseguiam a sua amizade, ele tinha a lealdade de um Labrador.

Ficou ali de braços cruzados enquanto os outros se apresentavam... Não entendeu o porquê de se apresentarem. Todos viram o que cada um era capaz, tanto na batalha que os uniu, quanto no dia do rankeador. Não sabia quanto daquilo tinha exibicionismo ou sinceridade, mas entraria no jogo, do seu modo. A boca sempre curvada para baixo e o olho bom sempre  correndo por todas as pessoas e olhando-as nos olhos, como seu pai o ensinou. "Quer ter o respeito das pessoas? Então encare-as nos olhos".

Ele deu só um resmungo baixo e respondeu.

Ray: Ray Callitri. Eletricidade.

Pra quê mais que isso? Eletricidade dá choque, liga uma lâmpada, frita monstros... a imaginação era importante na era da inovação. Usem-na!

E pelo visto estavam usando.... Chris tinha um suspeito. Ash tinha um pen drive...

Ray: Acho importante estudarmos a causa da morte. Estamos especulando coisas sem ter a menor pista. Se descobrirmos que a morte foi de queda, podemos averiguar de onde pulou ou foi empurrado. Se morreu por fogo, vamos atrás dos estudantes que usam fogo... e assim por diante. Qualquer coisa fora disso é imaginação e perda de tempo.

Ele empertiga o peito...

Ray: Mais suspeito ainda é: qual a razão de todos estarmos na aula e ele não? Será que foi chamado por algum professor? Se foi... podemos ter uma pista do assassino... ou até de um cúmplice.

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2429
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Phelipe Peregrino em Sex Set 15, 2017 9:09 am

Chris: De qualquer forma... - Chris sentou na cama. - Acho que a gente não devia se envolver. Não ainda. Poderíamos acabar atrapalhando os professores. Exceto investigar as duas informações que já temos: o Yamamoto e o pendriver do Ash. Que saco, o próprio L'N'O está aqui na escola, não consigo pensar em nada que possamos fazer que ele não possa fazer melhor, mas se já estamos com essas informações na mão, pode ser que esbarremos em alguma informação útil...

Chris bufou. Era estranho, tudo aquilo, porque Chris era o mais baixo de todos naquela sala, e o mais novo, apesar da diferença tão pequena de idade. Quando comparado com gigantes como Ray e Ash ele sentia ainda mais essa diferença.

Chris: Eu vou falar com o Yamamoto. Afinal sou eu quem estou acusando ele. - "E lá vai mais um pra longa lista de pessoas que me odeiam". Chris pensou bem na possibilidade de estar certo, e se o Yamamoto fosse mesmo o assassino, precisaria de alguém que se garantiria na hora da luta. - Vem comigo, Ray? - Depois deu de ombros. Ele sabia que Harry estava tendo as mesmas aulas que ele com os professores Blind Portal e L'N'O, então a próxima escolha soou óbvia. - Acho que Harry e Ash deveriam ir checar o pen driver... Ver se conseguem pegar alguma dica do que rolou por lá. - Por fim olhou para Isao e Jay. - Tem uma possibilidade de algo estar realmente rolando por aí... Você precisam falar com os outros alunos. Avisem a eles para não andarem por aí sozinhos e andarem sempre em grupos. No mínimo duplas.

Ele se levantou.

Chris: Vamos?

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1445
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Leo Rocha em Sex Set 15, 2017 2:51 pm

Isao apenas escuta o que os companheiros dizem e concorda com quase tudo. No entanto, ao ouvir a tarefa que Chris lhe passa, ele diz:

Arrow Avisar a todos os alunos chamaria a atenção para nós. E se a gente tentasse descobrir mais dos poderes do falecido? Podemos tentar perguntar aos professores ou ao colega de quarto dele.

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4143
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Phelipe Peregrino em Sex Set 15, 2017 3:09 pm

Chris: Honestamente eu acho que sair por aí fazendo perguntas chamaria muito mais atenção. - Ele suspirou pesadamente. - Além disso, eu realmente não queria que a gente se envolvesse tão abertamente na investigação. Como eu disse, não agora. - Chris deu de ombros e acertou os óculos no próprio rosto. - Acho melhor votarmos e pararmos logo com essa indecisão que não vai dar em nada. Levanta a mão quem quer investigar o que o que aconteceu com o King.

Chris olhou para todos, mantendo suas mãos abaixadas, e ansioso pela resolução do impasse.

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1445
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Leo Rocha em Sex Set 15, 2017 3:34 pm

Isao nota neste momento que talvez o objetivo de Chris seja realmente que ele não participe de alguma investigação sobre o ocorrido. Ele percebe um tom de cansaço na voz de seu companheiro de quarto e que gerar um racha naquele momento não seria nada interessante. Ele então diz:

Arrow Sem problemas. Continuarei a rotina e ficarei de olhos abertos apenas. Acho que tanto abordar os alunos, quanto procurar informações sobre o falecido acabem provocando o mesmo efeito, então apenas observarei as movimentações na escola.

Ele fala em um tom amigável, como alguém que realmente queria ajudar. Em seguida ele diz:

Arrow Contem comigo se precisarem de alguma coisa.

Ele aguardaria o fim da reunião e depois seguiria para a academia para treinar alguns golpes com sua espada. Ele tentava afastar da cabeça o pensamento de que talvez ele e Jay fossem os únicos a não ter uma função no grupo (e por conseguinte, uma tarefa real) por conta do que foi dito por Ray. Mas depois de um discurso como o de Chris, como ele poderia pensar isso.
Uma balançada leve de cabeça afastava a idéia, enquanto Isao apenas aguardava.

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4143
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Ricardo Sato em Sex Set 15, 2017 5:05 pm

Olha por mim de boa,vou dar uma volta avisando o pessoal e vou pedir que uma amiga minha faça o mesmo no dormitório feminino.

Não havia muito o que fazer ali,realmente sair por aí questionando tudo é chamar atenção ou ser suspeito,no fim as coisas não fizeram muita diferença com a reunião,quem sabe conversando com os outros alunos alguém não entregue mais alguma informação,afinal as pessoas sempre ficam relaxadas ao falar comigo....quando eu quero.

_________________
avatar
Ricardo Sato

Número de Mensagens : 1348
Idade : 33
Data de inscrição : 06/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Scorpion em Sex Set 15, 2017 9:42 pm

A reunião prossegue e Ray apenas observa. Parecia que os outros estavam realmente dispostos a colaborar, o que era ótimo. Porém, aquilo não significa que confiava no resto...
Quando Chris perguntou se Ray o acompanhava, ele se tocou logo qual era a intenção. Ainda bem... Pois se não o tivesse feito Ray mesmo se ofeceria para ir.

Ray deu pela primeira vez um sorriso... Apoiou os nós dos dedos na palma das mãos e deu um estralo ameaçador.

Ray: Vamos nessa...


Não falou mais nada. Esperaria a reunião acabar e iria com Chris ver qual era a de Yamamoto.

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2429
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Drako em Dom Set 17, 2017 7:56 pm

Dentro da universidade, os tutores eram escolhidos.

Zodiac: Ray, Harry, Daichi, Gray, Ceresa, Kaneki. (+ 10 Pontos de Habilidade)

String: Isao, Kouga, Asuna , Mumei. (+ 10 Pontos de Agilidade)

The Dragon: Ash, Hoshi, Morgiana, Ushio. (+ 10 Pontos de Força)

Sportsmaster: Jay, Kazuki, King.  (+ 10 Pontos de Resistência)

Smartgirl: Chris, Yukio, Touka. (+ 10 Pontos de Inteligência)

Michele: Parece que será sempre popular, não é, Anthony? Seja como aluno ou professor.

Zodiac: Não precisa me bajular, mana. –Ele se vira aos seus novos alunos—Obrigado por terem me escolhido, o privilégio será meu de tê-los como alunos e ajuda-los a amadurecer como heríos.

The Dragon: Humpf... as aulas começam amanhã. –Ele diz todo sério, vira de costas e os alunos conseguem perceber um sorriso enorme na cara dele, enquanto sussurra. —Não acredito que me escolheram, que felicidade!!

String: Prazer em conhecê-los! Vou me esforçar para estar a altura da expectativa de vocês –Ela dá um sorriso cativante e toda a turma se treme com tamanha beleza. “Liiiindaaa” Eles pensam.

Sportsmaster: Apenas três? Pensei que esse ano eu teria mais alunos, uma pena. –Diz ele com um sorriso no rosto esquisito.—Mas vamos nós divertir, não é rapaziada? –Jay, Kazuki e King se entreolham perguntando “Essa foi a escolha certa? Ele parece doido”

Smartgirl: Prazer! –Ela diz séria, acenando com a mão. Não disse mais nada, mas tinha uma carinha de fofa que derretia o coração dos alunos.

Michelle: Alguma dúvida? Por hoje estão liberados. As aulas começam amanhã 7:30 da manhã.



Todos se reuniram em volta do corpo de King, e aos poucos os Tutores foram aparecendo também. Um caldeirão de emoções toda conta do lugar, com choro, raiva e dúvida. Daichi sai correndo e os outros notam, mas a principio os alunos acreditaram que ele não tinha lidado bem com a morte de um colega de classe e estava obedecendo às ordens da professora Michelle. Mas foi Ash que deixou todos ali incomodados.

Ash: Ai! Que bosta... King foi o ultimo no Rankeador. Ja pararam pra pensar que ao mostrar ele como ultimo isso pode ter mostrado ao seu assassino que ele era o mais facil. E outra, vocês pensaram na possibilidade de suicidio? Era preciso mesmo mostrar o Rank assim pra todo mundo ver. Vocês foram irresponsáveis.

“O que?” “Então foi mesmo um assassinato!” “Meu Deus!” “Eu serei o próximo?!”

Ray: Você não sabe disso... então porquê não para de causar pânico?

Zodiac se levanta fulminante em direção ao aluno gigante e para a sua frente. Seria uma cena cómica, com um rapaz mais baixo confrontando um mais alto, se não fosse a gravidade da situação e o poder do professor.

Zodiac: O que está insinuando!? Que ela foi a responsável pela morte do menino?! Você tem noção de como ela se impor— Sua frase é cortada quando ele sente o braço de sua irmã em seu peito.

Michelle: Chega, Zodiac. Ashley tem razão, de uma forma ou de outra, tudo que acontece com eles é culpa minha. Eu não deveria ter mostrado as notas dos meus alunos, mesmo que com uma boa intenção.

Smart Girl: Os professores sempre divulgam os ranks entre os alunos desde que essa universidade foi fundada, Michelle. Você só seguia a tradição da instituição.

Touka: Meu deus, quem tirou o p-pior rank depois do King fui eu, Kaneki! E-eu... eu não quero morrer!

Kaneki: Você não vai morrer, eu estou aqui! Não vou deixar nada acontecer contigo!

Ele abraça a amiga de infância, que tinha os olhos marejados. O grupo dos 6 jovens entram em acordo e resolvem voltar para os dormitórios, e são seguidos pelos os treze. Antes de sair, The Dragon, entra na frente de Ash. Sua expressão era a mesma de sempre, mas dessa vez não havia nenhuma alegria escondida por trás daquele semblante.

The Dragon: Sei que você está frustrado, todos nós estamos, mas pense nas consequências do que diz antes de dizê-las. Suas palavras são tão fortes quanto os seus punhos.

Ninguém sabia a causa da morte de King, nem os professores. Não havia ainda nenhum profissional especializado para dizer o que tinha acontecido realmente, mas as palavras de Ash levantaram ideias nas cabeças dos outros alunos que não estavam lá antes.

String: Voltem para os seus dormitórios em duplas, não fiquem zanzando pelo campus e vão direto para lá. Hoshi, vá atrás do seu colega de quarto.

Sportsmaster: Yukio, você fica aqui conosco.



Os seis jovens se reuniram no quarto de Chris e Isao. Perderam uns bons minutos discutindo o que aconteceu ali e o curso de ação que iriam tomar. A pequena ideia de ter um traidor entre eles foi o suficiente para que não houvesse muita confiança entre os garotos. Resolveram se reapresentar, como uma forma de se conhecerem melhor. Funcionou para uns, não para outros. Chris levantou a possibilidade de Yamamoto estar envolvido, e quis ele mesmo confrontá-lo sobre isso, com auxilio de Ray. Pediu então para Harry e Ash procurarem que tipos de informações poderiam encontrar no pendrive que Ash tinha trazido. Isao não ficou contente com a “missão” que lhe foi passada, de alertar os outros alunos para não andarem sozinhos pelo campus. Achou que isso chamaria atenção para eles, e resolveu seguir seu próprio caminho e esperaria pela resposta dos outros. Porém, Jay não viu problema e resolveu fazer o que Stone tinha dito. Sendo assim, eles se separam.

Enquanto isso, Daichi tentava seguir os passos de King. Foi até a entrada de seu quarto e tentou encontrar algo que lhe chamasse a atenção. Olhou ao redor, procurando alguma pista que lhe desse uma informação sobre o paradeiro do menino, mas não viu nada a principio. Até que se encostou à maçaneta da porta, que fez com que ela abrisse. King não tinha fechado a porta do quarto. Pensou se deveria entrar já que Yukio não estava lá, pois tinha ficado com os professores. Adentrou o aposento.

O quarto dos garotos era bem arrumadinho, nada muito fora do lugar. A cama de Yukio estava feita, a de King não, com os pijamas em cima do colchão. O que indicava era que ele tinha saído às pressas. Não havia nenhum sinal de luta, o quarto estava intacto.

Yukio havia dito que tinha saído do quarto primeiro e King ainda estava lá. Era possível que ele tenha saído às pressas por estar atrasado para a aula. Ou seria outro motivo? Quando Yamamoto saí do quarto e fecha a porta, ele dá de cara com Chris e Ray, que tinham algumas perguntas a lhe fazer.

Mas antes que eles conseguissem abrir a boca, Hoshi aparece procurando o colega de quarto, como String tinha ordenado.


Hoshi: O que diabos fazem aqui no quarto do King e do Yukio?!!

Harry e Ash andam pelo campus à surdina, a professora já tinha instruído a eles para ficarem nos seus quartos durante aquele dia e não saírem. Foram até a sala de informática e sentaram frente a um computador. Ashley espetou o pendrive na porta USB e ligou o PC. Foram até a pasta com os vídeos e assistiram a gravação.

Na filmagem eles puderam ver Harry, Chris, Ray e Kim frente a duas pequenas chamas flutuantes. Elas se comprimem, mais e mais, até que se estende em uma grande explosão, que alcança o helicóptero e a gravação corta.

Harry: Espera ai. Volta até o momento em que a explosão começa e coloca em câmera lenta.

Ash assim o faz. Eles conseguem ver nitidamente o corpo dos dois monstros se materializando ao mesmo tempo em que a explosão se intensifica. Mas ambos notam algo estranho.

Harry: Viu aquilo?!

Ash: Vi sim.

Ash vai passando, frame por frame. Até que encontram o que procuravam. Um pequeno vulto, pulou muito rapidamente de onde a explosão ocorreu e os monstros tinham se materializado.

Ash: Essa explosão... eu não tinha visto ela antes, mas me lembrou algo que aconteceu mais tarde naquele dia.

Harry: Você também notou?

Ash: O Raio da Esperança. E se essa explosão for uma versão dos monstros do Raio da Esperança?

Harry: Pior que isso... E se aquela explosão trouxe até a cidade algo a mais do que aqueles dois monstros? No meio da confusão, nós não notamos.



Jay andava pelo corredor dos dormitórios, avisando os colegas de classe para não andarem sozinhos até que esse caso tenha sido resolvido. Ele para em frente à porta do quarto onde Ceresa estava e hesita em bater. Suspira procurando forças e quando vai bater seu telefone toca. Ele atende.

???: Encontre-me fora da universidade.

Jay reconhecia aquela voz, não sabia como, fazia anos, mas ele ainda a reconhecia e o assombrava em pesadelos. Alburn sai correndo pelo corredor e sai pelo campus.

Outro que não estava no seu quarto como ordenava a professora era Isao. Frustrado por não ter uma função no grupo naquele momento, o jovem Watanabe se “exilou” na academia para treinar alguns golpes com sua espada. Era jovem, mas ele era bom naquilo. E com o auxilio de Masamune ele poderia ser um dos melhores espadachins do país, tinha certeza disso. Limpou o suor da testa, empunhou a espada com as duas mãos e deu mais um golpe, olhando fixo a sua frente. Foi esse olhar que viu Jay correndo pela estrada da universidade que dava até a saída. O que será que houve? Num dia maluco como aquele, não poderia deixar aquilo passar em branco. Embainhou sua espada e saiu correndo atrás do companheiro.

Jay correu desde os dormitórios até a saída da universidade. Era uma corrida extensa, mas graças ao seu treinamento com Sportsmaster na última semana aquilo era fichinha. Abriu o enorme portão e saiu do local. Olhou em volta, não viu nada. Até que viu uma pequena luz ao longe. Correu atrás dela sem saber que era seguido por Isao.

Ele chega até a fonte da luz e para. Watanabe vem logo atrás.

Isao: Jay, o que tá acontecendo?

Jay não tem tempo para responder e escuta a mesma voz do telefone vindo de trás dele.

???: Há quanto tempo...

Spoiler:


Allan Alburn: Filho.

_________________
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1813
Idade : 28
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Ricardo Sato em Dom Set 17, 2017 11:18 pm




Jay para na porta de Ceresa e respira fundo,bate de leve uma vez,mas antes de colocar a firmeza no punho seu telefone toca....aquela voz,a voz dele!!!

Como diabos ele saiu da cadeia,Alburn tinha esperanças de que fosse deixado em paz,mas no fundo sabia que era uma esperança vã...ele havia vindo para novamente estragar sua vida,manchá-la e corrompe-la,tornar até aquele lugar um inferno.Nada impedia que ele frequenta-se aquela escola,mas assim que sua origem fosse conhecida ele estaria só.

Tinha que tirá-lo daqui,tinha de fazer algo.....e então ele correu e correu,fadiga não era um problema,mesmo que seus músculos ainda doessem pelo treinamento eles estavam mais fortes do que nunca.Não via nada ao redor,os ensinamentos de Blind Portal perdidos e nublados pela raiva...medo...saudade???

E então uma luz no escuro lhe chama e ele como uma mariposa imbecil segue....mas não era o único seguindo.

Isao: Jay, o que tá acontecendo?

Jay olha com espanto para o companheiro de escola...por trás do espanto a aflição e o medo por Isao.

????? O que diabos você está fazendo aqui????Você tem que voltar.......

Mas antes que acabe ele aparece.

Razor Flare: Há quanto tempo...

Corra seu tolo,volte pra escola,não dá pra segura-lo por muito tempo...

Razor Flare: Filho.

Me viro de costas para Isao e de frente para ele,minhas mãos concentram esferas de energia de uma luz rubra e escura como sangue coagulado,como o nó no coração que Jay sentia,mas que logo se tornam como chamas....



tinha acabado,sua estadia logo seria um inferno,mas mesmo assim ele não poderia deixar que Isao sofresse por seu sangue.

Deve estar enganado...só tenho mãe,se um dia ela vier a acordar...



Fecho os olhos por um instante e uma maldita lágrima escapa escondida pela sombra que minha própria luz joga contra o meu rosto,me preparo para tudo,especialmente para uma luta.

O que você quer...já não fez o suficiente?

Como eu queria poder para pará-lo de vez...mas sei que é inútil,ao menos farei ele se concentrar em mim e não no Isao,quem sabe ele não pode escapar.



O QUE VOCÊ QUER???!!!

_________________
avatar
Ricardo Sato

Número de Mensagens : 1348
Idade : 33
Data de inscrição : 06/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Nasinbene em Ter Set 19, 2017 4:12 pm

Depois de se esgueirar pelo campus e conseguir analisar as imagens, Harry e Ash tinham chegado à duas conclusões preocupantes: primeiro, assim como os heróis podiam fazer, os monstros que enfrentaram no dia do incidente também podiam se materializar em qualquer parte do mundo, contando com uma técnica de teletransporte eficiente... Ou seja, não havia lugar seguro no mundo. Segundo, alguma outra coisa havia atravessado também juntamente com os monstros abatidos por National Man. Aquilo era suspeito demais pra ser ignorado. Talvez houvesse uma forma conseguir mais detalhes a partir da imagem... Harry então expõe suas preocupações para o colega:

- Ash, precisamos deixar os demais a par do que vimos no pen drive... se eles podem usar algo parecido com o Raio da Esperança, não há qualquer lugar no mundo seguro. Eles poderiam se materializar bem aqui, dentro do campus... Precisamos tentar obter mais informações desse pen drive... se não se incomoda, vou passar o que descobrimos até agora para os outros. Alguma idéia de como podemos fuçar mais nesse pen drive?

Enquanto falava, Harry rapidamente procura em seu celular os emails dos colegas no portal da Universidade e repassa a eles as informações que tinham obtido até ali. Ninguém estava seguro, em lugar nenhum... talvez uma das criaturas tivesse entrado ali e dado cabo de King... era um pensamento perturbador...
avatar
Nasinbene

Número de Mensagens : 1281
Data de inscrição : 29/05/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Phelipe Peregrino em Qua Set 20, 2017 8:28 am

Chris caminhava com as mãos no bolso e uma expressão meio entediada estampada no rosto. Se alguém perguntasse, ele iria responder com seus trejeitos habituais, mas a verdade era bem diferente: estava assustado. Um aluno foi morto dentro da escola, uma coisa absurda. Ele não queria se envolver nisso. Queria, também, evitar que os colegas se envolvessem. Pelo que ele sabia, King poderia ter sido assassinado por ter descoberto algo que ninguém mais na escola sabia... E se eles forem atrás e esbarrarem com esse mesmo algo?
 
Mas lá estava ele... Caminhando em direção à essa trama e ficando cada vez mais envolvida nela. Pra piorar, ele tinha a sensação de que Isao não ficou nada feliz com o rumo das coisas. "Que saco!" Justo o cara que mais ficou ao seu lado. "É por isso que todo mundo te odeia, Chris!" Ele olhou para Ray e se sentiu muito pequeno. Tá bom que quase todo mundo é pequeno ao lado do Ray, mas se sentia menor e menos competente agora do que nunca.
 
Chris: Escuta, Ray... - Ele falou meio baixinho. - A gente não sabe no que tá se metendo. Pelo que consta, qualquer um pode ter matado o King... Um vilão, outro aluno ou até um professor. Não sabemos nem motivos, nem nada... - Os dois passavam em frente ao quarto do dormitório que pertencia ao King. Estavam andando "meio que" à esmo, procurando o Yamamoto, o que, pra começar, já mostrava o quão pouco eles tinham para trabalhar no momento. - Eu só acho que-- Ah, que saco!
 
Yamamoto saiu do quarto do King e deu de cara com eles. Chris se aproximou dele e já ia abrir a boca para falar quando foi interrompido.
 
Hoshi: O que diabos fazem aqui no quarto do King e do Yukio?!!

Depois de um segundo, Chris bufou desanimado.

Chris: Eu sei que "noção espacial" não faz parte dos seus poderes, Hoshi, mas até você deveria saber a diferença entre "estar no quarto" e "estar no corredor". - Respondeu numa voz arrastada e cansada. - Tem mais alguma coisa em que eu possa te ajudar? Porque o Yamamoto, - Chris segurou de leve o ombro do Yamamoto - Ray e eu temos que estudar.

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1445
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Drako em Qua Set 20, 2017 9:16 am

Hoshi: Eu posso não ser inteligente como você, Stone, mas eu não sou burro. Estou procurando meu colega de quarto, como a professora String ordenou. Ela também nos mandou ficar nos dormitórios e não sairmos por hoje. Onde vocês vão estudar? Desde quando são tão amigos? Nunca vi o Yamamoto falar com vocês e o Ray não parece ser do tipo que gosta desse tipo de evento. Escolheram o pior dia para virarem amiguinhos e zanzar pela universidade. E vão me dizer que os três estão passando por aqui por coincidência?

Ele cruza o braço, estava achando aquilo muito estranho.

Hoshi: Escuta, eu não estou acusando ninguém de nada, só quero entender direito o que está rolando.
avatar
Drako

Número de Mensagens : 1813
Idade : 28
Data de inscrição : 28/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.ds-club.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Scorpion em Qua Set 20, 2017 11:47 am

Antes de irem, Ray falou com Chris que iria no seu quarto mudar de roupa.
Ele então tirou a roupa isolante e colocou uma roupa mais casual, o que normalmente era um perigo para as pessoas próximas, ainda mais para alguém do tamanho de Callitri. Porém, Ray tinha adquirido a habilidade de evitar esbarrar nas pessoas sempre que podia. Porém, ele levou a jaqueta e as luvas isolantes no ombro, para caso precisasse.

Ray: É melhor tomar cuidado pra não esbarrar em mim, Chris.

Dar um choque por acidente no amigo seria trágico.
Eles caminharam e enquanto isso, Chris foi falando. Ray foi se mantendo caladão como sempre. Ele se limitava a dar uns resmungos de tipo "hmm" e "hunrrum"... o que já era bastante coisa, pois Ray não se dava bem com gente que falava muito, mas, misteriosamente, ele não "odiava o Chris". Até achava interessante a amizade que estavam desenvolvendo.

Quando eles chegaram, eles viram Yamamoto saindo do quarto da vítima. Ok... Aquilo era estranho e o único bom de Ray se apertou. Porém, quando o papo ia começar, chega o cara mais barulhento e prepotente de toda a escola... Hoshi!

Chris dá uma tirada inteligente para Hoshi, que logo responde. O moleque é muito "inquerente"... se é que esta palavra existe. Aquilo irritou Ray um pouco, que achava que eles não deviam qualquer resposta ao menino de cabelo azul. Talvez Hoshi fosse dos caras que só respeitam o poder... ou uma bela surra. Porém, aquilo não podia acontecer. Era hora de estabelecer alguns limites ali.

Ray caminhou calmamente e ficou entre Chris e Hoshi, mas tão próximo de Hoshi que a eletricidade estática podia balançar os cabelos de Hoshi. Os lampejos de eletricidade que normalmente não podiam ser vistos por conta da roupa isolante se fizeram presentes... (tipo aqueles raios que o Rayden sempre fica ao redor do corpo). Ele cruzou os braços, revelando a musculatura sempre retesada...



Ray: Nem eu, nem Chris, nem Yamamoto devemos alguma explicação pra você, Hoshi. Se vai nos acusar de algo, é bom pensar três vezes no que vai dizer a seguir...

Sim, o ar de suspeita de Hoshi irritou Ray. Irritou bastante! Ray podia ser filho de caras comuns, mas sempre fora educado sobre os princípios da honra e da verdade. Ray era incapaz de conceber que poderiam pensar que ele tinha algo suspeito.

Então, Hoshi disse que só queria entender o que estava acontecendo e que não estava acusando ninguém. Aquilo era bom... por que à primeira vista parecia uma suspeita de algo...

Ray: Se você quer ser parte da solução, não haja como parte do problema. Quanto mais cabeças pensando nisso, melhor...

Parece que talvez os ânimos se acalmassem.

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2429
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Leo Rocha em Qua Set 20, 2017 2:56 pm

A espada cortava o ar, atingindo os alvos estipulados por Isao. Ele treinava com afinco e o suor que escorria em seu corpo ilustrava seu empenho. Os músculos trabalhados se provavam a cada manobra, se tornando mais fortes a cada desafio.
Ele por fim para, após uma intensa sequência de golpes e bebe um pouco de água. Ele pensa se String gostaria de seu desempenho e coça a cabeça tentando imaginar qual seria a avaliação dela.
Na verdade, Isao se sentia bem ao colocar o corpo em movimento. Essa era sua forma de relaxar e de pensar melhor.
E ele agora pensava no grupo de jovens do incidente e no quanto Chris estava empenhado em tentar manter todos unidos. Ele acreditava que o jovem se tornaria uma boa liderança para um grupo de heróis, mas ainda assim, teve que recusar a sugestão de atuação do colega por preferir agir fora dos holofotes. Ele depois explicaria isso ao amigo enquanto to.assem um chá. Neste momento, porém, o que ele precisava era estudar mais um pouco sobre teoria da esgrima e dormir.
Ele saia da academia quando Jay passou preocupado correndo.

- O que está havendo?

Ele murmurou entre dentes para si mesmo, enquanto seguia cautelosamente o jovem.
Nada o preparou para a surpresa que teria ao encontrar Jay sendo encurralado por um vilão famoso. Ele correu na direção dos dois e sacou sua espada, dizendo:

- Você não ceifará a vida de mais nenhum aluno desta escola!

Jay manda Isao ir embora e o jovem espadachim estava prestes a responder, quando ouviu Razor Flare chamar Jay de filho.

- Como? O que disse?

Ele alterna o olhar entre o jovem e o vilão.

- O que está acontecendo aqui?

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4143
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Guima em Qua Set 20, 2017 8:00 pm

Confesso que mandei mal nessa. A verdade é que não lido bem com mortes... Meus pais morreram e eu nem tive tempo de dizer o quanto eu os amava...nas periferias quantas vezes perdi varios colegas para o crime, drogas entre tantas outras coisas onde os herois infelizmente não chegam... então é isso. Eu não sei lidar com a morte e acho que nunca vou saber lidar. E meu jeito impulsivo me faz falar asneiras mão não vou voltar atras no que disse porque eu não sou assim. Mas confesso que ver a professora Michelle triste me trouxe um certo pesar... Pesar esse que passou na hora que aquele almofadinha do irmão dela, o Zodiac chegou pra cima de mim querendo causar... Na boa eu só olho para encarando-o. Não posso lutar com o mesmo, v
isto que ele é um dos prodigios do lugar mas mesmo assim eu o encaro de maneira desafiadora...

- Vai ficar olhando pra mim assim? Vai ler meu signo Zodiac? Então eu viro as costas e procuro ir para os alojamentos... lá posso esfriar a cabeça mas quando viro a sombra do professor Dragon paira sobre mim. Eu olho para ele e seu olhar é bastante determinado. Ele me fala umas verdades... por um momento penso em encara-lo mas eu abaixo a cabeça e respondo:

- Desculpe Mestre. Eu sinto muito. Cabisbaixo volto para o meu quarto. Vacilei legal hoje... e isso pode me custar os estudos.

___________________________________________________________________________________________________________________

Depois das regiãozinha com os heróis do incidente, eu e Harry ficamos incumbidos de ver o que tem nesse tal Pen Drive que ja tava me deixando maluco de curiosidade. A gente então vai até a sala dos computadores e lá colocamos o negocio pra funcionar... As imagens são bem reveladores e falam por si só...

Alguem pegou carona no teleporte dos monstros. Aquelas explosões pelo que eu to vendo são portais de onde os monstros surgem... E cara e esse vulto? É o que? Ou na pior das hipoteses, quem?

Harry fala que a gente tem que avisar os outros. Eu concordo com a cabeça... mas eu fico voltando o video toda hora tentando ver se consigo decifrar ou entender o que seria aquele vulto. Seria uma pessoa? Seria um monstro? Um fantasma? Um calafrio percorreu a espinha de Ash ao pensar que aquilo podia estar espreitando todos eles que estavam no dia do incidente nas sombras...

- Cara eu não manjo dos "compiuter" e por isso peguei umas aulas extras com o professor Anonymous. Talvez ele possa nos ajudar com alguma coisa.

_________________
avatar
Guima

Número de Mensagens : 2319
Idade : 32
Data de inscrição : 12/12/2009

Ver perfil do usuário http://www.remistico.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Pedro H. Oliveira em Qui Set 21, 2017 6:04 pm

Daichi olhava para todos os lados em busca de qualquer tipo de informação sobre o que pode ter acontecido com King. Ele olha todos os detalhes do quarto - que se mostrava com uma gigantesca dualidade, já que uma parte estava arrumada e outra não - mas acaba não encontrando nada que pudesse levar a algum lugar. Em virtude disso, a melhor coisa a se falar era buscar pistas em outro local.

Mas quando coloca os pés fora do quarto, encontra Chris e Ray que vinham em sua direção e logo depois vem Hoshi a sua procura. Como não tinha muita intimidade com nenhum deles, principalmente com seu colega de quarto, a primeira reação do jovem é virar os olhos Rolling Eyes

E tudo piora quando Chris tenta dar uma de desconversado falando que o trio estava indo estudar e pior: ele coloca a mão sobre seu ombro como se fossem velhos amigos, deixando Daichi bem irritado ao ponto de dar um tapa em sua mão tirando-a dali.

- Não me venham com essa de amiguinhos, não sou tenho um pingo de vontade em me relacionar com vocês. Não acham que já causaram o suficiente por aqui não?

Ao longo que os demais começam a conversar e a se entender, Daichi da as coisas para eles e começa a caminhar pelo corredor, mas para alguns passos depois.

- Quando entrei no campus pela primeira vez, mapeei todos os locais daqui, conheço todos os pontos cegos, saídas, câmeras de segurança e é claro, observei todos vocês e como se comportam. Parece suspeito? Claro que sim, mas se pararem pra pensar, é justamente por esse motivo que não posso ser o assassino, afinal de contas eu SEMPRE estava nos mesmo locais que todos. O que estou fazendo é justamente refazendo meus passos e o de King, procurando todos os lugares que vi ele, hoje ou durante a semana, atrás de uma unica pista.

Por fim, ele continua a caminhar de maneira calma e tranquila antes de terminar.

- Querem ajudar? Me garantam imagens das câmeras de segurança, ou então alguma pista sobre onde King ia, com quem conversava, quantas vezes já o viram na biblioteca, academia ou qualquer outro lugar. Lembrem-se de algo e assim saberemos o que houve.

_________________
avatar
Pedro H. Oliveira

Número de Mensagens : 875
Idade : 26
Data de inscrição : 25/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 2 - Ano letivo começa...

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum