A MATÉRIA DAS LENDAS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A MATÉRIA DAS LENDAS

Mensagem  Ricardo Sato em Dom Maio 31, 2015 5:55 pm

A MATÉRIA DAS LENDAS
Com o elmo sob o braço direito e um papiro sob o outro lorde Kenneth Nelson andava lentamente,seus passos ressoando sobre o estranho chão cristalino.
Tinha algum tempo e por isso decidira tomar o caminho mais longo através do antigo zoológico,depois pelo memorial e só então alcançando a sala de reuniões.
O antigo zoo era um local triste,não apenas pelos seus antigos habitantes a muito mortos,mas principalmente pelo seu novo propósito.
Uma prisão para os mais perigosos seres que eles haviam capturado,e entre eles vários companheiros do passado.
Logo na entrada dois seres de certa forma parecidos,mas que no entanto se odiavam eram separados por suas janelas e pelo corredor pelo qual Nelson passava.
A sua esquerda uma bela mulher de pele esverdeada sentava-se em um trono de carvalho vivo e o observava com desdém.
Antes o coração do antigo espírito da floresta Arkhan era repleto de flores,mas agora só restavam heras venenosas.
A sua direita uma sala aparentemente vazia,exceto por um pedestal com uma belíssima lâmpada de ouro e prata.
Porém como que sentindo a aproximação do homem uma fumaça alaranjada saia dela e tomava a forma de uma estonteante garota de pele dourada e olhos completamente verdes.
Suas curvas eram tentadoras e mesmo sem poder ouvir sua voz através das proteções mágicas Nelson sabia que ela fazia promessas de tesouros e prazeres caso fosse libertada.
Aquela fôra uma chama celeste,uma elemental vinda de outro mundo e ela tinha uma alma inocente como poucas,agora porém era uma ifrit da pior espécie e só se importava com sedução e morte.
Nelson apressava o passo se perguntando porque havia escolhido aquele caminho mas já sabendo a resposta...para se lembra do que estava em jogo.
Foi quase correndo que ele passou pelo morcego que já fôra um homem e pela tempestade que um dia foi como um filho para um rei.
Passou apressadamente por vários outros até que a sua frente ele reparou uma forma no corredor.
Um pouco encabulado de sua pressa ele se aproximou e seus olhos viram a jovem.
O vestido preto,o cabelo bem amarrado e cobrindo seu pescoço uma faixa de seda negra com um rubi encrustado.
Sob aquele tecido,Nelson sabia haver uma terrível cicatriz que era ainda pior para a alma da garota.
Um som monotônico soou então em sua mente,era a jóia que permitia a ela fazer aquilo,pois não podia mais usar a prórpia voz com a garganta destroçada pela própria mão.
A adaga que fizera aquilo estava bem ali em sua cintura e ela a acariciava absorta em pensamentos provavelmente sombrios.

*(Lorde Nelson,parece que tivemos a mesma ideia e o mesmo arrependimento,não?)

-Parece que sim,sinto tê-la interrompido senhorita Zatara.

*(Nunca desculpesse a mim ,não fosse o senhor um velho amigo de meu pai preocupado com meu bem estar eu estaria morta...ou pior como ela.)

Nelson se aproximava mais e olhava para o que Zatanna via,estava surpreso de já estar tão longe no corredor da prisão.
Dentro da cela uma garota discutia com sigo mesma,mas a cada grito sua forma tremulava e mudava,ora uma jovem de cabelos louros em desespero,ora uma mulher de cabelos negros em fúria.
Ao redor da morena magia girava sem controle.

-Senhorita Moon realmente não teve a melhor das sortes....

*(Nós duas não tivemos,se meu poder não estivesse tão ligado a minha voz e eu não tivesse cuidado deste problema,você não teria tempo de me ajudar e eu seria uma ameaça tão grande quanto ela.)

*(Posso não ter mais todo o meu poder,mas pelo menos tenho minha sanidade e ainda posso realizar os rituais.
E falando neles,é melhor que eu chegue antes a sala de reuniões,com sua licença.)


A jovem ia a frente,Nelson parou ainda por um instante pensando em dizer que talvez ela tivesse resistido tempo suficiente.
Mas isso não era certo,mais do que isso não traria conforto algum a ela,a perda era mais fácil de suportar porque ela não tivera escolha e era nisso que ela queria acreditar.
Após um tempo Nelson seguiu seu caminho chegando ao milenar memorial que havia na fortaleza.
Antes de toda aquela confusão seguindo antigos relatos perdidos Nelson havia encontrado este lugar e em seu tempo livre ele e Inza tentavam desvendar a estranha escrita sobre as paredes.
Através delas veio a conhecer a história de um povo vindo das estrelas,os últimos e poucos membros de uma raça quase extinta.
Eles haviam recebido extraordinários poderes de nosso sol amarelo,e a maioria deles liderada por um general de nome Zod decidiu que eles deveriam dominar o planeta.
Duas coisa haviam ajudado a pará-los,a primeira fôra um campeão,uma membro daquela raça que não concordava com o desejo de conquista de seus iguais,chamado Kal-el.
A segunda foi a descoberta de uma fraqueza dos invasores,algo relativamente comum aqui,magia,ainda sim as perdas foram terríveis.
Kal-el havia construido esta fortaleza e escrito a sua história e a de seu povo nas paredes de cristal,após se tornar o último de seu povo ele denominou a construção sua fortaleza da solidão.
O próprio Kal-el estava bem ali a frente encerado em um esquife de cristal,preservado mas sem vida como Nelson já havia confirmado.
Sobre o caixão duas grandes estátuas olhavam por ele,imagens de seus pais,sobre a tampa de seu lugar de repouso havia uma ode a amizade e ao fim de um guerreiro,mas estava escrita em um antigo idioma nativo.
Era estranho que o homem que escreveu aquilo a tantos séculos ainda vivia e agora era um terrível inimigo,Savage.
Pensando em como as coisa haviam mudado o velho homem adentrou a sala de reuniões,dentro dela havia uma grande mesa arredondada,parecida com aquela em sua própria torre e com a do castelo base do pacto.
10 cadeiras a circulavam atualmente,uma delas a esquerda da sua estava vazia como uma homenagem todos os que morreram durante o dia negro,incluindo sua esposa.
Na outra ponta da mesa sentavasse lady Zatara lendo um pergaminho e a esquerda dela outro viúvo,sir Carter Hall,que soturnamente bebia da taça em sua mão.
A direita dela Daniel Cassidy também sorvia seu vinho,o pobre homem teve um destino terrível,ele lutava com um poderoso demônio quando o dia negro aconteceu.
O refluxo mágico havia fundido magia demôniaca a sua armadura encantada e ela por sua vez havia sido fundida a sua pele.
O resultado foi algo semi-vivo mas ainda sim um artefato e até agora nem mesmo Nabu tinha sido capaz de separá-los.
Parando uma conversa entre si para observar sua entrada estavam o enorme guerreiro de aço,John Henry e o habilidoso nobre arqueiro Queen que lhe cumprimentavam.
Ao lado direito de sua cadeira sentava-se seu grande aliado Alan Scott,que como ele havia abandonado uma vida tranquila pelo bem de outros.
Foi com preocupação no entanto que Nelson notou duas cadeiras que não deviam estar vazias.

-Bem vindos caros amigos,não deixo de notar que dois de nós estão ausentes,alguém sabe sobre eles?

Com um grunhido Carter solta um desabafo.

-HUNF..Faltam aqui bem mais do que dois de nós Nabu....

Nelson entendia a dor dele e também a insistência em chama-lo pelo nome daquele que habitava o elmo e que ele havia conhecido em outras vidas,não ficava feliz com as palavras mas ao menos entendia o bastante para não respondê-lo.
Lady Zatanna então "toma a palavra"resoando na mente de todos com sua monôtona voz telepática.

*(Nossa estimada guerreira do sol nascente está rastreando uma nova força maligna e nos pergunta se sabemos algo sobre o nome Sabbac.
Ela envia também a resposta a sua pergunta neste pergaminho,o ser que descrevemos ter visto no dia negro faz parte das lendas de seu povo.
Ela acredita que o homem que perseguiu até aqui,seu cunhado e assassino de seu marido,tenha sido a fonte que contou sobre ele ao imperador Luthor.)

*(Quanto a lorde Wayne ele insiste que é necessário em sua própria terra,o condado de Gotham.
Ao que parece desde os eventos do dia negro os membros da igreja de Arkham enlouqueceram,seu sumo sacerdote desapareceu e eles agora seguem um homem insano vestido como um bobo da corte.
Ele também teve problemas com Richard que mudou-se para Bludhaven após um briga e com uma nova vigilante que está desafiando a lei para caçar os criminosos da cidade.
Essas informações vieram através de Timmothy,ao que parece Bruce não quer perder tempo conosco.)


- Entendo obrigado e nossas outras pendências?

A voz grave de aço soa no recinto.

Estamos tendo problemas em encontrar os artefatos do guardião de Shazam.
Um garoto chamado Billy está de posse do medalhão da coragem e sua irmão com o elmo da sabedoria,mas não encontramos o cinturão da força,as manoplas do poder,as botas da velocidade nem o peitoral da resistência.
Sem eles não podemos invocar o campeão da magia de Shazam e ele foi o único a conseguir deter a entidade do lado negro,o mago pode nos dar algum auxílio?


-Shazam tem seus próprios problemas,ele foi o primeiro a perceber que a corrupção do lado negro não parecia me afetar e teorizar que tinha algo a ver com meus poderes estarem estabilizados em um artefato.
Sua experiência em transmitir poder mágico inato para um artefato e evitar a corrupção deu certo,mas o único objeto ao seu alcance que podia conter seu poder era a própria pedra da eternidade e ele não pode mais deixar seu lar.
Todos os poderes que ele pode mover além da pedra estão focados em capturar os sete pecados fugitivos.

Alan então levanta sua voz,ainda que parecesse absorto em outras questões ele da seu relatório.

Os rituais do novo rei atlante e da princesa amazona foram bem sucedidos,foi impressionante o tempo que princesa Diana resistiu sozinha a corrupção.
O poder dela também era magnífico,tivemos que dividi-lo entre a tiara,cinturão e manoplas,se ela confiasse mais em nós seria uma grande aliada.
Ela só nos permitiu realizar o ritual porque estava no limite de sua vontade e porque pudemos explica-la que mesmo atados aos objetos os poderes ainda eram dela e ninguém poderia usá-los como um artefato comum.
No entanto ela e rei Arthur estão cheios de problemas,vários de seus companheiros caíram em desgraça para o dark side,há guerra sob as ondas e um grupo de amazonas enlouquecidas e belicosas tomaram a ilha de lesbos e assassinaram todos os homens.


-É bom que os rituais tenham sido bem sucedidos,mas estas questões me preocupam,devemos ver o que podemos fazer para ajudar.
Sir Carter,como estão as informaçõe sobre o dia negro?

Nenhum grande avanço,imperador Luthor apesar de incapaz de realizar magias era um desgraçado mas um grande inventor e estrategista,tendo problemas por não realizar magias e sendo atrapalhado em suas conquistas por isso ele buscou um meio de pender o campo em seu favor.
Descobrindo sobre uma força corruptora que podia afetar a magia como um todo ele foi capaz de usar sua tecnologia energizada pelas pedras estelares que você diz terem vindo para cá junto com o antigo dono desta fortaleza,para abrir uma passagem entre nosso mundo e a fonte desta força.
Tudo ia bem com seu plano mas ele não tinha ideia de que a força era na verdade uma entidade,depois de adquirir conhecimento suficiente a entidade tomou uma forma física chamada de Darkside e destruiu a capital de Luthor.
Precisou de todos nós para enfraquecê-lo e mesmo assim só quando Shazam liberou seu campeão,pudemos dar o golpe final na criatura.
A única novidade é que parece que a barata chamada Luthor pode ainda estar por ai,um careca odioso usando uma estranha armadura verde e púrpura foi visto atacando as tribos do sul,creio que em busca de mais pedrinhas verdes.
Se for ele nós não sabemos que tipo de armadura ele estaria usando mas não deve ser algo familiar,as descrições lembram as tropas de Darkside.
Também há o perigo dele estar atrás de Savage,desde o dia negro a magia do imortal o transformou em um louco conquistador tão brutal quanto Luthor.

Mas chega disso,está na hora de nos dizer porque nos trouxe até aqui ao invez de ir ao castelo,essa fortaleza não fica exatamente atrás da esquina sabia?


-.........Os chamei aqui porque o que vou lhes dizer não deve chegar aos nossos inimigos e o castelo é cheio de ouvidos,aqui estamos só nós.
E agora que me pedem para falar peço que não me interompam.
A verdade é que não sou mais um jovem,sei que meu fim está chegando e logo não poderei ser o líder de nossa liga.
Quero que vocês busquem novos aliados e que se preparem para o retorno de nossos oponentes.

Mas o que realmente quero dizer é que vocês podem seguir sem Kenneth Nelson,mas não creio que possamos deixar Nabu parado......o que quero dizer é...................

Zatanna,quero que você aceite um novo destino,quero treina-la para receber o elmo o que me diz?
...............................


####################################################################################







_________________
avatar
Ricardo Sato

Número de Mensagens : 1319
Idade : 33
Data de inscrição : 06/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum