CENA 1.1 - SOBRE CARNIÇAIS E FANTASMAS [MARIO e SONIC]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

CENA 1.1 - SOBRE CARNIÇAIS E FANTASMAS [MARIO e SONIC]

Mensagem  Scorpion em Sex Nov 14, 2014 3:15 pm

Mario Mario e Sonic apareceram em uma floresta estranhamente sinistra. Era uma noite escura e uma névoa esverdeada saía do chão dando um ar mais sinistro ainda à cena. Logo à frente, o encanador comedor de pizzas e o porco-espinho mais rápido do mundo podiam ver que havia uma espécie de cemitério no local.


A atmosfera do lugar era realmente sinistra, até mais do que as casas fantasmas que Mario estava acostumado a frequentar em seu mundo. Ele não podia deixar de pensar que Luigi já estaria se tremendo todo se estivesse naquele lugar. Os heróis perceberam então que os túmulos daquele lugar começaram a tremer, e mãos esverdeadas e acinzentadas, podres, começaram a sair da terra. Mortos vivos de toda a sorte começaram a se levantar dos túmulos, fazendo barulhos estranhos e se encaminhando na direção dos personagens.


Foi quando os heróis puderam ouvir um grito distante, mas que possivelmente não era direcionado a eles. Ao longe, Mario e Sonic podiam ouvir um homem gritando.

????: AAARRGGHH!!! Tome isso, insolente!

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2403
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENA 1.1 - SOBRE CARNIÇAIS E FANTASMAS [MARIO e SONIC]

Mensagem  Jor-El em Sex Nov 14, 2014 6:59 pm

Caramba! Nem um por favor ou obrigado da mulher. Me jogou junto com um encanador com um bigodinho escroto dentro de um cemitério. E ainda mandou a gente encontrar um cavaleiro tampinha. Que dia doido! Eu tento falar com o cara

Sonic: E ai? O que você pode fazer? Acho que já deu pra sacar que eu corro muito.

Cara! Zumbis! Isso acabou de ficar ainda mais esquisito. E eu achava que era impossível. Mas beleza. Eles não atingem o que não podem pegar. Começo a pegar velocidade, acertando eles com os espinhos e usando as superfícies para ricochetear como uma bola de pinball. Quero ver se o narigudo faz isso. Truques aprendidos nos cassinos onde eu enfrentava o Eggman. E eu pensava que só tinha aprendido a jogar 21.
E parece que tem mais alguém por aqui. Pode ser o zezinho que a gente procura. Salto, acertando os zumbis na cabeça e vou em direção a voz.

_________________
avatar
Jor-El

Número de Mensagens : 993
Idade : 27
Data de inscrição : 11/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENA 1.1 - SOBRE CARNIÇAIS E FANTASMAS [MARIO e SONIC]

Mensagem  Phelipe Peregrino em Dom Nov 16, 2014 4:00 pm

Mario sentia a cabeça girar em um turbilhões de sensações mais frenéticos deo que as corridas nas pistas arco-íris do Reino dos Cogumelo. Depois de ser lançado de um lado para o outro, foi jogado junto com um... Não sabia o que era aquilo. Mas parecia o tipo de cara que precisaria de sua ajuda de vez em quando para se manter firme.

Depois de surgir no cemiterio, o clima de silêncio foi quebrado pelo azulzinho ao seu lado.

????: E ai? O que você pode fazer? Acho que já deu pra sacar que eu corro muito.

Mario: Itsa me, Mario! - Mario respondeu empolgado de braços abertos. - Meu irmão, Luigi, e eu somos os maiores encanadores do Reino dos Cogumelos. - Mario, então, se espanta ao ver os túmulos se abrindo e não consegue conter uma expressão de espanto. - Mamma mia! Eles são ainda mais feios do que as koppa-tartarugas zumbis!

Sonic não perde tempo e avança como um pimbal ricocheteando entre os túmulos e atacando os zumbis. Quando ouviu a voz gritando pelos túmulos ele sentiu que precisava agir. Enfiu a mão no bolso e, em menos de um segundo, encontrou o que procurava.
Mario correu por entre os túmulos, afastando os zumbis que se aproximavam com bolas de fogo direto no peito, saltando animadamente entre os escombros.

Mario: Aguenta firme, aí, amigo! - Ele gritou. - Nós estamos chegando.

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1417
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENA 1.1 - SOBRE CARNIÇAIS E FANTASMAS [MARIO e SONIC]

Mensagem  Scorpion em Seg Nov 17, 2014 4:37 pm

Sonic começou a girar e partiu em disparada contra os zumbis. Ele foi ricocheteando nos túmulos e arrebentando diversos zumbis, que logo explodiam ou saíam voando em pedaços para todos os lados.
Mario por sua vez, invocou os poderes da flor de fogo. Seu macacão e chapéu tornaram-se brancos e Mario começou a fazer com que bolas de fogo brotassem de suas mãos. Ele disparava as pequenas esferas de fogo contra os zumbis que inflamavam rapidamente e caíam no chão. De fato, nenhum daqueles zumbis era um inimigo páreo para nenhum dos dois heróis. Entretanto, aquele jogo estava apenas começando e logo mais desafios viriam.
Após derrotarem todos os zumbis, os heróis partiram em direção aos gritos que ouviram antes. Os heróis logo perceberam que o autos dos gritos era nada mais do que um cavaleiro barbudo, usando uma lança e uma armadura brilhante.


O cavaleiro estava lutando contra uma enorme criatura. Deveria ter 7 ou 8 vezes o tamanho de Sonic e Mario, além de vestir uma armadura completa de batalha e ter uma enorme boca.



Arthur: Não há de ser hoje que irei ser derrotado, seu Haggis! Provarás hoje o gosto do aço de minha lança, ó imundo servo de Lúcifer!
O problema era que Arthur não estava com nenhuma lança na mão. Ele havia jogado ela na criatura, mas havia errado e ela agora estava atrás do monstro, que arrancou a própria cabeça e a apontou para o cavaleiro, fazendo com que 3 bolas de fogo saíssem e quase acertassem o armadurado.

Arthur: Por meu senhor Jesus Cristo, assim está difícil! Eu tenho de alcançar a minha lança!

Porém, a presença de Sonic e Mario ali não passaram desapercebidas. O monstro logo olhou para eles e riu.

Ghous Shielder: Hahahahaha! Mais ajudantes para você, Athur? Lucifer ficará satisfeito de eu levar mais escravos para ele!

Então, a criatura cuspiu bolas de fogo contra Mario e Sonic também.

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2403
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENA 1.1 - SOBRE CARNIÇAIS E FANTASMAS [MARIO e SONIC]

Mensagem  Phelipe Peregrino em Qua Nov 19, 2014 7:48 am

Depois de avançar pelo cemitério, Mario prossegue entre saltos e disparos flamejantes em direção ao local de onde vinha os gritos. Suas mãos flamejavam e ele avançava abnegadamente na direção dos gritos. Quando finalmente chegam lá, a dupla se depara com um dragão de enormes proporções.

Mario: Mamma mia! - Ele mediu a criatura de cima à baixo. -  Ele é bem maior do que o Yoshi! Acho que não vou conseguir pular na cabeça desse, não, Frettoloso.

????: Por meu senhor Jesus Cristo, assim está difícil! Eu tenho de alcançar a minha lança!

Mario notou, finalmente, que a lança do cavaleiro estava encravada na criatura.

Mario: Frettoloso, ninguém melhor do que você para conseguir tirar aquela lança de lá! - Mario falou balançando as mãos para o Sonic. - Se não ajudarmos, isso vai ser uma bagunça maior do que mancha de molho de tomate em camisa branca!

Ghous Shielder: Hahahahaha! Mais ajudantes para você, Athur? Lucifer ficará satisfeito de eu levar mais escravos para ele!

Mario: Ajudante? - Mario pareceu indignado. - Não! - Atirando suas bolas de fogo com tudo contra o dragão, Mario tentava distraí-lo o suficiente para deixar Sonic pegar a lança de Arthur. - Itsa me! MARIO!

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1417
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENA 1.1 - SOBRE CARNIÇAIS E FANTASMAS [MARIO e SONIC]

Mensagem  Jor-El em Sex Nov 21, 2014 11:57 am

Mario, nê? Encanador? Mas luta bem, tenho que admitir. Sem grandes ameaças, ate surgir um gigante com armadura. Nele não adianta acertar o meu giro. Ia só ricochetear. E o tampinha deve ser quem a gente procura. Ele acerta o bicho como se tivesse muitas armas, mas eu só vejo a lança, que já se fincou no monstro. O problema foi que ele me chamou de ajudante.

Sonic: Ajudante o cacete!

O bigodudo me diz pra tirar a lança. Bom plano. Consigo pegar ela facilmente com minha velocidade e sair sem um arranhão. Assim que a recolher vou atras do barbudinho, pra tira-lo da zona de perigo.

Sonic: Nao sei o que significa isso que você me chamou. Me chamo Sonic. Tipo supersônico, saca? Mas vou seguir seu plano.

_________________
avatar
Jor-El

Número de Mensagens : 993
Idade : 27
Data de inscrição : 11/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENA 1.1 - SOBRE CARNIÇAIS E FANTASMAS [MARIO e SONIC]

Mensagem  Scorpion em Sex Nov 21, 2014 6:17 pm

Mario e Sonic finalmente haviam encontrado o tal Arthur, a quem Cortana havia se referido. O baixinho armadurado encontrava-se em sérios problemas, pois até onde tinham visto, ele estava sem a sua lança. Então, Mario sugeriu que Sonic fosse pegar a lança do Cavaleiro, enquanto Mario o distrairia com as bolas de fogo. Apesar das bolas de fogo disparadas pela boca do Ghous Shielder ser bem mais poderosas que as disparadas por Mario, as do comedor de macarrão eram muito mais rápidas e em quantidade muito maiores que as do monstro.
Sonic conseguiu pegar a lança de Arthur e depois dar uma carona para o Cavaleiro até um local seguro, mas o linguajar de Sonic não agradou o Cavaleiro.

Arthur: "Cacete"? Definitivamente não sois um cavalheiro, meu amigo turquesa, mas estou grato que estejam aqui.

Mario por sua vez, teve sorte que uma de suas bolas de fogo caíram dentro da armadura de Ghous Shielder pela abertura em seu pescoço. Quando isso aconteceu, o monstro começou a pular, tentando espantar aquela bola de fogo que não saía, então os heróis se tocaram que o monstro era oco por dentro.
Arthur ergueu sua lança, fazendo com que uma iluminação descesse dos céus, iluminando mais ainda sua brilhante armadura. Então ele deu um golpe letal em Ghous SHielder que fez com que ele se desmontasse todo e sua cabeça caísse no chão, pegando fogo.

Arthur: Ah, a luz de Pendragon nos iluminou mais uma vez, fazendo com que a vilania perecesse perante o bem. Eu sou Arthur, meus amigos. Cavaleiro do Reino e prometido da Princesa Prin Prin. Eu vos devo a minha vida, meus amigos. Seus nomes, pelo visto são Sonic e Itsà me, Mario, certo? É uma honra conhecer tão nobres heróis. Se não se importam, eu devo seguir a minha missão, pois Lucifer tem a minha amada e o tempo urge!

Como a missão dos heróis envolvia recuperar o Oberath de Lucifer, a missão de Arthur era vantajosa para os heróis, então Arthur aceitaria prontamente suas ajudas.
Os heróis passaram por cima da ponte que Ghousl Shielder guardava e logo entraram no castelo.
Lá dentro, paredes de pedra negra se formavam e o local era ainda mais assustador do que o cemitério onde iniciaram sua jornada.


O local se dividia em 3 direções, esquerda, direita e central. Nenhum dos heróis parecia saber o caminho correto, especialmente Arthur.
Arthur: E agora? Bem... eu não acredito em coincidências. Se existem 3 direções, nós somos 3, então creio que aqui nos separamos e, no fim desta aventura, nos encontraremos novamente. Eu irei pela esquerda.
Dizendo isso, Arthur corre e entra na porta à esquerda. Sobraram as portas central e da direita. O que os heróis fariam?

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2403
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENA 1.1 - SOBRE CARNIÇAIS E FANTASMAS [MARIO e SONIC]

Mensagem  Phelipe Peregrino em Ter Nov 25, 2014 8:49 am

O golpe certeiro de Arthur fez com que a criatura se desmontasse diante dos olhos de inusitado grupo. Mario sorrindo levou as mãos à cintura, mexendo a boca de forma caricata para balançar o bigode. Cheio da adrenalina do combate e a sensação triunfante da vitória.

Arthur: Ah, a luz de Pendragon nos iluminou mais uma vez, fazendo com que a vilania perecesse perante o bem. Eu sou Arthur, meus amigos. Cavaleiro do Reino e prometido da Princesa Prin Prin. Eu vos devo a minha vida, meus amigos. Seus nomes, pelo visto são Sonic e Itsà me, Mario, certo?

Mario: Não, não. Amigo. - Mario ergueu o artefato da Fire Flower que lhe concedia poderes de bola de fogo, e suas roupas voltaram ao amigável tom vermelho e azul. - É só "Mario". Mario, do Reino do Cogumelo. - Mario ergueu a mão para um aperto de mão amistoso.

Arthur: É uma honra conhecer tão nobres heróis. Se não se importam, eu devo seguir a minha missão, pois Lucifer tem a minha amada e o tempo urge!

Mario: Meu amigo Frettoloso e eu estávamos à sua procura. Podemos nos ajudar! - Mario sorria de forma cativante, mas exibia um olhar determinado. - Posso dizer, com sinceridade, que tenho experiência em resgatar princesas em perigo. E nós estamos à procura de um artefato que está em posse desse Lucifer que você citou. Vai ser como juntar as duas coisas! Como pizza e espaguete.

O trio caminha, atravessando a ponte, chegando à um caminho tripartido que obrigaria-os a se dividir.

Arthur: E agora? Bem... eu não acredito em coincidências.

Mario: Tem certeza que a princesa está nesse castelo? - Mario olhou para Sonic e Arthur levemente constrangido.

Arthur: Se existem 3 direções, nós somos 3, então creio que aqui nos separamos e, no fim desta aventura, nos encontraremos novamente. Eu irei pela esquerda.

Mario: Então, vou tomar o caminho do meio. Boa sorte, amigos. Nos vemos mais tarde.

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1417
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENA 1.1 - SOBRE CARNIÇAIS E FANTASMAS [MARIO e SONIC]

Mensagem  Scorpion em Ter Dez 02, 2014 6:51 pm

Decididos, Sonic tomou a direita enquanto Mario tomou o centro.


A porta da direita levou Sonic direto à um enorme jardim... ou ao menos era o que deveria ser aquilo. O jardim era tão mal cuidado e sinistro que ele mais parecia um bosque do que um jardim. Sonic teve que andar com cuidado por aquela região, pois era um lugar difícil de se enxergar e qualquer vacilo poderia ser fatal. Foi então que uma grande sombra passou por cima de Sonic, que conseguiu esquivar-se graças à sua grande agilidade. A criatura pousou em um galho e preparou-se para dar um novo rasante sobre o porco-espinho azul...


Enquanto isso, Mario lidava com seus próprios problemas. O encanador bigodudo logo viu que a porta dava para uma espécie de aqueduto, mas este estava inundado.


Mario não sabia muito bem como fazer para atravessá-lo. Havia uma espécie de jangada no lugar, mas ela estava no meio da água e ele não conseguiria alcançá-la saltando para cima dela. O espaço lateral do aqueduto era muito íngreme e a barriga grande de Mario o faria se desequilibrar e cair na água. A água era turva e o baixinho não podia ver o que havia no fundo. O que ele faria naquela situação?

_________________
avatar
Scorpion

Número de Mensagens : 2403
Idade : 31
Data de inscrição : 04/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENA 1.1 - SOBRE CARNIÇAIS E FANTASMAS [MARIO e SONIC]

Mensagem  Phelipe Peregrino em Ter Dez 02, 2014 9:11 pm

Mario observou o cenário com cuidado. Na sua cabeça, a difícil decisão sobre que rumo tomar. Não conseguia deixar de se sentir aliviado por estar sozinho, afinal, não teria certeza se o que ele estava prestes à fazer iria ajudar em sua imagem.

Ele olhou a jangada. Muito longe. Não conseguiria alcança-la nem com seu melhor pulo. Lentamente enfiou uma das mãos no bolso e sentiu o toque do objeto que procurava. Com a outra mão, coçou o nariz determinado. Não tinha opção.

Suspirou fundo e olhou para o aqueduto. Mario esboçou um sorriso ao ver que, ali, no meio dos canos, era como se estivesse no seu tipo de ambiente. Não poderia perder tempo. Era hora de agir!
Primeiro: Visibilidade! Com as mãos em chamas, ele atirou uma rajada precisa no barco no meio do lago, na esperança de que a luminosidade gerada pelas chamas ajudassem na visibilidade. Sabia que não ajudaria muito, mas ver um palmo diante dos olhos é melhor do que não ver nenhum, ele pensou.

Agora era a segunda parte. A parte que o fez agradecer por não estar acompanhado do novo parceiro. Levantou o novo artefato. Suas roupas voltaram a mudar e...

... saltou na água!

_________________
avatar
Phelipe Peregrino

Número de Mensagens : 1417
Idade : 28
Data de inscrição : 27/04/2009

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/phelipe.peregrino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CENA 1.1 - SOBRE CARNIÇAIS E FANTASMAS [MARIO e SONIC]

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum