Ato 1- O Crime é uma Piada!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ato 1- O Crime é uma Piada!

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Seg Maio 05, 2014 10:10 pm

Nova York...

Uma cidade tranquila, cheia de dezenas de super-heróis com roupa de lycra colada em cada esquina com seus super-grupos de caras com habilidades únicas. Um bom lugar para se viver se você não é um criminoso, pobretão ou trabalha no Clarim.

Aqui, onde a fumaça se confunde com o barulho ensurdecedor do trânsito monótono e caótico, há ainda mais insanidade nos meios que algumas pessoas optaram por ganhar a vida. Pessoas essas que realmente são confundidas no meio da multidão com algum tipo de atração obscura.

Uma dessas pessoas é a criminosa conhecida como Coelha Branca, que nesse momento esta parada no interior de um renomado estabelecimento que serve de centro comercial tentando desesperadamente explicar nesse modelo do livre comércio da ilha de Manhatan que ela não trabalha na Playboy e que seu uniforme não é uma lingerie de sexy-shop.


Legenda adaptada:  wb: -É verdade! Eu sou uma Vilã! girl#1: -Acontece que eu sou uma suspensão de ponte! girl#3: -Dinossauro bem aqui.

Atrás dela, em um nada modesto shopping center o alarme de uma loja de joias esta soando desesperadamente, ao lado justamente de uma pequena e cara especializada no comércio de fantasias uma vendedora se aproxima resmungando que a garota saiu sem pagar.

-Eu não peguei nada na sua loja, eu estava roubando joias na loja do lado!

Momentos Atrás...

Coincidente e convenientemente poucos instantes antes de se iniciar o roubo a lotada praça de alimentação do Shopping estava recheada de super-heróis em suas identidades secretas, eram vários e discretos e muitos estavam esperando outros chamados para ação.

Obviamente os que estavam de prontidão deram pouca importância ao vidro quebrado ou à discussão no corredor, mas alguns estavam prestando atenção no ocorrido...

Entre eles o flexível Homem-Borracha...

Há alguns dias O´Brien quis uma distância da agência, com objetivo de relaxar por essa semana. Quando nota o barulho de lá da praça de alimentação onde tinha resolvido se sentar para comer no Mac Donalds e continuar com sua dieta do palhaço (piada que só quem assistiu Super Size entendeu) quando ouve o vidro quebrando e em seguida o alarme disparando.

Do lado dele, o conhecido e sortudo fotografo Peter Parker ia tomar seu refrigerante sabor cola com sódio enquanto pensava a sorte que tem de estar abraçado com Mary Jane. E como se dedicou de forma exemplar para manter seu casamento, que só lhe custou a alma para Mefisto... Quando seu sentido de Aranha dispara ao ouvir o vidro se partindo.

Naquela noite o repórter investigativo Jack Ryder já há algum tempo sabia que uma gangue especializada em roubos de joia estava agindo na região e que o líder era uma mulher, ele é mais um dos que notam o barulho de destruição de propriedade privada que ele mesmo conhece e costuma fazer com frequência quando age na noite vindo seguido de um alarme.

Enquanto isso na Sala de Bem Estar Feminino...

-Mas eu sou a Coelha Branca!

-Não, garota...


-Eu sou a Coelha Branca e essas joias e lingerie serão levadas por mim!

-Eu não roubei o setor de lingerie!

_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2572
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 1- O Crime é uma Piada!

Mensagem  Convidado em Ter Maio 06, 2014 5:46 pm

Minha vida é uma eteeeerna tentativa de me redimir. Preparem os lenços, moçada!

Eu era uma pessoa boa, nunca fiz nada de errado, nunca roubei, nunca soneguei impostos, nem trabalhei de cambista no show do Blink 182... às vezes eu mentia um pouquinho, é verdade. Mas sempre fui um cara honesto e sensato, quando não fazia nada de errado, como correr com tesoura e fósforo aceso nas mãos, ou colocar uma garrafa de álcool no microondas lá de casa. Ta bom, ta bom, eu admito!!!! Fui bandido, ladrão, ordináaaaaario, não precisa me olhar assim!!

Eu me lembro muito bem... aquela noite, naquele quarto, aaahh, Megan Fox, foi maravilhoso... ta bom, tudo bem... parem de me olhar assim, como se eu fosse ! Bom... eu lembro, a nossa gangue queria se divertir, era domingo à tarde, não havia mais entrada pra ir ver "Os Intocáveis" no cinema e não tínhamos grana, pila, cascalho, bufunfa, faz-me-rir, coça-coça, reco-reco para ir à Disneylândia. Aí a nossa gangue resolveu assaltar uma indústria química. Eu, na verdade verdadeira, queria assaltar um banco, mas tinha um ser careca na gangue que ficou de olho nessa indústria, porque ela fabricava um produto pra passar na cabeça do indivíduo, eh, digamos assim, “desprovido de proteção capilar”. Só sei que eu tomei um tirambaço na invasão e, no meio da confa, um barril com uma substância estranha caiu em cima de mim. Parecia ácido e queimou pra diabo!!! Só sei que o pessoal fugiu e eu fiquei lá, meio doidão...

Aí eu saí meio grogue de lá, escapei de ser preso, fui caminhando e me sentia mole, meio “derretido”, parecia que eu tava me derramando pela rua... até que fui parar num monastério – vê se pode! – e apaguei. Quando acordei, vi que estava a salvo da polícia, bem cuidado pelos monges carecudos – fiquei até com pena deles, queria ter trazido uns potes do tal produto capilar... - mas já tava ficando preocupado: tinha uma coisa que tava ficando mole e pendurada em mim, e eu pensava, “como isso pode estar acontecendo comigo????? Eu, novo desse jeito, com isso mole e pendurado??? Nenhuma girl vai mais olhar pra mim!!!” Por onde eu passasse, as meninas iriam rir, meu nariz, meu lindo nariz, mole, pendurado, caindo, uma visão horrível. Pensei comigo “isso não pode estar continuando a acontecer, eu tenho que estar tentando pensar em alguma coisa para poder estar conseguindo resolver essa questão”. Até o pensamento estava muito elast... ergh, maleável (não vou dar moleza pra concorrência, hunf!). Cheguei a ter a idéia de ser atendente de telemarketing, mas “procurei conseguir estar desistindo” dessa vontade.

Meus amigos me veriam como monstro, a sociedade me rejeitaria, eu estaria condenado a ser infeliz, oh, meu Deus, nada mais me dava ânimo, talvez procurasse ajuda da Oprah Winfrey. Foi aí então que eu decidi me matar: peguei um pregador e pus no nariz! Só que o nariz crescia e ele caía e já não prendia minha respiração. Saco.

Depois da limpeza espiritual por que passei – alguns despachos e galinhas pretas depois -, vi que a coisa não era tão ruim assim. Descobri que poderia me transformar naquilo que eu quisesse.  Poderia ver por debaixo da saia das meninas, me disfarçar de hidrante quando viesse o cobrador, até no peru da Sadia, eu tinha essa capacidade. Tava sinistro. Aí, resolvi não me meter mais no crime, virei amiguinho das pessoas, trabalhei no FBI (ih, Bat, era pra falar???), e passei a combater a calhordada que anda por aí... Passei a ser um homem sério, honesto e... eh, os impostos??

Pulemos essa parte...

Eu me regenerei (graças a muito merthiolate, daquele antigo, que arde) e, por causa dos efeitos do ácido no meu sangue, passei a combater o crime como o sensacional, o extraordinário, o ÚNICO (tchauzinho, Ralph Dibny lol!) Homem Borracha - VAI, BORRAAAACHAAAA!!!!
Mas essa vida de herói cansa. Meu amor, meu filhinho Luke McDunnagh - amorzinho do papai!! - ficou meio de lado nessa zorra toda. Ta bom, ta bem, a mãezinha dele também é um amor, um chuchu, assim como a Angelina Jolie, a Jennifer Lawrence e a Megan Fox, claro (ai, ai, seus olhos azuizis...). Aliás, também amo o coelhinho da Páscoa, Papai Noel, meu parceiro de Liga da Justiça, e a Chapeuzinho Vermelho e sua lingerie vermelha... eu adorava me vestir de lobo pra ela - aliás, não existe lobo mau, só lobo bom, porque é o único que come a Chapeuzinho E A VOVOZINHA!

É pra voltar a falar do Luke? Ah ta... Aí eu decidi dar uma paradinha, refletir, fiquei uma hora diante do espelho, só refletindo... acabei voltando, depois de um tempo, abri uma agência de segurança, mas isso cansa, viu?! Decidi seguir a ideia do Haroldo Jordão e viajar por aí, pra pensar na vida e adquirir experiências.

O primeiro lugar em que parei foi um bar. Vi que tava rolando um bate-boca, um pega-pra-capar: tudo porque aqueles caras fortões, bigodudos, que mais parecem o Leôncio, do Pica-pau, disputavam pra ver quem tinha a maior cicatriz. O primeiro chegou e falou: "Ta vendo essa cicatriz aqui na minha perna? Foi em Star City!!” O outro, pra não ficar atrás, quis contar vantagem: “Ta vendo essa aqui na minha cara?? Foi em Gotham City!!” Aí eu não pude ficar pra trás. Me transmutei em xerife, e gritei: “Ta vendo essa aqui na minha barriga???? Foi Apendi city!!!”

Fui expulso de lá e procurei uma coisa diferente: um bordel! Casa de tolerância, pros mais chegados.

Zona mermo, cumpadi!

Tava rolando uma, digamos, "festinha": acabei a noite com 4 meninas e uma boneca inflável na cama. Foi praticamente amor à primeira vista. Na verdade, precisamos nos ver mais vezes... mas elas me escolheram, aliás, elas não resistiram ao meu charme justamente porque eu sou elast... é... humm... sou flexível.

Epa, flexível, não, eu sou espada!!

Depois fui tentar carreira como músico: peguei um emprego temporário de crooner e eu era a minha própria banda. Minha cabeça ficava no teto do salão onde eu tocava (música!!!!), e meus pés, perto da plateia. Assim dava pra tocar meu corpo como se fosse um violoncelo. Mas como não resisto a uma gracinha, fui demitido quando, imitando Elvis Presley, cantei "Love me tender"...



...transformado nisto:
Poxa, será que eles não gostaram do abacaxi ou preferiam produtos Perdidão??

Enfim, vi que não é todo mundo que entende a minha genialidade, não é mesmo, Bat? Por isso que eu te dei aquele dinossauro de brinquedo que ta na Batcasinha... a propósito, Bruce, assuma seu relacionamento com a Scarlett. Faça como eu, que aceitei o clamor de namoro que Megan Fox, Jennifer Lawrence e Halle Barry me fizeram. Aquela coisa africana, meio Vixen, mexe com meus instintos mais primitivos!

Voltei da minha viagem, voltei a trabalhar, mas logo resolvi relaxar num shopping center. Segundo esse roteirista/narrador, eu fui "relaxar" num shopping de Nova York...

Relaxar.

Em shopping.

De Nova York.

TÁS DE SACANAGEM, NÉ, ROTEIRISTA/NARRADOR??

Mas tudo bem, tudo em paz, depois ele me paga uma graninha legal e eu passo a falar bem dele. Ou então me escala como eu mereço: com o protagonismo da história, derrotando o vilão principal (Darkseid, é lógico) e terminando com a mocinha (Mulher-Maravilha, Caçadora, Barda, Mulher-Gavião, Megan Fox...).

Pois bem, eu comia um McLanche (In)Feliz, quando de repente, não mais que de repente, um vilão apareceu: um pirralho, de uns 5 ou 6 anos, se distanciou do grupo da sua escola que passeava no shopping, ficou olhando pra minha batata, LOGO PRA MINHA BATATA, e eu gritei:

- Qualé, ramelento, vai ficar secando minha comida???

O garoto ficou branco de susto e, com lágrimas nos olhos, abriu o berreiro...

Confesso: ele tocou meu coração de borracha...

- Vem cá, meu lindinho... senta aqui no colo do tio. Fica tranquilo, não precisa ter medo, não vou fazer nada de errado com você, o tio não é Michael Jackson...

Ele se sentou perto de mim, e eu permiti que ele comesse a minha batata. Aaaaah, o que é a consciência tranquila!! Mas logo a minha atenção foi desviada, quando ouvi um barulho de vidro quebrando e um alarme berrando:

- Garotinho do titio, fica perto dos seus amiguinhos, não fale com ninguém de batina, nem com generais vestidos de vermelho, nem com salamandras negras que se tornam brancas! Só vá a algum lugar se for a sua professora gostosa que te levar!! E pode ficar com meu hambúrguer, mas deixa um pedaço pra mim, seu moleque guloso!!

Algumas pessoas estavam assustadas na praça de começão, correndo de um lado pro outro, desesperadas, como se quisessem fugir de um show do Justin Bieber. Aquela situação tava um verdadeiro samba do criolo doido e...

INTERRUPÇÃO: POR IMPOSIÇÃO DO PENSAMENTO POLITICAMENTE CORRETO, FUI OBRIGADO A CORRIGIR MINHA NARRAÇÃO.

... Aquela situação tava um verdadeiro samba do afrodescendente desprovido de pensamento lógico. E que se danem os descendentes de europeus nascidos na América espanhola, e as línguas, e a raça de cavalos, e o rapper...

Fui correndo na direção do som, ainda à paisana, e percebi que vinha de uma loja de joias. Bruce, Bruce... será que seu romance com a Scarlett fez a Selina vir pra Nova York roubar joias só pra chamar minha atenção?? Eu sei que sou irresistível, mas... você é rico.

Cheguei na loja e abordei as vendedoras:

- E aí, gatinhas, qui qui ta pegando??

To vendo que nem no meu dia de folga esse ROTEIRISTA/NARRADOR vai me deixar em paz...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 1- O Crime é uma Piada!

Mensagem  Guima em Dom Maio 11, 2014 9:24 pm

Não gostei da cara que você vazia nas cenas de ação onde aparecia a Scarlett Johanson, senhor Parker Dizia MJ a seu marido enquanto bebia um copo de coca cola que tinha mais gelo do que refrigerante Sério mesmo... você nem piscava. Fala sério o que ela tem que eu não tenho? Perguntou ela apontando o dedo ao seu marido.

Peter comia umas fritas enquanto sua esposa tentava coloca-lo contra a parede. Ele ouvia a tudo com um sorriso irônico no rosto... até que ele responde Fala sério e você ainda pergunta? hahah Relaxa Mary Jane... e você pensa que eu não vi você mordendo os lábios quando o Chris Evans tirou a mascara e partiu pra cima do Batroc. Nem vem... se vc tem direito eu também tenho.

Nada a ver isso que voce ta falando. Eu estava tirando o excesso de sal da pipoca que tinha ficado na minha boca. Não gosto de loiros você sabe disso... agora eu sei que vc tem uma queda por loiras, ruivas, morenas, platinadas... Né?

Minha nossa !! Voce ta alegando que eu me relaciono com as mulheres por causa da cor de cabelo. Troféu jóinha pra você !!! TA SERTO!!! Disse Peter imitando um Meme idiota qualquer da internet.

Passa o refri ai porque essas fritas tão puro sal. Se bem que matar a sede com refrigerante de sódio não é algo muito saudavel...senão fosse minhas habilidades de aranha era pra eu ser hipertenso !!!

E desde quando aranhas não são hipertensas? Você não sabe?

Mas voce ta engraçadinha hoje hem... to até vendo que hoje a noite não vamos brincar de casulinho !!!

PETER !!!

Ai caramba !! disse Peter ligeiramente preocupado... Sentido de Aranha... tilintando levemente... Até que um barulho de vidro estilhaçando pode ser ouvido. A multidão que estava na praça de alimentação assustada levanta-se em polvorosa e sai correndo pelos corredores do Shopping. Peter se levanta e pegando a mão de Mary Jane a leva pra uma das saidas de emergencia mais proximas. Liga pra policia e manda eles virem o mais rápido por aqui. Eu vou dar uma vasculhada e ver o que é... se cuida. Em casa gente se ve. Te amo, beijos.

Peter despede-se de MJ com um beijo e salta no teto aderindo-se... com suas capacidades aracnídeas ele se aproxima de um lugar que não é visto pelas cameras e nem por olhares curiosos. Vestindo-se de Homem Aranha ele agora dispara suas teias indo na direção da loja que estava sendo assaltada...

Chegando nas proximidades da loja, Peter avista a coelha branca... uma criminosa com qual ele ja havia dado uma ou duas vezes... fichinha...

No flow !!! Por onde a gente passa é SHOW e olha onde a gente chegou !!! chegou cantarolando uma musica que não parava de tocar nas radios É aqui que ta tendo rolezinho? Porque se é... tamo ai na atividade sacô!!



_________________
avatar
Guima

Número de Mensagens : 2222
Idade : 32
Data de inscrição : 12/12/2009

Ver perfil do usuário http://www.remistico.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 1- O Crime é uma Piada!

Mensagem  Leo Rocha em Ter Maio 13, 2014 4:12 pm

 Arrow  E o que você tá pensando em comprar pra sua avó hoje?

Sério? Me mandaram pra um shopping pra fazer uma matéria sobre o que as pessoas vão comprar pro dia da avó? Eu, Jack Ryder, repórter experiente e de renome, aqui cobrindo matéria pra alavancar comércio?

É isso aí, chefia... E por falar nisso, esse gordinho goiabinha tá enchendo o papo com esse lance de comprar caneca pra avó dele! Manda esse gordo pastar!

 Arrow Obrigado pela entrevista gordinh.. Quer dizer, meu amigo. E agora voltamos para o estúdio com Kent Brockman.

Jack Ryder vive uma eterna batalha. Em seu interior duas personalidades brigam pelo controle: uma é a do repórter certinho e a outro do vigilante, anti-herói, maluco e
praticamente psicopata Rastejante.


Psicopata é o cacete!

Se controla!

Se descontrola!

Hein?

Você tá com essa história de ser certinho e tá aí cobrindo um monte de retarda comprando calçola pras velhas. Cadê a diversão que a gente merece e precisa? Cadê as mulheres? Por falar nisso, eu vi uma loja de calcinhas ali embaixo que uh-la-lá!

E você quer que eu fica na entrada de uma loja de lingerie vendo as mulheres que entram?

Não.. Quero que você entre e veja a mulherada lá dentro! E aí, topa ou não topa?

Er... Hum.. Ah, vamos lá.

Jack se vira para a equipe de filmagem e pede uns segundos enquanto aguardam a próxima cabeça de matéria e vai se aproximando sorrateiramente da porta da loja quando o alarme toca.

Iupi!!!! Já é natal e eu não sabia!!! Tem alguém roubando calcinha e se é crime você já sabe: só o Rastejante pode resolver!

Jack Ryder corre até um dos cantos e se transforma rapidamente, retornando como o Rastejante.

 Arrow Tá legal! Onde está a vítima que teve a calcinha roubada?

_________________
avatar
Leo Rocha

Número de Mensagens : 4094
Idade : 38
Data de inscrição : 14/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 1- O Crime é uma Piada!

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Ter Maio 13, 2014 4:57 pm

Depois de recontada as histórias de cada um dos protagonistas como é de práxis dentro da estrutura narrativa de qualquer trama de ação, eles se apresentam com suas tradicionais piadinhas espirituosas sobre o que estão fazendo.

Assim que os três heróis chegam, a Coelha Branca... a com o guarda-chuva... se vira para os três heróis se aproximando com olhar da raiva imenso.

-Ah, eu sabia! Vocês tinham de vir estragar tudo! Justamente agora que eu cometia o crime do século!

Nesse mesmo momento a outra Coelha tenta protestar que o crime é dela, porém antes que possa falar o chão racha com entulhos voando para todo o lado e as pessoas correm desesperadas.

Aos pés da criminosa um imenso coelho metálico surge, ela então o usa como montaria gigante.


-Agora vocês vão ver o que é bom!



Nessa hora mísseis saem da barriga do robô gigante, enquanto dois raios avermelhados dos olhos todos partindo na direção dos heróis.

Enquanto Homem-Rastejante, Borracha e Aranha... digo Homem-Borracha, Homem-Aranha e Rastejante tentam se defender dos ataques uma desesperada donzela anda pelo meio do chafariz onde sair correndo pelos corredores é tão proibido quanto correr gritando.


-As calcinhas eram minhas, rastejante! Eram minhas!

A mulher parece ter tanta afinidade com água quanto Aquaman ou Namor...

Peter Parker sai da fúria da esposa para encarar a ira de uma mulher que era sua inimiga tradicional, enquanto Jack Rider e O´Brien agradeciam a sorte que tinham ao ver os apelos da garota...
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2572
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 1- O Crime é uma Piada!

Mensagem  Convidado em Seg Maio 19, 2014 2:52 pm

Ai ai ai... esses narradores, esses narradores. Ficam distraídos no xvideos, ou no face, levantando campanhas #somostodosnarradores, ou ainda fazendo curso de romancista a distância com o Paulo Coelho (entenderam a relação? Coelha Branca, Paulo Coelho...), não prestam atenção ao que o personagem magnânimo fala... mas deixar que eu reconto as minhas ações!!

Eu tava no FatDonalds, comendo um BicMac sem alface, queijo, molho especial, cebola, pickles, nem carne... até que apareceu o guri faminto (fazendo gordice), querendo minha batata! Aí rolou um estresse numa loja , tocou o alarme, quebraram vidros, fizeram arrastão e...

INTERROMPEMOS A NARRAÇÃO PARA UMA CORREÇÃO: O SHOPPING CENTER EM QUESTÃO NÃO SE LOCALIZA NO RIO DE JANEIRO, PORTANTO, A HIPÓTESE DO ARRASTÃO ESTÁ DESCARTADA. VOLTAMOS COM A NARRAÇÃO ADEQUADA...

Aí rolou um estresse numa loja , tocou o alarme, quebraram vidros, o que indicava que era hora do Homem-Borracha entrar em ação!!

- E aí, gatinhas, qui qui ta pegando?? - eu disse para as vendedoras da loja de joias (eu disse JOIAS, narrador!!). Tá certo, ao chegar na porta da loja, até pensei que fosse encontrar Kyle Rayner e Alan Scott, mesmo porque os dois são, cada um da sua maneira, fissurados em anéis... mas só encontrei vendedoras gostosas e desesperadas. Talvez o Thanos estivesse lá dentro, com suas pedrinhas que levam ao infinito (entendam por CRACK), mas nem era o caso. Ainda bem... vai que o Johnny DC tá de passagem, me vê fumando um com alguém da outra editora, e resolve me demitir! Temi pelo meu emprego, pow! Fala sério! É muito mais fácil rivalizar com o Ralph Dibny do que com o Reed Richards...

Mas logo percebi um certo movimento na loja ao lado - uma loja de fantasias!! Primeiro eu vi um cara com uma roupa esquisita, vermelha e azul, parecia uma roupa de aranha extraterrestre (Ok, ok... vo fingir que nunca li revistinha da Marvel e que não sei que Pedro Parkour foi picado por uma aranha radioativa e que se tornou – ooooohhh – o Homem-Aranha. Aposto que, se um personagem fosse picado por uma aranha radioativa nos dias de hoje, ele se transformaria é no Zumbi-Aranha...). Eu pensei que era o começo de uma reunião de cosplay, mas logo depois apareceu um cara perguntando sobre uma calcinha roubada:

- RASTEJOULAS?????

Rastejante, Rastejoulas para os amigos... é uma mistura do Coringa com o Grinch, com um quadro de hepatite e icterícia, usando uma peruca vermelha da Elke Maravilha. Jack Ryder é o nome dele. Parece até nome de personagem do Tom Cruise (tá legal, no caso dele tá mais pra Tom Cruz Credo, mas deixa quéto...). Ele é um repórter muito chinfrim, mas não barra o Snapper Carr, que só conseguiu esse emprego de repórter no desenho da Liga, tadinho... aliás, dizem que Snapper Carr só aparece pra aliviar a zoação em cima do Aquaman (vulgo Aquaplay) e do Homem-Elástico (mais uma, hein, Dibny...)

Pedindo emprestada a risada do meu amigo Ted Kord:

 Blue Beetle 

Pensaram que eu ia escrever a risada, né?

Seguindo. Tava mais que claro que a situação era crítica. O que ficou provado com a treta das coelhas brancas...

- Minha Nossa Senhora da Borracha!!! É uma festinha da Playboy e eu não fui convidado???

Tá bom, eu sei, piada velha... peraí que eu vo melhorar a piada...

- Zoofilia já virou crime?? Inda não, né??

Agora sim.

Mas o que parecia ótimo (brotos vestidos de coelhinhas, ai ai ai ui ui albino) ficou complicado: um coelho metálico gigante surgiu do chão, soltando raios avermelhados dos olhos.

- Pelas têmporas de Hal Jordan!! (é, po, daquele tempo em que ele despirocou das ideias e virou o Parabrisas... não, não... Paracetamol... eh, também não é isso... eehh... Paralelepípedo? Ah, quer saber, PARACOMESSAP¨##@!!!

Mas com tanta coisa envolvendo coelhinhas eróticas e coelho com os olhos vermelhos de tanto cheirar, me lembrei de uma historinha do meu famigerado amigo coelhinho da Páscoa:
Um belo dia, andando pela floresta, ele encontrou Macaulay Culkin fumando maconha embaixo de uma árvore. E lhe disse:
- Macaulay, tudo bem?? Cê anda sumido, cara! Tava viajando com sua amiga íntima Anit... digo, Michael Jackson? Cara, larga essa vida, para de fumar isso, largue a Terra do Nunca e vamos correr pela floresta! – e assim Maconha Culkin jogou o cigarro do capeta fora e foi correr com o meu amiguinho coelho.
Mais adiante, encontraram Whitney Houston jogada numa moita, cheirando cola no próprio sapato alto. O coelhinho lhe disse:
- Ei, Whitney, larga desse vício e vamos correr na floresta, entrar em forma, melhorar sua cara bagaceira! – e, dessa vez, ela aceita a proposta e, sem medo e sem precisar de nenhum guarda-costas, segue o coelho e o menino do Michael.
Mais adiante, eles encontram o Maradona cheirando a linha de cal (disse ele que era cal, né...) de um campo de futebol improvisado. E o coelho diz:
- Hey, Armando, larga dessa mierda e bamos correr por la floriesta!! Así tu entras em fuerma e puedes disputar la Cuepa em Brasil, ganhar y ser mejor que Pelé! – E Dieguito, todo empolgado, largou de cheirar a cal, seguindo o coelho e os amiguinhos na corrida.
Logo eles encontram Serguei, o pansexual e bicentenário cantor de rock, namorando uma trepadeira e prestes a injetar heroína em si mesmo e na planta amada. O coelho disse:
- Serguei, deixa disso, cara, vamos correr pela floresta e entrar em forma!
Serguei deu um soco no olho do coelho. Os demais não gostaram e perguntaram por que ele havia feito aquilo, e o cantor respondeu:
- Toda vez que esse coelho filho da p¨%@ toma ecstasy me tira da minha onda e me faz correr como um idiota pela floresta inteira!!

Historinha boa pra Roy Harper não botar defeito!!!

Coelhos são mesmo conhecidos pela rapidez e pela virilidade. Tipo "pa, pum, nasceu mais um!". Ou mais uns montes. Teve uma vez em que sacaneei meu amigo coelhinho Yo! Noid colocando klonopin (rivotril, fármaco produzido a partir de substâncias encontradas em tartarugas da espécie Rubinativus Barrichellentum e Felipachorrentae Massapaticus, em grupos de Reggae e no trânsito da cidade de São Paulo) antes de ele acasalar com uma coelha da playboy. A ninhada que ela teve veio só com quadrigêmeos...

Voltando aos raios do coelho metálico, não foi difícil desviar deles com minha elast... "borrachicidade". Desviei cantarolando (você não é o único a cantar, não, tá, Parkour-Aranha!):
"De olhos vermelhos
e pelo branquinho
De tanto cheirar
ferrou o narizinho..."

Eis que meu coraçãozinho avistou... ou melhor, meuzóios avistaram affraid uma cena linda, digna de Baywatch: uma morenaça correndo pelo meio do chafariz, com seus melões saltitantes. Sua evolução sobre as águas me fazia crer que ela era a nova Aquagirl, mas quando ela chegou perto foi que eu pude ver quem era:

MEGAN FOOOOOOX, MEU CHUCHUUU!!!

- Sai prá lá, Rastejoia, vai cuidar do alarme da loja ao lado!! Vem aqui, Megan, eu te salvo!! - corri na direção dela, de braços abertos pra abraçar minha linda musa!

Pra terminar, deixo aqui uma homenagem ao meu mais novo amiguinho: Pedro Parkour.

Olhe o que uma aranha radioativa afetada é capaz de fazer com um rapaz direito, Mary Jane...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 1- O Crime é uma Piada!

Mensagem  Guima em Seg Jun 09, 2014 10:32 pm

Ai !! Grita o Homem Aranha pros heróis que ali estavam Alguem tem uma cajadada grande o suficiente pra "matar" essas duas coelhas?

Era só o que me faltava, duas coelhinhas cosplays gostosas fazendo um estardalhaço no shops center... Bem que os mamonas diziam que esse lugar era "muitcho legalzinho". Mas na boa... espero que não estejam gravando nada... MJ vai me matar se me vir brigar com essas duas gost..diigo vilãs. É meu amigo... a vida de aranha não é fácil.

Desvio-me rapidamente dos misseis e lanço um filete de teia para capturar ao menos um no ar. Rodopio e mando ele de volta pro coelhão robótico Feliz Pascoa.. Via torpedo!!


Eis que de repente surge uma sereia de aguas doces na nossa frente dizendo que as calcinhas eram dela. Cara ver ela manipulando a agua me fez lembrar de um video que eu vi no Youtube... que palhaçada. Não pode piorar?



GAROTA NA CHUVAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA O NO VERAO !!!

_________________
avatar
Guima

Número de Mensagens : 2222
Idade : 32
Data de inscrição : 12/12/2009

Ver perfil do usuário http://www.remistico.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 1- O Crime é uma Piada!

Mensagem  Gláucio "Speedy" Gonzales em Sab Ago 02, 2014 11:27 pm



Enquanto isso...



Entre os vários outros casais de meta-humanos e mutantes que estavam ali no shopping...



Ainda que balas não fossem despertar o interesse de alguns ali, os mísseis explodindo fazem um tremendo barulho e isso atrapalha o som romântico de Mano War que o narrador colocou de fundo...

Deadpool e Arlequina observam enquanto o Rastejante é atrapalhado de se esquivar do ataque pela aproximação do Homem-Borracha, fazendo o herói voar por vários metros pelo salão enquanto o Amigão da Vizinhança é bem sucedido em devolver o torpedo bem no meio do peito do Coelhão!

O estrondo faz com que o imenso robô caia e a mulher sobre ele vá para o chão também, Megan Fox fica desesperada pelo meio das águas quando um ferido e queimado Rastejante rasteja (!) aos seus pés com ferimentos expostos...

É nessa hora que Deadpool e Arlequina aparecem atirando nele e em Megan Fox.

Deadpool:-Coelhos e Raposas! Eu estou me sentindo em Gotham City!

Arlequina: -É a cidade onde nos conhecemos, patezinho!


Eles tentam tanto acertar Megan Fox, quanto Rastejante,  Homem-Aranha e a Coelha Branca que caiu do robô... Nessa hora, ela então aperta um botão em seu guarda-chuva e um série de pequenos objetos esféricos surgem ao redor dela e ao se abrirem viram coelhos com espadas em formato de cenoura prontos para atacar os heróis.


_________________
avatar
Gláucio "Speedy" Gonzales

Número de Mensagens : 2572
Idade : 36
Data de inscrição : 19/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.gonzalismoveloz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 1- O Crime é uma Piada!

Mensagem  Convidado em Ter Set 16, 2014 5:05 am

Meeeo Deeeoos!!! Atacaram Megan Fox, meu amor, minha vida!!! E foi aquele que tá agarrado na Arlequina, verme duma figa!!

OBS. IPC: Eu sempre quis falar isso, "verme duma figa"

Voltando à vaca fria (se bem que a Arlequina deve ser bem quente, né, pudinzinho?), eu fui mais rápido do que as balas disparadas contra o meu favo de mel e me transformei num muro cúbico (ahn??), defendendo minha gostosona e absorvendo as balas.


- Siguinte, mermão!! Ninguém ataca minha nêga e fica impune, não!! Pode tirar el cavalito de la chuva!! Aqui se faz, aqui se paga!! Quem com bala de revólver fere, com bala de revólver será ferido!! A porca vai torcer o rabo!!!

PÁAARA, COISA DOIDA!!! De repente me vi repetindo inúmeros ditados populares...

- Vamos falar português claro* e...

INTERROMPEMOS NOSSA PROGRAMAÇÃO PARA EXPLICAR O MOTIVO DO ASTERÍSTICO...

- É ASTERISCO, ô ANIMAL!!! E não vai interromper nada, tu acha que o leitor não sabe que o ASTERISCO tá ali pra mostrar que é tradução do original, que é "inglês claro"?? Vai caçar sapo e trabalhar no programa da Luciana Gimenez, sua anta!

Então... continuando da minha fala do português claro...


Foi aí que eu devolvi as balas, uma por uma, atirando em cima dos dois pombinhos. Nem me preocupei com o Rastejoulas, nem com o Homem-Arranha (ui, mona...). O primeiro tirou umas férias, tá zuando com as mina, nem tá preocupado, tá ligado?! Anda ocupado narrando umas história grandi, se é que tu ta me entendendo, sacou? Já o Aranhinha... pobre Pedro Parkour... nesse meio tempo, recebi no meu zapzap um vídeo dele, bastante comprometedor. Como sou adepto da comunicação, a favor da circulação das informações e contra a censura, divulgo a filmagem do Homem-Aranha abraçando a causa gay:


Afinal, os aranhas gays também amam.

NÃO SEJA GAYRANHAFÓBICO!!!! Até porque lésbica que é lésbica... Não, não, não vou fazer essa piadinha.

Tá velha já.

Seguindo e pra não passar despercebido, vou te falar: nêgo fica colocando musiquinha, videozinho... ai ai, os quadrinhos não são mais os mesmos. Maldita era da informática!

Peguei na mão de Megan Fox e puxei ela pra fugirmos dali... Aliás, por falar em dali, vocês sabiam que o Salvador plagiou um quadro meu??? É... se aproveitou de um momento de ócio borracheiro e...


Quando eu tarra correndo ca Megan, me lembrei duma coisa:

- Epa!! Aquele que tá com a Arlê é o Deadpool?? Aquele mesmo que apareceu no filme do Wolverine??? Tás de sacanage, né... só pode... Aquilo era o Baraka, po!

De repente começam a surgir os coelhinhos do Maurício de Souza (não são o Sansão - porra, quanto ÃO!!!). Aí que eu percebi que ia ser difícil derrotá-los de modo normal...

Então, pra matar dois coelhos como uma caixa d'água só, puxei o meu smartphone e pus o vídeo a seguir (seguindo o que os outros fizeram, né, também vou apelar pras novas tecnologias) para todos ouvirem ali no shopping...


Ninguém resiste à diva.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ato 1- O Crime é uma Piada!

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum